Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps
Escolha abaixo as ações que deseja consultar

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Bematech (BEMA)



Subsetor
Segmento

Recomendações
Compra17andre (jan/13) - alisonvm (2013) - bernardon (2013) - danieljoseaa (nov/12 e 2013) - ghfranco (2013) - harisonoliveira (2013) - K78 (nov/12 e 2013) - paulo_prof (mar/09 e 2013) - renato1631 (2013) - RRunner (2013) - Small Caps (set/08) Trifloripasempre (2013) - uqaz  (ago/12)
Carteiras
17andre (jan/13 e mar/13) - acarlos321 (jan/13) - alisonvm (out/12 , nov/12dez/12jan/13 e fev/13) - Blumenn (mar/13) - cesar muzel (dez/12 e jan/13) - ch3481 (nov/12) - DANIELBOSSAN (dez/12) - evalaretto (nov/12) - fctoni (mar/13) - fridao (jan/13) - ghfranco (dez/12) - Guinsanity (dez/12) - jonathanmelo (jan/13) -  Ikki de Phoenix (jan/13) - Luiz_84 (dez/12) - marquinhosrj (nov/12) - paulo_prof (jan/13) - polycrav (jan/13) - pppadv (nov/12) - rnelias (nov/12, dez/12 e jan/13) - robertoha (jan/13) - vellinhotrt4 (nov/12 e mar/13)
Balanços
2T2015 -

4T2012 -
danieljoseaa -
carajo

smallcaps -
belo balanço

3T2012 -
SmallCaps -
achou bom

3T2010 -
Pauloprof  -
achou fraquinho.

4T2009 -
lesoares -
nada empolgante. Jonatranmelo achou bom.


1T2009 -
considerado fraco pelo Small Caps e paulorizzi.
Características
Bematech (BMF&Bovespa: BEMA3) é líder em soluções de tecnologia para o varejo e setor hoteleiro. Por meio de uma plataforma integrada de equipamentos, sistemas de gestão, serviços e treinamentos – que automatizam processos e apoiam a gestão comercial – o estabelecimento conquista maior rentabilidade e controle de suas operações. São duas décadas de pioneirismo, com uma oferta completa e inovadora, que proporciona ao setor agilidade, eficiência e competitividade, independentemente de seu segmento de atuação e porte de negócio. Com atuação abrangente, a Companhia está presente em aproximadamente 500 mil estabelecimentos comerciais no Brasil e no exterior, incluindo grandes redes globais de varejo e de hotelaria. Possui quatro centros de excelência em P&D e conta com cerca de mil colaboradores que atuam no Brasil, China, Taiwan, EUA, Argentina, Chile e Portugal.
Links

BEMA3... sentiu o golpe do varejo...
[...]

296606  - paulo_prof  -  06 Mai 2015, 23:47
Resultado meia boca ... ativo de preço razoável (boa margem de segurança)

BEMA3
PREÇO: R$ 9,70
PAYOUT (2014): 55,0%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses

P/L 9,33
P/VPA 1,10
PSR 1,15
DY 5,90%
EV/EBITDA 5,52
MARGEM BRUTA 41,5%
MARGEM OPERACIONAL 14,6%
MARGEM LÍQUIDA 12,4%
LUCRO POR AÇÃO R$ 1,040
MARGEM EBITDA 19,7%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 17,0%
ROE 11,84%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,49

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 1T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +11,77%
RESULTADO BRUTO +16,21%
RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo
RESULTADO OPERACIONAL -2,51%
RESULTADO LÍQUIDO +11,66%
EBITDA +6,02%

b) 1T15 sobre 1T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +2,70%
RESULTADO BRUTO -5,57%
RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO -88,45%
RESULTADO OPERACIONAL -27,97%
RESULTADO LÍQUIDO -9,42%
EBITDA -19,37%

c) lucro líquido, nominal
UA 11,66%
U2A 25,39%
U3A passou de negativo para positivo

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 8,68%
U2A 8,67%
U3A 7,02%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 10,40

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): -1,5%

291584  - paulo_prof  -  11 Mar 2015, 05:05
BEMA3
PREÇO: R$ 10,29
PAYOUT (2014): 54,9%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses

P/L 9,73
P/VPA 1,18
PSR 1,24
DY 5,64%
EV/EBITDA 5,54
MARGEM BRUTA 42,3%
MARGEM OPERACIONAL 15,7%
MARGEM LÍQUIDA 12,7%
LUCRO POR AÇÃO R$ 1,057
MARGEM EBITDA 20,7%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 17,8%
ROE 12,13%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,65

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 4T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +16,47%
RESULTADO BRUTO +26,19%
RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo
RESULTADO OPERACIONAL +13,82%
RESULTADO LÍQUIDO +25,91%
EBITDA +18,25%

b) 4T14 sobre 4T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +13,57%
RESULTADO BRUTO +21,89%
RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo
RESULTADO OPERACIONAL -17,30%
RESULTADO LÍQUIDO +12,18%
EBITDA +11,56%

c) lucro líquido, nominal
UA 25,91%
U2A 28,96%
U3A passou de negativo para positivo

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 8,96%
U2A 8,76%
U3A 4,98%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 10,57

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): -0,5%

291582 - bommauricio  -  11 Mar 2015, 04:32
O Lucro Líquido do 4T14, de 12,5 milhões, foi impactado por uma despesa não recorrente de 5,4 milhões, proveniente da aquisição da CMNet (provavelmente a última parcela).

Senão viria um LL De quase 18 milhões, o que baixaria bem o p/l.

No mais:

Receita Líquida: crescimento de 13,6% (4T14 vs 4T13);
CPV: crescimento de 8,2%, incorrendo em ganho de MB;
EBITDA: crescimento de 11,6%.
Considerando o país difícil em que vivemos pra mim foi bom! Mantenho as minhas e se bobear compro mais.

291570 - jmfiora  -  11 Mar 2015, 01:46
Quem Tem BEMA ainda, o que acharam do resultados de 2014.?

São José dos Pinhais, 10 de março de 2015. A Bematech S.A. (BM&FBovespa:BEMA3), líder em soluções de tecnologia para o varejo, food service e hospitality, anuncia hoje os resultados consolidados do quarto trimestre (4T14) e ano de 2014. As informações operacionais e financeiras da Companhia são apresentadas com base em números consolidados, de acordo com as normas internacionais de relatório financeiro (IFRS) emitidas pelo International Accounting Standards Board - IASB e as práticas contábeis adotadas no Brasil.
Bematech finaliza 2014 com receita líquida 16,5% maior ao atingir R$ 425,6 milhões. O EBITDA cresceu 18,3% e o lucro líquido 25,9%
Destaques do Período:
• A Companhia manteve o crescimento dos seus resultados alcançando R$ 12,5 milhões de lucro líquido, 1,0% superior ao registrado no 4T13 e com margem líquida de 10,9%, 1,3 p.p. abaixo se comparado ao 4T13. Em 2014, o lucro líquido registrou R$ 54,1 milhões, 25,9% maior que 2013 e com margem líquida de 12,7%, 0,9 p.p. de crescimento sobre o ano anterior;
• O EBITDA atingiu R$ 23,4 milhões, 11,6% maior que o 4T13 e com margem de 20,4%, 0,3 p.p. abaixo do 4T13. No ano, o EBITDA alcançou R$ 88,2 milhões, 18,3% acima de 2013 e com margem de 20,7% contra 20,4% no mesmo período do ano anterior;
• A receita líquida registrou R$ 114,8 milhões, 13,6% superior ao 4T13 e no ano atingiu R$ 425,6 milhões, 16,5% maior que 2013. Já a receita recorrente cresceu nesse trimestre 52,3% se comparado ao 4T13, atingindo 29,9% da receita. Em 2014 a receita recorrente atingiu 29,2%, uma evolução de 45,2% em relação a 2013;
• As despesas totais cresceram 22,8% no 4T14 em relação ao 4T13, registrando R$ 35,4 milhões. No ano, as despesas totais evoluíram 23,8% sobre 2013 ao alcançar R$ 130,7 milhões, fruto das adequações da estrutura para atender a nova estratégia estabelecida;
• O caixa gerado nas atividades operacionais no 4T14 foi de R$ 36,9 milhões e em 2014 foi de R$ 74,7 milhões, enquanto que no 4T13 e em 2013 atingiu R$ 22,5 milhões e R$ 72,6 milhões, respectivamente. O ciclo operacional no 4T14 melhorou quatro dias se comparado com o ciclo do 4T13, enquanto que na comparação anual houve evolução positiva de seis dias.
Clique aqui para acessar o Release de Resultados.
A Companhia tem o prazer de convidá-lo (a) para as suas teleconferências sobre os Resultados do 4T14 e ano de 2014:
Teleconferência - Português
Data: 11 de março de 2015
Hora: 09:30 (BRA) | 08:30 (EDT)
Telefones para conexão: (55 11) 3728 5971 ou (55 11) 3127 4971
Senha: Bematech
Replay: (55 11) 3127 4999 | Senha: 80345265
Clique aqui para acessar o webcast em português.
Teleconferência - Inglês
Data: 11 de março de 2015
Hora: 11:30 (BRA) | 10:30 (EDT)
Telefone para conexão: (1 412) 317 6776
Senha: Bematech
Replay: (1 412) 317 0088 | Senha: 10059300
Clique aqui para acessar o webcast em inglês.
Para informações adicionais, entre em contato com a área de Relações com Investidores da Companhia:
Contatos de RI:
Marcel Vedrossi
Telefone: +55 11 2122 4653
Mario Caldana
Telefone: +55 11 2122 4740
e-mail: ri@bematech.com.br
www.bematech.com.br/ri

281931  - paulo_prof  -  04 Nov 2014, 22:59
Empresa com resultados consistentes, com ótima evolução de resultados. Ativo barato em relação a seus múltiplos e evolução. O payout poderia ser maior ... O ROE é baixo, mas parece que está em evolução ... nos 12 meses terminados no 3T13 era de 8,43%; hoje é 12,09%

BEMA3
PREÇO: R$ 7,86
PAYOUT (2013): 31,12%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses

P/L 7,69
P/VPA 0,93
PSR 0,98
DY 4,05%
EV/EBITDA 4,49
MARGEM BRUTA 41,6%
MARGEM OPERACIONAL 17,0%
MARGEM LÍQUIDA 12,8%
LUCRO POR AÇÃO R$ 1,022
MARGEM EBITDA 20,8%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 18,3%
ROE 12,09%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,81

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +17,16%
RESULTADO BRUTO +24,98%
RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo
RESULTADO OPERACIONAL +24,36%
RESULTADO LÍQUIDO +27,12%
EBITDA +17,07%

b) 3T14 sobre 3T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +15,08%
RESULTADO BRUTO +24,67%
RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo
RESULTADO OPERACIONAL +12,49%
RESULTADO LÍQUIDO +13,72%
EBITDA +12,75%

c) lucro líquido, nominal
UA 27,12%
U2A 51,71%
U3A passou de negativo a positivo!

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 8,32%
U2A 8,60%
U3A 2,80%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 10,22

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): -6,0%

270729  - paulo_prof  -  06 Ago 2014, 08:14
BEMA3
PREÇO: R$ 8,56
PAYOUT (2013): 31,12%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses

P/L 8,68
P/VPA 1,05
PSR 1,11
DY 3,59%
EV/EBITDA 4,82
MARGEM BRUTA 40,7%
MARGEM OPERACIONAL 17,1%
MARGEM LÍQUIDA 12,8%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,987
MARGEM EBITDA 20,9%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 3,3%
ROE 12,13%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,61

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 2T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +16,32%
RESULTADO BRUTO +21,82%
RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo
RESULTADO OPERACIONAL +31,67%
RESULTADO LÍQUIDO +35,15%
EBITDA +17,79%

b) 2T14 sobre 2T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +15,82%
RESULTADO BRUTO +25,23%
RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo
RESULTADO OPERACIONAL +27,37%
RESULTADO LÍQUIDO +33,09%
EBITDA +19,60%

c) lucro líquido, nominal
UA 35,15%
U2A passou de negativo a positivo!
U3A 29,55%


d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 8,39%
U2A 8,38%
U3A 0,85%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 9,87

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): -3,5%

176303 - danieljoseaa -  28 Mar 2013, 01:20
Bematech expande negócios internacionais
por Gláucia Civa

A curitibana Bematech, especializada em soluções de TI para o varejo e setor hoteleiro, acaba de expandir sua estratégia de internacionalização com novos contratos na Rússia, onde mantém um parceiro há um ano e já atende a cerca de 50 clientes.

173726 - danieljoseaa -  19 Mar 2013, 02:52
Bematech CMNet lança sistema de atualização de dados de turistas

18/03/2013 17:30
A Bematech CMNet, empresa do ramo de soluções de tecnologia para o setor hoteleiro, será a primeira a fornecer a todos os hotéis da sua base de clientes, o sistema FNRHOnline, o qual tem como objetivo facilitar o procedimento do envio das Fichas Nacionais de Registro de Hóspedes (FNRH’s) para o Ministério do Turismo.

As fichas fazem parte do Sistema Nacional de Registro de Hóspedes (SNRH) e servem para identificar o perfil do turista e as taxas de ocupação hoteleira de cada região buscando, assim, melhorar a elaboração de políticas públicas direcionadas ao setor turístico.

O software permitirá a integração com o Ministério do Turismo por meio de um Web Service que atualiza os dados cadastrais e de estadia dos hóspedes. O novo programa já está disponível para todos os clientes da Bematech CMNet no país. Para Rodrigo Ricco, Gerente de Operações da empresa. “A intenção da Bematech CMNet é simplificar o trabalho dos clientes. O novo software está 100% integrado às soluções de Front Office da companhia e facilita a atualização dos dados dos hóspedes, que passa a ser automática, ao invés de manual”, diz o executivo.

173497 - danieljoseaa -  17 Mar 2013, 18:05
Hotel Trianon São Paulo implanta sistema da Bematech CMNet

11/03/2013 15:15
O Hotel Trianon São Paulo, na capital paulista, pertencente ao Trianon Group - rede de hotéis presentes na Argentina, Itália e Brasil, introduziu as soluções da Bematech CMNet. O projeto, realizado entre dezembro de 2012 e janeiro de 2013, foi desenvolvido para suprir a necessidade do empreendimento em automatizar seu sistema.

A solução escolhida foi a Hotal Full, que abrange desde o Front Office, com funções como sistema de reserva e de CRM (Customer Relationship Management), até a gestão administrativa e financeira, com sistemas que otimizam o faturamento, estoque e livros fiscais. A solução também opera chaves eletrônicas e pontos de venda, com sistema de tarifação telefônica, por exemplo.

A implementação do Hotal Full foi feita com sucesso, alcançando bons resultados para o estabelecimento, como afirma o Diretor do Hotel Trianon São Paulo, Leonel Malvezzi. “A equipe que fez a implementação executou um ótimo trabalho, tanto na parte técnica quanto na questão dos treinamentos, uma vez que todos os nossos colaboradores aprenderam a utilizar muito bem o sistema. Apesar de recente, já conseguimos perceber uma melhora consistente das nossas operações”.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Bematech CMNet implantou solução de gestão nos novos hotéis do Grupo GJP Hotels & Resorts

27/02/2013 17:20
A empresa Bematech CMNet, do ramo de soluções de tecnologia para o varejo e setor hoteleiro, comunicou que implantou seu sistema Visual Hotal Full nos hotéis GJP Aracaju e GJP Aldeia das Águas, do grupo GJP Hotels & Resorts.

Dentre os módulos da Solução Hotal Full utilizados pela rede GJP estão o Front-Office, Pontos de Venda, Controle Financeiro, Contabilidade, Folha de Pagamento e Balanced Scorecards.

Para Maurício Valente, Diretor Comercial da Bematech CMNet, “O objetivo da rede GJP sempre foi oferecer aos seus clientes uma experiência única em hospedagem, por meio da excelência dos serviços prestados. Nossas soluções vêm de acordo com esse ideal, fazendo com que a tecnologia colabore com o melhor atendimento e gerenciamento dos empreendimentos”, explicou.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Bematech CMNet amplia a parceria com o Grupo Lancaster

18/01/2013 13:35
A Bematech CMNet, empresa do ramo de soluções tecnológicas para o varejo e setor hoteleiro, acaba de ampliar a parceria de 18 anos com o Grupo Lancaster, presente no estado do Paraná. A empresa agora irá prestar serviços no Hotel Savoy, após os resultados positivos colhidos pela Rede.

Os serviços oferecidos pela Bematech à rede começaram com implementação da Solução Hotal, ferramenta que ajudou a otimizar atividades operacionais como a reserva de quartos e o cadastro de clientes. Depois da Solução Hotal, o hotel migrou para a Solução Visual Hotal Special, que é voltada para hotéis de pequeno e médio porte, e, desde outubro de 2010, utiliza a Solução Visual Hotal Full, mais adequado para hotéis de grande porte e redes.

Para Henrique Lenz Filho, Presidente do Grupo Lancaster, “O atendimento da Bematech CMNet é ótimo. Nós temos mais facilidade no acesso, um banco de dados mais organizado e mais agilidade. A busca de relatórios também é mais fácil, além deles serem mais completos. ”, afirmou.

De acordo com Bruno Primati, Diretor da Bematech CMNet, “É muito importante para nós ter um parceiro com um nome forte como o da rede Lancaster. São 18 anos trabalhando juntos, tendo bons resultados como feedback das tecnologias que desenvolvemos para o setor”.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Mini Kalzone padroniza franquias com Bematech

Em um ano de adoção do Bematech Chef, sistema de gestão para o setor alimentício, a rede de fast food Mini Kalzone já automatizou e padronizou a gestão de 70% de suas 51 franquias.

A rede também adotou as impressoras fiscais Bematech MP 2100 TH FI e MP 4000 TH FI, o que padronizou a estrutura de hardware e software da rede.
Antes, cada franqueado podia escolher qual sistema utilizar em suas lojas, o que dificultava a gestão centralizada.

De acordo com João Batista Cardoso, sócio-diretor da Mini Kalzone, a padronização auxilia no gerenciamento da rede, e a capilaridade da Bematech ajuda no atendimento.
“Isso atende a nossa necessidade, já que atuamos em 14 estados brasileiros”, comenta o executivo.

No projeto, a implantação e suporte ficaram com a Voxy Soluções, revenda Bematech com atuação nacional.

O Bematech Chef dá a possibilidade de extração de relatórios gerenciais, além de controle de estoque, compras, contas a pagar, fluxo de caixa e ferramentas de marketing.

Fundada em 1992 em Santa Catarina, a rede Mini Kalzone já produziu mais de 35 milhões de calzones, contando com atuais 51 franquias localizadas em shoppings, universidades e lojas de rua.

173472 - danieljoseaa -  17 Mar 2013, 05:32
Bematech fecha parceria com Rede de drogarias Tamoio
[07-03-2013]
A rede de drogarias Tamoio, uma das maiores do Rio de Janeiro, anuncia o fechamento de contrato com a Bematech, líder em soluções de tecnologia para o varejo e setor hoteleiro. O projeto, que teve início em agosto de 2012, contemplou a instalação dos equipamentos RC (Retail Computer) 8000 e 8100, em diversas lojas da rede. Os equipamentos, especialmente desenhados para o varejo, têm como benefício o tamanho diferenciado, muito mais compacto, com volumes correspondentes a 1/3 do tamanho de uma CPU convencional, o que permite melhor uso do espaço nos estabelecimentos comerciais. A previsão é que todos os estabelecimentos da rede tenham o equipamento instalado até o fim de 2013.

A escolha pelos produtos Bematech, de acordo com George Dantas, coordenador de Infraestrutura da Rede, teve como principal motivo características dos hardwares, como menor consumo de energia, design moderno e configuração atualizada, adequada ao mercado. “Precisávamos de um equipamento com tamanho reduzido, baixo consumo de energia, estável e robusto para enfrentar o ambiente de varejo. Após analisar equipamentos de vários fabricantes, optamos pela Bematech e estamos satisfeitos com esta parceria”, comentou Dantas.

Para a Bematech, a presença dos seus produtos na Rede Tamoio, prova a assertividade da estratégia da empresa, que desenvolve soluções que atendem às principais demandas do mercado: “A implantação feita na Rede Tamoio mostra que, acima de tudo, a Bematech tem entendido as reais necessidades do varejo ao desenvolver seus equipamentos. Além disso, sabemos que não basta ter o melhor produto, é importante que os serviços prestados otimizem os negócios e proporcionem tranquilidade ao cliente”, finaliza o gerente comercial da Bematech, Luis Fernando Reis.

172462 - small caps -  13 Mar 2013, 01:28
Citação: marceleberle
Boa noite pessoal, Small algo no radar pra iniciar ou aumentar posição?
FJTA4 ou MTSA4 vale a pena a entrada antes do balanço?
E pós balanço BEMA3 ou PRBC4 ? (BEMA deu uma realizada boa, ta num preço agradável)
a) aumentei posição pós balanço em PRBC4. Mas o radar está bem ligado, pois nem metade dos balanços sairam. Reiniciei posição também em PRVI3 pós balanço, mas de leve...

b) não costuma ingressar em empresa envidada antes do balanço. Logo, FJTA4 tá fora desta possibilidade. E MTSA4 tirou o atraso no mercado nos últimos pregão. Melhor esperar o balanço também. Sempre surgem novidades neste período.

c) Entre BEMA e PRBC4, depende da sua concentração de outros ativos em carteira. Se tiver muito banco, BEMA tem espaço. Se couber um pouco mais de banco, o histório de PRBC4 é bem mais significativo.

170704 - dusteffen -  06 Mar 2013, 09:36
BEMA3 mais um dia na "mídia".... ontem e hoje um artigo positivo sobre ela no VALOR...


Na Bematech, resultado traz expectativa positiva


Por Moacir Drska | De São Paulo


A Bematech, companhia especializada em automação comercial, tem perspectivas positivas para este ano, com base no desempenho registrado no quarto trimestre de 2012. Os resultados, divulgados na segunda-feira à noite, refletiram os impactos positivos de um processo de reestruturação iniciado no ano passado.

"Ainda temos um trabalho forte pela frente em termos de reestruturação, especialmente em áreas como software. Mas estamos extremamente confiantes para o ano. Vamos dar sequência nesse processo e a expectativa é colher resultados ainda mais expressivos em 2013", afirmou Cleber Morais, presidente e diretor de relações com investidores da Bematech, durante teleconferência com analistas.

O resultado da Bematech agradou ao mercado. A ação da empresa fechou, ontem, com alta de 2,13%, em R$ 9,10. No quarto trimestre, o lucro líquido foi de R$ 10,7 milhões, com crescimento de 884% em relação ao ganho registrado um ano antes, de R$ 1,1 milhão. A receita líquida teve expansão de 5%, para R$ 87,2 milhões.

O desempenho deveu-se, em grande parte, à estratégia de redução de despesas. No trimestre, os gastos foram de R$ 20,6 milhões, ante R$ 25,1 milhões em igual período de 2011.

Leia mais em:
http://www.valor.com.br/empresas/3033132/na-bematech-resultado-traz-expectativa-positiva

170578 - small caps -  05 Mar 2013, 23:03
Quando comecei a escutar as teleconferências da Bematech com o novo CEO... logo percebi que se tratava de um talento nato e que sabia plenamente o que estava fazendo :)

Transmite muita confiança no que fala e trimestre a trimestre vai cumprindo o que promete...

Em vários outras empresas, não sinto a mesma firmeza...

170575 - danieljoseaa -  05 Mar 2013, 23:00
Vixe......

Com reestruturação, Bematech prevê resultados mais expressivos em 2013

Por Moacir Drska | Valor
SÃO PAULO - Diante do desempenho registrado no quarto trimestre, que refletiu os primeiros impactos positivos de um processo de reestruturação iniciado em 2012, a brasileira Bematech, especializada em equipamentos, sistemas e serviços para automação comercial, tem perspectivas otimistas para 2013.

“Ainda temos um trabalho forte pela frente em termos de reestruturação, especialmente em áreas como software. Mas estamos extremamente confiantes para o ano. Vamos dar sequência nesse processo e a expectativa é colher resultados ainda mais expressivos em 2013”, afirmou Cleber Pereira de Morais, presidente e diretor de relações com investidores da Bematech, durante teleconferência com analistas.

O resultado da Bematech agradou ao mercado. A ação da companhia era negociada há pouco com alta de 4,8%, para R$ 9,34. A empresa fechou o quarto trimestre com lucro líquido de R$ 10,7 milhões, crescimento de 884% em relação ao ganho registrado um ano antes, de R$ 1,1 milhão. A receita líquida teve expansão de 5%, para R$ 87,2 milhões.

O desempenho deveu-se, em grande parte, à estratégia de redução de despesas implantada pela empresa. No período, as despesas da Bematech foram da ordem de R$ 20,6 milhões, ante R$ 25,1 milhões em igual trimestre de 2011.

No ano consolidado, a Bematech reverteu prejuízo líquido de R$ 42,4 milhões, em 2011, reportando lucro líquido de R$ 32,5 milhões. A receita líquida teve alta de 11,3% e ficou em R$ 328,4 milhões.

Morais também destacou o fato de a companhia ter encerrado 2012 com um caixa líquido de R$ 32,1 milhões, o que representou um avanço de 112% na comparação anual. “Crescemos nos principais indicadores e mostramos, principalmente, que nossa lucratividade está respaldada pelos resultados operacionais. Mais do que nunca, agora temos uma equipe e pacotes de ofertas estruturadas para gerar resultados mais fortes neste ano”, afirmou o executivo.

Leia mais em:
http://www.valor.com.br/empresas/3032126/com-reestruturacao-bematech-preve-resultados-mais-expressivos-em-2013#ixzz2Mi1iQZmf

170401 - small caps -  05 Mar 2013, 14:11
BEMA3: sem comentários.

Mais um belo balanço. O novo CEO merece todo o reconhecimento pelo turnaround visível que está fazendo.

O futuro fica com o sucesso nas novas empreitadas. A empresa parece estar preparada e redonda para este momento.

K78, desconfio que os médicos no RS vão passar a exigir que em seus consultórios tenha aquela tela da Bematech e uma impressorinha para imprimir os atestados e receituário :)

170388 - rosvd -  05 Mar 2013, 13:38
Arrumaram a casa em 2012 e em 2013 vão começar a colher os resultados.

Na área de Software a receita subiu 26%, porém os custos cresceram em 27%. A explicação:

“Em relação aos custos, esses aumentaram no 4T12, quando comparado ao 4T11, basicamente pela contabilização de 100% dos resultados da CMNet. Além disso, adequações contábeis na parte
internacional da CMNet trouxeram efeitos no custo desse trimestre diferenciando-o do 3T12. Assim, a margem bruta chega ao final do trimestre com patamar de 29,5%, inferior aos trimestres anteriores, fazendo com que no ano esse indicador se mantivesse em 33,8%, abaixo dos 34,6% alcançados em 2011. “

Logo, para 2013, creio que as margens terão expressivo aumento.

Na área de Hardware a companhia está buscando o mercado internacional

Em Serviços (área que vem sofrendo a maior reestruturação):
"No ano a receita foi de R$ 34,9 milhões, 13,6% menor que 2011, porém houve uma forte recuperação de margem bruta, a qual atingiu 21,8%, bem superior ao 1,2% negativo registrado em 2011."

E para 2013 temos:

"A operação proveniente da parceria com a Elavon apesar de ainda não influenciar os resultados, como já era esperado, teve um trimestre movimentado. As revendas já começaram a ser desenvolvidas e capacitadas em diversos Estados, gerando as primeiras “afiliações” à nova adquirente. Esse processo
tem-se intensificado e os primeiros resultados devem chegar de maneira gradual em 2013. "

"A Companhia anunciou, conforme comunicado de 14/01/13, mais um passo importante de sua estratégia de crescimento – a remodelação de sua unidade de Software. A medida representa um novo modelo de atuação, pelo qual a empresa passa a abordar e atender o mercado de maneira verticalizada e, portanto, mais focada e aprofundada em seus clientes..."

Mais um ano de sucesso pela frente!!!!

170362 - dusteffen  -  05 Mar 2013, 10:50
Bematech reduz despesa e multiplica lucro

Por Gustavo Brigatto e Daniela Meibak | De São Paulo

Pouco mais de um ano depois de iniciar um processo de reestruturação, a brasileira Bematech, especializada em sistemas para automação comercial, multiplicou por quase dez vezes o lucro líquido do quarto trimestre. No resultado divulgado ontem, relativo aos meses de outubro a dezembro de 2012, a companhia apresentou um lucro líquido de R$ 10, 7 milhões, com alta de 884% na comparação com o resultado de R$ 1,1 milhão registrado no mesmo período de 2011.

O desempenho foi obtido principalmente pela redução de despesas. No quarto trimestre de 2012, as despesas da companhia foram de R$ 20,6 milhões, o equivalente a 23,7% da receita líquida. Isso significa uma redução de quase sete pontos percentuais na comparação com o mesmo período de 2011. No quarto trimestre de 2012, a Bematech teve uma receita líquida de R$ 87,2 milhões, 5% a mais que o registrado um ano antes.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), medida usada para avaliar o desempenho operacional de empresas, subiu de R$ 11,9 milhões no 4º trimestre de 2011 (margem de 14,3%) para R$ 19,6 milhões no mesmo período de 2012 (margem de 22,5%).

A maior parte dos indicadores ficou acima de estimativas de mercado. O analista Alex Pardellas, da Caixa Geral de Depósitos (CGD), previa que o Ebitda ficaria em R$ 18 milhões, com margem de 20,1%. O lucro líquido seria de R$ 9,9 milhões. Só a receita ficou abaixo da estimativa, de R$ 89,6 milhões.

A reestruturação foi iniciada pelo executivo Cleber Morais ao assumir o comando da companhia, em 2011. O processo consistiu na reorganização dos negócios de equipamentos e serviços, com maior orientação à venda de pacotes que incluem produtos dessas duas áreas, além de softwares.

De acordo com Morais, o processo de reestruturação ainda não está encerrado e existem oportunidades de melhorias na área de software. "A estrada está pavimentada para o crescimento em 2013", disse o executivo ao Valor PRO, serviço de informação em tempo real do Valor

Em 2012, a receita líquida da Bematech subiu 11,3%, para R$ 328,4 milhões. A companhia também reverteu um prejuízo de R$ 42,4 milhões registrado em 2011, e registrou lucro de R$ 32,5 milhões em 2012. O Ebitda foi positivo em R$ 62,2 milhões, contra um resultado negativo de R$ 46,8 milhões em 2011.

A Bematech vai distribuir R$ 2,055 milhões em dividendos, o correspondente a R$ 0,04 por papel. O pagamento será feito no 4 de abril, para quem tinha ações da companhia até ontem.

Leia mais em:
http://www.valor.com.br/empresas/3031440/bematech-reduz-despesa-e-multiplica-lucro

170256 - paulo_prof - 04 Mar 2013, 23:34
Citação: danieljoseaa
Só mais uma....
Se a Bematech pagar todas as suas dívidas(irrisórias), sobram ainda 32,1 milhões em caixa..............tô achando que vem uma boladinha boa aí em dividendos em abril.
Não é o que é informado nas Notas Explicativas de 2012 ...

Lucro líquido do exercício da controladora ....................................... 32.513
(-) Ajuste subvenções governamentais .......................................... (21.517)
Constituição da reserva legal (Artigo 193 da Lei nº 6.404/76) ............. (549)
Lucro líquido após apropriação da reserva legal .............................. 10.447
(-) Dividendo mínimo obrigatório - 25% ........................................... (2.612)

Saldo de lucro do exercício à disposição da Assembleia .................. 7.835

Quantidade de ações em 31 de dezembro, líquida das ações em tesouraria 51.377.470

Dividendo mínimo obrigatório por ação - em Reais 0,0508

Dividendos distribuídos
Dividendos Intercalares pagos (4.316) -
Dividendo distribuído por ação - em Reais 0,0840

O montante de dividendos intercalares já distribuídos é superior ao valor de dividendo mínimo obrigatório e, portanto, nenhuma provisão adicional foi reconhecida nas demonstrações financeiras.

Em 15 de agosto de 2012, a Companhia aprovou em reunião do Conselho de Administração o pagamento de dividendos intercalares, conforme autoriza o Art.204 da Lei 6.404/76, no montante de R$1.747, correspondente a R$0,034 por ação, com base nos lucros apurados em 30 de junho de 2012. O pagamento dos dividendos ocorreu em28 de setembro de 2012.

Em 06 de novembro de 2012, a Companhia aprovou em reunião do Conselho de Administração o pagamento de dividendos intercalares, conforme autoriza o Art.204 da Lei 6.404/76, no montante de R$2.569, correspondente a R$0,05 por ação, com base nos lucros apurados em 30 de setembro de 2012. O pagamento dos dividendos ocorreu em 30 de novembro de 2012.

170242 - paulo_prof -  04 Mar 2013, 22:59
BEMA3
PREÇO: R$ 8,95
PAYOUT 2012: 13,7%

P/L 14,14
P/VPA 1,23
PSR 1,40
DY 0,94%
EV/EBITDA 6,87
MARGEM BRUTA 38,4%
MARGEM OPERACIONAL 12,8%
MARGEM LÍQUIDA 9,9%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,633
MARGEM EBITDA 19,0%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 6,8%
ROE 8,68%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,84

Taxas de Crescimento Nominal

a) exercício de 2012 vs 2011
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +11,31%
RESULTADO BRUTO +14,67%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +277,6%
RESULTADO OPERACIONAL passou de negativo para positivo
RESULTADO LÍQUIDO passou de negativo para positivo
EBITDA passou de negativo para positivo

b) 4T12 vs 4T11
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +5,05%
RESULTADO BRUTO +6,84%
RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo
RESULTADO OPERACIONAL +30983%
RESULTADO LÍQUIDO +885,9%
EBITDA +77,77%

c) lucro (taxa média anual)
UA passou de negativo para positivo
U2A -2,60%
U3A 5,21%

d) patrimônio líquido médio
UA -2,19%
U2A -4,37%
U3A -1,18%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 7,91

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +3,0%

170214 - danieljoseaa -  04 Mar 2013, 21:58
Outro trecho:
"A operação proveniente da parceria com a Elavon apesar de ainda não influenciar os resultados, como já era esperado, teve um trimestre movimentado. As revendas já começaram a ser desenvolvidas e capacitadas em diversos Estados, gerando as primeiras “afiliações” à nova adquirente. Esse processo tem-se intensificado e os primeiros resultados devem chegar de maneira gradual em 2013"

170210 - danieljoseaa -  04 Mar 2013, 21:49
BEMA3:

"Mensagem do Presidente"


É com satisfação que chegamos ao final de mais um ano, no qual atuamos firmemente para atingir nossas metas e objetivos estratégicos. Em 2013 continuaremos firmes para manter a liderança no mercado de automação comercial.

O trabalho de colocar a Companhia em um nível cada vez mais alto de receita e rentabilidade, consolidando-a como fornecedora de soluções completas e como líder na oferta de tecnologia para o“ponto de venda”, tem seguido um percurso sólido e consistente com resultados já aparentes.

Desde o 1T12, mostramos uma melhora considerável de lucratividade, o que já demonstrava que a base de crescimento que formamos ao longo de 2011 se fortalecia, apesar do nível de receita praticamente estável se compararmos com o primeiro trimestre de 2011. No 2T12 e 3T12 esse processo se manteve,
crescemos a receita, melhoramos o lucro líquido e reforçamos nosso EBITDA, além da melhora da geração de caixa.

Esse crescimento só foi possível graças às nossas equipes. As bases do nosso trabalho na área de recursos humanos foram, principalmente, focadas no desenvolvimento organizacional, capacitação, identificação de talentos internos e atração de novos executivos para o fortalecimento do time.
Quanto à nossa atuação, lançamos vários produtos, fomos pioneiros ao homologarmos o 1º ECF conectado do mercado, fizemos novas parcerias, iniciamos a exploração do mercado AIDC (Automatic Identification and Data Capture) e estruturamos o Bematech Mais, nosso novo programa de canais, nos
aproximando das revendas e aumentando significativamente a receita proveniente da venda de soluções.

Mantivemos nossa estratégia de expansão no mercado internacional, desenvolvemos importantes projetos corporativos com franquias, estendemos a venda de impressoras para países como Venezuela, Panamá e Paraguai e estreitamos nossa relação com distribuidores, o que nos levou a atingir também o mercado do Leste Europeu e Rússia. Por fim, também mudamos nossa sede internacional e melhoramos a rentabilidade desses negócios no exterior, reduzindo custos e despesas.

Em Abril, finalizamos a aquisição da CMNet, o que nos colocou como líderes no segmento de hotéis e restaurantes no país, elevando o patamar de receita da Bematech. Investimos no desenvolvimento de Software com novas funcionalidades, focando nos mercados de nossa atuação, o que nos permitiu avançar na conquista de novos clientes corporativos e nos negócios dentro da nossa base de clientes.

Também expandimos no segmento de hotéis fora do Brasil, como por exemplo, em Portugal e na Espanha.

Ainda em 2012 focamos em reduzir custos e melhorar margens, principalmente nos negócios de serviços de manutenção e meios de pagamento. Transferimos o laboratório de reparos de Diadema para junto de nossa fábrica em São José dos Pinhais, focamos na exploração do segmento de meios eletrônicos de
pagamento, com o lançamento do Bematef Express e por meio da parceria com a Elavon. Tudo isso, fez com que reduzíssemos nossos custos e elevássemos a margem da unidade, atingindo a maior margem
bruta dos últimos 2 anos.

Chegamos ao final de 2012 com as operações mais consolidadas e resultados mais consistentes. Continuamos preparando a Companhia para a venda de soluções e os caminhos futuros desse processo já começaram a ser traçados, almejando resultados ainda melhores, sem perder o foco da nossa missão de tornar o varejo mais eficiente. "

170205 - danieljoseaa -  04 Mar 2013, 21:35
O P/L de BEMA3 que estava em 20, em um passe de mágica veio para 14, mesmo com as singelas altas de 51% em 2012 e 54% em 2 meses de 2013.

Repito, se a administração continuar neste ritmo..................:):)

A comparação dos 10,8 milhões deste trimestre, contra os 1,1 milhões do 4°tri de 2011, é covardia, mas veio ainda maior que os 9.6 milhões do 3° tri que havia sido fantástico........pelo jeito este é o novo patamar de lucros, os 6 MI do 1° e 2° trimestres parecem ser passado.

Se esse resultado for anualizado, temos no preço atual(8,95), um P/L de 10.......não sei se é justo fazermos isso, já que o 2° semestre tende a ser um pouco mais forte(cerca de 60% a 40%)

Vou ler o release com calma daqui a pouco.

E ainda tem a Elavon, que se teve alguma relevância neste 4° tri, ainda deve ter sido irrisória......já daqui uns 2/3 trimestres...........a ver.

ROCKET DETECTED!!

170184 - danieljoseaa -  04 Mar 2013, 21:11
CARAJO!!!!
BEMA3 10,8 milhões no 4° tri e 32,5 em 2012...........:):):):):):)
YYEEPPAA!!!!!!!!!!!!

167625 - israel007 -  19 Fev 2013, 01:36
BMEB4

Empresa: BCO MERCANTIL DO BRASIL S.A. Ação: MERC BRASIL PN Setor: Financeiro e Outros Subsetor: Intermediários Financeiros
Resultado do 4º Trimestre de 2012

A companhia registrou lucro líquido de R$ 14,0 M no 4T12, acréscimo de 2,4% em relação ao 3T12 e acréscimo de 42,6% em relação ao 4° trimestre de 2011. A receita de intermediações financeiras atingiu R$ 572,6 M neste trimestre, uma variação de -4,1% em relação ao trimestre ligeiramente anterior e acréscimo de 4,2% em relação ao 4T11.

O resultado corresponde a uma margem bruta de 37,7% contra 32,0% no trimestre anterior e 38,4% no 4T11. A rentabilidade sobre o patrimônio líquido (RPL) atingiu 6,7% no 4° trimestre de 2012, contra 6,2% no 3T12, o que representa uma variação de 0,5 p.p..

Os ativos totais registraram o saldo de R$ 13,3 B, crescimento de 31,2% em relação ao saldo no 4° trimestre de 2011. O patrimônio líquido atingiu a soma de R$ 825,9 M no 4T12, o que representou uma variação de 15,7% em relação ao saldo no 4T11.

Ao longo do trimestre, a ação oscilou 2,7% contra 3,0% do Ibovespa, enquanto que o valor de mercado atingiu R$ 465,1 M contra R$ 453,9 M no quarto trimestre de 2011.

166734 - uqaz -  10 Fev 2013, 15:35
Posso dar o meu pitaco sobre BEMA3?

Está com um P/L = 18,06. Tem tudo para emplacar um lucro trimestral de uns R$9mi, levando a um lucro anual de R$ 30mi, que dá um P/L = 13,75. Pensando num lucro de R$ 40mi (estou sendo bem otimista...), teríamos um P/L = 10,31.

Te emocionou? A mim n rs.

Considerando BEMA3 dentro do setor industrial (automação) - forçando um pouco - ando preferindo a POSI3. Positivo está cotada aos 5,xx/POSI3, sendo que dificilmente vencerá o 4T11. Certamente veremos POSI3 abaixo dos 5,00, quiçá nos 4,xx baixos (preços de 2008), uma vez que psicologicamente, não tem jeito de um papel sair de P/L = 6 para 16 sem apanhar um pouco ateh uns P/L = 12-14. Uma alternativa mais agressiva a BEMA3, penso ser CARD3. Uma ainda, mais seria UNIP6.

Se considerarmos BEMA3 inserida no setor de serviços/comércio, aí não tem jeito: CGRA4 (e pensar que essa bicha foi aos 15,00 rs) vence de lavada. Vai ter evolução dos resultados este ano, com relativa certeza. Aumentando ainda mais o range, profarma tbm parece melhor cotada. Estando com um P/L de 14,5 e tendo uma certeza de evolução de resultados parecida com a Grazziotin, prefiro à BEMA3.

Comprar BEMA 4,00 foi uma coisa. Aos 5,80 ainda rolava. Mas a 8,00 com um potencial máximo de uns 10,xx tá meio difícil.

163520 - lelete -  15 Jan 2013, 18:53
A Bematech, empresa de automação comercial e hoteleira, reestruturou o seu quadro de executivos como parte da estratégia de reformulação da divisão de software e serviços, responsável por 40% da receita da companhia. A empresa deixa de concentrar as vendas por linhas de produtos e passa a atuar com base nas áreas de negócios, a saber: varejo, lojas, restaurantes e hotéis.

O segmento loja será liderado por Antenor Gomes Neto, que possui 20 anos de experiência em grandes empresas e está há dois anos na Bematech, onde era antes responsável pela área de desenvolvimento de software e serviços da Bematech.

A vertical hotel será liderada por Maurício Valente e Gustavo Syllos. Valente está na Bematech desde 1992 e atua há 20 anos na área de serviços e software para o setor hoteleiro. Syllos, por sua vez, era até então responsável pelo CMNet Reservas. O executivo também atua há duas décadas na área de turismo e hotelaria.

Para comandar a área de restaurantes, a Bematech contratou Rafael Mendes, que acumula 20 anos de atuação no mercado de automação comercial. Mendes é graduado em Administração de Empresas e atuou por 14 anos no segmento de food service com o software Mister Chef, adquirido pela Bematech em 2008.

Outro executivo contratado foi Ricardo Guerreiro da Costa, que voltou recentemente dos Estados Unidos e tem passagem por companhias como Unisys e General Dynamics IT. Guerreiro vai liderar a área de desenvolvimento de produtos.

Por fim, Julio Cesar Pereira de Jesus, antes responsável pela área de vendas corporativas de software, assume a área de canais. O executivo possui mais de 10 anos de experiência em grandes grupos de TI, como SAP e Senior Sistemas, e está na Bematech desde maio de 2012.

O anúncio foi feito na manhã de hoje. Até às 12h31, as ações da companhia registravam alta de 1,44%, estando cotadas a R$ 5,63 por ação.

Leia mais em:
http://www.valor.com.br/empresas/2968772/bematech-muda-diretores-para-atender-nova-estrutura-de-negocios#ixzz2I4W9Jaby

163473 - rappdav -  15 Jan 2013, 13:59
(15/01) BEMATECH (BEMA - NM) - Esclarecimentos
DRI: Cleber Pereira de Morais

A BM&FBOVESPA efetuou a seguinte consulta a empresa:

Em noticia veiculada no jornal Valor Economico, edicao de 14/01/2013, consta,  entre outras informacoes, que:

" essa empresa espera um crescimento de vendas de dois digitos este ano, com retorno de receita e rentabilidade para o acionista;
" 40% da receita da empresa vem da oferta de software e servicos e 60% de equipamentos, mas, devido ao maior potencial de expansao do mercado de software, essa relacao pode ser meio a meio no prazo de 2 anos.

163316 - jbegood -  14 Jan 2013, 12:01
Bematech redefine estratégia de vendas no Brasil

Cleber Morais, presidente da Bematech: companhia pavimenta um caminho que leva ao crescimento sustentável
A Bematech, companhia de capital aberto especializada em automação comercial e hoteleira, anuncia hoje uma nova estratégia de negócios na divisão de software e serviços, que no terceiro trimestre do ano passado representava 40% da sua receita total. A companhia, que antes estruturava o seu negócio por linhas de produtos, passa a administrar a sua oferta por segmentos econômicos.

Foram criadas quatro áreas para a oferta de software e serviços. Uma será dedicada a clientes de varejo, que incluem redes e lojas de departamento como Eletro Magazine, Magazine Luiza e Eletrolar. As outras áreas são formadas por lojas, que engloba as demais varejistas; restaurantes (incluindo franquias como o Bob's); e hotéis, com clientes grupos como Blue Tree, Bristol e Accor.

Em entrevista ao Valor, o presidente da Bematech, Cleber Morais, diz que a mudança permitirá à companhia atingir o varejo e o setor hoteleiro com uma oferta integrada de software e equipamentos. Para ele, essa abordagem impulsionará as vendas. "Espero um crescimento de dois dígitos este ano, com retorno de receita e rentabilidade para o acionista", afirma Morais.

No terceiro trimestre do ano passado, a receita líquida de vendas da Bematech aumentou 20,4% frente ao mesmo período do ano anterior, para R$ 86,4 milhões. Segundo o executivo, 40% da receita vem da oferta de software e serviços, e 60% de equipamentos. Mas, Morais diz que devido ao maior potencial de expansão do mercado de software, essa relação pode ser meio a meio no prazo de dois anos.

"O resultado até o terceiro trimestre mostra que a Bematech começou a pavimentar um caminho que leva ao crescimento sustentável, com a oferta de soluções completas de varejo", diz. No terceiro trimestre de 2012, a companhia registrou lucro líquido de R$ 9,7 milhões, ante um prejuízo de R$ 41,5 milhões um ano antes.

A estruturação da área de software em segmentos de mercado é a mais recente de uma série de mudanças empreendidas pela Bematech nos últimos 18 meses. O processo de reestruturação também envolveu mudanças no modelo de venda de equipamentos e na estratégia de vendas por canais de distribuição. As alterações realizadas até o ano passado foram recebidas de forma positiva por investidores. Em 2012, as ações da Bematech acumularam valorização de 51,17%. Este ano, registram queda de 4,31%, cotadas a R$ 5,55 na sexta-feira.

Morais diz que o anúncio de hoje consolida a estratégia da companhia para explorar melhor a oferta de software e serviços de automação para o varejo, principal alvo de compras nos últimos anos. Desde 2008, a Bematech realizou oito aquisições, sendo a principal a da americana Logic Controls, que faz terminais de venda com telas de toque. A empresa também adquiriu o controle da CMNet, voltada ao segmento hoteleiro, da Snack Control e da Mister Chef, especializadas no segmento de alimentação. A companhia investe, em média, R$ 15 milhões por ano em pesquisa e desenvolvimento de produtos.

"Outra preocupação grande é globalizar a companhia, o que nos levou à aquisição da americana Logic Controls [fabricante de equipamentos] em 2008", diz Morais. A Bematech também possui uma unidade fabril e uma outra de desenvolvimento na China. As exportações representam aproximadamente 10% da receita anual da companhia, e Morais estima que haja uma melhora este ano, à medida que os mercados dos Estados Unidos, Leste Europeu e América Latina apresentam uma demanda mais aquecida. "Há um forte movimento de atualização tecnológica, sobretudo na área de automação comercial na América Latina", diz.

162256 - paulo_prof -  04 Jan 2013, 00:11
Citação: acarlos321
professor...
anualizando o 4trim, teremos um lucro de 36 milhões...
pela sua fórmula, se trabalharmos com este lucro, de quanto seria o novo preço justo?
obrigado!
Va quer dizer 3trim, não? Não havia receitas não recorrentes no 3T12?

De qualquer forma, para um lucro de R$ 36 milhões se repetindo, em termos reais, para todo o sempre, o valor intrínsico fornecido pela fórmula do FCD com taxa de desconto anual real de 8% é R$ 8,76. Para uma taxa de desconto anual real de 6%, o valor aumenta para R$ 11,68.

162196 - paulo_prof -  03 Jan 2013, 16:54
Citação: bernardon
Professor! qual o preço justo de BEMA3? Grato
Não há elementos suficientes para projetar a performance futura. de qualquer forma, para um lucro anual real constante de R$ 24 milhões, o preço justo para uma taxa de desconto de 8% seria R$ 5,84.

Se o lucro anual crescer e/ou vc considerar uma taxa de desconto menor, o preço sobe.

161962 - paulo_prof - 31 Dez 2012, 16:50
 Citação: forayer
Agora olhando rapidamente o fundamentus, tanto a BEMA3 quanto a SHOW3 estão com o P/L relativamente elevados, é esperado um crescimento delas? O crescimento recorrente da Bematech está em 0,8% nos últimos 5 anos. Ainda não me aprofundei nos balançoes e dre
No que concerne a BEMA3, a expectativa é que retorne à lucratividade e preços de 2010, quando postou um lucro anual de R$ 34 milhões, com a cotação variando na faixa entre R$ 8,50 e R$ 10,20.

Já a SHOW3, no que concerne P/L, antes de melhorar vai piorar, porque no 4T12 deverá postar um prejuízo. A expectativa, entretanto é que, já em 2013 seja capaz de postar um lucro na faixa dos R$ 50 milhões, com uma boa taxa de crescimento. Eu acho que o prejuízo do 4T12 já está precificado. Quando este prejuízo for finalmente divulgado, sou capaz de apostar que a cotação será razoavelmente maior do que a atual. Só se o prejuízo vier muito grande é que haverá uma nova boa oportunidade de entrada.

159466 - MuadibGV -  06 Dez 2012, 08:52
Citação: jbegood
Belo ponto de vista TUBINHA, recomendado.
BEMA realmente, a meu ver, tem um potencial limitado - desconsiderando o tal negócio de cartões. Nao vejo ela passando dos 8 reais com os resultados de hardware e serviços, por enquanto. Caso esse negócio de serviços vá pra frente, ai sim ela pode bombar de verdade, mas não boto muita fé no momento. Ela tem uma coisa legal que é a forte geração de caixa, entao mesmo que chegue num momento de maturidade, se a empresa for bem administrada vai continuar gerando caixa e distribuindo aos acionistas. A afirmaçao de que os produtos dela nao tem futuro nao sao bem verdade, a parte de hardware esta muito bem protegida e nao tende a piorar no médio prazo.
Olhei superficialmente os resultados da Bematech e não gostei dos seguintes pontos:
-A margem líquida não é lá essas coisas
-Parece que todo ano a empresa investe uma "baba" em ativos intangíveis, cujo valor é superior a 50% do PL (lembra muito a CSU nesse ponto).
-O patrimônio líquido hoje é inferior ao de 2008: parece que fizeram o tal do "teste de impairment" e descobriram em 2011 que parte do ativo intangível constava no balanço acima do valor real.

159445 - jbegood -  06 Dez 2012, 01:20
Belo ponto de vista TUBINHA, recomendado.

BEMA realmente, a meu ver, tem um potencial limitado - desconsiderando o tal negócio de cartões. Nao vejo ela passando dos 8 reais com os resultados de hardware e serviços, por enquanto. Caso esse negócio de serviços vá pra frente, ai sim ela pode bombar de verdade, mas não boto muita fé no momento. Ela tem uma coisa legal que é a forte geração de caixa, entao mesmo que chegue num momento de maturidade, se a empresa for bem administrada vai continuar gerando caixa e distribuindo aos acionistas. A afirmaçao de que os produtos dela nao tem futuro nao sao bem verdade, a parte de hardware esta muito bem protegida e nao tende a piorar no médio prazo.

156419 - paulo_prof -  12 Nov 2012, 17:45
http://advfn-reader.heroku.com/?query=bema3&author=paulo_prof
mas como o preço hoje nada tem a ver com o preço de então, aqui vai uma colher de chá ...
BEMA3
PREÇO: R$ 6,10
PAYOUT (2011):0%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 13,72
P/VPA 0,86
PSR 0,97
DY 0,00%
EV/EBITDA 5,54
MARGEM BRUTA 38,3%
MARGEM OPERACIONAL 8,5%
MARGEM LÍQUIDA 7,0%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,445
MARGEM EBITDA 16,6%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 7,6%
ROE 6,24%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,45

Taxa anual média REAL de crescimento do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária durante os próximos 3 anos para que o preço justo calculado pela fórmula do FCD com perpetuidade real nula e desconto anual real de 8% seja IGUAL ao preço atual: + 3,5%

155628 - uqaz -  08 Nov 2012, 09:59
Isso é relativo samu. De minha parte (31) esse ímpeto já foi controlado. O problema todo são os custos. Não aqueles que dou pra Bovespa (emolumentos), mas sim os do imposto de renda. Não gosto de dar $$$ pra ladrão.

Mas às vezes tenho umas recaídas. Por exemplo, qdo vejo o ibov bombando sem motivo fico doido pra "brincar", comprando porcarias construtoras, por exemplo (RSID, GFSA, PDG etc). Mas aí, vejo a paulada que estou dando no ibov em 2012 e em anos anteriores fico quieto.

Por experiência de uns 36 meses, percebo que minha carteira quase sempre apanha no início do mês, recupera na metade e humilha no final.

Sabendo disso fica mais fácil controlar o tal ímpeto.

155335 - danieljoseaa -  06 Nov 2012, 23:27
BEMA3..........aumento de receita, aumento de ebitda, aumento de LL, impressionante a redução de custos, consequente aumento das margens..........essa nova administração vem dando show, geração de caixa, dívida líquida NEGATIVA em 15.8 MI, ou seja, só com o que tem em caixa ela paga toda sua dívida e ainda sobram 15.8 milhões.

Se continuar assim.........

Ainda tem a parceria com a Elavon.....

"Nesse trimestre foi assinado o contrato de parceria com a adquirente de transações de cartões norteamericana Elavon. Conforme anunciado em 21/09/12, a Bematech passa, com essa parceria, a realizar acaptação de estabelecimentos comerciais, vendendo sua solução BemaTEF (Transferência Eletrônica de Fundos) e também prospectando varejistas para que possam ser credenciados e fazer uso dos serviços de captura de transações de pagamento através da Elavon.

Essa parceria reforça a estratégia de atuação da Companhia no segmento de meios de pagamento.

Assim, a Bematech, além de oferecer a infraestrutura tecnológica, através de sua linha de produtos Bematef, também atuará com a indicação de credenciamento dos estabelecimentos comercias para aceitação de cartões das bandeiras Visa, Mastercard, Diners e Discover, a partir de novembro."

155312 renato1631 -  06 Nov 2012, 22:24
Bematech reverte prejuízo e lucra R$ 51,5 milhões
Brasil Econômico (redacao@brasileconomico.com.br)
06/11/12
A redução nas despesas com pessoal, que tiveram suas ações executadas no segundo trimestre, mas com os efeitos sentidos somente no terceiro, influenciaram o desempenho.

A redução registrada nas despesas da Bematech permitiu à companhia reverter o prejuízo de R$ 51,521 milhões do terceiro trimestre de 2011, para um lucro líquido de R$ 9,667 milhões de julho a setembro deste ano.

Na comparação com o período imediatamente anterior, a empresa reportou um incremento de 59,4% em seu lucro líquido.

As despesas com vendas, gerais e administrativas da Bematech recuaram 6,4% na relação anual, e 7,7% na margem, para R$ 22,501 milhões.

Em nove meses, as despesas da companhia caíram 4,5%, para R$ 69,233 milhões.

"Um dos principais fatores que influenciaram na queda das despesas foi a redução de despesas com pessoal. Apesar de ter sido executada e anunciada no segundo trimestre de 2012, os maiores efeitos se deram nesse trimestre", explica a Bematech, em seu demonstrativo financeiro enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Já a receita líquida da empresa, nos três meses encerrados em setembro, totalizou R$ 86,348 milhões, alta de 20,4% frente a igual período do ano anterior, e de 3% ante o segundo trimestre de 2012.

De janeiro a setembro, a receita líquida da Bematech alcança R$ 241,162 milhões, incremento de 13,8%.

De acordo com a empresa, o bom andamento de seu programa Bematech Mais, que tem impulsionado a venda de soluções em equipamentos, além da evolução das receitas em Redes & Franquias, e do ERP de gestão empresarial GEMCO, foram os fatores que contribuíram para o desempenho apresentado.

"É necessário ressaltar que desde o segundo trimestre de 2012 o desempenho da adquirida CMNet está sendo considerado em sua totalidade (100%), enquanto que nos trimestres anteriores eram registrados apenas 51% desses resultados".

Por sua vez, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (ebitda, na sigla em inglês) ajustado da Bematech chegou a R$ 18,399 milhões no trimestre, alta de 172,9% na relação anual, e de 38,3% na margem.

Em nove meses, o ebitda ajustado da companhia soma R$ 42,644 milhões, avanço de 102,8%.

"A evolução dos resultados de maneira constante reflete a reestruturação e o empenho na execução da estratégia. A companhia está debruçada sobre as oportunidades de melhoria e se manterá ativa na busca do crescimento consistente", pondera a Bematech em seu balanço.

155294 - paulo_prof -  06 Nov 2012, 21:07
BEMA3
PREÇO: R$ 4,96
PAYOUT (2011):0%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 11,16
P/VPA 0,70
PSR 0,79
DY 0,00%
EV/EBITDA 4,45
MARGEM BRUTA 38,3%
MARGEM OPERACIONAL 8,5%
MARGEM LÍQUIDA 7,0%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,445
MARGEM EBITDA 16,6%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 7,6%
ROE 6,24%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,45

Taxa anual média REAL de crescimento do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária durante os próximos 3 anos para que o preço justo calculado pela fórmula do FCD com perpetuidade real nula e desconto anual real de 8% seja IGUAL ao preço atual: - 4,0%

155288 - danieljoseaa -  06 Nov 2012, 20:42
BEMA...BEMA....BEMA!!
Ótimo o resultado em todos os aspectos.

O que não faz uma administração competente, sensacional o que estão fazendo.

E ainda tem mais um pingadinho em dividendos intermediários:

3. Deliberação: Nos termos do Artigo 24, letra “k” do Estatuto Social, e conforme autoriza o artigo 204 da Lei das Sociedades por Ações, fica aprovado o pagamento de dividendos intercalares, “ad referendum” da Assembléia Geral da Companhia, no valor total de R$ 2.568.873,50 (dois milhões, quinhentos e sessenta e oito mil, oitocentos e setenta e três reais e cinquenta centavos), correspondente ao valor de R$ 0,05 (cinco centavos) por ação, com base nos lucros apurados em balanço de 30 de setembro de 2012. 3.4. O pagamento dos dividendos acima será efetivado até 03 de dezembro de 2012. O dia 06 de novembro de 2012 é considerado como data-base para determinação do direito de recebimento dos dividendos. Após esta data, ou seja, a partir do dia 07 de novembro de 2012, as ações serão consideradas ex-dividendos.

15528 - alisonvm -  06 Nov 2012, 20:25
Foco na estratégia e disciplina de execução mantém resultados positivos: alta de 20,4% na receita líquida e 172,9% no EBITDA ajustado em relação ao 3T11, com lucro líquido de R$9,7 milhões.

Destaques do Período

 A Companhia manteve crescimento da rentabilidade, alcançando R$ 9,7 milhões de lucro líquido e um EBITDA de R$ 18,4 milhões;
 Lucro líquido aumentou 59,4% em relação ao 2T12, elevando a margem líquida em 4 p.p., alcançando 11,2%;

 Receita líquida total cresceu 20,4% em relação ao 3T11 e 3,0% comparada ao 2T12, sustentada pelo bom andamento do programa de canais, aumento da receita no segmento de Redes & Franquias, eletrodomésticos e calçados – além da consolidação de 100% dos resultados da CMNet;

 Despesas VGA continuaram reduzindo, ficando 6,4% abaixo do 3T11 e 7,7% inferiores as do 2T12, passando a representar 26,1% da receita líquida da Companhia, menor que os 33,5% do 3T11 e que os 29,1% no 2T12;

 Unidades de Hardware e Software mantiveram crescimento de receita, enquanto que em Serviços a estabilização de receitas e custos priorizou a rentabilidade, alcançando margem bruta de 20,3%, ante 5,7% no 3T11 e 23,4% no 2T12;

 Eficiência operacional melhorou caixa líquido obtido das atividades da Companhia em 160%, totalizando geração operacional de caixa R$ 47,9 milhões nos 9M12 contra R$ 18,4 milhões nos 9M11.

155274 - alisonvm -  06 Nov 2012, 20:14
Saiu BEMA3
Lucro Liquido de 9,7 milhões + 60%
EBTIDA + 180%
UAU

152293 -  alisonvm - 16 Out 2012, 22:18
É uma empresa que passou por uma restruturação em 2011, troca de acionistas, varias aquisições, NOVOS MERCADOS E NEGOCIOS etc...
a partir de então teve uma turbinada nas receitas, ebtida e geração de caixa, porem ainda não conseguiu melhorar suas margens e seus lucros ainda estão aquém.

Quanto ao prejuizo do 3T11, 51MI, foi uma baixa contábil devido a aquisições. Este preju vai ser substituido por um lucro por mim estimado de no minimo 8mi no 3T12, ficando com 21mi no ano e PL de +ou- 11 ROE de 6 , SÓ que o 411 empresa teve lucro de apenas 1mi , que tbm sera substituido por um lucro por mim estimado de 8mi . ficando com 30mi em 2012.

Levando em consideração o valor da cotação atual, 5,00 seu PL ficará proximo de 9 e ROE proximo de 8,5 e PVPA de 0,7.

BEMA é uma empresa pouco alavancada, pois tem 30mi de caixa e 26 de divida.

Um ponto forte na empresa é sua GERAÇÃO DE CAIXA. o que muitos investidores
priorizam.

Seus fundamentos me parecem bem interessante.

Agora aplicando ANALISE TECNICA em ativos bons como esse.

BEMA ficou por exatos 1 ano lateralizada e a partir da divulfação do 2T12, quando cotação estava em 4,00, devido ao expressivo resultado e geração de caixa, ela começou a andar, fui ver seu grafico, marquei um ponto de entrada no rompimento 4,25,ja que a coisa começou a volumar se mexer.

Decidi entrar acima dos 4,25 pois saberia que não haveria mais resistencia até os 6,10 (média de 200 no semanal).

Só que quando esse rompimento ocorreu tinha comprado CSNA3 a 10,51, mas quando vendi a 11,65 no dia 13 de setembro, fui direto comprar BEMA a 4,50.

Agora coinscidência ou não acho que ANALISE TECNICA mais as noticias sobre BEMA,
vão me levar a vende-las em 6,10 em 20 ou 40 dias. onde a cotação deve dar uma parada pra respiro.

ai volto correndo pra GRND3.

Então quando vc alia analise grafica a empresas com bom fundamentos , o resultado fica perfeito.

151716 - paulo_prof -  10 Out 2012, 19:04
Citação: alisonvm
professor,
Sua opinião quanto a POSI3 é a mesma quanto a BEMA3?
ou seja ta fraco.

Acho que BEMA enfrenta concorrência bem menor, e tem perspectivas bem melhores.

Não se deve esquecer também, que a POSI deverá, no médio prazo, enfrentar a Lenovo/CCE. Não acho que os chineses aportaram em terras tupiniquins para brincar ...

150190 - small caps - 27 Set 2012, 14:07
Esta notícia é muiiiiiiiito relevante...
Agitou o mercado e fez o volume da ação disparar:
BEMATECH S/A
Companhia Aberta
CNPJ/MF n. 82.373.077/0001-71
NIRE 4130000927-9
A Bematech S/A (BM&FBovespa: BEMA3) (“Bematech”), empresa líder em soluções de tecnologia para o varejo e setor hoteleiro, comunica que assinou um contrato com a Elavon, empresa do setor de adquirência e processamento de cartões de crédito, débito e meios eletrônicos de pagamento, para explorar, em conjunto, o mercado de captura de transações com cartões. O acordo faz parte da estratégia, de ambas as empresas, de alavancarem seus negócios, e as coloca como pioneiras na implantação de um novo conceito no país, denominado ISO (Independent Sales Organization).
Com essa parceria, a Bematech passa – por meio de sua força de vendas própria e via suas revendas em todo o Brasil – a realizar a captação de estabelecimentos comerciais, vendendo sua solução BemaTEF (Transferência Eletrônica de Fundos) e também prospectando esses varejistas para que possam ser credenciados e fazer uso dos serviços de captura de transações de pagamento através da Elavon. A Bematech também será responsável pelo treinamento e gestão dessas equipes de vendas, que atuarão em todos os Estados brasileiros.
Essa parceria está alinhada à missão da Bematech, de prover mais eficiência ao varejo, uma vez que une uma plataforma de Transferência Eletrônica de Fundos segura e ágil como o BemaTEF, a mais uma opção de captura de transação, o que traz vantagens para o varejista, que terá mais liberdade para escolher seu fornecedor de solução de pagamentos via cartão das Bandeiras Visa, Mastercard, Diners e Discover.
A assinatura desse contrato não incorrerá em exclusividade por parte de nenhuma das empresas, principalmente, pela crença de livre concorrência do mercado.

Ela ainda vai alcançar o SUMO4 :)

148003 - small caps - 11 Set 2012, 13:02
Cenário positivo para FJTA4, BEMA3, com tendência de bons resultados no restante do ano.

147373 - small caps -  05 Set 2012, 02:21
Tá interessante mesmo... bem discutidas pelo Daniel e pelo Rodrigo... Vejo uma possibilidade de os lucros baterem a média de R$ 8 mm trimestrais nos próximos 2 trimestres com a redução das despesas de rescisões contratuais de empregados...

O fluxo de caixa é interessante no negócio... o risco, claro, sempre ele, é tudo virar eletrônico e nem precisar mais de impressora para imprimir cupom fiscal...

146881 - Banzai10 -  31 Ago 2012, 14:26
Pessoal, minha visão sobre BEMA é de que eles melhoraram bem as margens principalmente no segmento de serviços, e mesmo tendo a receita um pouco menor neste segmento conseguiram uma lucratividade muito boa.

O lucro liquido não foi maior pelos custos de demissão de muitos funcionários, mas eles estão reestruturando a empresa e melhorando suas margens. Estou investindo em SaaS que tem uma margem muito boa e mesmo com o impacto negativo do dólar sobre o hardware conseguiram expandir o lucro bruto do segmento.

Concordo que é necessário mais alguns trimestres para comprovar a guinada da empresa, mas pelo release vi que estão no caminho certo, focando em reduzir custos operacionais e nos segmentos com maior margem, software e serviços.

A empresa que eu trabalho esta entre as 3 maiores vendedoras de computadores e notebooks do mundo, e a um ano resolveu entrar no mercado de serviços. Neste quarter, 50% do lucro liquido da empresa já é proveniente da venda de serviços, segmento este que representa um pouco menos do que 30% da receita.

Acho que finalmente BEMA esta se posicionando certo no mercado, gera caixa facilmente e terminou a aquisição da CMNet (acho que é esse o nome) gastando os últimos 50M que precisava, agora provavelmente vai passar a gerar bastante caixa e terá dinheiro disponível para mais crescimento ou pelo menos distribuição.

143169 de 335364
danieljoseaa
07 Ago 2012, 23:31
Bem legal o balanço de BEMA3.......

Montei uma posição inicial há cerca de 1 mês depois de ler os 4 últimos releases.

A evolução, o comprometimento e a capacidade da nova diretoria me pareceram bem visíveis, além disso a ação estava(está) no chão.

Hoje solta esse balanço com receita líquida 20% maior, Ebitda 94% maior e Lucro líquido 82% maior que o 2° tri de 2011......LL passou de 3,3 MI para 6 milhões, repetindo o LL do 1° tri deste ano.

No 3° tri, some o prejuízo "forçado" do 3° tri de 2011.....aí.....P/L ridículo, P/VP de 0,5 e DY que sempre foi alto, deve retornar......dívida líquida negativa........dinheiro em caixa...........aquisição de 100% da CMNET já concluída.

Bela e grata surpresa, esse resultado de BEMA3.

53 de 5068 24/Set/2008 00:30 1

1 small caps Usuário Premium Comentários: 2794 - Desde: Fev 2007

"vencedor2, BEMA3, depois da incorporação da DSUL3 pela TOTS3 é um dos ativos do setor de tecnologia que mais aprecio. Tem realizado diversas aquisições e tem uma situação de caixa extremamente confortável para atravessar por eventual crise econômica. O P/L ainda é um pouco alto, uma vez que suas aquisições ainda não apresentam totalmente o resultado que pode acontecer. o P/VPA já indica compra. Vale a pena nestes preços para quem quer ter exposição no setor de tecnologia."


1934 de 5068 27/Fev/2009 00:11 0

1 small caps Usuário Premium Comentários: 2794 - Desde: Fev 2007

Atualidades dos balanços:

"BEMA3, excelente desempenho no último trimestre, com forte aumento das vendas e do lucro."


2315 de 5068 10/Mar/2009 22:17 0

paulorizzi Usuário Premium Comentários: 702 - Desde: Dez 2007

"Na minha opinião, é o melhor ativo no setor da tecnologia de informação:"

"BEMA3 (P/L = 6,19; P/VPA = 0,84; PSR = 1,01; DY = 5,8%; ROE = 13,6%; Dív Bruta / Pat Líq = 2,7%; Liq. Corr. = 3,89)"

"POSI3 (P/L = 14,42; P/VPA = 1,39; PSR = 0,37; DY = 6,9%; ROE = 9,7%; Dív Bruta / Pat Líq = 0%; Liq. Corr. = 2,04)"

"IDNT3 (P/L = negativo; P/VPA = 1,00; PSR = 0,23; DY = 0%; ROE = negativo; Dív Bruta / Pat Líq = 41%; Liq. Corr. = 1,73)"

"TOTS3 (P/L = 27,1; P/VPA = 2,88; PSR = 1,93; DY = 3,8%; ROE = 10,6%; Dív Bruta / Pat Líq = 92; Liq. Corr. = 2,06)"

"UOLL4 (P/L = 9,58; P/VPA = 1,25; PSR = 1,57; DY = 2,5%; ROE = 13%; Dív Bruta / Pat Líq = 0%; Liq. Corr. = 4,02)"

Mais o quadro não está bem representado só por estes números. No caso de BEMA3 há que se destacar o excepcional 4T08:

Receita Bruta: 29% do total do ano

Receita Líquida: 28% do total do ano

Resultado Bruto: 28% do total do ano

Resultado Operacional: 36% do resultado do ano

Resultado Líquido: 59% do resultado do ano

EBITDA: 39% do resultado do ano

"Se os resultados do 4T08 puderem ser repetidos, o P/L naturalmente decrescerá para a metade do valor presente."


3170 de 5068 Modificado em 29/Mar/2009 22:41 0

eurico22 Comentários: 151 - Desde: Nov 2007

Amigos

Estou começando a prestar atenção na Bematech

"A empresa tem ótima posição de caixa, com o Caixa menos as dívidas valendo 30% de seu valor de mercado."

Vocês acham que com as novas aquisições os ganhos de sinergia vão ser bem significativos mesmo?

Será que dá pra empresa melhorar o ROE em pelo menos 50% já em 2009?


4689 de 5069 24/Abr/2009 21:00 0

paulorizzi Usuário Premium Comentários: 703 - Desde: Dez 2007

"citação: sortegrandeAmigos o que acham de BEMA3, o 4T08 foi muito bom mas a cotação segue parada."

"Há que se tomar cuidado com os números do 4T08, quando estes são obtidos via diferença entre os resultados de 2008 e aqueles dos 9M08."

"Embora eu realmente ache que o 4T08 tenha sido o melhor do ano para a empresa, sou capaz de apostar que não foi tudo o que aparenta. Se o resultado operacional do 4T08 foi realmente apenas R$ 3,5 milhões superior ao do 3T08, de forma alguma é possível que o resultado líquido tenha sido R$ 20,5 milhões superior."

"Suspeito que, no caso da Bematech, as novas regras de contabilidade tenham ""turbinado"" os lucros. Como a empresa não teve a oportunidade de corrigir os balanços trimestrais, todo o acréscimo de lucro acabou sendo imputado ao 4T08. Na medida em que vai se desenrolar o exercício de 2009, vai ficar claro quais foram de fato os resultados trimestrais de 2008, pois o resultado do trimestre do ano anterior, quero crer, agora terá que ser calculado de acordo com as novas regras."


4692 de 5069 24/Abr/2009 21:28 0

gustgef Usuário Premium Comentários: 211 - Desde: Mai 2008

"Ela caiu coisa de 12% desde o começo de março, justamente após a divulgação de seu resultado. Então a razão da queda é bem clara, não gostaram do resultado."

Possíveis razões:

- Aumento do dólar impactando na venda de hardwares por conta do repasse ao consumidor.

- Redução do lucro bruto e margem ebitda em relação ao 3T08.

- Pequeno crescimento do EBITDA.

- Alto preço pago pelas aquisições.

"Todas as questões parecem ser pequenas frente aos avanços significativos da empresa. Os resultados são fortemente impactados pela amortização de ágio. O lucro líquido ajustado é de R$69 milhões, ou seja, 35% maior que o lucro líquido oficial. R$27 milhões foi o montante desconsiderado e R$9milhões foi o imposto poupado por conta da amortização de ágio. Se esse recurso não fosse utilizado o P/L da BEMA3 seria de 4,5, um P/L muito bom."

Prós:

"- EV/Ebit = 4,22 (muito bom)"

- Margem Bruta = 45% (muito bom)

"- Liquidez Corrente = 3,8 (muito bom)"

- Dividend Yield = 6% (bom)

"A empresa está inserida num mercado em grande expansão. Está adiquirindo muitas empresas, além de estar tentando uma expansão internacional. Seus planos estão barrando na crise mundial, mas, até agora, nada muito grave pode ser percebido. Suas aquisições foram feitas com caixa próprio, então a saúde financeira da empresa está garantida."

"Mesmo com a crise a expectativa da empresa é de lucros maiores em 2009 que os obtidos em 2008, devido à grande expansão e o relativo pouco impacto da crise sobre seus clientes, além da expansão de market-share."

"Há um pequeno exercício de futurologia quanto ao futuro explêndido da empresa, mas os dividendos de 6% podem segurar a barra dos insatisfeitos. Dividendos estes melhores que outras empresas em expansão como algumas da construção civil."

"A vantagem é que a bolsa subiu mais de 20% desde o começo de março. E as ações da empresa caíram 12%, pura insanidade do mercado. "


4693 de 5069 24/Abr/2009 21:34 1

gustgef Usuário Premium Comentários: 211 - Desde: Mai 2008

"O que mudou entre os dois trimestres foi uma questão tributária, enquanto o 3T08 teve uma provisão positiva de IR o 4T08 teve uma provisão negativa, a primeira de 9 milhões a segunda de 13. Daí a diferença."

"Os 13 milhões referidos aos 4T08 foram realmente devidos à nova legislação, porém aparente, houve verdadeiro embolso monetário de acordo com o parágrafo."

"""No 4T08, foi registrado um crédito de R$11,8 milhões na linha de imposto de renda e contribuição social diferidos. Este valor reflete principalmente o efeito do imposto de renda e contribuição social sobre montante do ágio que já havia sido amortizado referente à aquisição da GSR7, totalizando R$33,8 milhões. Até a data da sua incorporação em 30 de dezembro, a amortização do ágio referente à GSR7 não era passível de dedutibilidade para a base de cálculo de IR e CS, conforme legislação em vigor. À partir de 2009, a amortização do ágio da GSR7 passa a fazer parte da base dedutível mensal para fins de IR e CS."""

"É paulo, parece que a empresa é boa mesmo!"


4698 de 5069 24/Abr/2009 22:45 0

paulorizzi Usuário Premium Comentários: 703 - Desde: Dez 2007

"O que eu queria alertar é que não houve salto de performance no 4T08. De fato, eu havia esquecido o detalhe responsável pelo enorme lucro no 4T08. Digamos que foi devido a um evento de ""concentração"" não recorrente :-) Como vc diz, neste ano o benefício fiscal será distribuído ao longo do ano. Resta saber como o mercado vai reagir às manchetes relativas ao resultado do 1T08 que deverá vir: a) bem melhor do que no 1T08 e bastante pior do que no 4T08."


4806 de 5069 Modificado em 26/Abr/2009 21:15 0

danieljoseaa Comentários: 430 - Desde: Jul 2008

Small e Paulo qual a opinião de vocês sobre a Bematech?

"A empresa apresenta uma bela grana em caixa, quase 100 milhões, porém em seu plano de expansão, já adquiriu várias empresas contraindo uma bela quantidade de parcelas à pagar."

"A empresa também apresentou em 2008 um crescimento na área de software, que já representa mais de 11% do seu resultado operacional positivo."

"Além disso a empresa está no meio de um programa de recompra de ações, representando 5% das mesmas, onde até dezembro havia sido adquirida a quantidade, se não me engano de pouco mais de 1.800.000 de um total de pouco mais de 2.700,000 ações, pelo que se entende no relatório tem grandes chances de um novo programa de recompra após o término deste em andamento."

Alem disso adquiriu uma empresa que facilitará sua entrada no mercado norte americano.

A pergunta é:

"A Bematech terá bala na agulha para suportar esse ritmo frenético de aquisições de empresas, programa de recompra de ações, planos de investimento em expansões, no longo prazo, mesmo com seu baixo nível de endividamento e da sua grana em caixa?"

"Verifiquei seus ativos e passivos de longo prazo e eles estão quase empatados, estando um pouco maior seu passivo, 40x35."

"Estou seriamente pensando em comprá-la, porém minha preocupação é essa dúvida em relação a pergunta que lhe fiz, principalmente com um desaquecimento da economia."


5233 de 580206/Mai/2009 15:43 [Citar este comentário] 0

[Nível 0] gustgef Usuário PremiumComentários: 243 - Desde: Mai 2008

citação: claubi

citação: gustgefps: para quem tinha falado que bema3 ainda não tinha reagido! é só dar uma olhadinha! :D

hora de entrar nela apos realizacao em fher3(parcial).

Acho que bema3 e fher3 se encontram em situações diferentes. Nada garante a continuidade dos bons resultados de FHER3 após a estabilização cambial, enquanto que bema3 é uma empresa sólida em expansão e muito bem financeiramente.

Talvez fosse bom trocar a posição de fher3 por tpis3 ou beef3 que estão em situação parecida porém possuem desempenhos operacionais muito melhores. Eu, particularmente, tenho uma posição que eu consideraria até arriscada em tpis3, mas o que seria um investidor se ele não bancasse astrólogo de vez em quando?

Se você tiver algum ativo muito sobrevalorizado (como as construtoras bluechips, ou algum banco grande) aí sim poderia trocá-lo por bema3, sem mecher no RiscoxRetorno da carteira.


5455 de 580211/Mai/2009 23:25 [Citar este comentário] 0

[Nível 0] paulorizzi Usuário PremiumComentários: 775 - Desde: Dez 2007

Resultado da Bematech é fraquinho ... fraquinho. Mal deu para ficar no zero-a-zero.


5456 de 580211/Mai/2009 23:31 [Citar este comentário] 0

[Nível 0] Capa_PretaComentários: 795 - Desde: Dez 2008

Eu vi rapaz.... so vi uma coisa "boa" (aos meus olhos turvos).

O crescimento de servicos/software.... de resto uma porqueira. Da vergonha pular de 12MM para 320k... vixe!


5605 de 580213/Mai/2009 22:48 [Citar este comentário] 0

[Nível 0] small caps Usuário PremiumComentários: 2833 - Desde: Fev 2007

Kings of Leon, considerei muito fraco. Mas como tem múltiplos (P/VPA, por exemplo) baratos, dinheiro em caixa e a informação de aumento das vendas a partir de março, bem como um dólar ajudando a diminuir a pressão de custos, vou mantê-la entre as minhas aplicações.

Entre o setor de tecnologia, parece-me uma das mais baratas e bem administradas.


15178 de 1520122/Set/2009 19:39 [Citar este comentário] 0

[Nível 0] ch3481Comentários: 1097 - Desde: Nov 2008

A ORBE tem um posicionamento considerável em BEMA3.

Certa vez li um estudo a respeito onde mostrava que seu presidente é uma pessoa aguerrida mesmo... sai a visitar as revendas pelo país para saber como poderia aumentar suas vendas, saber do que necessitam. Enfim, atuante mesmo. Não seria um "burocra" que fica atrás de uma escrivaninha não. Claro mostrava os mútiplos tb

Achei interessante... mas acabei não me posicionando não... Preferi Eztec rsrs

Tentarei achar o link, caso consigo posto aqui

Capa se puder gentileza posta aí o vídeo a que se refere o fctoni


16716 de 1673007/Out/2009 21:56 [Citar este comentário] 0

[Nível 0] jonathanmeloComentários: 169 - Desde: Nov 2008

Bematech compra o controle da CMNet, empresa líder em software para hotéis

A Bematech, líder em automação comercial no Brasil, anuncia a aquisição de controle (51%) da empresa CMNet Soluções, desenvolvedora e detentora dos códigos fontes dos softwares CMNet Reservas e da linha Hotal.

A CMNet é detentora da liderança no mercado de software para hotéis no Brasil tendo em seu portfólio redes como o grupo Accor, Atlantica Hotéis, Blue Tree, Meliá, Tropical, Bristol, Estanplaza, Othon, Bourbon, dentre outros, além de hotéis como Copacabana Palace, Fasano e Intercontinental. O setor de atuação da empresa passa por um momento positivo e tem crescimento significativo previsto para os próximos anos, graças a fatores como: aumento do turismo interno face a desvalorização cambial, copa do mundo de 2014 e investimentos público privados em turismo.

Adicionalmente, em linha com sua estratégia de internacionalização, a Bematech passa a ter presença no segmento hoteleiro em vários países na América Latina e na Europa.

A aquisição da CMNet Soluções completa a estratégia da Bematech no segmento de hospitality. Em 2008, a empresa já havia adquirido duas empresas de software: a Snack Control, líder no segmento de redes e franquias de alimentação; e a MisterChef, empresa com forte presença nos pequenos e médios bares e restaurantes. No final de julho desse ano, anunciou também a aquisição da norte-americana Logic Controls, que conta com um portfólio de equipamentos focados em hospitality. A compra da CMNet permitirá à Bematech oferecer uma solução completa para o segmento de hotéis.

A concretização da aquisição da CMNet está sujeita a condições precedentes, práticas usuais para operações dessa natureza, como aprovação pelo Conselho de Administração da Companhia, deliberação sobre a operação em Assembléia Geral Extraordinária de Acionistas, a ser realizada com base e para os fins do art. 256, da Lei n. 6.404/76 (Lei das S.A.), e entrega de uma parte à outra de documentação.

O valor da aquisição dos 51% é de R$ 28 milhões e, aprovadas as condições precedentes, a CMNet será transformada em uma sociedade por ações e será assinado um acordo de acionistas, regulando o relacionamento dos mesmos.

Está prevista no acordo de acionistas também uma opção para que a Bematech possa adquirir os 49% remanescentes da CMNet.

Oitava empresa a integrar o grupo Bematech - Em alinhamento com sua proposta de ser um fornecedor completo de soluções em automação comercial, a CMNet é a oitava empresa que se junta à Bematech no últimos dois anos.

Com as aquisições, a empresa adicionou ao seu portfólio, nesse período, uma grande linha de aplicativos para gestão do varejo por meio das empresas Gemco (Anywhere e Smart), C&S Pharmacy, W2M (antiga Rentech), Snack Control, MisterChef e Logic Controls, empresa norte-americana, além da GSR7, empresa com foco na prestação de serviços no segmento de TI, complementar às atuações da Bematech no mercado.

De acordo com Marcel Malczewski, CEO da Bematech, a empresa seguirá com sua estratégia de crescimento por meio de aquisições. “Teremos agora um perfil mais seletivo e cirúrgico, uma vez que as aquisições já realizadas conferiram à companhia musculatura para focarmos operações de maior vulto”, explica o executivo. A Bematech tem sete negociações em andamento atualmente, sob acordos de confidencialidade.

Segmento de Hospitality - O segmento do comércio mundialmente conhecido como hospitality, que engloba restaurantes, bares e similares bem como hotéis, é o segmento com o maior número de estabelecimentos no Brasil. De acordo com pesquisa da Opinião Consultoria, de 2008, apenas 24% de restaurantes e afins estão automatizados, ao passo que hotéis estão na casa de 30%. Dessa forma, hospitality constitui-se como o setor com o maior potencial de crescimento para automação comercial no país.

Sobre a CMNet – A CMNet é uma empresa do Grupo CM Soluções, tendo esta sido constituída em maio de 1985, para desenvolver um software corporativo integrado para o segmento de hotéis e afins. A CM Soluções expôs seu software, pela primeira vez, em outubro de 1987, quando foi apresentada a Solução HOTAL, na feira Equipotel, no pavilhão do Parque Ibirapuera. A CMNet é líder no segmento de atuação com mais de 1000 clientes.

No processo de integração da CMNet com a Bematech os quadros técnico e operacional permanecerão inalterados e a empresa manterá suas atividades correntes buscando sinergiais comerciais e operacionais, como por exemplo unificação dos escritórios, custos de telecomunicações, Data Center dentre outros. Quanto às sinergias comerciais, a aquisição proporcionará a Bematech a oportunidade de prestar serviços de TI e soluções de hardware para os seus clientes atuais e futuros, no conceito One Stop Shop.


19435 de 1945603/Nov/2009 23:45 0 jonathanmeloComentários: 181 - Desde: Nov 2008

Lucro líquido da Bematech atinge R$ 16,2 milhões no terceiro trimestre

Por: Equipe InfoMoney

03/11/09 - 21h37

InfoMoney

SÃO PAULO - A Bematech (BEMA3) divulgou nesta terça-feira (3), seu balanço do terceiro trimestre deste ano, com destaque para lucro líquido, que apresentou crescimento de 122,5% na comparação anual e totalizou R$ 16,1 milhões.

O resultado reflete "os melhores fundamentos da companhia" conforme destaca o presidente da Bematech, Marcel Malczewski.

A empresa acumulou R$ 85,9 milhões de receita líquida entre julho e setembro deste ano, valor praticamente estável em relação ao observado no terceiro trimestre de 2008.

Ebitda

Paralelamente, a companhia reportou um Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 15,8 milhões, recuo de 17,7% quando confrontado com os R$ 19,3 milhões reportados ao fim do mesmo período do ano anterior.

Por fim, a margem Ebitda (relação percentual entre a receita líquida e o Ebitda) retraiu 4,2 pontos percentuais, ficando em 18,5% ao final do terceiro trimestre de 2009. 

24348 de 2438401/Jan/2010 14:02 [Citar este comentário] 0

4 paulo_profComentários: 1152 - Desde: Jul 2009

citação: jonathanmeloQue acham da BEMA3?

Quais perspectivas para 2010 no ramo de automação?

Feliz ano novo a todos!

Confesso estar bastante "confuso" relativamente a BEMA3. Tenho em carteira mais por teimosia.

Embora nada tenha divulgado relativamente ao fato, a Bematech claramente alterou a sua política de proventos.

Como pode ser visto em http://www.mzweb.com.br/Bematech/web/conteudo_pt.asp?idioma=0&tipo=950& conta=28, desde o exercício de 2005, pelo menos parte dos proventos tem sido distribuída durante o exercício. Por que nada foi ainda distribuído relativamente ao exercício de 2009? Será que o 4T09 foi muito ruim?

Eu estava esperando uma distribuição de proventos no dia 30DEZ. Como não veio, enviei ontem a seguinte mensagem ao RI:

citação: paulo_profPrezado Senhor

Desde 2005, tem sido política da Bematech creditar (a maior) parte dos proventos durante o próprio exercício. Por exemplo, relativamente ao exercício de 2008, os créditos ocorreram nos dias 05AGO, 04NOV e 30DEZ de 2008, com o complemento creditado no dia da AGO, em 30MAR2009.

Esta sistemática foi alterada sem que houvesse, por parte da empresa, qualquer manifestação a respeito.

Seria a "lei do silêncio", de fato, a melhor política?

Cordialmente

Prof. Paulo 

24597 de 2459806/Jan/2010 11:14 [Citar este comentário] 0

4 paulo_profComentários: 1188 - Desde: Jul 2009

citação: jonathanmelo

citação: paulo_prof

citação: jonathanmeloQue acham da BEMA3?

Quais perspectivas para 2010 no ramo de automação?

Feliz ano novo a todos!

Confesso estar bastante "confuso" relativamente a BEMA3. Tenho em carteira mais por teimosia.

Embora nada tenha divulgado relativamente ao fato, a Bematech claramente alterou a sua política de proventos.

Como pode ser visto em http://www.mzweb.com.br/Bematech/web/conteudo_pt.asp?idioma=0&tipo=950& conta=28, desde o exercício de 2005, pelo menos parte dos proventos tem sido distribuída durante o exercício. Por que nada foi ainda distribuído relativamente ao exercício de 2009? Será que o 4T09 foi muito ruim?

Eu estava esperando uma distribuição de proventos no dia 30DEZ. Como não veio, enviei ontem a seguinte mensagem ao RI:

citação: paulo_profPrezado Senhor

Desde 2005, tem sido política da Bematech creditar (a maior) parte dos proventos durante o próprio exercício. Por exemplo, relativamente ao exercício de 2008, os créditos ocorreram nos dias 05AGO, 04NOV e 30DEZ de 2008, com o complemento creditado no dia da AGO, em 30MAR2009.

Esta sistemática foi alterada sem que houvesse, por parte da empresa, qualquer manifestação a respeito.

Seria a "lei do silêncio", de fato, a melhor política?

Cordialmente

Prof. Paulo

Vamos ver o que o RI responde.

Caro Prof. Paulo, confesso que para 2010 o ramo de atuação da empresa tem tudo para se fortalecer. Analisando pela Tabela de Grennblat a mesma já desponta entre as top 20.

Os lucros líquidos anualisados foram muito impactados pelo 2T e 3T de 2009, devido fortemente a crise e o receio de investimentos de empreasas em automação. Penso em 2010 um período de fortes altas na Bematech (BEMA3).

Quando estiveres com resposta da RI gentileza postar para nós. Um forte abraço e feliz ano novo.

O RI respondeu

citação: RI da Bematech

Prezado Paulo,

Agradecemos o seu email e interesse na Bematech. Com relação a sua pergunta, gostaríamos de comentar que até o final do primeiro semestre de 2009, a Bematech apresentava prejuízo acumulado, não existindo, portanto, base para distribuição de dividendos. Conforme previsto no nosso estatuto social, caso a companhia apresente lucro líquido no exercício de 2009, o mesmo será distribuído na seguinte ordem:

(i) 5% (cinco por cento) para constituição da reserva legal até que o seu valor atinja 20% (vinte por cento) do capital social;

(ii) atribuição aos acionistas de um dividendo mínimo obrigatório de 25% (vinte e cinco por cento) do lucro líquido de cada exercício ajustado na forma do disposto no artigo 202 da Lei nº 6404/76; e

(iii) o saldo remanescente do lucro líquido do exercício, o qual, por proposta da administração, poderá destinar-se, nas proporções que vierem a ser deliberadas, a: (a) pagamento de dividendo suplementar aos acionistas; (b) transferência para o exercício seguinte, como lucros acumulados, desde que devidamente justificada pelos administradores para financiar plano de investimento previsto em orçamento de capital; (c) destinar até 10% (dez por cento) do lucro líquido, ajustado na forma do disposto no artigo 202 da Lei n° 6404/76, para a formação de reserva para reforço do capital de giro, cujo valor não poderá ultrapassar 10% (dez por cento) do patrimônio líquido contábil da companhia; e/ou (d) destinar até 30% (trinta por cento) do lucro líquido, ajustado na forma do disposto no artigo 202 da Lei n° 6404/76, para a formação de reserva para aquisição de ações de emissão da própria Companhia no âmbito de programas de recompra de ações aprovados pelo Conselho de Administração, cujo valor não poderá ultrapassar 15% (quinze por cento) do patrimônio líquido contábil da companhia.

Aproveitamos a oportunidade para incentivá-lo a se cadastrar no nosso site de relações com investidores (caso ainda não esteja cadastrado) e receber todas as informações divulgadas pela companhia ao mercado de capitais.

Ficamos à disposição para quaisquer esclarecimentos.

Atc.

André Gustavo Menezes 

29718 de 2973408/Mar/2010 21:23 [Citar este comentário] 0

[Nível 0] lesoaresComentários: 268 - Desde: Nov 2007

ja bema3 continua com resultados nada muito empolgantes... 

29737 de 2976509/Mar/2010 08:37 [Citar este comentário] 0

[Nível 0] jonathanmeloComentários: 196 - Desde: Nov 2008

Alguém pode comentar os resultados da Bematech (BEMA3). Achei muito bons quando se compara com os outros trimestres de 2009. Será uma boa oportunidade para este ano??


41184 de 4122009/Ago/2010 20:00 [Citar este comentário]  1

4 paulo_profComentários: 2434 - Desde: Jul 2009

Bematech andou para trás ... suspeito que BEMA3 vá apanhar amanhã


Novos índicadores para os últimos 12 meses (preço = R$ 9,17)


RECEITA OPERACIONAL BRUTA 408.027

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 343.743

RESULTADO BRUTO 144.498

RESULTADO FINANCEIRO 368

RESULTADO OPERACIONAL 53.148

RESULTADO LÍQUIDO 45.968

EBITDA 64.093

ATIVO TOTAL 518.713

ATIVO CIRCULANTE 212.363

DISPONIBILIDADES 61.385

PASSIVO CIRCULANTE 65.150

DÍVIDA BRUTA 23.842

DÍVIDA LÍQUIDA -37.543

PATRIMÔNIO LÍQUIDO 396.035


P/L 10,29

P/VPA 1,19

PSR 1,38

DY 5,39%

EV/EBTIDA 6,79

MARGEM BRUTA 42,0%

MARGEM OPERACIONAL 15,5%

MARGEM LÍQUIDA 13,4%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,891

MARGEM EBITDA 18,6%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 6,0%

ROE 11,61%

LIQUIDEZ CORRENTE 3,26

54119 de 54153Modificado em 08/Nov/2010 21:16 [Citar este comentário]  0
4 paulo_profComentários: 2963 - Desde: Jul 2009
... bem fraquinho ... não li o relatório ... (vou deixar o small hetero caps contar o que está acontecendo!)

Relativo aos últimos 12 meses:

Preço: R$ 10,20
Payout: 55,4%
P/L 14,68
P/VPA 1,32
PSR 1,56
DY 3,77%
EV/EBTIDA 7,71
MARGEM BRUTA 42,0%
MARGEM OPERACIONAL 14,7%
MARGEM LÍQUIDA 10,6%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,695
MARGEM EBITDA 19,0%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 5,6%
ROE 8,98%
LIQUIDEZ CORRENTE 3,30

Análise Coin Valores
A Bematech é líder absoluta no segmento de tecnologia para o comércio. Em 2010, a Companhia completou duas décadas de pioneirismo, produzindo soluções que redefinem a experiência do consumidor no ponto de venda, através de uma plataforma integrada de equipamentos, sistemas de gestão, serviços e treinamentos, que automatizam processos e apóiam a gestão comercial. Isso permite ao varejista aumentar sua rentabilidade e obter maior eficiência no controle de suas operações e nas relações com clientes e fornecedores. Com distribuição abrangente, a Bematech está presente em mais de 400 mil pontos de venda. Possui quatro centros de excelência em P&D e conta com mais de 1.400 colaboradores, entre Brasil, China,Taiwan, EUA, Argentina e Alemanha.

RETROSPECTIVA 2010
Após o IPO, realizado em abril de 2007, a Bematech registrou resultados excepcionais em 2008, num ano muito promissor para o comércio em geral, marcado ainda pelas oportunidades de boas aquisições, que contribuíram para consolidar a estratégia da Companhia. Passado o período mais turbulento de 2009, deflagrado pela crise internacional que resultou na quase estagnação dos negócios no segmento de automação comercial, a Bematech chega aos 9 meses de 2010 com consistência e méritos a serem reconhecidos. O ano começou com um trimestre de fortes resultados. Com a Copa do Mundo e a proximidade das eleições, a expansão da receita dos trimestres posteriores foi mais moderada, com importante recuperação nas margens de rentabilidade. Assim, a Bematech chega ao acumulado do ano, finalizado em setembro, contabilizando R$ 102 milhões de lucro bruto, 19,2% de margem Ebitda e 10,1% de margem líquida, refletindo todos os esforços de reestruturação de custos, integração das adquiridas e de unificação de algumas diretorias, os quais fortaleceram ainda mais os fundamentos da Companhia.
Entrando no detalhe das unidades de negócios, alguns fatores devem ser destacados: em Hardware, é preciso salientar a crescente representatividade das vendas via operador logístico, parceria iniciada ao final de 2009 e que vem se demonstrando uma decisão bastante acertada da empresa. Junto a isso, vale destacar o empenho em lançar produtos diferenciados, como all-in-ones e multi-touch, trazendo rapidez e eficiência aos clientes; em Software o destaque fica por conta da sinergia alcançada entre as empresas adquiridas, o desenvolvimento de canais mais fortes de vendas e a unificação de plataformas e versões trazendo maior padronização ao aplicativo e, com isso, melhores resultados; em relação à unidade de serviços, o importante é destacar as iniciativas de transformá-la de um laboratório de reparos de equipamentos em um fornecedor de serviços de valor agregado, aumentando seu portifólio com solução de transferência eletrônica de fundos e monitoramento remoto, por exemplo. Em relação às ações da Companhia (BEMA3) o ano de 2010 foi bastante positivo até o momento, apresentando valorização de 11% (entre dezembro de 2009 e 16 de novembro de 2010), mantendo-se bem acima do Ibovespa, o qual no mesmo período apresentou valorização de 0,9%.

PERSPECTIVA 2011
Com o cenário econômico sinalizando a manutenção dos índices de recuperação do consumo, do crédito e da geração de empregos, aliado à continuidade prometida pelo novo Governo, a Bematech conta com um cenário promissor em 2011, movido pelas iniciativas do setor varejista de realizar novos investimentos em automação comercial, considerando ainda que deve haver uma intensificação nos preparativos para os grandes eventos mundiais que o Brasil vai sediar em 2014 e 2016. Após realizar ajustes na estrutura organizacional, agilizando a tomada de decisões e reduzindo custos em algumas áreas de negócios, a Companhia pode reiterar o guidance de expansão de margem EBITDA já compartilhado com o mercado (atingir 21% a 24% sobre a receita líquida, entre os anos de 2011 e 2012) e está pronta para capturar as oportunidades de recuperação do mercado, com novos produtos, diferenciados e inovadores, e novas linhas de negócios em segmentos como os meios eletrônicos de pagamentos, sinalizando perspectivas positivas.

85490 de 8557709/Ago/2011 20:33 [Citar este comentário]  0
5 paulo_profComentários: 0 - Desde: Jul 2009
BEMA3
PREÇO: R$ 4,14
PAYOUT: 65,5%

P/L 9,15
P/VPA 0,55
PSR 0,71
DY 7,15%
EV/EBITDA 4,20
MARGEM BRUTA 39,0%
MARGEM OPERACIONAL 10,2%
MARGEM LÍQUIDA 7,7%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,452
MARGEM EBITDA 13,7%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 5,3%
ROE 5,98%
LIQUIDEZ CORRENTE 3,25

TAXAS ANUAIS MÉDIAS DE CRESCIMENTO DO LUCRO LÍQUIDO
U1A -49,46%
U2A -24,77%
U3A 18,69%

Por Tetzner
·  PERFIL DA EMPRESA:
-  A Bematech é líder absoluta no segmento de tecnologia para o comércio, produzindo soluções que redefinem a experiência do consumidor no ponto de venda, através de uma plataforma integrada de equipamentos, sistemas de gestão, serviços e treinamentos, que automatizam processos e apóiam a gestão comercial. A Companhia oferece aos seus clientes a conveniência de encontrar em um único provedor os produtos e serviços necessários para a automação comercial de seus negócios. Isso permite ao varejista otimizar os investimentos, aumentar a rentabilidade e obter maior eficiência no controle de suas operações e nas relações com clientes e fornecedores.   Em duas décadas de atuação, a Companhia vem procurando cumprir a sua missão de tornar o comércio mais eficiente por meio de soluções completas em tecnologia para as diversas áreas do varejo. Atualmente, a Bematech está presente em quase a totalidade das verticais varejistas, em lojas de alimentação, vestuário, cosméticos, materiais de construção, eletro magazines, farmácias, supermercados, postos de combustíveis, hotéis, bares e restaurantes, que se encontram em diferentes estágios de desenvolvimento e porte.    

Período Analisado: 3T11 -  3o Trimestre de 2.011  ( Julho/Agosto/Setembro )


PAINEL DE INDICADORES
15/11/11





SELIC
11,50%
Ativo
R$
PL
VP
GR
DY
LA
Dv
Ml
EB
MS
BEMA3
    3,88
8,5
0,51
4,3
11,7%
11,8%
0,1
8%
11,8%
20,2%






·  PONTOS POSITIVOS:

- Receita líquida da Companhia atingiu R$ 71,7 milhões no 3T11, com expansão de 3,2% sobre 2T11, apesar da queda em relação ao 3T10;

- No 3T11, a receita líquida de Software cresceu 32,1%, na comparação anual, e a margem bruta alcançou marca recorde de 42,5%. Em comparação com o 2T11 a receita líquida avançou 21,2%;

- Recorde no número de licenças vendidas, 21,3% superior ao vendido no 2T11;

- Consolidação das vendas de soluções de hardware, com aumento de 59,7% no número de impressoras térmicas/matriciais vendidas, 88,6% no volume de CPU’s e 8,9% no volume de leitores, quando comparados com 2T11;

- O desempenho da área internacional evoluiu significativamente, registrando aumento de receita líquida de 82,9% em relação ao 3T10 e 39,7% em relação ao 2T11;

- O volume de impressoras térmicas e matriciais vendidas cresceu 59,7% em relação ao 2T11, principalmente devido às vendas da MP-4200 TH, impressora térmica de alta velocidade, lançada no primeiro trimestre.

-Já o volume de vendas da linha de CPU’s e Microterminais foi 88,6% maior que o registrado no 2T11, devido à ótima aceitação pelo mercado do RC-8000, CPU compacta e dedicada ao varejo.

- A unidade de Software continua se beneficiando da sinergia entre as empresas adquiridas, alcançando resultados cada vez melhores. O número de licenças comercializadas manteve o ritmo de crescimento e foi recorde nesse trimestre, ficando 21,3% acima do alcançado no 2T11.

- No 3T11 não foi diferente. O ERP Corporativo GEMCO Anywhere conquistou seis importantes contas, nos segmentos de material de construção, eletro-magazine, eletrônicos e supermercados, além da execução de novos projetos de implantação, apresentando um crescimento na receita líquida de 37% em relação ao 2T11 e 52,8% em relação ao 3T10.

- A vertical de Hospitality que, em agosto, registrou um excelente mês de vendas, alcançou crescimento de 18% da receita líquida na comparação trimestre a trimestre e de 22% na comparação anual. O Bematech Chef, que compõe essa vertical com os softwares da CMNet, além de ter conquistado um nova franquia no segmento de Food Service como cliente, teve seu recorde de licenças vendidas, demonstrando que os canais estão cada vez mais confiantes na estratégia da Companhia. Junto a isso, a CMNet, somente no mês de agosto, comercializou o mesmo número de licenças registradas ao longo de todo o 2T11, contribuindo de maneira importante para os resultados da unidade.

- Em relação aos softwares destinados ao varejo em geral, como Bematech Loja Live, estes registraram, juntos, uma receita 7% maior que a alcançada no 2T11 e 25% superior a registrada no 3T10.

- Assim, a unidade de Software como um todo atingiu uma receita líquida de R$ 20,3 milhões, alcançando um crescimento de 32,1% em relação ao mesmo trimestre do ano passado, como também ficando 21,2% acima do registrado no 2T11. Com isso, a unidade passou a representar 28,3% do total da receita líquida da Companhia.

- Receita Líquida 71M  +3,2% 3Tx2T11

- Lucro Bruto 27M +1% 3Tx2T11

- As despesas gerais e administrativas totalizaram R$ 8,9 milhões no trimestre, 14,4% inferior ao 2T11 e 28,8% menor que o registrado 3T10. Houve redução de gastos com consultoria e assessorias pertinentes ao negócio, como também uma redução na linha de salários e encargos, refletindo uma estrutura mais enxuta.

   
·  PONTOS NEGATIVOS

- Em relação às impressoras fiscais (ECF – Emissor de Cupom Fiscal), registrou-se uma queda de volume já esperada. A Companhia decidiu executar um ajuste no inventário do distribuidor, reduzindo-o de 64 para 43 dias o que, apesar de trazer efeitos sobre, principalmente, o montante de ECF’s vendidos no trimestre, mantém, por outro lado, o nível e o giro de estoques em um patamar mais saudável, condizente com o mercado e as operações da Bematech.

- A receita líquida da unidade de Hardware atingiu R$ 42,7 milhões no 3T11, representando 59,5% da receita líquida total da Companhia. A redução, quando comparada aos R$ 43,6 milhões alcançados no 2T11 e R$ 48 milhões no 3T10, reflete, como explicado, o impacto dos ajustes realizados junto ao distribuidor. (  -2% 3Tx2T11 )

- Margem Bruta 37,6%   -1p.p.

- EBITDA Ajustado 6,7M  -2%

- Margem EBITDA 9,4%  -0,5 p.p.

- Lucro/Prejuízo  -51M  eram +3M

- Custos da Vendas e Serviços 44,7M   +4,7%

- A Companhia decidiu por reduzir o valor recuperável do ágio proveniente do segmento de Serviços no montante de R$ 69,0 milhões. Este valor foi registrado como perda por imparidade (impairment) em despesas na demonstração de resultado, tendo como contrapartida o ágio no ativo intangível. A redução do valor recuperável do ágio, para essa unidade de negócios, originou-se na descontinuidade de contratos relevantes em 2011, ocasionando um impacto na receita da unidade, conforme informado nos trimestres anteriores.O valor contábil das unidades de Hardware e Software foi inferior ao seu valor recuperável e nenhuma perda foi reconhecida.

·  VISÃO ESTRATÉGICA
- Durante o terceiro trimestre de 2011, os investimentos realizados em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, fundamentais para sustentar o crescimento e fomentar a execução da estratégia da Companhia, totalizaram R$ 4,7 milhões. Adicionalmente, foi investido R$ 1,7 milhão em ativos necessários à manutenção das operações e introdução de novos produtos e serviços e R$ 0,6 mil no sistema ERP corporativo. Ao todo, os investimentos representaram 9,8% da receita líquida da Bematech.

·  CURIOSIDADES

- Novos produtos de hardware: Display LV-3000; CPU LC-8700; Leitor D-6448; e a MP-2500 TH.       

- Após dois trimestres de transição, além do trabalho de adaptação e reorganização frente à descontinuidade do contrato da manutenção de máquinas POS e às iniciativas de ajuste para reduzir custos, a unidade de Serviços está mais enxuta, reestruturada e sob nova gestão. Esse novo direcionamento deixa a área preparada para receber novos clientes, suportando a equipe comercial no desenvolvimento de novos projetos      

- No 3T11, a Companhia contabilizou um prejuízo de R$ 51,5 milhões, após o registro de perda por imparidade, proveniente da unidade de Serviços, e a contabilização de alguns projetos descontinuados, que impactaram negativamente esse resultado em R$ 77,6 milhões.

Frente a essa despesa não-recorrente, ajustou-se o EBITDA, que alcançou R$ 6,7 milhões, permitindo uma margem ajustada de 9,4%, ambos em linha ao registrado no 2T11. Esse resultado ainda está em um patamar aquém das expectativas, mas reflete um momento de reestruturação e ajustes, para uma retomada futura.   
·  OPINIÃO DO ANALISTA
- A empresa passa por uma profunda reestruturação do negócio nos últimos 6 meses, mudando um pouco o foco e investindo em softwares para aproveitar a capilaridade que a linha de hardware lhe oferece. O setor de tecnologia é bem ágil e a empresa já mostra algum vigor na retomada do crescimento e do lucro. Fez ajustes contábeis e reconheceu a perda de receitas, está colocando a sujeira para fora e trazendo ar novo para dentro de casa. Vejo cada vez mais os terminais dela no comércio, sinal de que realmente as vendas estão aquecidas como o balanço mostra. Suas cotações estão muito perto da mínima histórica, os preços estão se acomodando no patamar atual pelas últimas semanas, a empresa tem alguma margem de segurança e entendo que exista aqui, frente aos número apresentados no balanço uma pequena oportunidade.   

Nenhum comentário: