Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps
Escolha abaixo as ações que deseja consultar

sexta-feira, 27 de março de 2020

Dohler (DOHL)


Subsetor
Segmento

Recomendações
 

Carteiras
ademirdc (out/12)

Códigos de Negociação
Tipo
DOHL3; DOHL4


Balanços
A2019/4T2019 - DFP 31/12/2019

1T2018 -
marcosvinicius2 -
PAPEL DEVIDAMENTE PRECIFICADO ( * ). RECEITA OPERACIONAL LIQUIDA apresentou aumento de 10,99% na comparação 1T18 x 1T17, RESULTADO BRUTO apresentou incremento de 14,85% na mesma comparação, RESULTADO OPERACIONAL com 66,41% tendo como conseqüência um RESULTADO LIQUIDO de 64,60%.: INVESTIMENTOS = Inversamente do que aconteceu no primeiro trimestre de 2017, quando os investimentos foram discretos, da ordem de R$ 2,6 milhões, a empresa investiu no mesmo período deste ano R$ 9 milhões. Portanto mais do que o triplo comparado com o espaço do ano anterior. A expectativa, portanto, é a de que os valores projetados para 2018 possam ser alcançados. Cabe registrar que os investimentos realizados no período presente destinaram-se, essencialmente, para aumentar a produção de fios da controlada Comfio.

A2017/4T2017 -
marcosvinicius2 -
PAPEL DEVIDAMENTE PRECIFICADO ( * ). RESULTADO OPERACIANAL LIQUIDO = o resultado operacional liquido tem demonstrado EVOLUÇÃO nos ultimos anos: 398 milhões em 2015, 429 milhões em 2016 e 460 milhões em 2017.; RESULTADO BRUTO IDEM: 110 milhões em 2015, 103 milhões em 2016 e 131 milhões em 2017 mas por outro lado o RESULTADO FINANCEIRO tem demonstrado OSCILAÇÕES: 8.852 mil em 2015, 1.041 mil em 2016 e 4.992 mil em 2017; De qualquer forma devido a esse aumento de 7% no RESULTADO OPERACIANAL LIQUIDO na comparação com 2016, o LUCRO LIQUIDO de 34.141 mil é recorde histórico da empresa.; O LUCRO LÍQUIDO do exercício, de R$ 34 milhões, permitirá uma distribuição para o acionista, de um dividendo, na forma de juros sobre o capital próprio, da ordem de R$ 11 milhões, o que representa 80% do lucro base para o cálculo dos dividendos.

2T2017 -
marcosvinicius2  -
INVESTIMENTOS = Os investimentos do semestre foram da ordem de R$ 8,1 milhões, muito próximo dos valores orçados. As imobilizações foram destinadas essencialmente em equipamentos da produção de alto rendimento, o que permitirá a otimização de custos no setor de tecimento em particular. Destarte, os investimentos para o segundo semestre do ano em curso deverão ser menores, diante das condições já mencionadas.

3T2013 -
danieljoseaa -
Amigos.....sobre a DOHL4:
Esse resultado veio acima do que eu esperava, sinceramente, se viesse próximo dos mesmos 10 milhões do 2° tri, já estaria satisfeitíssimo, rs........mas, veio quase 50% maior, quase 15 milhões.
Difícil fazer qualquer projeção ainda, tá tudo muito cedo, a mudança de patamar de receitas e lucros da empresa ainda é muito recente, além disso sua governança não é lá grandes coisas, diferente de uma BEMA, por exemplo, onde podemos acompanhar mais "de perto" os fatos, podemos marcar mais em cima, rsrs.
Fatos:
- A receita explodiu
- Ebitda e lucro líquido acompanharam
- A situação financeira da empresa é de dar inveja.....liquidez corrente de 5......sem dívidas relevantes, aliás..........dívida líquida negativa de 44 milhões.
- PSR de 0,7...P/Ebitda de 6
- seu valor patrimonial é de 8,71 por ação....como hoje fechou a 5,05, negocia com uma relação P/VP de 0,58.
A questão é.......qual o patamar de lucros daqui para a frente, esses lucros vieram para ficar?? segundo o relatório, SIM...........mas, não temos como ter certeza disso.
Hoje, ela negocia com um P/L de 7,07, porém, anualizando esses 2 últimos trimestres(25 milhões), teríamos um P/L de 5.
O 4° tri costuma ser o mais forte, será que conseguem postar resultados deste porte de forma recorrente ?? se ao menos repetir no 4° tri, o resultado recém postado, finalizaríamos o ano com um ROE superior a 10%, o que já melhora esse indicador, que talvez seja o mais "falho" da empresa e que provavelmente justifica a relação P/VP atual.
Enfim, ainda é cedo para projetar algo, é tudo muito recente ainda, pode ser um "vôo de galinha", MAS, também pode ser o início da curva.......só o tempo nos mostrará............OREMOS! rsrsr.
Tomara que continue neste ritmo..........ah, em DEZ costuma pagar proventos.

danieljoseaa  -
CARAJAÇO!!
Mais um resultado espetacular........tá sobrando.......mas, pô, tô sem tempo de ler no momento....:):)
Entrou para o rol dos grandes resultados do trimestre......talvez, para mim, este tenha sido o melhor, foi quase 50% superior ao do 2° tri que já havia sido espetacular.........e foi quase 200% maior que o do 3° tri do ano passado.......tá voando.
E dividendos se aproximam, se é que já não anunciaram no ITR.
Risca o fósforo e acende o rojão, Uqaz....kkk

small caps  -
Excelente mesmo Daniel. Parabéns!

davilar  -
CARAJO

2T2013 -
jgebing  -
Dohler veio com um balanço forte.

Edmundo Ortiz  -
Belo resultado da DOHLER.
Pena não ter volume, setor textil mostrando as caras? Dohler já era uma das melhores cias listadas e apresenta ótima posição de caixa. Diferente da maioria das demais, mas estou de olho bem aberto em PTNT4 e CTNM4.

Características
Tecelagem de Fios de Algodão e Fibras Sintéticas
Aumento de Capital

Bonificações
25  novas  ações  para cada  grupo  de  100  ações - Data COM: 28/04/2020 - Data Ex: 04/05/2020



351280 - marcosvinicius2 - 16 Jun 2018, 13:48
COMENTÁRIO: PAPEL DEVIDAMENTE PRECIFICADO ( * ). RECEITA OPERACIONAL LIQUIDA apresentou aumento de 10,99% na comparação 1T18 x 1T17, RESULTADO BRUTO apresentou incremento de 14,85% na mesma comparação, RESULTADO OPERACIONAL com 66,41% tendo como conseqüência um RESULTADO LIQUIDO de 64,60%.: INVESTIMENTOS = Inversamente do que aconteceu no primeiro trimestre de 2017, quando os investimentos foram discretos, da ordem de R$ 2,6 milhões, a empresa investiu no mesmo período deste ano R$ 9 milhões. Portanto mais do que o triplo comparado com o espaço do ano anterior. A expectativa, portanto, é a de que os valores projetados para 2018 possam ser alcançados. Cabe registrar que os investimentos realizados no período presente destinaram-se, essencialmente, para aumentar a produção de fios da controlada Comfio.;

DOHL4
PREÇO: 6,27
PAYOUT (2017): 32,80%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 10,01
P/VPA 0,70
PSR 0,80
DY 3,28%
EV/EBITDA 6,66
MARGEM BRUTA 28,83%
MARGEM OPERACIONAL 8,98%
MARGEM LÍQUIDA 8,03%
LUCRO POR AÇÃO 0,626
MARGEM EBITDA 10,68%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 4,37%
ROE 6,98%
LIQUIDEZ CORRENTE 7,12

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 1T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 8,23%
RESULTADO BRUTO 23,32%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 27,28%
RESULTADO OPERACIONAL 86,27%
RESULTADO LÍQUIDO 94,03%
EBITDA 62,29%

b) 1T18 sobre 1T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 10,99%
RESULTADO BRUTO 14,85%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -70,33%
RESULTADO OPERACIONAL 66,41%
RESULTADO LÍQUIDO 64,60%
EBITDA 72,87%

c) lucro (taxa média anual)
UA 94,03%
U2A 44,98%
U3A -3,47%

d) patrimônio líquido médio
UA 5,00%
U2A 3,99%
U3A 4,19%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 7,83
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -5,00% !!!!
[...]

348943  - marcosvinicius2 -  16 Abr 2018, 13:35
COMENTÁRIO: PAPEL DEVIDAMENTE PRECIFICADO ( * ). RESULTADO OPERACIANAL LIQUIDO = o resultado operacional liquido tem demonstrado EVOLUÇÃO nos ultimos anos: 398 milhões em 2015, 429 milhões em 2016 e 460 milhões em 2017.; RESULTADO BRUTO IDEM: 110 milhões em 2015, 103 milhões em 2016 e 131 milhões em 2017 mas por outro lado o RESULTADO FINANCEIRO tem demonstrado OSCILAÇÕES: 8.852 mil em 2015, 1.041 mil em 2016 e 4.992 mil em 2017; De qualquer forma devido a esse aumento de 7% no RESULTADO OPERACIANAL LIQUIDO na comparação com 2016, o LUCRO LIQUIDO de 34.141 mil é recorde histórico da empresa.; O LUCRO LÍQUIDO do exercício, de R$ 34 milhões, permitirá uma distribuição para o acionista, de um dividendo, na forma de juros sobre o capital próprio, da ordem de R$ 11 milhões, o que representa 80% do lucro base para o cálculo dos dividendos:

DOHL4
PREÇO: 6,30
PAYOUT (2017): 32,80%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 11,17
P/VPA 0,71
PSR 0,83
DY 2,94%
EV/EBITDA 7,52
MARGEM BRUTA 28,62%
MARGEM OPERACIONAL 8,26%
MARGEM LÍQUIDA 7,42%
LUCRO POR AÇÃO 0,564
MARGEM EBITDA 9,65%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 3,98%
ROE 6,40%
LIQUIDEZ CORRENTE 6,42

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 4T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 7,19%
RESULTADO BRUTO 26,85%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 379,54%
RESULTADO OPERACIONAL 100,63%
RESULTADO LÍQUIDO 120,88%
EBITDA 50,70%

b) 4T17 sobre 4T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 7,19%
RESULTADO BRUTO 26,85%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 379,54%
RESULTADO OPERACIONAL 100,63%
RESULTADO LÍQUIDO 120,88%
EBITDA 50,70%

c) lucro (taxa média anual)
UA 120,88%
U2A 10,02%
U3A -6,85%

d) patrimônio líquido médio
UA 4,79%
U2A 3,67%
U3A 4,31%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 7,05
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -2,50% !!!!
[...]

341961  - marcosvinicius2  -  11 Set 2017, 22:35
INVESTIMENTOS = Os investimentos do semestre foram da ordem de R$ 8,1 milhões, muito próximo dos valores orçados. As imobilizações foram destinadas essencialmente em equipamentos da produção de alto rendimento, o que permitirá a otimização de custos no setor de tecimento em particular. Destarte, os investimentos para o segundo semestre do ano em curso deverão ser menores, diante das condições já mencionadas.

DOHL4
PREÇO: 5,70
PAYOUT (2016): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 14,59
P/VPA 0,66
PSR 0,79
DY 0,00%
EV/EBITDA 9,21
MARGEM BRUTA 26,70%
MARGEM OPERACIONAL 6,06%
MARGEM LÍQUIDA 5,41%
LUCRO POR AÇÃO 0,391
MARGEM EBITDA 7,29%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 4,66%
ROE 4,52%
LIQUIDEZ CORRENTE 6,83

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 2T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 4,29%
RESULTADO BRUTO 13,99%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 93,48%
RESULTADO OPERACIONAL 24,03%
RESULTADO LÍQUIDO 49,51%
EBITDA 8,21%

b) 2T17 sobre 2T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 0,74%
RESULTADO BRUTO 27,38%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -312,69%
RESULTADO OPERACIONAL 94,39%
RESULTADO LÍQUIDO 154,06%
EBITDA 10,77%

c) lucro (taxa média anual)
UA 49,51%
U2A -20,79%
U3A -21,22%

d) patrimônio líquido médio
UA 3,65%
U2A 3,70%
U3A 4,69%

RESULTADO = O resultado no semestre foi de 12,5 milhões, ou seja, 15% inferior ao montante orçado. No entanto foi 2,8 vezes superior ao mesmo período do ano anterior.


( * ) É PRECISO VERIFICAR NO RELATÓRIO DA ADM. A EXISTÊNCIA DE RESULTADO NÃO RECORRENTE:
( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3

271970 - danieljoseaa  -  13 Ago 2014, 21:33
Resultado da DOHL4 trimestral pouco menor que o do 2° tri 2013, receita maior, porém o aumento das despesas, reduziu um pouquinho o lucro na base de comparação.........semestral obviamente bem maior devido à diferença do 1° tri.
http://www.rad.cvm.gov.br/enetconsulta/frmGerenciaPaginaFRE.aspx?CodigoTipoInstituicao=2&NumeroSequencialDocumento=40452 
gottardoinvestidor
Olá daniel, tudo bom?

Quais são suas perspectivas do negócio da DOHL para os próximos 2/3 anos?
227552 - danieljoseaa - 29 Nov 2013, 21:16
Gottardo, qualquer coisa que te afirme sobre o que irá acontecer com a empresa , estaria chutando, não há como fazer isso de forma concreta, podemos supor......:):)

A empresa parece ter mudado seu patamar de lucros, se beneficiando com a desoneração da folha de pagamentos, com a valorização do dólar e com uma maior eficiência principalmente no mercado interno, MAS, vamos aguardar.......eu acredito que esse patamar de lucros veio para ficar, mas não há como afirmar isso.........de qualquer forma, por ser uma empresa muito antiga, com uma situação financeira extremamente confortável, vejo ser bastante difícil alguma surpresa desagradável neste seu período aí de 2 ou 3 anos......ela continuará vendendo toalhas de banho, toalhas de mesa e todos continuarão precisando desses produtos, rsrs, disso não tenho a menor dúvida.

Tem bastante coisa sobre a DOHL4 ultimamente aqui no fórum, inclusive alguns posts mais detalhados meus e do Uqaz, utilize o buscador:http://advfn-reader.heroku.com

227555  - gottardoinvestidor -  29 Nov 2013, 21:25
Obrigado pelo feedback, daniel!

Realmente as perspectivas são boas, mas o fato de que o governo possa cortar os benefícios fiscais para 2015 não afetaria negativamente a atratividade do investimento? É lógico que acabamos entrando no campo das suposições ao desenhar esse possível cenário. Talvez o governo estivesse menos propenso a beneficiar o setor têxtil em detrimento do setor de infraestrutura, por exemplo.

Que achas?

227559  - uqaz  - 29 Nov 2013, 21:32
Se lembra que a gente viu que a receita só tinha 15% de exportação? Um bom resumo da dohler é isso aqui, principalmente o 2º quadro.

http://www.fundamentus.com.br/graficos.php?papel=DOHL4&tipo=1

Há 5 anos com boa liquidez...

227566  - danieljoseaa  -  29 Nov 2013, 21:59
Pode ser.....também pode não ser......rsrs.

De qualquer forma, essa desoneração é um "plus", não é o essencial..........o essencial da empresa é sua atividade de décadas, é o seu negócio que terá sempre mercado e não precisa ficar sendo mudado, é sua situação financeira hiper confortável, além da responsabilidade administrativa, principalmente no que diz respeito a custos........se não me engano, como exemplo, o diretor de RI é o Udo Dohler, presidente da empresa e prefeito de Joinville......ou seja, menos um salário para pagar......rsrs...........em compensação mandei umas perguntas no início da semana e nada de respostas, rsrs.

Hoje ela sobra no setor. 
                                                                                           ▲                                                                      ▲
224044 - danieljoseaa -  14 Nov 2013, 02:35
Amigos.....sobre a DOHL4:


Esse resultado veio acima do que eu esperava, sinceramente, se viesse próximo dos mesmos 10 milhões do 2° tri, já estaria satisfeitíssimo, rs........mas, veio quase 50% maior, quase 15 milhões.

Difícil fazer qualquer projeção ainda, tá tudo muito cedo, a mudança de patamar de receitas e lucros da empresa ainda é muito recente, além disso sua governança não é lá grandes coisas, diferente de uma BEMA, por exemplo, onde podemos acompanhar mais "de perto" os fatos, podemos marcar mais em cima, rsrs.

Fatos:

- A receita explodiu
- Ebitda e lucro líquido acompanharam
- A situação financeira da empresa é de dar inveja.....liquidez corrente de 5......sem dívidas relevantes, aliás..........dívida líquida negativa de 44 milhões.
- PSR de 0,7...P/Ebitda de 6
- seu valor patrimonial é de 8,71 por ação....como hoje fechou a 5,05, negocia com uma relação P/VP de 0,58.



A questão é.......qual o patamar de lucros daqui para a frente, esses lucros vieram para ficar?? segundo o relatório, SIM...........mas, não temos como ter certeza disso.

Hoje, ela negocia com um P/L de 7,07, porém, anualizando esses 2 últimos trimestres(25 milhões), teríamos um P/L de 5.

O 4° tri costuma ser o mais forte, será que conseguem postar resultados deste porte de forma recorrente ?? se ao menos repetir no 4° tri, o resultado recém postado, finalizaríamos o ano com um ROE superior a 10%, o que já melhora esse indicador, que talvez seja o mais "falho" da empresa e que provavelmente justifica a relação P/VP atual.

Enfim, ainda é cedo para projetar algo, é tudo muito recente ainda, pode ser um "vôo de galinha", MAS, também pode ser o início da curva.......só o tempo nos mostrará............OREMOS! rsrsr.

Tomara que continue neste ritmo..........ah, em DEZ costuma pagar proventos.

VQV!


Uqaz, completa ou me desmente em algum ponto aí, please.

223608  - small caps  -  13 Nov 2013, 13:14
Excelente mesmo Daniel. Parabéns!

223605 - danieljoseaa  -  13 Nov 2013, 13:08
OLÊ, OLÊ, OLÊ, OLÊ...........DOHLER, DOHLER !!!


CARAJAÇO!!

Mais um resultado espetacular........tá sobrando.......mas, pô, tô sem tempo de ler no momento....:):)


Entrou para o rol dos grandes resultados do trimestre......talvez, para mim, este tenha sido o melhor, foi quase 50% superior ao do 2° tri que já havia sido espetacular.........e foi quase 200% maior que o do 3° tri do ano passado.......tá voando.

E dividendos se aproximam, se é que já não anunciaram no ITR.


Risca o fósforo e acende o rojão, Uqaz....kkk

223534  - davilar  -  13 Nov 2013, 12:01
DOHL4 CARAJO
http://www.rad.cvm.gov.br/enetconsulta/frmGerenciaPaginaFRE.aspx?CodigoTipoInstituicao=2&NumeroSequencialDocumento=32664

ps(oq mais gosto nessas smalls é q elas n tem pudor algum em uploadar o resultado na CVM em qql e mais exóticos horários hahah)

203533 - jgebing  - 15 Ago 2013, 02:00
Em qual empresa deste setor podemos encontrar uma boa opção de entrada?
Dohler veio com um balanço forte.
CTSA também, mas veio com lucro não recorrente.

202854  - Edmundo Ortiz  -  13 Ago 2013, 14:53
Belo resultado da DOHLER.

Pena não ter volume, setor textil mostrando as caras? Dohler já era uma das melhores cias listadas e apresenta ótima posição de caixa. Diferente da maioria das demais, mas estou de olho bem aberto em PTNT4 e CTNM4.

163776 - uqaz -  17 Jan 2013, 17:40
Curiosamente estudei um pouquinho a empresa ontem. O que salta aos olhos são o PSR e a empresa estar cotada a 1,5 o ativo líquido circulante.

Mas o problema que vi são dois: (i) estagnação do crescimento de receitas e (ii) a margem bruta estagnou e começou a cair desde o 1T12.

Veja anualizado aqui:
http://www.investsite.com.br/graficos_desempenho_operacional.php?cod_negociacao=DOHL4

154040 - ghfranco - 27 Out 2012, 22:26
Ademir,
você já pensou em olhar se a empresa está gerando valor para o acionista?

Está crescendo seu patrimônio?
Possui RPL/ROIC invejável?

Não estou falando contra, mas penso que devemos analisar a empresa como um todo. Um trimestre acaba com um P/L, e se empresa não gerar patrimônio o mercado vai precificar o quê? Vai ter um p/vpa baixo que não serve para nada.

Não concordo que os lucros estejam constantes, ela teve trimestres com prejuízo de 2005 a 2009, e os dois últimos são quase metade dos dois anteriores.

154015 - ademirdc -  27 Out 2012, 01:36
comprei DOHL4 hoje, P/L 6,78 E P/VPA 0,37 lucros constantes >>> Alguém poderia opinar, estou com intenção de continuar compras neste preço, porém preciso de ouvir outras pessoas ... Agradeço

Nenhum comentário: