Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps
Escolha abaixo as ações que deseja consultar

sábado, 7 de dezembro de 2019

Whirlpool (WHRL)


Subsetor
Segmento

Recomendações
Compra: SmallCaps (set/08 e dez/12) - paulo_prof (dez/12 e 2013)
Carteiras
ch3481 (dez/12) - effexop (set/17) - Small caps (dez/12 jan/13)
Balanços
3T2019 -
paulo_prof  -
Mais uma vez houve um Resultado Não recorrente importante no trimestre: R$ 1 bilhão líquidos devido a contabilização da venda da Embraco e outras. O quadro dos Resultados do trimestre, expurgado o ganho líquido não recorrente é positivo, mas insuficiente para justificar o preço corrente.
Embora seja prudente esperar o 4T19 para um diagnóstico mais preciso, chuto que o ativo possa estar caro.

2T2019 -
paulo_prof   -
Se o resultado liquido do 1o. semestre pudesse ser mantido indefinidamento em termos reais, a fórmula do FCD para uma taxa de desconto real de 8% e perpetuidade real nula daria uma valor intrínseco de R$ 5,14.
A dúvida é: será que a empresa consegue?

1T2019 -
paulo_prof  -
Difícil fazer a análise da WHRL4 devido à venda da Embraco. Consta que a participação da companhia nos ativos vendidos é de USD 672 milhões, ou aprox. R$ 2,7 bilhões. Em 31MAR2019, consta que o PatLiq correspondente aos ativos vendidos seria de R$ 1,065 bilhões. Supondo uma alíquota de 34% de IR/CS, o lucro liquido da alienação de ativos seria algo na faixa dos 0,66*(2,7-1,065) = R$ 1,08 bilhões. Ou seja, o caixa da empresa seria "engordado" em aprox. R$ 2,15 bilhões, ou aprox. R$ 1,43 por ação.
Em tese, a empresa poderia resolver devolver este valor aos acionistas. Neste caso, o preço corrente do ativo poderia ser considerado igual a aprox. R$ 3,50. Para justificar este valor, a empresa teria que ser capaz de gerar um lucro médio trimestral de aprox. R$ 105 milhões.
Tenho lá as minhas dúvidas de que consiga.
Nota: no exercício de 2018 a empresa alienou a sua controlada Embraco; em consequência, as comparações trimestral e anual perdem o sentido. Embora a venda não tenha ainda sido concluída, os Resultados pós venda, excetuando o lucro líquido e Patrimônio Líquido, excluem as operações descontinuadas.
No 1T19 ocorreram não recorrentes importantes:
a) uma receita financeira de R$ 290 milhões relativa à questão do PIS/COFINS/ICMS e seus impactos, que aqui foram EXPURGADOs, e uma diferença (em relação ao 1T18) de aprox. R$ 110 milhões positivos na rubrica Outras Receitas/Despesas Operacionais Líquidas, aqui NÃO EXPURGADA.

3T2018 -
Paulo Prof - 
O valor contábil da Embraco (que será vendida) no Balanço Patrimonial da WHRL é de aprox. R$ 1,115 bilhões. Supondo que a parte que caberá à WHRL da venda global das unifdades da Embraco no planeta seja no mínimo o valor patrimonial, estaríamos falando de aprox. R$ 0,74 por ação. Se entendi bem, em outubro, a WHRL transferiu para a Embraco Brasil. ativos e passivos no valor líquido de R$ 455 milhões ou R$ 0,30 por ação. Em consequência, se a WHRL resolver promover uma redução de capital, o acionista receberia no mínimo R$ 1,04 por ação.
Ao vender a Embraco Brasil, a WHRL terá o seu lucro reduzido. Em consequência, acho que o ativo está caro, pois se forem deduzidos os R$ 1,04 do preço corrente, o resultado ainda ficará longe do valor intrínseco que se obtém supondo que o lucro dos últimos 12 meses (engordado pelo lucro da Embraco) possa ser mantido, em termos reais para todo o sempre. O valor a ser atribuído à WHRL pela venda da Embraco terá que ser substancialmente maior do que os R$ 1,57 bilhões referidos acima.

marcosvinicius2 -  
PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). RESULTADO LÍQUIDO = Resultado Líquido de R$ 70,488 milhões no 3T18 x R$ 80,150 milhões no 3T17; RESULTADO OPERACIONAL = R$ 72,516 milhões no 3T18 x 106,938 milhões no 3T17; RESULTADO FINANCEIRO = R$ -25,706 milhões no 3T18 x 22,673 milhões no 3T17; EBITDA = R$ 136,659 milhões no 3T18 x 119,617 milhões no 3T17; NOTA EXPLICATIVA = Ativo Não Circulante Mantido para Venda e Operação Descontinuada: Em 23 de abril de 2018 o Conselho de Administração da Whirlpool Corporation aprovou a venda do negócio de Compressores Global, sob a marca Embraco, e posteriormente no dia 24 de abril de 2018, celebrou um contrato para vender este negócio globalmente para a Nidec Corporation, por um preço de US $ 1,08 bilhão, sujeito a ajustes habituais de capital de giro e endividamento. A Whirlpool S.A. detêm parte do negócio de Compressores, que além da divisão de compressores da Embraco no Brasil, também são subsidiárias da Whirlpool S.A. as entidades sediadas na China, quais sejam, a Beijing Embraco Snowflake Co. Ltd. e a Qingdao EECON Electronic Controls and Appliances Co. Ltd., e no Uruguai através da Ealing Compañía de Gestiones y Participaciones S.A., esta que por sua vez é controladora da Embraco North America Inc., sediada nos Estados Unidos e portanto são reportadas como parte integrante das nossas demonstrações financeiras consolidadas em 30 de setembro de 2018 e em 31 de dezembro de2017.

A2017/4T2017 -
paulo_prof  -  
A julgar pelas comparações anual e trimestral, os resultados foram bastante bons. Ocorre que já há dois anos, as bases de comparação são bastante fracas. A empresa ainda está longe de conseguir repetir os resultados de 3 anos atrás.
Infelizmente, parece que a empresa não tem uma política de payout. Este é quase aleatório. No exercício de 2015 foi de 72,5%, e depois de emplacar 26,7% em 2016, saltou para 172,9% no ano passado.
A empresa está em nítida evolução ... não acho que esteja cara, especialmente se a administração continuar praticado um payout acima dos 100% em 2018.

marcosvinicius2 -  
PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). RESULTADO DAS OPERAÇÕES = No ano de 2017, a receita líquida de vendas da Whirlpool S.A. consolidado totalizou R$9.483 milhões (R$9.219 milhões em 2016), representando um aumento de 2,9% em relação ao ano anterior. O resultado do exercício após participação em sociedades controladas e coligadas e antes dos impostos foi de R$540 milhões (R$433 milhões em 2016), equivalente a 5,70% da receita líquida de vendas e serviços (4,70% em 2016). LUCRO LÍQUIDO = O lucro líquido do exercício encerrado em 31 de dezembro de 2017 alcançou R$435,8 milhões(R$311,8 milhões em 2016), equivalente a R$0,29 por ação (R$0,21 em 2016).

3T2017 -
paulo_prof   -
Resultado morno, levemente abaixo do ano passado. Na base anual, conjunturalmente, o lucro líquido cresceu 22,54%. Muito deste crescimento foi devido à base fraca de comparação (os resultados financeiros do 2T16 e 3T16 foram muito ruins - nestes 6 eses, embora o endividamento líquido da empresa fosse próximo de R$ 1 bilhão negativo, o fresultado financeiro foi negativo em R$ 95 milhões). Em consequência, não acredito que esta taxa de crescimento possa ser mantida.
Moral da história: ou o mercasdo sabe algo que não sei, ou o ativo está muito caro!

1T2017 -
paulo_prof   -
Parece que, aos poucos, a Whirpool vai recuperando a sua antiga forma! Quem sabe os controladores não superam o trauma do fracasso na tentativa de fechamento de capital e acabem decidindo reimplementar a anyiga política de payout?

A2016/4T2016 -
paulo_prof   -
Resultado super meia boca ... Não fosse o Resultado Financeiro, a vaca teria ido para o brejo. especialmente no 4T16. Parece que, pelo menos por enquanto, a empresa decidiu distribuir apenas o mínimo legal de seu lucro líquido. Seria uma retaliação aos minoritários, que impediram o fechamento de capital?

3T2016 -
paulo_prof   -
Algum dia um contador ainda vai me explicar como é que uma empresa com endividamento líquido negativo na faixa de R$ 1 bilhão (incluindo operações com partes relacionadas) consegue produzir resultados financeiros negativos (no 3T15 foi de R$ 90 milhões negativos) ???? Enquanto eu não entender ... só me resta suspeitar que tem "chuncho" ... dos grossos!

3T2015 -
paulo_prof  -
Resultado estranho ...
Em relação ao 3T14, a receita líquida recuou 4,28%; em relação ao 2T15 recuou 3,56%. A margem bruta, entretanto, despencou de 22,2% no 3T14 e 23,9% no 4T14, e caiu de 15,5% no 2T15 para 14,5%. É possível que esta queda na margem bruta esteja associada à formação de estoques, como especula o Herds ... No 4T14, o estoque de produtos prontos era de R$ 439 milhões no consolidado, passando para R$ 519 milhões no 1T15, R$ 604 milhões no 2T15 e R$ 662 milhões no 3T15. Isto explicaria a queda na margem bruta ...
Possivelmente, a estratégia da empresa foi a de aumentar os estoques e, com as burras cheias, dispensar pessoal até os tempos difíceis passarem ... posso estar viajando ... a empresa afirma que só não estaria repondo as vagas em aberto ...

2T2015 -
paulo_prof  -
Veio muito melhor do que o esperado ... o resultado financeiro acabou salvando a lavoura 

1T2015 -
small caps  -
Bom mesmo... e com preço acima da PN...
Balanço ontem não foi uma brastemp... embora esperado.

paulo_prof -
Resultado muito fraco ... era esperado porque a própria empresa informou em FR.

3T2014 -
paulo_prof  -
Resultado ruim ... parece que o massacre continuou e o resultado na base anual já começou a cair bem ... se a tendência não for revertida o ativo começa a ficar caro !!!

2T2014 -
PANICO2011  -
ruiim

paulo_prof  -
A empresa sofreu uma enorme "pancada" no trimestre ... as vendas e o lucro em relação aos números postados no 2T13, apesar do programa de compra de votos do PT, despencaram. De qualquer forma, em relação aos 12 meses terminados no 2T13, os 12 meses terminados no 2T14 ainda foram melhores. Se o massacre continuar no 3T14, entretanto, a taxa de crescimento anual do lucro será negativa. Ao preço atual eu não compraria ... se tivesse o ativo em carteira talvez o manteria mais algum tempo, esperando embolsar os dividendos em novembro.

3T2012 -
ZOTTI -
achou bom

SmallCaps - 
achou excelente
danieljoseaa - 
resultado acima das expectativas

GEORGE CAVALCANTI -
achou bom

1T2011 - 
pauloprof - 
achou bom

3T2009 -
pauloprof - 
achou fraco
Características
Fabricação e comercialização de eletrodomésticos e compressores
Links
365738  - paulo_prof  - 07 Dez 2019, 10:45
Mais uma vez houve um Resultado Não recorrente importante no trimestre: R$ 1 bilhão líquidos devido a contabilização da venda da Embraco e outras. O quadro dos Resultados do trimestre, expurgado o ganho líquido não recorrente é positivo, mas insuficiente para justificar o preço corrente.

Embora seja prudente esperar o 4T19 para um diagnóstico mais preciso, chuto que o ativo possa estar caro.
p.php?pid=chartscreenshot&u=nfxsO7qW8Hs0

Nota: no exercício de 2018 a empresa alienou a sua controlada Embraco; em consequência, as comparações trimestral e anual perdem o sentido. Embora a venda não tenha ainda sido concluída, os Resultados pós venda, excetuando o lucro líquido e Patrimônio Líquido, excluem as operações descontinuadas.

Expurgos:

No 1T19, R$ 290 milhões no Resultado Financeiro, R$ 540 milhões no Resultado Operacional e R$ 356 milhões no lucro líquido, relativos à questão do PIS/COFINS/ICMS e seus impactos

No 2T19, R$ 51 milhões no Resultado Financeiro, R$ 215 milhões no Resultado Operacional e R$ 142 milhões no lucro líquido, relativos à questão do PIS/COFINS/ICMS e seus impactos

No 3T19, R$ 1 bilhão no Lucro Líquido, devido a alienação da controlada Embraco e outras,



WHRL4

PREÇO: R$ 7,14

PAYOUT (2018): 124,0%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 38,20

P/VPA 2,76

PSR 1,19

DY 3,25%

EV/EBITDA 16,17

MARGEM BRUTA 13,6%

MARGEM OPERACIONAL 3,6%

MARGEM LÍQUIDA 3,1%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,137

MARGEM EBITDA 6,0%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 32,1%

ROE 7,22%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,04



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 3T18

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -9,23%

RESULTADO BRUTO -40,27%

RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO +1.343,04%

RESULTADO OPERACIONAL -42,15%

RESULTADO LÍQUIDO -42,60%

EBITDA -29,92%



b) 3T19 vs 3T18

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -2,66%

RESULTADO BRUTO -20,65%

RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo

RESULTADO OPERACIONAL +47,43%

RESULTADO LÍQUIDO +13,95%

EBITDA +15,86%



c) lucro (taxa média anual)

UA -42,60%

U2A -24,57%

U3A -11,53%



d) patrimônio líquido médio

UA 8,86%

U2A 1,46%

U3A 2,82%



e) ebitda (taxa média anual)

UA -29,92%

U2A 2,32%

U3A -16,08%

U4A -15,51%

U5A -18,45%

U6A -16,79%

U7A -14,32%

U8A 0,74%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 1,71

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +37,5%

363904  - paulo_prof   -  30 Ago 2019, 18:23
Se o resultado liquido do 1o. semestre pudesse ser mantido indefinidamento em termos reais, a fórmula do FCD para uma taxa de desconto real de 8% e perpetuidade real nula daria uma valor intrínseco de R$ 5,14.

A dúvida é: será que a empresa consegue?
9QXcSkatbM5iFMY=

Nota: no exercício de 2018 a empresa alienou a sua controlada Embraco; em consequência, as comparações trimestral e anual perdem o sentido. Embora a venda não tenha ainda sido concluída, os Resultados pós venda, excetuando o lucro líquido e Patrimônio Líquido, excluem as operações descontinuadas.

No 1T19 ocorreram não recorrentes importantes:

a) uma receita financeira de R$ 290 milhões relativa à questão do PIS/COFINS/ICMS e seus impactos, que aqui foram EXPURGADOs, e uma diferença (em relação ao 1T18) de aprox. R$ 110 milhões positivos na rubrica Outras Receitas/Despesas Operacionais Líquidas, aqui NÃO EXPURGADA.

No 2T19 foi expurgada uma receita financeira de R$ 31,1 milhões do Resultado Financeiro e Operacional, bem como o seu impacto de R$ 20,5 milhões no lucro líquido



WHRL4

PREÇO: R$ 4,89

PAYOUT (2018): 124,0%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 18,62

P/VPA 2,89

PSR 1,11

DY 6,66%

EV/EBITDA 9,05

MARGEM BRUTA 14,7%

MARGEM OPERACIONAL 9,5%

MARGEM LÍQUIDA 5,9%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,263

MARGEM EBITDA 11,9%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 26,4%

ROE 15,50%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,26



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 2T18

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -15,19%

RESULTADO BRUTO -38,34%

RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO -78,58%

RESULTADO OPERACIONAL +44,06%

RESULTADO LÍQUIDO +7,61%

EBITDA +39,67%



b) 2T19 vs 2T18

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +18,63%

RESULTADO BRUTO +9,33%

RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo

RESULTADO OPERACIONAL +579,30%

RESULTADO LÍQUIDO +713,86%

EBITDA +243,57%



c) lucro (taxa média anual)

UA 7,61%

U2A 4,30%

U3A 28,85%



d) patrimônio líquido médio

UA 4,09%

U2A -1,42%

U3A 6,77%



e) ebitda (taxa média anual)

UA 39,67%

U2A 26,26%

U3A 20,97%

U4A -6,56%

U5A -7,44%

U6A -6,06%

U7A -5,81%

U8A 19,74%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 3,29

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +9,5%

361421  - paulo_prof  -  22 Mai 2019, 16:29
Difícil fazer a análise da WHRL4 devido à venda da Embraco. Consta que a participação da companhia nos ativos vendidos é de USD 672 milhões, ou aprox. R$ 2,7 bilhões. Em 31MAR2019, consta que o PatLiq correspondente aos ativos vendidos seria de R$ 1,065 bilhões. Supondo uma alíquota de 34% de IR/CS, o lucro liquido da alienação de ativos seria algo na faixa dos 0,66*(2,7-1,065) = R$ 1,08 bilhões. Ou seja, o caixa da empresa seria "engordado" em aprox. R$ 2,15 bilhões, ou aprox. R$ 1,43 por ação.

Em tese, a empresa poderia resolver devolver este valor aos acionistas. Neste caso, o preço corrente do ativo poderia ser considerado igual a aprox. R$ 3,50. Para justificar este valor, a empresa teria que ser capaz de gerar um lucro médio trimestral de aprox. R$ 105 milhões.

Tenho lá as minhas dúvidas de que consiga.

Nota: no exercício de 2018 a empresa alienou a sua controlada Embraco; em consequência, as comparações trimestral e anual perdem o sentido. Embora a venda não tenha ainda sido concluída, os Resultados pós venda, excetuando o lucro líquido e Patrimônio Líquido, excluem as operações descontinuadas.

No 1T19 ocorreram não recorrentes importantes:

a) uma receita financeira de R$ 290 milhões relativa à questão do PIS/COFINS/ICMS e seus impactos, que aqui foram EXPURGADOs, e uma diferença (em relação ao 1T18) de aprox. R$ 110 milhões positivos na rubrica Outras Receitas/Despesas Operacionais Líquidas, aqui NÃO EXPURGADA.

WHRL4

PREÇO: R$ 4,89

PAYOUT (2018): 124,0%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 26,86

P/VPA 2,88

PSR 1,15

DY 4,62%

EV/EBITDA 11,69

MARGEM BRUTA 14,9%

MARGEM OPERACIONAL 6,6%

MARGEM LÍQUIDA 4,3%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,182

MARGEM EBITDA 9,4%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 26,0%

ROE 10,73%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,28



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 1T18

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -27,19%

RESULTADO BRUTO -46,53%

RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo

RESULTADO OPERACIONAL -17,65%

RESULTADO LÍQUIDO -34,90%

EBITDA -0,58%



b) 1T19 vs 1T18

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +13,81%

RESULTADO BRUTO -6,50%

RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo

RESULTADO OPERACIONAL +165,22%

RESULTADO LÍQUIDO +123,17%

EBITDA +151,88%



c) lucro (taxa média anual)

UA -34,90%

U2A -12,06%

U3A -1,41%



d) patrimônio líquido médio

UA -1,67%

U2A -0,96%

U3A 6,95%



e) ebitda (taxa média anual)

UA -0,58%

U2A 5,95%

U3A 3,38%

U4A -12,09%

U5A -14,00%

U6A -9,30%

U7A 3,88%

U8A -4,55%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 2,27

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +19,0%

356689 - marcosvinicius2 -  10 Dez 2018, 12:38
COMENTÁRIO: PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). RESULTADO LÍQUIDO = Resultado Líquido de R$ 70,488 milhões no 3T18 x R$ 80,150 milhões no 3T17; RESULTADO OPERACIONAL = R$ 72,516 milhões no 3T18 x 106,938 milhões no 3T17; RESULTADO FINANCEIRO = R$ -25,706 milhões no 3T18 x 22,673 milhões no 3T17; EBITDA = R$ 136,659 milhões no 3T18 x 119,617 milhões no 3T17; NOTA EXPLICATIVA = Ativo Não Circulante Mantido para Venda e Operação Descontinuada: Em 23 de abril de 2018 o Conselho de Administração da Whirlpool Corporation aprovou a venda do negócio de Compressores Global, sob a marca Embraco, e posteriormente no dia 24 de abril de 2018, celebrou um contrato para vender este negócio globalmente para a Nidec Corporation, por um preço de US $ 1,08 bilhão, sujeito a ajustes habituais de capital de giro e endividamento. A Whirlpool S.A. detêm parte do negócio de Compressores, que além da divisão de compressores da Embraco no Brasil, também são subsidiárias da Whirlpool S.A. as entidades sediadas na China, quais sejam, a Beijing Embraco Snowflake Co. Ltd. e a Qingdao EECON Electronic Controls and Appliances Co. Ltd., e no Uruguai através da Ealing Compañía de Gestiones y Participaciones S.A., esta que por sua vez é controladora da Embraco North America Inc., sediada nos Estados Unidos e portanto são reportadas como parte integrante das nossas demonstrações financeiras consolidadas em 30 de setembro de 2018 e em 31 de dezembro de2017.:

WHRL4
PREÇO: R$ 4,97
PAYOUT (2017): 179,99%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 20,87
P/VPA 3,17
PSR 0,93
DY 8,62%
EV/EBITDA 11,48
MARGEM BRUTA 19,75%
MARGEM OPERACIONAL 4,96%
MARGEM LÍQUIDA 4,45%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,238
MARGEM EBITDA 7,65%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 14,18%
ROE 15,20%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,29

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -11,42%
RESULTADO BRUTO -3,74%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -99,89%
RESULTADO OPERACIONAL -21,47%
RESULTADO LÍQUIDO -0,86%
EBITDA 84,74%

b) 3T18 sobre 3T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -24,57%
RESULTADO BRUTO -18,21%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -213,38%
RESULTADO OPERACIONAL -32,19%
RESULTADO LÍQUIDO -12,05%
EBITDA 14,25%

c) lucro (taxa média anual)
UA -0,86%
U2A 9,81%
U3A -5,82%

d) patrimônio líquido médio
UA -6,27%
U2A -0,52%
U3A 0,68%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 2,98
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +12% !!!!
[...]

355988 - paulo_prof -  16 Nov 2018, 21:20
O valor contábil da Embraco (que será vendida) no Balanço Patrimonial da WHRL é de aprox. R$ 1,115 bilhões. Supondo que a parte que caberá à WHRL da venda global das unifdades da Embraco no planeta seja no mínimo o valor patrimonial, estaríamos falando de aprox. R$ 0,74 por ação. Se entendi bem, em outubro, a WHRL transferiu para a Embraco Brasil. ativos e passivos no valor líquido de R$ 455 milhões ou R$ 0,30 por ação. Em consequência, se a WHRL resolver promover uma redução de capital, o acionista receberia no mínimo R$ 1,04 por ação.

Ao vender a Embraco Brasil, a WHRL terá o seu lucro reduzido. Em consequência, acho que o ativo está caro, pois se forem deduzidos os R$ 1,04 do preço corrente, o resultado ainda ficará longe do valor intrínseco que se obtém supondo que o lucro dos últimos 12 meses (engordado pelo lucro da Embraco) possa ser mantido, em termos reais para todo o sempre. O valor a ser atribuído à WHRL pela venda da Embraco terá que ser substancialmente maior do que os R$ 1,57 bilhões referidos acima.

WHRL4

PREÇO: R$ 5,04

PAYOUT (2017): 172,8%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 21,17

P/VPA 3,22

PSR 1,04

DY 8,17%

EV/EBITDA 12,46

MARGEM BRUTA 20,7%

MARGEM OPERACIONAL 5,6%

MARGEM LÍQUIDA 4,9%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,238

MARGEM EBITDA 7,8%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 13,5%

ROE 15,20%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,29



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 3T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -19,83%

RESULTADO BRUTO -8,49%

RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO -98,46%

RESULTADO OPERACIONAL -20,04%

RESULTADO LÍQUIDO -0,86%

EBITDA +49,38%



b) 3T187 vs 3T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -24,57%

RESULTADO BRUTO -18,21%

RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo

RESULTADO OPERACIONAL -32,19%

RESULTADO LÍQUIDO -12,05%

EBITDA +1,91%



c) lucro (taxa média anual)

UA -0,86%

U2A 9,83%

U3A -5,83%



d) patrimônio líquido médio

UA -5,44%

U2A -0,08%

U3A 8,03%



e) ebitda (taxa média anual)

UA 49,38%

U2A -8,17%

U3A -10,08%

U4A -15,31%

U5A -13,89%

U6A -11,40%

U7A 6,10%

U8A -2,99%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 2,97

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +13,0%

353442 - effexop -  06 Set 2018, 13:27
No caso de Whirlpool não conseguiram fechar o capital total, ainda sobrou um float pequeno, continuou a ter negociação na bovespa. Já em souza cruz e sofisa saíram da bolsa, não sei como faz para negociar depois disso, e nem quis descobrir, vendi antes. Cada caso é um caso.

349162  - marcosvinicius2 -  20 Abr 2018, 22:34
COMENTÁRIO: PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). RESULTADO DAS OPERAÇÕES = No ano de 2017, a receita líquida de vendas da Whirlpool S.A. consolidado totalizou R$9.483 milhões (R$9.219 milhões em 2016), representando um aumento de 2,9% em relação ao ano anterior. O resultado do exercício após participação em sociedades controladas e coligadas e antes dos impostos foi de R$540 milhões (R$433 milhões em 2016), equivalente a 5,70% da receita líquida de vendas e serviços (4,70% em 2016). LUCRO LÍQUIDO = O lucro líquido do exercício encerrado em 31 de dezembro de 2017 alcançou R$435,8 milhões(R$311,8 milhões em 2016), equivalente a R$0,29 por ação (R$0,21 em 2016).:

WHRL4
PREÇO: 5,45
PAYOUT (2017): 179,99%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 18,79
P/VPA 3,66
PSR 0,86
DY 9,58%
EV/EBITDA 13,07
MARGEM BRUTA 19,97%
MARGEM OPERACIONAL 5,70%
MARGEM LÍQUIDA 4,60%
LUCRO POR AÇÃO 0,290
MARGEM EBITDA 6,27%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 33,52%
ROE 19,47%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,22

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 4T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 2,86%
RESULTADO BRUTO 19,52%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 18,63%
RESULTADO OPERACIONAL 24,68%
RESULTADO LÍQUIDO 39,79%
EBITDA 20,93%

b) 4T17 sobre 4T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 2,86%
RESULTADO BRUTO 19,52%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 18,63%
RESULTADO OPERACIONAL 24,68%
RESULTADO LÍQUIDO 39,79%
EBITDA 20,93%

c) lucro (taxa média anual)
UA 39,79%
U2A 23,28%
U3A -14,97%

d) patrimônio líquido médio
UA 2,98%
U2A 1,56%
U3A 3,03%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 3,63
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +9,5% !!!!
[...]

348225  - paulo_prof  -  19 Mar 2018, 16:53
A julgar pelas comparações anual e trimestral, os resultados foram bastante bons. Ocorre que já há dois anos, as bases de comparação são bastante fracas. A empresa ainda está longe de conseguir repetir os resultados de 3 anos atrás.

Infelizmente, parece que a empresa não tem uma política de payout. Este é quase aleatório. No exercício de 2015 foi de 72,5%, e depois de emplacar 26,7% em 2016, saltou para 172,9% no ano passado.

A empresa está em nítida evolução ... não acho que esteja cara, especialmente se a administração continuar praticado um payout acima dos 100% em 2018.

WHRL4

PREÇO: R$ 5,44

PAYOUT (2016): 172,8%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 18,76

P/VPA 3,39

PSR 0,86

DY 9,22%

EV/EBITDA 11,91

MARGEM BRUTA 20,0%

MARGEM OPERACIONAL 5,7%

MARGEM LÍQUIDA 4,6%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,290

MARGEM EBITDA 6,3%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 26,1%

ROE 18,09%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,19



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 4T16

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +2,86%

RESULTADO BRUTO +19,52%

RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO +18,63%

RESULTADO OPERACIONAL +24,68%

RESULTADO LÍQUIDO +39,79%

EBITDA +20,93%



b) 4T17 vs 4T16

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +17,52%

RESULTADO BRUTO +78,07%

RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO -90,12%

RESULTADO OPERACIONAL +19,94%

RESULTADO LÍQUIDO +63.34%

EBITDA +1.392,4%



c) lucro (taxa média anual)

UA 39,79%

U2A 23,28%

U3A -14,97%



d) patrimônio líquido médio

UA 4,80%

U2A 12,92%

U3A 3,64%



e) ebitda (taxa média anual)

UA 20,93%

U2A 0,80%

U3A -21,12%

U4A -16,60%

U5A -10,40%

U6A 2,40%

U7A -5,59%

U8A 0,23%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 3,62

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +10,0%

344299  - paulo_prof   -  24 Nov 2017, 01:26
Resultado morno, levemente abaixo do ano passado. Na base anual, conjunturalmente, o lucro líquido cresceu 22,54%. Muito deste crescimento foi devido à base fraca de comparação (os resultados financeiros do 2T16 e 3T16 foram muito ruins - nestes 6 eses, embora o endividamento líquido da empresa fosse próximo de R$ 1 bilhão negativo, o fresultado financeiro foi negativo em R$ 95 milhões). Em consequência, não acredito que esta taxa de crescimento possa ser mantida.

Moral da história: ou o mercasdo sabe algo que não sei, ou o ativo está muito caro!

WHRL4

PREÇO: R$ 5,25

PAYOUT (2016): 26,7%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 21,71

P/VPA 3,42

PSR 0,86

DY 1,23%

EV/EBITDA 14,31

MARGEM BRUTA 18,7%

MARGEM OPERACIONAL 5,6%

MARGEM LÍQUIDA 4,0%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,242

MARGEM EBITDA 5,4%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 31,9%

ROE 15,76%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,26



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 3T16

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -6,06%

RESULTADO BRUTO -4,07%

RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo

RESULTADO OPERACIONAL +18,78%

RESULTADO LÍQUIDO +22,54%

EBITDA -26,46%



b) 3T17 vs 3T16

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -4,26%

RESULTADO BRUTO -11,90%

RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo

RESULTADO OPERACIONAL -3,91%

RESULTADO LÍQUIDO -3,10%

EBITDA -46,28%



c) lucro (taxa média anual)

UA 22,54%

U2A -7,89%

U3A -19,41%



d) patrimônio líquido médio

UA 5,59%

U2A 15,46%

U3A 2,31%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 3,10

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +14,0%

337860  - paulo_prof   -  13 Mai 2017, 03:13
Parece que, aos poucos, a Whirpool vai recuperando a sua antiga forma! Quem sabe os controladores não superam o trauma do fracasso na tentativa de fechamento de capital e acabem decidindo reimplementar a anyiga política de payout?

WHRL4

PREÇO: R$ 3,54

PAYOUT (2016): 26,7%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 15,04

P/VPA 2,12

PSR 0,58

DY 1,78%

EV/EBITDA 8,43

MARGEM BRUTA 18,2%

MARGEM OPERACIONAL 5,5%

MARGEM LÍQUIDA 3,9%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,235

MARGEM EBITDA 5,8%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 22,4%

ROE 14,11%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,22



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 1T16

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -2,97%

RESULTADO BRUTO +10,43%

RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO +17,20%

RESULTADO OPERACIONAL -0,02%

RESULTADO LÍQUIDO +23,90%

EBITDA -1,58%



b) 1T17 vs 1T16

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -12,90%

RESULTADO BRUTO +23,22%

RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO +117,36%

RESULTADO OPERACIONAL +111,90%

RESULTADO LÍQUIDO +85,31%

EBITDA +54,19%



c) lucro (taxa média anual)

UA 23,90%

U2A -21,26%

U3A -25,15%



d) patrimônio líquido médio

UA 24,74%

U2A 5,15%

U3A -0,88%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 3,01

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +4.5%

334553  - paulo_prof   -  22 Fev 2017, 15:08
Resultado super meia boca ... Não fosse o Resultado Financeiro, a vaca teria ido para o brejo. especialmente no 4T16. Parece que, pelo menos por enquanto, a empresa decidiu distribuir apenas o mínimo legal de seu lucro líquido. Seria uma retaliação aos minoritários, que impediram o fechamento de capital?

WHRL4

PREÇO: R$ 3,31

PAYOUT (2016): 26,7%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 15,95

P/VPA 2,06

PSR 0,54

DY 1,67%

EV/EBITDA 7,90

MARGEM BRUTA 17,2%

MARGEM OPERACIONAL 4,7%

MARGEM LÍQUIDA 3,4%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,207

MARGEM EBITDA 5,3%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 26,1%

ROE 12,94%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,19



Taxas de Crescimento Nominal



a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 4T15

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -1,79%

RESULTADO BRUTO -0,10%

RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO +26,16%

RESULTADO OPERACIONAL -15,78%

RESULTADO LÍQUIDO +8,72%

EBITDA -15,98%



b) 4T16 vs 4T15

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -19,84%

RESULTADO BRUTO -39,32%

RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO +2837%

RESULTADO OPERACIONAL +1,12%

RESULTADO LÍQUIDO +14,72%

EBITDA -92,32%



c) lucro (taxa média anual)

UA 8,72%

U2A -33,68%

U3A -27,34%



d) patrimônio líquido médio

UA 21,67%

U2A 3,06%

U3A -0,47%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 2,65

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +6.0%

329118  - paulo_prof   -  30 Out 2016, 15:00
Algum dia um contador ainda vai me explicar como é que uma empresa com endividamento líquido negativo na faixa de R$ 1 bilhão (incluindo operações com partes relacionadas) consegue produzir resultados financeiros negativos (no 3T15 foi de R$ 90 milhões negativos) ???? Enquanto eu não entender ... só me resta suspeitar que tem "chuncho" ... dos grossos!

WHRL4
PREÇO: R$ 3,41
PAYOUT (2015): 72,5%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses
P/L 17,28
P/VPA 2,15
PSR 0,52
DY 4,20%
EV/EBITDA 6,03
MARGEM BRUTA 18,3%
MARGEM OPERACIONAL 4,4%
MARGEM LÍQUIDA 3,0%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,197
MARGEM EBITDA 6,9%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 19,1%
ROE 12,45%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,22

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 3T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +3,30%
RESULTADO BRUTO +1,006%
RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo
RESULTADO OPERACIONAL -36,85%
RESULTADO LÍQUIDO -30,77%
EBITDA -13,78%

b) 3T16 vs 3T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +12,87%
RESULTADO BRUTO +70,52%
RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo
RESULTADO OPERACIONAL +165,46%
RESULTADO LÍQUIDO passou de negativo para positivo
EBITDA +1.068,68%

c) lucro (taxa média anual)
UA -30,77%
U2A -34,65%
U3A -26,71%

d) patrimônio líquido médio
UA 26,26%
U2A 0,71%
U3A 0,42%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 1,97

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): +14,0%


326447  - acms -  26 Ago 2016, 20:40
Olá Prof. Paulo,

Gostaria de parabenizá-lo pelos seus comentários. São sempre excelentes.

Vi que no passado o senhor fez um comentário sobre a OPA da Whirpool em relação ao preço de fechamento de capital (R$ 3,31/ação)

Dei uma olhada no laudo de avaliação e acredito que foram bem conservadores.

Na sua avaliação, você acredita que o preço da OPA pode subir, apesar de 95% das ações já se encontrar sobre a holding Whirpool S.A.

Fico no aguardo. O senhor sabe se tem uma data limite (em termos legais) que eles devem realizar esta operação ?

326451  - paulo_prof   -  27 Ago 2016, 02:01
Se 2/3 dos detentores das ações em circulação (só são consideradas as ações cujos detentores se habilitarem para a OPA) aceitarem o preço oferecido, a empresa fecha o capital e não vejo razão para que haja um aumento de preço.

Se os 2/3 não forem atingidos, a empresa pode ou cancelar a OPA ou propor um preço maior para tentar atingir os 2/3.

Depois que a empresa solicitou o registro da OPA à CVM, acho que esta tem 30 dias para deliberar. Em seguida, a empresa tem 10 dias para divulgar os detalhes da oferta.
Veja a regra do jogo em
http://www.cvm.gov.br/export/sites/cvm/legislacao/inst/anexos/300/inst361consolidsemmarcas.pdf 
                                                                                           ▲                                                                      ▲
  
Boa tarde aos colegas do fórum........alguem opina sobre a Opa na BMTO a 7,82?
Small?Prof Paulo?os outros colegas participantes do fórum?.......agradeço as opiniões
Se eu tivesse 1/3 das ações em circulação, eu não deixaria a Whirlpool fechar o capital. Na minha opinião, o Santander sub-avaliou a empresa. Na simulação dos caras, o EBIT na perpetuidade (após 10 anos de operação) seria de R$ 848 milhões nominais !!! Para ter-se uma ideia do absurdo, basta observar que os EBITs nos exercícios de 2013 e 2014, respectivamente, emplacaram R$ 934 e R$ 930 milhões !!! Em 2015, com a explosão da crise , o Ebit emplacou R$ 514 milhões. Mesmo admitindo que neste exercício de 2016 os números deverão ser super pífios, não há porque duvidar que em 2 anos de recuperação da economia a empresa possa postar resultados semelhantes aos que vinha postando até 2014. 

De qualquer forma, não há muito o que fazer. Se vc também acreditar que a empresa vale mais do que estão oferecendo, vc pode não aderir num primeiro momento. Se o fechamento de capital for aprovado por 2/3 das ações em circulação, entretanto, não há muito o que fazer. Como o preço ofertado não é vil (como o da Unipar), melhor vender! 

324299  - roger35   -  18 Jul 2016, 03:47
Prof Paulo, muito obrigado.....
com certeza a recuperação virá e os números melhorarao mais a frente...porém se não querem mais os sócios minoritários fica difícil.... tá difícil achar empresas boas que funcionam como um relógio atualmente.... 
                                                                                           ▲                                                                      ▲
310743  - paulo_prof  -  08 Nov 2015, 22:37
Resultado estranho ...

Em relação ao 3T14, a receita líquida recuou 4,28%; em relação ao 2T15 recuou 3,56%. A margem bruta, entretanto, despencou de 22,2% no 3T14 e 23,9% no 4T14, e caiu de 15,5% no 2T15 para 14,5%. É possível que esta queda na margem bruta esteja associada à formação de estoques, como especula o Herds ... No 4T14, o estoque de produtos prontos era de R$ 439 milhões no consolidado, passando para R$ 519 milhões no 1T15, R$ 604 milhões no 2T15 e R$ 662 milhões no 3T15. Isto explicaria a queda na margem bruta ...

Possivelmente, a estratégia da empresa foi a de aumentar os estoques e, com as burras cheias, dispensar pessoal até os tempos difíceis passarem ... posso estar viajando ... a empresa afirma que só não estaria repondo as vagas em aberto ...

WHRL4
PREÇO: R$ 2,83
PAYOUT (2014): 167,4%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 9,93
P/VPA 4,34
PSR 0,45
DY 16,86%
EV/EBITDA 5,28
MARGEM BRUTA 18,7%
MARGEM OPERACIONAL 7,2%
MARGEM LÍQUIDA 4,5%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,285
MARGEM EBITDA 8,3%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 34,2%
ROE 43,74%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,27

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 3T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -0,76%
RESULTADO BRUTO -13,23%
RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo
RESULTADO OPERACIONAL -23,83%
RESULTADO LÍQUIDO -38,31%
EBITDA -29,22%

b) 3T15 sobre 3T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -4,28%
RESULTADO BRUTO -37,25%
RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo
RESULTADO OPERACIONAL -80,08%
RESULTADO LÍQUIDO passou de positivo para negativo
EBITDA -92,28%

c) lucro líquido, nominal
UA -38,31%
U2A -24,59%
U3A -16,82%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA -19,67%
U2A -10,44%
U3A -1,60%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 2,85

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): +0,5%

302073  - paulo_prof  -  28 Jul 2015, 14:07
Veio muito melhor do que o esperado ... o resultado financeiro acabou salvando a lavoura ...

Aos preços atuais, a BMTO4 está mais barata ... (P/L = 6,58; P/VPA = 1,75; DY = 24,54%)

Abaixo, incluo a foto do ano passado.

WHRL4
PREÇO: R$ 2,98
PAYOUT (2013): 167,4%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 7,29
P/VPA 2,17
PSR 0,47
DY 22,97%
EV/EBITDA 3,81
MARGEM BRUTA 20,4%
MARGEM OPERACIONAL 8,9%
MARGEM LÍQUIDA 6,4%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,409
MARGEM EBITDA 10,9%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 8,5%
ROE 29,73%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,30

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 2T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -0,22%
RESULTADO BRUTO -6,46%
RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo
RESULTADO OPERACIONAL -13,10%
RESULTADO LÍQUIDO -22,14%
EBITDA -10,90%

b) 2T15 sobre 2T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +7,09%
RESULTADO BRUTO -12,21%
RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo
RESULTADO OPERACIONAL +38,02%
RESULTADO LÍQUIDO +37,24%
EBITDA +17,81%

c) lucro líquido, nominal
UA -22,14%
U2A -4,63%
U3A -7,20%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA -9,17%
U2A -0,48%
U3A 6,31%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 4,09

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): -7,0%

296546  - small caps  -  06 Mai 2015, 14:23
Bom mesmo... e com preço acima da PN...

Balanço ontem não foi uma brastemp... embora esperado.

296513  - paulo_prof -  06 Mai 2015, 02:15
Resultado muito fraco ... era esperado porque a própria empresa informou em FR.

WHRL4
PREÇO: R$ 3,78
PAYOUT (2014): 167,4%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 9,96
P/VPA 2,58
PSR 0,60
DY 16,81%
EV/EBITDA 5,33
MARGEM BRUTA 21,2%
MARGEM OPERACIONAL 8,3%
MARGEM LÍQUIDA 6,1%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,380
MARGEM EBITDA 10,6%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 9,0%
ROE 25,86%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,25

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 1T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -3,02%
RESULTADO BRUTO -8,92%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +2,64%
RESULTADO OPERACIONAL -25,42%
RESULTADO LÍQUIDO -32,36%
EBITDA -21,22%

b) 1T15 sobre 1T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -9,91%
RESULTADO BRUTO -18,43%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -69,08%
RESULTADO OPERACIONAL -72,19%
RESULTADO LÍQUIDO -73,30%
EBITDA -63,60%

c) lucro líquido, nominal
UA -32,36%
U2A -5,07%
U3A 26,02%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA -13,25%
U2A 0,93%
U3A 8,45%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 3,80

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): 0,0%

281205 - paulo_prof  -  29 Out 2014, 22:10
Resultado ruim ... parece que o massacre continuou e o resultado na base anual já começou a cair bem ... se a tendência não for revertida o ativo começa a ficar caro !!!

WHRL4
PREÇO: R$ 3,90
PAYOUT (2013): 66,9%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 8,44
P/VPA 2,58
PSR 0,61
DY 7,92%
EV/EBITDA 4,66
MARGEM BRUTA 21,4%
MARGEM OPERACIONAL 9,4%
MARGEM LÍQUIDA 7,3%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,462
MARGEM EBITDA 11,6%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 7,6%
ROE 30,57%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,33

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 3T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +6,74%
RESULTADO BRUTO -0,44%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -26,72%
RESULTADO OPERACIONAL -7,74%
RESULTADO LÍQUIDO -7,81%
EBITDA -7.97%

b) 3T14 sobre 3T13, nominal (uma paulada!)
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -1,93%
RESULTADO BRUTO -9,08%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +965,42%
RESULTADO OPERACIONAL -28,30%
RESULTADO LÍQUIDO -37,62%
EBITDA -17,54%

c) lucro líquido, nominal
UA -7,81%
U2A -3,40%
U3A 32,55%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA -0,15%
U2A 8,91%
U3A 11,64%


Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 4,62

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): -4,0%

269224  - PANICO2011  -  24 Jul 2014, 02:47
whrl4 = ruiim

Resultado do 2º Trimestre de 2014

A empresa registrou lucro líquido de R$ 118,3M no segundo trimestre de 2014, decréscimo de 37,4% em relação ao 1° trimestre de 2014 e redução de 31,4% em relação ao 2T13. A receita líquida atingiu R$ 1,5B no 2T14, uma variação de -12,9% em relação ao trimestre ligeiramente anterior e redução de 5,3% em relação ao segundo trimestre de 2013.

O resultado corresponde a uma margem bruta de 17,8% contra 20,7% no trimestre anterior e 22,9% no 2° trimestre de 2013. Já a margem líquida ficou em 7,8% no segundo trimestre de 2014 contra 10,8% no 1T14.

Os ativos totais registraram o saldo de R$ 5,5B, redução de 9,6% em relação ao saldo no 2° trimestre de 2013. O patrimônio líquido alcançou a soma de R$ 2,1B no segundo trimestre de 2014, o que representou uma variação de -12,6% em relação ao saldo no 2T13.

Neste período, a ação oscilou 16,1% contra 6,8% do Ibovespa, enquanto que o valor de mercado atingiu R$ 6,3B contra R$ 5,1B no 2° trimestre de 2013.

269215  - paulo_prof  -  23 Jul 2014, 23:40
A empresa sofreu uma enorme "pancada" no trimestre ... as vendas e o lucro em relação aos números postados no 2T13, apesar do programa de compra de votos do PT, despencaram. De qualquer forma, em relação aos 12 meses terminados no 2T13, os 12 meses terminados no 2T14 ainda foram melhores. Se o massacre continuar no 3T14, entretanto, a taxa de crescimento anual do lucro será negativa. Ao preço atual eu não compraria ... se tivesse o ativo em carteira talvez o manteria mais algum tempo, esperando embolsar os dividendos em novembro.

Aos preços atuais, a BMTO4 está mais barata ... (P/L = 7,26; P/VPA = 2,73; DY = 9,5%)

WHRL4
PREÇO: R$ 4,00
PAYOUT (2013): 66,9%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 7,62
P/VPA 2,91
PSR 0,63
DY 8,78%
EV/EBITDA 4,71
MARGEM BRUTA 21,8%
MARGEM OPERACIONAL 10,2%
MARGEM LÍQUIDA 8,2%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,525
MARGEM EBITDA 12,2%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 8,5%
ROE 38,19%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,30

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 2T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +8,81%
RESULTADO BRUTO +5,27%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -67,92%
RESULTADO OPERACIONAL +,23%
RESULTADO LÍQUIDO +16,82%
EBITDA +1,18%

b) 2T14 sobre 2T13, nominal (uma paulada!)
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -5,75%
RESULTADO BRUTO -21,80%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -126,66%
RESULTADO OPERACIONAL -29,65%
RESULTADO LÍQUIDO -31,42%
EBITDA -33,76%

c) lucro líquido, nominal
UA 16,82%
U2A 1,31%
U3A 79,01%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 45,19%
U2A 15,02%
U3A 11,13%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 5,25

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): -6,0%

170245 - paulo_prof -  04 Mar 2013, 23:10
WHRL4
PREÇO: R$ 3,90
PAYOUT 2012: 56,2%

P/L 9,67
P/VPA 2,89
PSR 0,69
DY 5,82%
EV/EBITDA 20,91
MARGEM BRUTA 22,1%
MARGEM OPERACIONAL 9,7%
MARGEM LÍQUIDA 7,2%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,403
MARGEM EBITDA 3,2%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 5,5%
ROE 29,88%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,26

Taxas de Crescimento Nominal

a) exercício de 2012 vs 2011
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +13,30%
RESULTADO BRUTO +3,17%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +31,96%
RESULTADO OPERACIONAL +154,1%
RESULTADO LÍQUIDO +64,44%
EBITDA +99,60%

b) 4T12 vs 4T11
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +12,58%
RESULTADO BRUTO +1,37%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +201,9%
RESULTADO OPERACIONAL -46,86%
RESULTADO LÍQUIDO -44,69%
EBITDA -35,66%

c) lucro (taxa média anual)
UA 64,44%
U2A -1,14%
U3A 18,64%

d) patrimônio líquido médio
UA 20,60%
U2A 3,91%
U3A 4,78%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 5,04

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -5,5%

169689 - israel007 -  28 Fev 2013, 13:03
WHRL4

Empresa: WHIRLPOOL S.A. Ação: WHIRLPOOL PN Setor: Consumo Cíclico Subsetor: Utilidades Domésticas
Resultado do 4º Trimestre de 2012

A empresa registrou lucro líquido de R$ 170,9 M no quarto trimestre de 2012, uma variação de -1,8% em relação ao terceiro trimestre de 2012 e decréscimo de 44,7% em relação ao quarto trimestre de 2011. A receita líquida somou R$ 1,7 B no 4T12, uma variação de 5,0% em relação ao trimestre ligeiramente anterior e acréscimo de 1,7% em relação ao 4° trimestre de 2011.

O resultado corresponde a uma margem bruta de 21,1% contra 22,2% no 3T12 e 26,0% no mesmo período do ano passado. Já a margem líquida ficou em 10,3% no 4° trimestre de 2012 contra 11,0% no terceiro trimestre de 2012.

Os ativos totais registraram o saldo de R$ 5,7 B, crescimento de 20,3% em relação ao saldo no mesmo trimestre do ano anterior. O patrimônio líquido atingiu a soma de R$ 2,0 B no 4T12, valor 18,3% superior ao saldo no mesmo período do ano anterior.

Neste período, a ação oscilou 7,4% contra 3,0% do Ibovespa, enquanto que o valor de mercado atingiu R$ 5,0 B contra R$ 4,7 B no 4T11.

166887 - ubiracyr -  13 Fev 2013, 12:58
boas noticias para quem é sócio da Whirpool,
Brega, presidente para a AL: início da fabricação de refrigeradores na Colômbia.

A Whirlpool, líder mundial em produtos de linha branca, está adotando em outros países da América Latina uma estratégia diferente da aplicada no Brasil, onde fabrica 100% dos produtos vendidos. Nos mercados vizinhos, a produção é toda feita por parceiros locais. "Não temos preconceito com a terceirização. Não precisamos fabricar os produtos, precisamos ter ideias fora da caixa", disse ao Valor o presidente da Whirlpool, João Carlos Brega, que assumiu o comando na América Latina em abril passado. A companhia teve receita líquida de US$ 4,9 bilhões em 2012 na região - 50% disso vem da operação brasileira.

Brega está na companhia há 18 anos. Foi presidente da Embraco, fabricante de um em cada quatro compressores vendidos no mundo, que pertence ao mesmo grupo, e da Whirlpool no México e no Canadá. Também foi diretor de operações para Argentina e Chile. Segundo ele, "ainda há grandes oportunidades nesses países [da América Latina]". No novo cargo, mantém a responsabilidade sobre as operações da Embraco, além da Whirlpool na América Latina.

Na Argentina, as lavadoras e refrigeradores da Whirlpool são fabricados por indústrias locais como Mirgor, Alladio, Macoser, Orbis, Spar e recebem a marca da multinacional quando saem da linha de produção. Na Colômbia, refrigeradores começarão a ser produzidos no fim de 2013 pela Haceb, com quem a Whirlpool firmou parceria, com participação de 50% no negócio.

As vendas na América Latina no quarto trimestre de 2012 aumentaram 14%, para US$ 1,3 bilhão, sem os efeitos cambiais provocados pela valorização do real. A dona da marca Brastemp elevou volumes, preços e melhorou o mix de produtos na região. No Brasil foram lançados 140 produtos. Para este ano, Brega prevê mais 150..

"Nosso trabalho é promover a obsolescência por [avanço de ] tecnologia", diz o presidente, que integra o comitê global da companhia com mais sete executivos.

Brega passa metade do ano em viagens. Em 2012, só na China foram 89 dias. Para suportar o ritmo, o executivo, formado em administração de empresas, é metódico. Nos hotéis nos quais se hospeda, organiza seus pertences sempre no mesmo lugar. Na empresa, é disciplinado com o tempo. Dá valor a conversas pessoais, em pequenos grupos, que servem para incentivar carreiras e estimular talentos.

Alimentar o mercado com novidades que superem as antigas, para "encantar o consumidor", como gosta de repetir o presidente da Whirlpool, é uma obrigação. Um exemplo de novo negócio foi a entrada no segmento de purificadores de água por assinatura, um formato que até então a companhia não adotava. Esse produto atrelado a um serviço aproxima mais a companhia do consumidor - um técnico é enviado à casa o cliente, com regularidade. E abre para a Whirpool novas possibilidades na oferta de serviços para as marcas Brastemp e Consul.

Brega é pragmático ao comentar a política de estímulo ao consumo adotada pelo governo federal no ano passado, com redução e isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para diversos eletrodomésticos. "A redução de IPI traz clientes para a loja, mas se não há produtos não adianta", diz, referindo-se a novidades.

A projeção para este ano é que as operações do Brasil e da América Latina cresçam entre 3% e 5% - mesma taxa esperada para Ásia.

A Eletros, associação que representa o setor no Brasil, fez um estudo por encomenda do governo para suprir com eletroeletrônicos as moradias populares do programa "Minha Casa Minha Vida". Se aprovado, impulsionaria o setor de linha branca como a redução do IPI. Segundo o presidente da Eletros, Lourival Kiçula, o estudo iniciado em maio está parado desde as eleições de outubro. O programa pretende construir 2 milhões de casas e apartamentos até 2014.

165105 - danieljoseaa -  31 Jan 2013, 12:30
Resultado da Whirlpool internacional saiu e a parte da América Latina veio com lucro operacional de 134 MI de dólares....contra 118 no 3° tri e 103 no 2° tri........quanto virá aqui?? sei lá........mas, pelos números acima a TENDÊNCIA é que venha maior do que os 2 últimos trimestres......a ver......ô desgraça barata que não anda :):):)

BMTO4 "the turtle"

154441 - paulo_prof -  31 Out 2012, 12:12
Sim ... eles não escondem que a WHRL empresta grana (muita grana) para a Controladora nos EUA. Não cheguei a fazer as contas para determinar se a receita financeira com juros é compatível com o montante emprestado.

O fato é que estes empréstimos entre partes relacionadas não são de hoje. Quando o dólar valia R$ 1,50, os empréstimos já eram vultuosos. Se a filial brasileira empresta para a matriz nos EUA, estes empréstimos só podem ser em dólar e os juros só podem ser aqueles "de mercado", provavelmente "mar e mar" cobrindo a inflação. Mas com a desvalorização do real, há que se contabilizar a variação cambial.

No quadro abaixo está a informação relativa ao Resultado Financeiro dos 9M2012.

Os ítens Despesas/Receitas de AVP (Ajustes a Valor Presente), Perdas/Ganhos em Operações de Hedge e Outras Despesas/Receitas, sobre os quais não há qualquer informação, são sempre "desfavoráveis".

Se somarmos os resultados destes 3 ítens vamos obter uma despesa financeira líquida, nos 9M2012 do consolidado, de R$ 135 milhões. Se fizermos o mesmo exercíco para os 9M11 obteremos uma despesa líquida de R$ 132 milhões.

Isto é sistemático ... faça sol, chuva ou trovoada, a empresa sempre leva "ferro" no que concerne estes 3 ítens. O que a empresa pode ter em seu ativo que deteriora continuamente do ponto de vista financeiro? Como é que, de outra forma, o resultado sempre negativo de AVP pode ser justificado. No que tange o hedge ... é sempre ferro?

A despesa líquida com estes ítens não soma pouca coisa. Por ano são mais de R$ 150 milhões. Em conseqüência, as Notas Explicativas deveriam no mínimo informar com mais detalhes como estes números foram produzidos.

154345 - Barbado -  30 Out 2012, 17:16
Prof_Paulo = WHRL3/4
Lendo as notas explicativas da empresa deparei com os seguintes números e explicações para a conta "Partes Relacionadas".

Num primeiro momento, salvo engano de minha parte, a empresa brasileira está financiando as demais empresas do grupo, os "ativos" estariam então sendo contabilizados nesta rubrica. não!!!!

Não estaria aí nesta rúbrica a "explicação" para o resultado financeiro ser baixo em relação aos recursos disponíveis, pois a explicação sobre as taxas praticadas são muito vagas:

"O grupo adota, para estas operações, taxas de juros e condições praticadas no mercado de forma a não prejudicar os acionistas não controladores".

Para facilitar a consulta, o link é o abaixo:

http://www.rad.cvm.gov.br/ENETCONSULTA/frmGerenciaPaginaFRE.aspx?NumeroSequencialDocumento=21873&CodigoTipoInstituicao=2


10. Partes relacionadas

A empresa holding Whirlpool do Brasil Ltda., detém o controle da Companhia com 50,25% do capital. Indiretamente, a Whirlpool S.A tem como sua investidora final a Whirlpool Corporation, com sede nos Estados Unidos da América.

A Companhia, com base em sua estratégia, efetua transações tanto operacionais quanto financeiras com suas partes relacionadas.

As transações operacionais possuem uma política global determinada por sua matriz que estabelece prazos e datas específicas para pagamentos e recebimentos.

As transações financeiras são definidas pela tesouraria da Companhia após análise e estudo da melhor opção de financiamento entre as partes relacionadas, e aprovadas pela Diretoria.

Os mútuos entre empresas relacionadas foram firmados com a finalidade de financiar o capital de giro necessário a manutenção das operações das empresas mutuarias. O grupo adota, para estas operações, taxas de juros e condições praticadas no mercado de forma a não prejudicar os acionistas não controladores.

Os saldos finais desta conta em 30/12/2011 e 30/09/2012 estão assim:

906.132 - 1.466.789 ( aumento de 560.657).

153606 - danieljoseaa -  25 Out 2012, 01:27
UAU!!!
Acima das expectativas o resultado.

Tem tudo para fechar o ano com um lucro rondando os 650 milhões, já que o último trimestre costuma ser o melhor.

Os dividendos devem ser anunciados em breve, procurei no ITR, mas, não achei nada sobre.

Não quero ser repetitivo, MAS, P/L de 6, DY histórico excelente, se mantiver a forma de distribuição, deve rondar os 10%, situação financeira confortabilíssima, ROE superior a 30%, marcas que mandam no mercado, crescimento na receita líquida de 1.739 BI nos primeiros 9 meses de 2011 para 2.143 no mesmo período, porém, deste ano, passivo circulante se manteve estável de 2.9 BI para 3.1 BI, já o ativo circulante disparou de 3.4 para 4.2 BI, boas margens, PSR de ridículos 0,6, PSR de turnaround.

Se eu já achava bom, quando tínhamos ELPL4, TRPL4, GETI3, COCE3, em seus áureos tempos, agora então, com a escassez de vacas leiteiras, estou achando a dupla BMTO4/WHRL3, sensacional........une crescimento com alto DY....sem falar que ano que vem, reduz suas despesas com conta de luz, desoneração de folha de pagamento, acabou de lançar dezenas de novos produtos.

Ainda bem que essas comprei bastante, 14% da carteira(11% BMTO4 e 3% WHRL3)......se o mercado titubear, ainda é capaz de comprar mais um trocado, rs, estamos às vésperas da distribuição de proventos, que aliás, não apenas viram "ex" no ano, costumam ser pagos também dentro do ano corrente, não sei se isso se repetirá.

Para não dizer que tudo são flores........mistérios no quesito financeiro no balanço, né, Prof??.....governança inexistente(fazem o básico do básico), mas prefiro bons resultados do que FRs todo dia, melhor a falta de uma maior transparência e excesso de lucros e proventos, do que um show de comunicados e nada de lucro, como as empresas X, HRTP3e várias outras.......tem também a falta de uma boa liquidez, mas, não sou gestor de fundos de investimento.

Claro, o melhor dos mundos une as 2 coisas, governança e lucros, temos vários exemplos, EZTC, HBOR, PINE, ETER e mais algumas outras.

Resumindo, me surpreendeu positivamente o resultado e acredito que ela é uma baita pechincha, aliás, já achávamos isso há alguns meses, agora estamos só confirmando.

Outra que estou bastante curioso para ver o resultado, é EEEL3.

153593 - small caps -  25 Out 2012, 01:07
Excelente!

Conseguiram contornar bem o efeito do aumento do dólar nos custos.
153570 - paulo_prof -  24 Out 2012, 23:14
PREÇO: R$ 3,20
PAYOUT (2011): 70,9% (possivelmente, em 2012 será maior)

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 6,46
P/VPA 2,20
PSR 0,59
DY 10,97%
EV/EBITDA 3,70
MARGEM BRUTA 22,8%
MARGEM OPERACIONAL 12,2%
MARGEM LÍQUIDA 9,1%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,495
MARGEM EBITDA 14,4%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 3,3%
ROE 34,04%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,36

Taxas anuais média nominais de crescimento:
a) do lucro líquido
UA 149,57%
U2A 15,91%
U3A 24,31%

b) do patrimônio líquido médio
UA 11,36%
U2A 2,73%
U3A 2,18%

Sob todos os aspectos ... o ativo está super barato !!!

153569 - paulo_prof -  24 Out 2012, 23:08
Juro que algum dia vou entender como a WHRL, apesar de uma dívida líquida super negativa, consegue sistematicamente apresentar um resultado financeiro negativo.

Somando as disponibilidades e subtraindo os empréstimos, obtém-se R$ 448 milhões. Esta é, de fato, o saldo líquido que a empresa tem em caixa. Mas nem de longe é só isto.

No ativo circulante, a empresa tem R$ 1,467 bilhões em créditos com partes relacionadas. No ativo não circulante, mais R$ 174 milhões. Já no passivo, somando o circulante e o não circulante, os débitos com partes relacionadas soma R$ 111 milhões. Ou seja, o saldo é um crédito líquido de R$ 1,53 bilhões.

Moral da história: somando a grana líquida em caixa, com os créditos líquidos com partes relacionadas, a WHRL tem quase R$ 2 bilhões.

O Resultado financeiro, entretanto, é sistematicamente negativo. Os maiores vilões deste fenômeno são:
a) Ajustes a Valor Presente; e
b) Operações de Hedge

Enquanto alguém não consiguir me explicar direitinho esta mágica ... vou achar que a empresa está passando a perna no minoritário ...

153553 - uqaz - 24 Out 2012, 22:15
A empresa anunciou lucro líquido de R$ 174,0 M neste trimestre, aumento de 33,9% em relação ao 2T12 e redução de 12,4% em relação ao 3T11. A receita líquida totalizou R$ 1,6 B no 3T12, aumento de 5,0% em relação ao 2T12 e crescimento de 18,6% em relação ao 3T11.

A margem bruta atingiu 22,2% neste trimestre contra 21,9% no trimestre anterior e 25,5% no terceiro trimestre de 2011. Já a margem líquida ficou em 11,0% no terceiro trimestre de 2012 contra 8,6% no 2° trimestre de 2012.

Os ativos totais registraram o saldo de R$ 5,6 B, crescimento de 13,8% em relação ao saldo no mesmo trimestre do ano anterior. O patrimônio líquido atingiu a soma de R$ 2,2 B neste trimestre, o que representou uma variação de 31,9% em relação ao saldo no 3T11.

Nestes três meses, a ação oscilou 8,4% contra 8,9% do Ibovespa, enquanto que o valor de mercado alcançou R$ 4,6 B contra R$ 4,2 B no 3° trimestre de 2011.

153550 - ZOTTI - 24 Out 2012, 22:04
WHRL4 muito bom.

LL de 174 milhões

153220 - danieljoseaa -  23 Out 2012, 15:34
Essa notícia é da Whirlpool mundial, o lucro OPERACIONAL de lá que bombou quase 3x de da casa dos 60 MI para 220.......mas, mesmo assim o LL foi menor porque ano passado os benefícios fiscais(ou algo parecido) da WHRL daqui inflaram não só o lucro daqui como obviamente o de lá também, da matriz.

Este ano com a redução do IPI esses benefícios fiscais estão sendo menores, acredito que seja por isso, que mesmo com o aumento nas vendas e aumento no lucro operacional, a última linha(LL) esteja sendo inferior ao ano passado.

Enfim Uqaz, o resultado daqui ainda não saiu, essa notícia é sobre o resultado da matriz.

Sobre a nossa, no release da matriz diz que o lucro operacional da América latina foi de 118 MI de dólares, portanto devemos ter um resultado parecido com os dos 2 primeiros trimestres deste ano, mas é melhor aguardar, pois deve sair hoje mesmo aqui.....talvez beirando os mesmos 130 MI do 2° tri.

No fim das contas, a redução do IPI não é tão boa para o LL da empresa, pois parece diminuir os benefícios fiscais(que não faço idéia ao que se referem, Small deve saber).

153207 - pppadv -  23 Out 2012, 15:06
Citação: danieljoseaa
Citação: danieljoseaa
O resultado da Whirlpool mundial foi monstruoso.......227 milhões de dólares contra 62 no período anterior.....o grande aumento nos lucros foi da Whirlpool da América do Norte.
Já a nossa Whirlpool contribuiu com 118 milhões de dólares, menos do que o mesmo período do ano anterior, porém, mais do que o último trimestre, BUT, parece que o lucro operacional foi até maior que o do "inflado" 3° tri de 2011.
Vamos ver, hoje ou amanhã deve sair o resultado daqui........hoje o book de compras de BMTO deu uma "inchada" e ontem alguém que opera pela Mirae comprou uns 400 mil reais.
Abraços e pra seguir a turma, oremos, rs !

Tá aqui o link do resultado da Whirlpool mundial, quem quiser se distrair......
http://files.shareholder.com/downloads/ABEA-5DXEK8/2132204113x0x607342/47fccc3d-6c88-43bb-babb-923235da8984/3Q2012_Earnings_Presentation.pdf
NO valor também saiu algo a respeito:
www.valoronline.com.br/empresas/2876150/lucro-da-whirlpool-cai-58-no-trimestre

Há 3 horas e 54 minutos
Lucro da Whirlpool cai 58% no trimestre

Por Daniela Meibak | Valor

SÃO PAULO - A Whirlpool, dona das marcas Brastemp e Consul, registrou lucro líquido de US$ 74 milhões no terceiro trimestre de 2012, queda de 58,2% na comparação com o obtido em igual período de 2011.

As vendas do período totalizaram US$ 4,495 bilhões, recuo de 2,8% na comparação com o volume registrado no terceiro trimestre do ano passado. Excluindo o impacto do câmbio e a influência da queda da oferta de crédito, as vendas subiriam aproximadamente 5%, de acordo a Whirpool.

“Tivemos três trimestres consecutivos com aumento na margem operacional neste ano, impulsionado pelas medidas que tomamos desde outubro do ano passado”, afirmou Jeff M. Fettig, presidente da companhia. “Nosso desempenho deve continuar a aumentar, devido à forte tendência de inovação dos produtos, o benefício do nosso programa de redução de custos e tendências positivas do mercado imobiliário americano”, acrescentou.

A Whirpool aumentou a projeção de lucro por ação ajustado para a faixa de US$ 6,90 a US$ 7,10 em 2012. Antes, estimava, US$ 6,50 a US$ 7. Mas manteve a expectativa de lucro líquido por ação entre US$ 5 a US$ 5,50 no ano. Agora, a companhia espera gerar um fluxo de caixa livre entre US$ 125 milhões e US$ 175 milhões, ante a previsão de US$ 100 milhões e US$ 150 milhões.

“Estamos aumentando a expectativa do ano com base na performance e no forte momento que vemos hoje nos nossos negócios”, disse Fettig, apesar da redução do lucro líquido do terceiro trimestre.

141314 - small caps - 25/Jul/2012 23:38
citação: ispholambra

Na esteira da WHRL4 a BMTO4 também apresentou um bom resultado....

BMTO4 (BRASMOTOR PN)Resultados

R$ 0,66
0,00%
25/07/12

Resultado do 2º Trimestre de 2012

A empresa divulgou lucro líquido de R$ 57,8 M no 2° trimestre de 2012, acréscimo de 0,1% em relação ao 1T12. No mesmo período do ano passado, o resultado havia sido negativo em R$ 156,2 M.

Os ativos totais registraram o saldo de R$ 912,6 M, acréscimo de 33,0% em relação ao saldo no mesmo trimestre do ano anterior. O patrimônio líquido alcançou a soma de R$ 905,3 M neste trimestre, o que representou uma variação de 33,4% em relação ao saldo no 2T11.

Belíssimo balanço... especialmente se considerado o forte aumento do dólar.

A empresa tem importado insumos e isto afeta as margens... e tem ainda os efeitos fiscais de IPI...

O segundo semestre, em regra, é mais forte que o primeiro....

130060 - small caps - 08/Mai/2012 11:20
Sobre WHRL e BMTO:


Bem, como houve um aumento considerável dos tributos a pagar, liguei para o RI da WHRL...

E, para minha surpresa, o serviço é da pior categoria. Foram 3 ou 4 ligações, sem retaguarda para atender o telefone. Se a pessoa que atende não está la, cai na caixa postal... Achou pouco?

Pois então eu questionei sobre a tributação, as causas. A resposta? Está nas notas explicativas, bem seco... Aí lhe disse: Bem, eu li integralmente as notas explicativas e não encontrei esta resposta satisfatoriamente... Ela chegou a insinuar que isto seria "informação privilegiada"...

(Aliás, que relatório mixuruco da administração, hein?)...

De todas as empresas que ja falei por telefone esta tem até então O PIOR ATENDIMENTO DE RI.

Mas depois da "disputa", chequei a conclusão (não tenho certeza, pois o RI deles é mesmo ruim, e esclarecer balanço não se trata de qualquer informação privilegiada e sim uma afronta ao direito do acionista de questionar o que se passa...

Conclusão: ela teve bem menos crédito prêmio de IPI para abater os impostos devidos a título de IR e CSLL e isto me parece ser causado pelo menor IPI da linha branca... Mas repito, é o que suponho...

Logo, o IPI auxilio nas vendas, mas pode ter diminuido créditos fiscais e diminuído o lucro, portanto...

Outro fator foi o custo que subiu.. mas o setor de RI disse que estão sempre trabalhando para reduzir custo....

Continuo no ativo, mas acredito que a muitos interessaria estas informações.



117727 - paulo_prof - 29/Fev/2012 00:07
Múltiplos da WHRL4 baseados nos últimos 12 meses


PAYOUT (2010) 104,9%

P/L 13,78
P/VPA 2,96
PSR 0,68
DY 7,62%
EV/EBITDA 9,22
MARGEM BRUTA 24,3%
MARGEM OPERACIONAL 4,3%
MARGEM LÍQUIDA 4,9%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,245
MARGEM EBITDA 6,5%
ROE 21,49%

117725 - paulo_prof - 29/Fev/2012 00:05
A WHRL4 mostrou que poderá ser capaz de produzir um lucro de R$ 1 bilhão em 2012 ... neste caso, para um payout de 75%


P/L 5,08
P/VPA 2,96
PSR 0,68
DY 14,77%
EV/EBITDA 9,22
MARGEM BRUTA 24,3%
MARGEM OPERACIONAL 4,3%
MARGEM LÍQUIDA 13,4%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,665
MARGEM EBITDA 6,5%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 4,9%
ROE 58,28%


LIQUIDEZ CORRENTE 1,18

117515 - small caps - 28/Fev/2012 11:49
WHRL3/4 com P/L recorrente por volta de 5 ou 6:


Resultado das Operações
No ano de 2011, a receita líquida de vendas da Whirlpool S.A. em suas operações no Brasil totalizou R$5.818 milhões (R$5.666 milhões em 2010), representando crescimento de 2,68% em relação ao ano anterior. O resultado do exercício após participação em sociedades controladas e coligadas e antes dos impostos e participações estatutárias foi de R$305 milhões (R$735 milhões em 2010), equivalente a 5,24% da receita líquida de vendas (12,97% em 2010).


É importante ressaltar, que o resultado do período foi impactado pelo acordo judicial firmado com o Banco Safra S.A., fato que reduziu o resultado, considerando impacto líquido de imposto de renda e contribuição social, em R$456 milhões. Desconsiderando essa despesa não recorrente, a Companhia obteria um lucro de R$825 milhões, o que representaria um crescimento de 32,93% em relação ao ano anterior.

117515 - small caps - 28/Fev/2012 11:49
WHRL3/4 com P/L recorrente por volta de 5 ou 6:


Resultado das Operações
No ano de 2011, a receita líquida de vendas da Whirlpool S.A. em suas operações no Brasil totalizou R$5.818 milhões (R$5.666 milhões em 2010), representando crescimento de 2,68% em relação ao ano anterior. O resultado do exercício após participação em sociedades controladas e coligadas e antes dos impostos e participações estatutárias foi de R$305 milhões (R$735 milhões em 2010), equivalente a 5,24% da receita líquida de vendas (12,97% em 2010).
É importante ressaltar, que o resultado do período foi impactado pelo acordo judicial firmado com o Banco Safra S.A., fato que reduziu o resultado, considerando impacto líquido de imposto de renda e contribuição social, em R$456 milhões. Desconsiderando essa despesa não recorrente, a Companhia obteria um lucro de R$825 milhões, o que representaria um crescimento de 32,93% em relação ao ano anterior.

Por Tetzner
·  PERFIL DA EMPRESA:

- Admirada por suas marcas, diferenciada por talentos de alto desempenho, inovadora e com foco no consumidor e comprometida com a sustentabilidade. Essa é a Whirlpool Latin America. Líder do mercado latino-americano de eletrodomésticos, a Whirlpool Latin America atua no Brasil com as marcas Brastemp, Consul e KitchenAid, com fábricas em Rio Claro (SP), Joinville (SC) e Manaus (AM). Na América Latina, possui escritórios na Argentina, Chile, Peru, Guatemala, Equador, Colômbia, Miami e Porto Rico e atua principalmente com as marcas Jenn-Air, KitchenAid, Eslabon de Lujo, Whirlpool, Acros e Maytag.

No Brasil, possui 20 laboratórios de Pesquisa e Desenvolvimento e quatro Centros de Tecnologia: Cocção, Ar-Condicionado, Lavanderia e Refrigeração - este considerado um dos maiores do mundo. Nesses locais, são desenvolvidos produtos e projetos inovadores que são exportados para mais de 70 países.       

Período Analisado: 3T11 -  3o Trimestre de 2.011  ( Julho/Agosto/Setembro )


PAINEL DE INDICADORES
20/11/11





SELIC
11,50%
Ativo
R$
PL
VP
GR
DY
LA
Dv
Ml
EB
MS
WHRL4
    3,37
17,3
3,06
52,8
0,0%
5,8%
0,1
4%
5,8%
-40,8%

·  PONTOS POSITIVOS:

- A companhia anunciou lucro líquido de R$ 198,6 M no terceiro trimestre de 2011, uma variação de 423,5% em relação ao 3T10, revertendo o prejuízo de R$ 354,0 M anunciados no segundo trimestre de 2011.

- Já a margem líquida ficou em 14,92% no 3° trimestre de 2011 ( -24% no 2T11 )

- Os ativos totais atingiram o saldo de R$ 4,9 B, aumento de 7,6% em relação ao saldo no mesmo trimestre do ano anterior.

- O patrimônio líquido atingiu a soma de R$ 1,7 B neste trimestre e +12,65% x2T11, o que representou uma variação de -17,4% em relação ao saldo no 3° trimestre de 2010

- Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos   -1.310.256  -4,6%  x 3Tx2T11

- Resultado Bruto                           429.171   6,3%  x 3Tx2T11

- Despesas Com Vendas                       -88.584  -7,1%  x 3Tx2T11

- Despesas Gerais e Administrativas         -55.754 -24,2%   x 3Tx2T11

   
·  PONTOS NEGATIVOS

- A receita líquida atingiu R$ 1,3 B no 3T11, 9,2% menor que o segundo trimestre de 2011, que foi de R$ 1,5 B. No mesmo período do ano anterior, a receita líquida havia atingido o valor de R$ 1,4 B

- A margem bruta atingiu 25,53% neste trimestre contra 25,91% no trimestre anterior e 31,03% no terceiro trimestre de 2010

- Lucro Operacional EBIT  222,8 M   -8,9%  na comparação 3Tx2T11

- Caixa e Equivalentes de Caixa             399.084 -27,4%  na comparação 3Tx2T11

- Contas a Receber                      828.012  -5,6%    na comparação 3Tx2T11

- Estoques                            1.008.710  10,3%  ( aumento significa que não está vendendo )

- Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços    1.739.427  -2,1%



·  VISÃO ESTRATÉGICA

·  CURIOSIDADES-              

·  OPINIÃO DO ANALISTA
- Boa empresa com ótimos dividendos e num setor que vai bem quando a economia interna vai bem. Os dados do fundamentus estão errados, no item dividendos ela está hoje pagando uma média de 12% a.a. e distribuiu ano passado 55% do lucro liquido  como JCP e Dividendos. Como acionista, agradeço o resultado e vamos agora para o 4T onde as vendas natalinas devem baixar os estoques e trazer um resultado melhor ainda que este do 3oT.  

77759 - paulo_prof - 23/Jun/2011 13:57
small, aulia e demais que estão em WHRL ...

Eu acho que há algo super esquisito na empresa. Se eu fosse acionista, certamente questionaria o RI a respeito.

É o seguinte ...

Pelo lado do ativo, a empresa consolidada tem disponibilidades de aprox. R$ 390 milhões. Pelo lado do passivo, tem empréstimos e financiamentos bancários que somam R$ 99 milhões. Em conseqüência a empresa tem, com o sistema bancário, uma dívida líquida negativa em R$ 291 milhões .

Com as partes relacionadas a situação é a seguinte:
ativos: R$ 1,155 bilhões
passivos: R$ 55 milhões
resultado: com as partes relacionadas, a empresa tem uma dívida líquida negativa em R$ 1,1 bilhões

Como é possível, nesta situação, a empresa postar um resultado financeiro negativo?

Mesmo se for considerado que todas as provisões, num total de 677 milhões, gerem despesas financeiras e for admitido que uma variação cambial tenha gerado um resultado altamente negativo, ainda assim não vejo como a soma possa fechar negativa.

As Notas Explicativas do 1T11 fornecem a seguinte informação

22. Resultado Financeiro Consolidado - IFRS

Despesas de juros ...................................... (53.653)
Variações monetárias e cambiais passivas ... (30.995)
Perdas em operações de Hedge ...................... (570)
Outras despesas financeiras ....................... (17.636)
Total de despesas financeiras ................ (102.854)

Receita de juros ........................................... 46.179
Variações monetárias e cambiais ativas ......... 15.286
Ganhos em operações de Hedge ................... 27.310
Outras receitas financeiras ............................ 10.482
Total de receitas financeiras ...................... 99.257

Total ........................................................... (3.597)



Aí tem!!!

73441 - paulo_prof - 13/Mai/2011 14:39
Achei o resultado da Whirlpool bom. É das poucas empresas do setor industrial que está conseguindo manter o lucro, embora com margens um pouco menores. O lucro do 1T11 foi apenas 3,4% menor do que aquele do 1T10 (para uma Receita Liquida 2,7% menor). Mas foi 38,8% maior do que o lucro trimestral médio do exercício de 2010.

PREÇO: R$ 3,82
PAYOUT: 104,9%
P/L 9,37
P/VPA 3,12
PSR 0,78
DY 11,20%
EV/EBITDA 6,23
MARGEM BRUTA 24,5%
MARGEM OPERACIONAL 10,0%
MARGEM LÍQUIDA 8,4%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,408
MARGEM EBITDA 11,9%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 5,4%
ROE 33,26%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,41

TAXA MÉDIA DE CRESCIMENTO ANUAL DO LUCRO LÍQUIDO: U1A = 17%; U2A = 2%; U3A = 3%

50233 - paulo_prof - 14/Out/2010 20:13
citação: jpma1977
Boa tarde professor...
poderias fazer mais algumas colocações a respeito de WHRL4?
na minha ignorancia, nao achei o ativo caro (ao contrario do Ewald), não esta alvancado, tem ROE satisfatorio, paga bons dividendos...
tem alguma pegadinha que eu nao percebi? nao seria interessante também no longo prazo (sobretudo a ON)??

Grato
JP


Apesar do número de ONs no free float ser mais do que o dobro das PNs, a liquidez das PNs (que é relativamente sofrível) é muito maior.

Considerando que

a) a maior atratividade dos ativos é o DY e que as PN recebem proventos 10% maiores do que as ON, e

b) a probabilidade de venda a empresa por parte do controlador é praticamente nula,

só faria sentido comprar a WHRL3 em vez da WHRL4 se, aquela estiver no mínimo uns 16-18% mais barata do que esta. Ou seja, ao preço de R$ 3,75 a WHRL4, eu só compraria WHRL3 a uns R$ 3,20.

Por outro lado, considerando que o free float é baixo, que os interesses do controlador imperam sobre tudo e que o acionista minoritário é completamente ignorado, não é lá a empresa dos sonhos para se associar. Não há uma política definida de distribuição de proventos. Se o controlador não necessita remeter lucros, a distribuição poderá ser efetuada no mínimo legal. Por outro lado, quando necessita tapar buracos alhures, pode distribuir até 150% do lucro.

Finalmente, há a questão dos resultados financeiros. A dívida líquida da empresa é negativa. A média, no ano, é de mais de R$ 300 milhões. Via de regra, entretanto, o resultado financeiro trimestral é negativo. Sinceramente ... isto cheira mal !!!!



No mais, os múltiplos são relativamente interessantes. Para o exercício de 2010 projeto um lucro líquido de R$ 700 milhões, o que corresponde a P/L = 8. O P/VPA = 2,9 pode parecer meio salgado, mas é compatível com o ROE = 35,6%. Para o lucro projetado, se a empresa se dignar a praticar um payout de 100% (em 2009 o payout foi de 122,5%), os proventos somarão R$ 0,47/WHRL4, o que corresponde (ao preço de hoje, R$ 3,75) a DY = 12,4%.

27305 - paulo_prof - 02/Fev/2010 23:28
citação: FOCKINKpelo visto só eu me aventurei na WHRL4 hoje....vi os resultados nos States e achei muito bom...Infelizmente aqui ele divulgam muito pouco no R.I da empresa...mas lá: os gringos gostaram do resultado...subiu 8,11%...
Prof. Paulo, small (kkk) poderiam dar vossos pontos de vista?? espero que não me esculhambem...
Fock, não dá para saber ...
De acordo com os resultados da Whirpool americana, o Resultado Operacional da América Latina no 4T09 foi 26% superior ao do 3T09. Só que a América Latina tem México, Argentina, Chile e Caribe, e os resultados foram medidos em dólares.
Supondo que o Resultado Operacional do 4T09 no Brasil tenha sido 50% superior ao do 3T09 (economia brasileira bombando mais que na Argentina, Chile e México e levando em consideração que a valorização do real foi muito pequena), e supondo que o Resultado Líquido é 91,5% do Resultado Operacional (percentual médio ocorrido em 2007 e 2008), o Resultado Operacional do 4T09 daria aprox. R$ 120 milhões e o Resultado Líquido daria aprox. R$ 110 milhões.
Ao preço de fechamento de hoje, este lucro forneceria um (P/L)U3M anualizado de 12,26. O (P/L)U12M seria de aprox. 17,9, para um ROE de 16% e um P/VPA de 2,72. Os proventos que já foram pagos (R$ 0,2967/WHRL4) totalizam R$ 418 milhões, valor acima do lucro líquido anual projetado de R$ 300 milhões.
Não acredito que haja uma distribuição de proventos adicional.


Não quero ser uma ave de mau agouro, mas ... as perspectivas não parecem nada brilhantes!

26929 - dnainvest - 29/Jan/2010 11:27
Esta notícia envolve a WHRL4 e BMTO4 .....
Sexta-feira, 29 de janeiro de 2010
Whirlpool abre vagas para 130 trabalhadores
A recuperação dos negócios mostra mais um sinal positivo. A Whirlpool Latin America, fabricante de geladeiras, freezers, condicionadores de ar, entre outros produtos, amplia, em sua unidade de Joinville, o número de trabalhadores no sistema de revezamento para duas de suas linhas de montagem, a partir de 1º de fevereiro. A empresa cria 130 empregos efetivos para atender ao aumento da demanda provocado pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos eletrodomésticos. Segundo a direção da Whirlpool, "a empresa fechou 2009 com um volume de vendas 24% maior do que o registrado em 2008. E inicia 2010 muito otimista, apostando num crescimento de 8% a 10%, o que exige um maior volume de produção". A opção pelo revezamento (em que o funcionário trabalha seis dias e folga dois seguidos) foi considerada a mais viável para o momento. Hoje, 600 funcionários da unidade já trabalham neste sistema. A unidade tem 7 mil funcionários. 



20261 - paulo_prof - 10/Nov/2009 16:35
A diferença entre a Receita Líquida e o Resultado Bruto é o custo dos produtos e serviços vendidos. A razão entre o Resultado Bruto e a Receita Líquida é a Margem Bruta. Em 2008, esta margem foi de 30,1%. Nos 9 meses de 2009, esta margem foi de 25,4%. As margens operacional, Ebitda e Líquida são, respectivamente, o Resultado Operacional, Ebitda e o Resultado Líquido dividido pela Receita Líquida. Em 2008, estas margens foram, respectivamente, 15,4%; 20,7% e 14,1%. Nos 9 meses de 2009, estas margens cairam para 5,4%; 12,8% e 5,3%. 

20132 - paulo_prof - 09/Nov/2009 16:05
A WHRL está com problemas visíveis nas margens. Enquanto as receitas bruta e líquida dos 9M09 foram menos de 1% menores do que aquelas dos 9M08, o resultado operacional foi 64% menor, o Ebitda foi 33% menor e o lucro líquido 59% menor. Em parte, isto é explicado por um resultado financeiro negativo 204% maior, mas não é só isto. A deterioração parece geral.
Na minha estimativa, na melhor das hipóteses, o lucro líquido do 4T09 chegará aos R$ 130 milhões. Traduzindo em proventos (supondo o mesmo payout de 2008), isto equivaleria a R$ 0,16 por ação.
Tudo isto, entretanto, é acadêmico. Como a empresa dispõe de R$ 782 milhões em reservas de lucros, não teria problemas em pagar proventos de até R$ 0,50/ação.
Não tenho a mínima idéia do que os gringos pretendem fazer!

20124 - NotwenCardozo - 09/Nov/2009 15:10
WHRL3/4 veio muito ruim e acho que decepcionou bastante com a expectativa do desconto do IPI da linha branca. Paulo/Small, será que eles vão continuar remetendo $ para fora através dos dividendos pagos à controladora americana? Caso sim, posso ficar com o papel como "vaca leiteira" e dar uma outra chance à empresa no 4T09.


Estou também apreensivo em relação à BEES3/4. Baseado nos indicadores e no desempenho do segmento de banco público o resultado deve ser bom, mas nunca se sabe.


20099 - paulo_prof - 09/Nov/2009 11:56
PINE4: Achei o resultado bom. Como diz o Fock, arroz c/feijão, bife, fritas e um ovo. A PDD total diminuiu levemente. Como o volume das opreações de crédito aumentou, o percentual do PDD em relação às Operações de Crédito diminuiu mais ainda. Como as despesas de PDD somaram R$ 20 milhões e o PDD total diminuiu em R$ 2 milhões, o "write off" de créditos não performantes foi de aprox. R$ 22 milhões. Vamos ver qual percentual deste "write off" o banco vai conseguir tranformar em lucro, nos próximos trimestres. Ativo precificado. Meio que deve andar de lado.
DTEX3: horrível ... para esquecer! Não vejo nada que se salve. Vai entender a valorização de 2% neste momento! Deve estar em curso algum esquema pega trouxa!
WHRL4/BMTO4: fraquinho, fraquinho ... só há uma direção para o ativo: para baixo!
LIGT3: fraquinho, fraquinho (ainda não li o relatório; deixo pro Tota); não fosse hoje o dia "com" de suculentos proventos, a direção também seria uma só: para baixo.


TLNP4: a empresa continua a pagar caro pela jogada de colocar grana na mão da telegangue controladora, via dividendos absurdos em 2008; apresentou pequeno lucro apesar do resultado financeiro negativo castrante, superior a 1/2 bilhão. Não há muito o que fazer. No longo prazo o ativo deverá valorizar.

8684 - paulo_prof - 10/Jul/2009 22:12 
citação: dnainvest
citação: tota57WK2007,
Não tenho procuração para defender a Aneel, na minha visão é a única agencia reguladora eficiente que temos. Não dá nem para comparar com as demais, veja o que pena o cliente de telefonia. A Aneel dá a maior mão de obra para as empresas, fiscalizam frequentemente e estabelecem metas de melhoria cotinua.
Tota57,
acompanho há bastante tempo suas estratégias de investimento de LP com foco em Dividendos recebidos e posso afirmar que comprei BMTO4(Brasmotor) e WHRL4(Consul,Brastemp) em 2007 e até o momento elas não ficaram abaixo dos dividendos das elétricas, importante salientar, que têm como único inconveniente o Baixo Volume de Negociação Diário, porém, como Investmento de LP acredito que é Bem Melhor que TGMA3.
Sugiro que faças uma análise do Potencial das mesmas em função do Mercado que atuam(Varejo Linha Branca), Bolsa Geladeira como fator de redução de Energia etc.
caro dnainvest
A Brasmotor é uma empresa de participação 100% numa única empresa, a Whirlpool S/A. A Brasmotor é controlada pela Whirlpool do Brasil, Whirlpool Canadá e Whirlpool Comercial, com 93,73%. O free float é de apenas 6,27%.
A Whirlpool S.A. é a efetiva produtora e comercializadora de linha branca. É controlada pela Whirlpool do Brasil, com 50,25% e a Brasmotor, com 44,39%. O free float é de apenas 5,36%. Fazendo-se as contas, verifica-se que os controladores (da Whirlpool Brasil, Canada e Comercial) controlam 50,25% + 44,39% * 0,9373 = 91,86% da suposta "vaca leiteira".
O controle da Whirlpool Brasil, Whirlpool Canada e Whirlpool Comercial é estrangeiro. Em conseqüência, não há uma política fixa de distribuição de proventos. Se os estrangeiros não estão necessitando de grana, distribuem o mínimo e "represam" o resto (na forma de reservas de lucros). Quando estão precisando de grana para tirar do país, pagam gordos dividendos inclusive, se for o caso, queimando reservas (neste caso, o payout pode vir a ser maior do que 100% do lucro líquido).
São empresas que não dão a mínima aos minoritários. Por exemplo, no que tange informações, as empresas fornecem aquelas mínimas exigidas pela legislação.
Como já foi observado, quem tinha ações de ambas as empresas durante todo o ano de 2008, de fato "encheu a lata" (WHRL4 pagou, em 3 datas durante 2008, um bruto de R$ 0,535/ação; BMTO4 pagou um bruto de R$ 0,120/ação). Nestas distribuições em 2008 porque foram pagos todos os proventos do ano base 2008 e a parte do leão dos proventos que restaram do ano base 2007.
Este ano, e já estamos no 2o. semestre, ainda não foi pago um tostão. Tudo bem. No ano passado, os dias "com" relativos ao exercício de 2008 foram em 23OUT e 08DEZ. Talvez estas datas aproximadas sejam mantidas. Os payouts no ano passado foram de 63,6% para BMTO e 74,7% para WHRL.
Quais serão os payouts este ano? Ninguém tem a mínima idéia. Se os payouts forem mantidos, nas cotações de hoje, o DY da BMTO4 seria de 8,51% e o DY da WHRL4 seria de 8,96%.
Como pode ser observado, não dá para confundir BMTO4 e WHRL4 com uma Brastemp!
Há no mínimo meia dúzia de elétricas, algumas telefônicas, ETER3 e talvez até TGMA3 que pagarão mais! Sem falar da governança corporativa e o respeito ao investidor.
Para quem possa interessar, nas cotações de hoje, mantidos os payouts do ano passado, é mais vantajoso comprar WHRL4! BMTO4 está 5% mais cara. Além do mais, WHRL4 valorizou 23,6% em 2009. BMTO4 já valorizou 59,6%.

3752 - paulorizzi - 07/Abr/2009 12:35
"Acho que o Small tem melhores condições de lhe responder, inclusive porque parece que carrega BMTO4 (um parente próximo de WHRL4).em sua carteira pessoal."
"A grande maioria das empresas acaba mostrando o que vai ser proposto à AGO em termos de proventos porque, em seus passivos, informam o ""Dividendos a Pagar"". Se não há distribuições de JCP ou dividendos que foram distribuídos mas não pagos no ano base, estes dividendos a pagar se referem todos ao que será proposta à AGO."
"No caso de WHRL e BMTO, não costuma ser assim. No ""Dividendos a Pagar"" só é informado aquilo que foi distribuído porém não pago no ano base. Os dividendos complementares são decididos pela AGO, por proposta que só é informada ""em cima do laço""."
"Em última análise, quanto WHRL e BMTO vão pagar em dividendos complementares relativos à 2008 é uma loteria. Historicamente os dividendos têm sido generosos. Não há, entretanto, nenhuma garantia que serão mantidos nos níveis dos anos anteriores. Na minha opinião pessoal, vai depender de como a crise atingiu a linha branca neste 1T09."


No médio/longo prazo tem chão para valorização até atingir as suas médias históricas de P/L e P/VPA.

3749 - dinamica2000 - 07/Abr/2009 12:06
"Aos feras desse forum: Capa, Paulo e claro Small gostaria da opinião de voces a respeito de WHRL4, andei dando umas olhadas e parece que vale a pena encarteirar um pouco (no proximo mes claro) nesse, to com COCE5, CNFB4 e final do mes LLIS3."


"Andei vendo que o YIELD de WHRL4 está em 20%, apesar da liquidez não ser tão boa, mas, o que vcs pensam desse ativo pro médio prazo...."

2686 - paulorizzi - 20/Mar/2009 14:52
"citação: mbfsSmall,"
o que vc acha da whrl4?
"PL 5.62 , P/VP 1.54, DY 22.9% ,PSR 0,58, ROE 27.4% e com bom caixa."
Grato.
"Os multiplos do Fundamentus estão meio ""furados"". Se forem considerados o 4T07 + 9M08, os múltiplos são:"
"P/L = 5,69; P/VPA = 1,54; PSR = 0,76; DY = 15,2%; ROE = 27%; Liq. Corr = 1,54"
"O 4T08 certamente foi melhor do que o 4T07, de modo que vão melhorar (um pouco) P/L, PSR, ROE e DY. Na melhor das hipóteses, a repetição do 3T08 (que não vai acontecer) levaria aos seguintes multiplos:"
"P/L = 5,25; P/VPA = 1,48; PSR = 0,71; DY = 16,5%; ROE = 28,2%"
"Realmente interessante, na lista de múltiplos acima, é o DY, que não vai chegar nem perto dos 22,9%. No ano passado, o payout foi de 86,3%. Eu supus o mesmo payout para calcular DY = 16,5% na melhor das hipóteses. No total, os proventos chegariam a R$ 0,396/ação, dos quais R$ 0,372 já foram pagos. É possível, entretanto, que não sejam distribuídos mais quaisquer proventos adicionais relativos a 2008."


"2009, no que se refere ao setor de eletrodomésticos, para mim é uma incógnita. O balanço do 4T08 será inconclusivo. Ouve-se que as exportações para a Argentina tiveram uma queda monstro. Ouve-se que houve retração importante no mercado interno, etc. Eu esperaria a situação se esclarecer."

2007 - paulorizzi - 01/Mar/2009 23:09
"No que tange BMTO4, confesso que tenho uma certa antipatia pelo papel. Os controladores da Whirlpool/Brasmotor não estão nem aí para os minoritários. Não há uma política fixa de distribuição de proventos. Se for de interesse, em determinado ano, distribuir o mínimo de dividendos eles o fazem. Se for de interesse maximizar a distribuição, ídem. Entre BMTO4 e WHRL4, aos preços de 6a. feira, eu compraria WHRL4. O P/L é menor e o DY esperado é um pouco maior."


"Há dois senões a serem considerados: a) não há informações consistentes sobre o comportamento do mercado desde setembro (o relatório anula vai dizer); b) a controlada Embraco (fabricante das unidades de refrigeração - compressores, radiadores, etc) está sendo investigada por possível prática de cartel."



535 - small caps - 08/Dez/2008 17:52
"(532 e 533) webloo e pasilveira, realmente a WRHL4 apresenta múltiplos interessantes. Até acredito que foi comentada neste tópico, ou ao menos a BMTO4 que devem seguir a mesma direção ou ao menos parecido, em termos de resultados. Todas as companhias que se dedicam à produção de bens mais duráveis estão sendo ""espancadas"" pelo mercado após o cenário de recessão e de falta de liquidez ter sido incorporado pela cabeça dos operadores do mercado. É provável uma queda nos lucros, mas certamente não será na mesma proporção em que as ações já caíram, o que abre uma boa janela de compras. Recentemente distribuiu um mega dividendo."

532 - webloo - 07/Dez/2008 23:13
"Não vi nenhum comentário sobre a whrl4.indicadores fundamentalistas excelentes ,pouco endividada,grande capacidade de geração de caixa e excelente dividendo.com dolar subindo e preço do aço caindo vai melhorar suas margens e acredito que esse segmento de consumo no qual atua vai ser pouco afetado.boa oportunidade na minha opinião."

42 -  small caps - 23/Set/2008 01:01
Olá pessoal. Muito obrigado pela consideração!

"Kudlow, WHRL4 olhando atualmente está muito barata. Há apenas dois fatores que ela terá que enfrentar a partir do último trimestre deste ano, o que pode impactar nos seus resultados: o aumento dos insumos, especialmente do aço que diminui suas margens e o encarecimento do crédito, que diminui as vendas. Mas é uma opção interessanta para diversificação. Você deve acompanhar os resultados dela para ver como se comporta com estes desafios que mencionei."

Nenhum comentário: