Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps
Escolha abaixo as ações que deseja consultar

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Santanense (CTSA)


Recomendações
Compraconservador22 (2013) - paulo_prof (dez/12) - small caps (set/08)
Carteiras
monedsan (mar/13)
Balanços
1T2019 -
paulo_prof  -
Os resultados do 1T19 foram ruins, impactados pelo CPV (algodão e corantes), pior resultado financeiro e aumento das despesas operacionais. A empresa afirma que os custos se normalizarão até o 3o. trimestre, de maneira a recuperar a margem bruta.
Considerando ser este o 2o. trimestre seguido de resultados ruins, e a incerteza em relação a uma total recuperação das margens no curto prazo, o ativo deve ser considerado muito caro no momento.
No que segue, foram extornados os R$ 82,236 milhões referentes à ação do PIS/COFINS do Resultado Antes dos Impostos e Ebitda, e R$ 54,276 milhões (66%), do Lucro Líquido.

A2018/4T2018 -
Paulo Prof - 
No 4T18 e 2018 foi contabilizada uma receita de R$ 82,2 milhões relativos à ação judicial relativa à questão do PIS/COFINS e ICMS. É fácil expurgar este valor do Resultado Antes dos Impostos e Ebitda. O que é problemático, é expurgar o efeito desta receita não recorrente, sobre o lucro. Ou seja, qual seria o lucro que a empresa contabilizaria sem esta receita. Eu simplesmente peguei esta receita, multipliquei pela alíquota padrão 0,66 e expurguei o resultado do lucro. Ou seja, considerei que sobre a receita gerada pelo ganho da ação judicial receberia uma taxação padrão de 32%. Pode muito bem não ser o caso. Se a alíquota efetiva for de fato menor, o resultado líquido "recorrente" como calculado abaixo está subdimensionado.
Da forma como fiz as contas, os Resultados Operacionais no 4T18 foram muito ruins. Apesar de um aumento da Receita Líquida, houove uma brutal perda de margem bruta (de 24,5% para 19%), resultando num Resultado Bruto Menor. Houve uma considerável deterioração do Resultado Financeiro negativo (+70,4%) e não poderia dar outra: uma redução no Resultado Antes dos Impostos e Lucro.
Agora, não é raro uma empresa, ao ter uma receita extraordinária, aproveitar a oportunidade para "inventar" despesas visando minimizar o IR a pagar. Não analisei as despesas da CTSA para verificar se este foi o caso. Se este não foi o caso, o ativo está bem precificado. Se há depesas em provisões substancialmente maiores do que aquelas do exercício passado, o ativo pode estar barato.
No que segue, foram extornados os R$ 82,236 milhões referentes à ação do PIS/COFINS do Resultado Antes dos Impostos e Ebitda, e R$ 54,276 milhões (66%), do Lucro Líquido.

3T2018 -
Paulo Prof - 
O Resultado Líquido acabou vindo em linha com aquele do 2T18, impactado por uma menor margem bruta e um pior resultado financeiro. Os Resultados Líquido e Ebitda também mostraram involução em relação ao 3T17. Mas nada que preocupe neste nível de preços. O Resultado Líquido dos últimos 12 meses está evoluindo em relação aos 12 meses anteriores e nada há que indique que esta trajetória será revertida. Em consequência, o ativo continua barato.

2T2018 -
Paulo Prof - 
Resultados muito bons, quase em linha com aqueles do !T18. Apesar do ter aumentado de preço em 6,5% nos últimos 3 meses, o ativo parece estar mais barato.

1T2018 -
Paulo Prof - 
Resultado Excelente ... Ativo barato, mas sem grandes perspectivas de valorização após a distribuição "monstra" de proventos da semana passada.

marcosvinicius2 -
PAPEL SUBVALORIZADO ( * ). RECEITA LÍQUIDA = A receita líquida de vendas no primeiro trimestre de 2018 atingiu R$102,1 milhões. As vendas líquidas da Santanense cresceram 9,3% no primeiro trimestre em relação ao mesmo trimestre de 2017, devido à manutenção dos volumes vendidos e a melhora do mix dos produtos vendidos.; RESULTADO OPERACIONAL = O resultado operacional no primeiro trimestre de 2018 foi de R$11,8 milhões, registrando um crescimento de 156,8% em relação ao primeiro trimestre de 2017; RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO = O resultado financeiro líquido no primeiro trimestre de 2018 foi uma despesa de R$1,8 milhão, enquanto que no primeiro trimestre de 2017 foi uma despesa de R$2,8 milhões. A geração de caixa e a redução dos custos financeiros contribuíram para a redução da despesa.; CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO = O capital circulante líquido passou de R$29,1 milhões em dezembro de 2017 para R$29,2 milhões em março de 2018. O coeficiente de liquidez corrente em março de 2018 foi de 1,15, ou seja, para cada R$1,00 devido de curto prazo, a Santanense possuía R$1,15 em recursos de curto prazo.

A2017/4T2017 -
marcosvinicius2  -
PAPEL DEVIDAMENTE PRECIFICADO ( * ). RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO = O resultado financeiro líquido em 2017 foi uma despesa de R$15,1 milhões, enquanto que em 2016 foi uma despesa de R$10,2 milhões. A variação cambial dos empréstimos denominados em dólares, líquidos dos recebíveis decorrentes das exportações, reduziram as despesas financeiras da Companhia, por conta da desvalorização cambial da ordem de 16,5% em 2016.; É IMPORTANTE DESTACAR QUE ESSE LUCRO LIQUIDO de 19 milhões foi obtido a partir de um valor de 418 milhões de RECEITA LIQUIDA, quando a MEDIA dos ultimos tres anos tem sido de 374 milhões, caso a media tivesse se mantido o LUCRO LIQUIDO seria de -24 milhões (PREJUIZO).

2T2017 -
marcosvinicius2  -
RECEITA LÍQUIDA = A receita líquida de vendas no primeiro semestre de 2017 atingiu R$203,5 milhões. As receitas líquidas da Santanense cresceram 14,2% no primeiro semestre em relação ao mesmo semestre de 2016, devido à manutenção dos volumes vendidos e a melhora do mix dos produtos vendidos. CUSTO DE PRODUTOS VENDIDOS = A Santanense apresentou margem bruta de 19,6% no primeiro semestre de 2017 e 12,7% no mesmo semestre de 2016. O esforço de redução em alguns custos de conversão, o aprimoramento da linha de produtos e a adequação das capacidades de produção permitiram a Companhia recuperar parcialmente as margens.

A2012/4T2012 -
smallcaps - 
de fato evoluindo... Finalmente a dívida líquida em queda... Só vendi porque me cansei da desgovernança corporativa...

3T2012 -
ZOTTI -
achou bom

3T2009 -
small caps -
considerou um bom lucro.
Características
Indústria Têxtil
Links
361588  - paulo_prof  -  30 Mai 2019, 03:15
Os resultados do 1T19 foram ruins, impactados pelo CPV (algodão e corantes), pior resultado financeiro e aumento das despesas operacionais. A empresa afirma que os custos se normalizarão até o 3o. trimestre, de maneira a recuperar a margem bruta.

Considerando ser este o 2o. trimestre seguido de resultados ruins, e a incerteza em relação a uma total recuperação das margens no curto prazo, o ativo deve ser considerado muito caro no momento.

No que segue, foram extornados os R$ 82,236 milhões referentes à ação do PIS/COFINS do Resultado Antes dos Impostos e Ebitda, e R$ 54,276 milhões (66%), do Lucro Líquido.

CTSA4

PREÇO: R$ 5,50

PAYOUT (2018): 25,3%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 25,80

P/VPA 0,78

PSR 0,48

DY 5,39%

EV/EBITDA 11,74

MARGEM BRUTA 21,3%

MARGEM OPERACIONAL 1,4%

MARGEM LÍQUIDA 1,9%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,213

MARGEM EBITDA 9,3%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 102,0%

ROE 3,03%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,15



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 1T18

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +5,36%

RESULTADO BRUTO -5,66%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +70,17%

RESULTADO OPERACIONAL -79,32%

RESULTADO LÍQUIDO -68,60%

EBITDA -24,16%



b) 1T19 vs 1T18

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +12,46%

RESULTADO BRUTO -21,82%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +356,33%

RESULTADO OPERACIONAL passou de positivo para negativo

RESULTADO LÍQUIDO passou de positivo para negativo

EBITDA -52,22%



c) lucro (taxa média anual)

UA -68,60%

U2A passou de negativo para positivo

U3A passou de negativo para positivo



d) patrimônio líquido médio

UA -8,18%

U2A -2,51%

U3A -2,28%



e) ebitda (taxa média anual)

UA -24,16%

U2A 37,08%

U3A passou de negativo para positivo

U4A 17,67%

U5A -5,22%

U6A -5,74%

U7A -1,23%

U8A -4,34%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 2,66

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +18,0%

360222 - paulo_prof - 08 Abr 2019, 17:02
No 4T18 e 2018 foi contabilizada uma receita de R$ 82,2 milhões relativos à ação judicial relativa à questão do PIS/COFINS e ICMS. É fácil expurgar este valor do Resultado Antes dos Impostos e Ebitda. O que é problemático, é expurgar o efeito desta receita não recorrente, sobre o lucro. Ou seja, qual seria o lucro que a empresa contabilizaria sem esta receita. Eu simplesmente peguei esta receita, multipliquei pela alíquota padrão 0,66 e expurguei o resultado do lucro. Ou seja, considerei que sobre a receita gerada pelo ganho da ação judicial receberia uma taxação padrão de 32%. Pode muito bem não ser o caso. Se a alíquota efetiva for de fato menor, o resultado líquido "recorrente" como calculado abaixo está subdimensionado.

Da forma como fiz as contas, os Resultados Operacionais no 4T18 foram muito ruins. Apesar de um aumento da Receita Líquida, houove uma brutal perda de margem bruta (de 24,5% para 19%), resultando num Resultado Bruto Menor. Houve uma considerável deterioração do Resultado Financeiro negativo (+70,4%) e não poderia dar outra: uma redução no Resultado Antes dos Impostos e Lucro.

Agora, não é raro uma empresa, ao ter uma receita extraordinária, aproveitar a oportunidade para "inventar" despesas visando minimizar o IR a pagar. Não analisei as despesas da CTSA para verificar se este foi o caso. Se este não foi o caso, o ativo está bem precificado. Se há depesas em provisões substancialmente maiores do que aquelas do exercício passado, o ativo pode estar barato.

No que segue, foram extornados os R$ 82,236 milhões referentes à ação do PIS/COFINS do Resultado Antes dos Impostos e Ebitda, e R$ 54,276 milhões (66%), do Lucro Líquido.



CTSA4

PREÇO: R$ 5,79

PAYOUT (2018): 25,3%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 12,99

P/VPA 0,87

PSR 0,52

DY 9,21%

EV/EBITDA 7,42

MARGEM BRUTA 23,2%

MARGEM OPERACIONAL 4,6%

MARGEM LÍQUIDA 4,0%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,446

MARGEM EBITDA 11,3%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 73,4%

ROE 6,67%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,16



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 4T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +4,51%

RESULTADO BRUTO +10,04%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +17,52%

RESULTADO OPERACIONAL -4,77%

RESULTADO LÍQUIDO -12,19%

EBITDA +3,25%%



b) 4T18 vs 4T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +10,98%

RESULTADO BRUTO -13,88%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +70,40%

RESULTADO OPERACIONAL passou de positivo para negativo

RESULTADO LÍQUIDO passou de positivo para negativo

EBITDA -49,37%



c) lucro (taxa média anual)

UA -12,19%

U2A passou de negativo para positivo

U3A passou de negativo para positivo



d) patrimônio líquido médio

UA -8,25%

U2A -3,63%

U3A -3,66%



e) ebitda (taxa média anual)

UA 3,25%

U2A 73,00%

U3A passou de negativo para positivo

U4A 18,61%

U5A -4,10%

U6A -4,00%

U7A 1,55%

U8A -0,58%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 5,53

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +1,0%

356056  - paulo_prof  -  19 Nov 2018, 23:06
O Resultado Líquido acabou vindo em linha com aquele do 2T18, impactado por uma menor margem bruta e um pior resultado financeiro. Os Resultados Líquido e Ebitda também mostraram involução em relação ao 3T17. Mas nada que preocupe neste nível de preços. O Resultado Líquido dos últimos 12 meses está evoluindo em relação aos 12 meses anteriores e nada há que indique que esta trajetória será revertida. Em consequência, o ativo continua barato.

CTSA4

PREÇO: R$ 5,90

PAYOUT (2017): 25,3%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 8,79

P/VPA 1,13

PSR 0,54

DY 2,88%

EV/EBITDA 8,74

MARGEM BRUTA 24,6%

MARGEM OPERACIONAL 6,8%

MARGEM LÍQUIDA 6,2%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,671

MARGEM EBITDA 12,9%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 123,6%

ROE 12,84%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,37



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 3T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +1,89%

RESULTADO BRUTO +15,64%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +5,25%

RESULTADO OPERACIONAL +49,08%

RESULTADO LÍQUIDO +75,45%

EBITDA +22,16%%



b) 3T18 vs 3T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +4,99%

RESULTADO BRUTO +3,29%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +94,81%

RESULTADO OPERACIONAL -35,86%

RESULTADO LÍQUIDO -42,52%

EBITDA -7,46%



c) lucro (taxa média anual)

UA 75,45%

U2A passou de negativo para positivo

U3A passou de negativo para positivo



d) patrimônio líquido médio

UA -6,86%

U2A ! -3,78%

U3A -4,29%



e) ebitda (taxa média anual)

UA 22,16%

U2A passou de negativo para positivo

U3A 51,45%

U4A 14,23%

U5A -1,59%

U6A -1,83%

U7A -1,07%

U8A 4,06%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 8,39

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -7,5%

355548 - paulo_prof -  05 Nov 2018, 21:28 
Na minha opinião, a Santanense é uma boa empresa, que passou por dificuldades nos exercícios de 2014, 2015 e 2016. O turn around ocorreu em 2017, com ótima evolução neste exercício de 2018.

De uma maneira geral, são os "drivers" que fazem o preço de um ativo aumentar. O resultado trimestral sem dúvida constitue um "driver", mas nem de longe é o único ou mais importante.

A Santanense é uma empresa cuja política de payout era de distribuir o mínimo legal (fez assim em todos os exercícios de 2007 a 2017, excetuando os exercícios de 2015 e 2016 nos quais postou prejuízo.

Além de distribuir o mínimo legal, a liquidez das ações CTSA4 sempre foi pífia. Finalmente, há a questão do universo em que a ação está inserida, ou seja, o ativo CTSA4 está "competindo" competindo com outros pela grana do investidor.

Outras empresas, além da Santanense, com payout "padrão" maior e com melhor liquidez tiveram resultados igualmente bons. Por que um investidor iria escolher a CTSA para colocar a sua grana? Em principio, não era para esperar uma valorização expressiva. A fase de bons resultados corresponderiam proventos relativamente pífios, e qualquer solavanco negativo na economia poderia gerar uma fase com queda de preço. Ou seja, o "driver" de bons resultados de fato não era suficiente.

A figura acima mostra a variação do preço da CTSA4. O prerço estava na casa dos R$ 4,40 em meados de maio, quando dividendos "monstros' de R$ 2,15 foram anunciados. É evidente que o anúncio de proventos de 50%, sim, funcionaou como uma grande driver para o preço do ativo. Após um breve período de turbulência (o preço do ativo emplacou R$ 11,00), o preço do ativo ficou oscilando na faixa enytre R$ 5,00 e R$ 6,00. Por outro lado, ninguém garante que parte da valorização do ativo antes do anúncio do provento não tenha sido provocado por insisders. No ativo fechou 2017 na faixa dos R$ 3,00. Não ponho a minha mão no fogo de que pelo menos parte da valorização dos R$ 3,00 aos R$ 4,40 não tenha sido provocada por uma demanda de insiders ... com a baixíssima liquidez vigente, qualquer aumento na demanda provocaria aumento expressivo dos preços.

Desprezando o último negócio, de apenas um lote, derrubou o preço em mais de 8%, podemos considerar que o ativo está sendo negociado na faixa dos R$ 6,00. O lucro dos últimos 12 meses soma R$ 30,4 milhões, bem próximo em termos nominais, dos R$ 35,4 milhões recordes do exercício de 2013. Ou seja, não se deve esperar que o lucro do 2o. semestre supere em muito o lucro do 2S17, de R$ 16,5 milhões (no 1S18 a empresa lucrou R$ 14 milhões). O lucro dos últimos 12 meses mantido em termos reais para todo o sempre corresponde (usando os parâmetros usuais) a um valor intrínseco de aprox. R$ 9,69. Ou seja, o ativo parece estar bastante barato. Mas onde está o driver para fazer com que o preço aumente no curto prazo? Será que os caras vão distribuir proventos adicionais? A logica parece dizer que tão cedo o acionista não verá a cor de proventos. Em princípio, a empresa pode "empurrar" a próxima distribuição de proventos até abril de 2020 (AGO que decidirá a distribuição do lucro de 2019).

Para que os bons resultados da CTSA funcionem como "driver" auto-suficiente é necessário que os ativos concorrentes, considerados os fundamentos, payout, liquidez, etc, estejam "mais caros".

353096 - paulo_prof -  24 Ago 2018, 21:19 
Resultados muito bons, quase em linha com aqueles do !T18. Apesar do ter aumentado de preço em 6,5% nos últimos 3 meses, o ativo parece estar mais barato.

CTSA4

PREÇO: R$ 5,70

PAYOUT (2017): 25,3%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 7,36

P/VPA 0,83

PSR 0,53

DY 3,44%

EV/EBITDA 6,90

MARGEM BRUTA 24,7%

MARGEM OPERACIONAL 7,9%

MARGEM LÍQUIDA 7,2%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,775

MARGEM EBITDA 13,4%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 67,7%

ROE 11,25%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,15



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 2T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +14,71%

RESULTADO BRUTO +31,89%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -21,15%

RESULTADO OPERACIONAL +466,32%

RESULTADO LÍQUIDO +653,86%

EBITDA +73,01%%



b) 2T18 vs 2T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -5,89%

RESULTADO BRUTO +10,99%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -42,89%

RESULTADO OPERACIONAL +100,80%

RESULTADO LÍQUIDO +158,11%

EBITDA +12,56%



c) lucro (taxa média anual)

UA 653,86%

U2A passou de negativo para positivo

U3A passou de negativo para positivo



d) patrimônio líquido médio

UA 0,10%

U2A -1,70%

U3A -2,87%



e) ebitda (taxa média anual)

UA 73,01%

U2A passou de negativo para positivo

U3A 54,60%

U4A 11,99%

U5A -4,20%

U6A 1,42%

U7A -0,48%

U8A 4,47%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 9,69

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -11,5%

351174 - marcosvinicius2 -  13 Jun 2018, 23:15
COMENTÁRIO: PAPEL SUBVALORIZADO ( * ). RECEITA LÍQUIDA = A receita líquida de vendas no primeiro trimestre de 2018 atingiu R$102,1 milhões. As vendas líquidas da Santanense cresceram 9,3% no primeiro trimestre em relação ao mesmo trimestre de 2017, devido à manutenção dos volumes vendidos e a melhora do mix dos produtos vendidos.; RESULTADO OPERACIONAL = O resultado operacional no primeiro trimestre de 2018 foi de R$11,8 milhões, registrando um crescimento de 156,8% em relação ao primeiro trimestre de 2017; RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO = O resultado financeiro líquido no primeiro trimestre de 2018 foi uma despesa de R$1,8 milhão, enquanto que no primeiro trimestre de 2017 foi uma despesa de R$2,8 milhões. A geração de caixa e a redução dos custos financeiros contribuíram para a redução da despesa.; CAPITAL CIRCULANTE LÍQUIDO = O capital circulante líquido passou de R$29,1 milhões em dezembro de 2017 para R$29,2 milhões em março de 2018. O coeficiente de liquidez corrente em março de 2018 foi de 1,15, ou seja, para cada R$1,00 devido de curto prazo, a Santanense possuía R$1,15 em recursos de curto prazo.:

CTSA3
PREÇO: 4,00
PAYOUT (2017): 5,91%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 5,89
P/VPA 0,58
PSR 0,37
DY 1,00%
EV/EBITDA 5,98
MARGEM BRUTA 23,74%
MARGEM OPERACIONAL 6,90%
MARGEM LÍQUIDA 6,25%
LUCRO POR AÇÃO 0,679
MARGEM EBITDA 12,87%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 70,05%
ROE 9,87%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,15

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 1T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 11,77%
RESULTADO BRUTO 49,59%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 11,48%
RESULTADO OPERACIONAL -1548,89%
RESULTADO LÍQUIDO -2396,56%
EBITDA 147,76%

b) 1T18 sobre 1T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 9,31%
RESULTADO BRUTO 53,42%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -37,42%
RESULTADO OPERACIONAL 453,89%
RESULTADO LÍQUIDO 619,10%
EBITDA 95,95%

c) lucro (taxa média anual)
UA -2396,56%
U2A ND
U3A -351,38%

d) patrimônio líquido médio
UA 5,70%
U2A 0,81%
U3A -1,39%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 8,49
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -16,20% !!!!
[...]

350312  - paulo_prof  -  25 Mai 2018, 21:14
Resultado Excelente ... Ativo barato, mas sem grandes perspectivas de valorização após a distribuição "monstra" de proventos da semana passada.

CTSA4

PREÇO: R$ 5,30

PAYOUT (2017): 25,3%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 7,81

P/VPA 0,77

PSR 0,49

DY 3,57%

EV/EBITDA 6,79

MARGEM BRUTA 23,7%

MARGEM OPERACIONAL 6,9%

MARGEM LÍQUIDA 6,2%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,679

MARGEM EBITDA 12,9%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 67,7%

ROE 9,87%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,15



Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 1T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +11,77%

RESULTADO BRUTO +49,59%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +11,48%

RESULTADO OPERACIONAL passou de negativo para positivo

RESULTADO LÍQUIDO passou de negativo para positivo

EBITDA +147,76%



b) 1T18 vs 1T17

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +9,31%

RESULTADO BRUTO +53,42%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -37,42%

RESULTADO OPERACIONAL +453,89%

RESULTADO LÍQUIDO +619,10%

EBITDA +95,95%



c) lucro (taxa média anual)

UA passou de negativo para positivo

U2A passou de negativo para positivo

U3A passou de negativo para positivo



d) patrimônio líquido médio

UA 3,51%

U2A 0,81%

U3A -1,39%



e) ebitda (taxa média anual)

UA 147,76%

U2A passou de negativo para positivo

U3A 36,22%

U4A 0,21%

U5A -1,55%

U6A 3,21%

U7A -1,12%

U8A 4,37%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 8,49

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -10,5%

348941  - marcosvinicius2  -  16 Abr 2018, 13:15
COMENTÁRIO: PAPEL DEVIDAMENTE PRECIFICADO ( * ). RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO = O resultado financeiro líquido em 2017 foi uma despesa de R$15,1 milhões, enquanto que em 2016 foi uma despesa de R$10,2 milhões. A variação cambial dos empréstimos denominados em dólares, líquidos dos recebíveis decorrentes das exportações, reduziram as despesas financeiras da Companhia, por conta da desvalorização cambial da ordem de 16,5% em 2016.; É IMPORTANTE DESTACAR QUE ESSE LUCRO LIQUIDO de 19 milhões foi obtido a partir de um valor de 418 milhões de RECEITA LIQUIDA, quando a MEDIA dos ultimos tres anos tem sido de 374 milhões, caso a media tivesse se mantido o LUCRO LIQUIDO seria de -24 milhões (PREJUIZO):

CTSA3
PREÇO: 3,81
PAYOUT (2017): 5,91%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 7,51
P/VPA 0,57
PSR 0,36
DY 0,79%
EV/EBITDA 7,02
MARGEM BRUTA 22,03%
MARGEM OPERACIONAL 5,07%
MARGEM LÍQUIDA 4,77%
LUCRO POR AÇÃO 0,507
MARGEM EBITDA 11,42%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 76,41%
ROE 7,59%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,16

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 4T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 11,14%
RESULTADO BRUTO 49,80%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 48,63%
RESULTADO OPERACIONAL -504,62%
RESULTADO LÍQUIDO -731,54%
EBITDA 189,86%

b) 4T17 sobre 4T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 11,14%
RESULTADO BRUTO 49,80%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 48,63%
RESULTADO OPERACIONAL -504,62%
RESULTADO LÍQUIDO -731,54%
EBITDA 189,86%

c) lucro (taxa média anual)
UA -731,54%
U2A ND
U3A 175,00%

d) patrimônio líquido médio
UA 3,35%
U2A -1,28%
U3A -2,19%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 6,34
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -11,5% !!!!
[...]

341954  - marcosvinicius2  -  11 Set 2017, 21:19
RECEITA LÍQUIDA = A receita líquida de vendas no primeiro semestre de 2017 atingiu R$203,5 milhões. As receitas líquidas da Santanense cresceram 14,2% no primeiro semestre em relação ao mesmo semestre de 2016, devido à manutenção dos volumes vendidos e a melhora do mix dos produtos vendidos. CUSTO DE PRODUTOS VENDIDOS = A Santanense apresentou margem bruta de 19,6% no primeiro semestre de 2017 e 12,7% no mesmo semestre de 2016. O esforço de redução em alguns custos de conversão, o aprimoramento da linha de produtos e a adequação das capacidades de produção permitiram a Companhia recuperar parcialmente as margens.

CTSA3
PREÇO: 2,84
PAYOUT (2016): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 27,64
P/VPA 0,44
PSR 0,28
DY 0,00%
EV/EBITDA 8,38
MARGEM BRUTA 19,61%
MARGEM OPERACIONAL 1,46%
MARGEM LÍQUIDA 1,00%
LUCRO POR AÇÃO 0,103
MARGEM EBITDA 8,12%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 67,36%
ROE 1,61%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,16

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 2T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 22,20%
RESULTADO BRUTO 100,40%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 6,09%
RESULTADO OPERACIONAL -117,57%
RESULTADO LÍQUIDO -119,35%
EBITDA -521,56%

b) 2T17 sobre 2T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 21,66%
RESULTADO BRUTO 94,07%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 95,31%
RESULTADO OPERACIONAL -185,38%
RESULTADO LÍQUIDO -184,07%
EBITDA 905,99%

c) lucro (taxa média anual)
UA -119,35%
U2A ND
U3A -27,39%

d) patrimônio líquido médio
UA -1,47%
U2A -4,33%
U3A -3,29%

Despesas com vendas, gerais e administrativas = As despesas com vendas, gerais e administrativas apresentaram um acréscimo em linha com a inflação do período;

Resultado financeiro líquido = O resultado financeiro líquido no primeiro semestre de 2017 foi uma despesa de R$7,9 milhões, enquanto que no primeiro semestre de 2016 foi uma despesa de R$2,9 milhões, devido, principalmente, a variação cambial dos empréstimos denominados em dólares, líquidos dos recebíveis decorrentes das exportações que reduziram as despesas financeiras da Companhia no primeiro semestre de 2016.;

Resultado operacional = O resultado operacional no primeiro semestre de 2017 foi de R$13,3 milhões, revertendo um prejuízo de R$2,7 milhões no primeiro semestre de 2016;

( * ) É PRECISO VERIFICAR NO RELATÓRIO DA ADM. A EXISTÊNCIA DE RESULTADO NÃO RECORRENTE:
( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3;

173984 - small caps -  20 Mar 2013, 00:47
CTSA3, de fato evoluindo...

Finalmente a dívida líquida em queda...

Só vendi porque me cansei da desgovernança corporativa...

TEMP3 vou ler ainda o que se passa...

173967 - paulo_prof -  20 Mar 2013, 00:25
CTSA3
PREÇO R$ 4,99
PAYOUT (2012) 22,5%

P/L 6,12
P/VPA 0,80
PSR 0,53
DY 3,67%
EV/EBITDA 3,58
MARGEM BRUTA 26,2%
MARGEM OPERACIONAL 12,3%
MARGEM LÍQUIDA 8,6%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,815
MARGEM EBITDA 17,0%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 12,5%
ROE 13,07%
LIQUIDEZ CORRENTE 4,06

Taxas de Crescimento Nominal

a) exercício de 2012 vs 2011
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 0,34%
RESULTADO BRUTO 14,73%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 0,77%
RESULTADO OPERACIONAL 62,69%
RESULTADO LÍQUIDO 31,40%
EBITDA 42,28%

b) 4T12 vs 4T11
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -3,00%
RESULTADO BRUTO 15,49%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -8,96%
RESULTADO OPERACIONAL 162,21%
RESULTADO LÍQUIDO 20,63%
EBITDA 169,60%

c) lucro (taxa média anual)
UA 31,40%
U2A 18,71%
U3A 19,51%

d) patrimônio líquido médio
UA 10,38%
U2A 10,87%
U3A 9,96%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 10,19

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -15,5%

173951 - ch3481  -  19 Mar 2013, 23:46
Citação: vbreda
Citação: ZOTTI
CTSA3 muito bom, acho que o ch tbém tem.
Lucro do 04T12 foi 20% maior que do ano passado.http://www.rad.cvm.gov.br/enetconsulta/frmGerenciaPaginaFRE.aspx?CodigoTipoInstituicao=1&NumeroSequencialDocumento=25036
Zotti, tenho CTSA4 na carteira, e mesmo após mais de 80% de alta, o ativo parece que continua barato.
Small, continua nessa empresa?.
Resultado operacional
O resultado operacional recorrente foi de R$45,3 milhões em 2012, registrando um acréscimo de 31,0% sobre o exercício anterior.

Lucro líquido e dividendos
A Santanense registrou neste exercício lucro líquido de R$32,0 milhões. A Administração irá propor à Assembléia Geral Ordinária a se realizar até 30 de abril próximo a distribuição de dividendos totais de R$0,18299 por ação ordinária e R$0,20129 por ação preferencial, no montante de R$7,2 milhões, 25% do lucro líquido do exercício ajustado de acordo com o estatuto social. Desse valor serão  abatidos os dividendos já pagos antecipadamente.

2012 LPA de 0,81
2011 LPA de 0,62

Foi o que vi de mais importante...hehe
Olhei bem rápido...depois vejo com mais calma

161521 - paulo_prof -  25 Dez 2012, 16:50
Particularmente, acho que para os minoritários tanto da CTSA quanto da CEDO, uma fusão das empresas seria positiva, desde que a empresa resultante tivesse realmente um controle difuso e operasse no novo mercado.

Acho que a liquidez da empresa fundida seria muito maior e o mercado, pelo menos em princípio, teria uma tendência de precificar os ativos em nível muito melhor.

A empresa resultante seria interessante porque atuaria em ramos de noegócios complementares, uma parte como insumo à indústria de vestuário e outra como fornecedora de vestuário industrial.

Como vc observa, o endividamente líquido da CEDO, na faixa de 8 vezes o Ebitda anual, é nitidamente excessivo, embora aparentemente a empresa seja amiga do rei (de outra forma, um endividamento líquido de R$ 240 milhões custaria bem mais do que os aprox. R$ 3-3,5 milhões trimestrais.

É interessante notar que o endividamento líquido da empresa fundida seria de apenas 3 vezes o Ebitda anual, muito mais palatável, e num nível tal que não seria necessária uma capitalização.

De qualquer forma, acho que o negócio tem pouquíssimas chances de sair ... A CEDO custa mais de R$ 32 milhões ao ano em despesas gerais e administrativas, a maior parte das quais tenho certeza é aproveitada pela família Mascarenhas. Numa eventual fusão, esta mamata seria a primeira a terminar

161512 - edbmsev -  25 Dez 2012, 13:10
A Coteminas é a controladora da Santanense e, segundo reportagem do Valor Econômico do início deste ano, teria interesse em fundir a empresa com a Cedro, produtora de denin, no qual detém participação de 30%. Vejam link abaixo.

http://www.almeidabugelli.com/clipping/?p=13249

O principal problema da Cedro é sua elevada alavancagem financeira e seu perfil de dívida excessivamente concentrado no curto prazo.

Para que é minoritário da Santanense, me parece melhor que o negócio não venha a ser concretizado. Talvez a expectativa de que a operação possa vir a ser efetuada no médio prazo resulte em um desconto nas cotações da Santanense.

161505 - paulo_prof -   24 Dez 2012, 23:11
Na minha opinião, a CTSA é uma empresa bastante distinta das demais listadas no setor, uma vez que o seu "forte" é o fornecimento de vestuário (uniformes) num nicho de mercado no qual reina quase absoluta e no qual a concorrência do produto importado é muito dificultada.

Por outro lado, os multiplicadores estão bastante favoráveis. Em relação aos últimos 12 meses, para um preço da CTSA3 de R$ 4,75, a situação é:

P/L 6,00 
P/VPA 0,76 
PSR 0,50 
DY 4,49%
EV/EBITDA 4,25 
MARGEM BRUTA 25,2%
MARGEM OPERACIONAL 11,0%
MARGEM LÍQUIDA 8,3%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,792
MARGEM EBITDA 13,7%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 15,2%
ROE 12,61%
LIQUIDEZ CORRENTE 3,78

Se os resultados dos dois últimos trimestres forem anualizados, os multiplicadores ficam ainda mais interessantes:

P/L 5,49 
P/VPA 0,76 
PSR 0,48 
DY 4,90%
EV/EBITDA 3,40 
MARGEM BRUTA 27,1%
MARGEM OPERACIONAL 12,4%
MARGEM LÍQUIDA 8,7%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,864
MARGEM EBITDA 16,5%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 15,2%
ROE 13,76%
LIQUIDEZ CORRENTE 3,78

Em conseqüência, acredito que os riscos de um investimento em CTSA3/4 é ínfimo. 

Ocorre, entretanto, que o mercado não parece gostar muito do ativo. Para ter um retorno compatível com os múltiplos, o investidor terá que ser muito paciente. 

O meu "preço justo" para a CTSA3 é, na pior das hipóteses, R$ 9,90. A margem de segurança é enorme ...

161505 - paulo_prof - 24/Dez/2012 23:31
citação: conservador22
Professor,
Poderia falar algo sobre a CTSA?
Os fundamentos, em princípio, parecem bem atraentes.
Mas e o setor? E as perspectivas? Os admin. são idôneos?
Agradeço a atenção.

Jingle bells, Feliz Natal para todos!!!!


Na minha opinião, a CTSA é uma empresa bastante distinta das demais listadas no setor, uma vez que o seu "forte" é o fornecimento de vestuário (uniformes) num nicho de mercado no qual reina quase absoluta e no qual a concorrência do produto importado é muito dificultada.

Por outro lado, os multiplicadores estão bastante favoráveis. Em relação aos últimos 12 meses, para um preço da CTSA3 de R$ 4,75, a situação é:

P/L      6,00
P/VPA            0,76
PSR     0,50
DY      4,49%
EV/EBITDA  4,25
MARGEM BRUTA  25,2%
MARGEM OPERACIONAL          11,0%
MARGEM LÍQUIDA          8,3%
LUCRO POR AÇÃO           R$ 0,792
MARGEM EBITDA 13,7%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO       15,2%
ROE    12,61%
LIQUIDEZ CORRENTE     3,78

Se os resultados dos dois últimos trimestres forem anualizados, os multiplicadores ficam ainda mais interessantes:

P/L      5,49
P/VPA            0,76
PSR     0,48
DY      4,90%
EV/EBITDA  3,40
MARGEM BRUTA  27,1%
MARGEM OPERACIONAL          12,4%
MARGEM LÍQUIDA          8,7%
LUCRO POR AÇÃO           R$ 0,864
MARGEM EBITDA 16,5%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO       15,2%
ROE    13,76%
LIQUIDEZ CORRENTE     3,78

Em conseqüência, acredito que os riscos de um investimento em CTSA3/4 é ínfimo.

Ocorre, entretanto, que o mercado não parece gostar muito do ativo. Para ter um retorno compatível com os múltiplos, o investidor terá que ser muito paciente.

O meu "preço justo" para a CTSA3 é, na pior das hipóteses, R$ 9,90. A margem de segurança é enorme ...

157201 - paulo_prof -  15 Nov 2012, 16:00
CTSA4
PREÇO: R$ 4,51
PAYOUT (2011): 29,6%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses:
PP/L 5,69 
P/VPA 0,72 
PSR 0,47 
DY 5,20%
EV/EBITDA 4,06 
MARGEM BRUTA 25,2%
MARGEM OPERACIONAL 11,0%
MARGEM LÍQUIDA 8,3%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,792
MARGEM EBITDA 13,7%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 15,2%
ROE 12,61%
LIQUIDEZ CORRENTE 3,78

Taxas de Crescimento dos Resultados dos 9M12 em relação aos Resultados dos 9M11:
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +1,4%
RESULTADO BRUTO +14,5%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +3,9%
RESULTADO OPERACIONAL +51,3%
RESULTADO LÍQUIDO +33,8%
EBITDA +18,9%

Taxas de Crescimento dos Resultados dos 3T12 em relação aos Resultados dos 3T11:
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +6,8%
RESULTADO BRUTO +31,1%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +353,5%
RESULTADO OPERACIONAL +54,5%
RESULTADO LÍQUIDO +18,8%
EBITDA +56,9%

Taxas Anuais Médias de Crescimento Nominal
a) do lucro líquido:
UA 2,67%
U2A 35,88%
U3A 5,02%

b) do patrimonio líquido médio
UA 13,42%
U2A 11,66%
U3A 10,80%

Taxa anual média REAL de crescimento do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária durante os próximos 3 anos para que o preço justo calculado pela fórmula do FCD com perpetuidade real nula e desconto anual real de 8% seja IGUAL ao preço atual: -25,0%

157124 - eurico22 -  15 Nov 2012, 00:06
Acho que estah havendo um engano
LL - 26,750,00 ateh 30/09/12

LL - 20.000,00 ateh 30/09/11

Convém dar uma olhada nos resultados do 1-TRI e 2-TRI do ano corrente, creio que houve um fato não recorrente inflando os lucros... Nem lembro bem qual, mas lembro que deixei o ativo de lado por conta disso.

O terceiro veio com P/L de 5 também. Não olhei o relatório, mas o preço do dólar pode ter ajudado, não?

Também há a reestruturação da Coteminas, que é a Controladora. Não sei até que ponto as coisas na Santanense poderiam mudar...

157104 - ZOTTI -  14 Nov 2012, 22:29
CTSA3 bom

LL 9,1 milhões contra 7,6 milhões no mesmo período do ano passado.

Apesar de ser de um setor meio desprezado tá com P/L de 5-6 e ROE de 13.

144610 - NotwenCardozo -  15 Ago 2012, 00:40
Outra boa empresa quebrando os paradigmas de que não tem empresa lucrativa neste setor!

CTSA3 Resultados GuiaInvest
Empresa: CIA TECIDOS SANTANENSE Ação: SANTANENSE ON
Setor: Consumo Cíclico Subsetor: Tecidos. Vestuário e Calçados
---R$ 3,50 - 10/08/12
Resultado do 2º Trimestre de 2012

A empresa anunciou lucro líquido de R$ 7,9 M no 2T12, uma variação de -18,7% em relação ao 1° trimestre de 2012 e acréscimo de 322,5% em relação ao 2° trimestre de 2011. A receita líquida totalizou R$ 94,8 M neste trimestre, uma variação de 1,6% em relação ao trimestre ligeiramente anterior e acréscimo de 0,8% em relação ao segundo trimestre de 2011.

O resultado corresponde a uma margem bruta de 26,2% contra 24,1% no 1° trimestre de 2012 e 18,0% no mesmo período do ano passado. Já a margem líquida ficou em 8,4% no 2° trimestre de 2012 contra 10,5% no 1° trimestre de 2012.

Os ativos totais registraram o saldo de R$ 334,0 M, redução de 0,8% em relação ao saldo no mesmo trimestre do ano anterior. O patrimônio líquido atingiu a soma de R$ 237,8 M no 2° trimestre de 2012, valor 10,9% superior ao saldo no mesmo período do ano anterior.

Nestes três meses, a ação oscilou 2,2% contra -15,7% do Ibovespa, enquanto que o valor de mercado atingiu R$ 133,2 M contra R$ 129,5 M no segundo trimestre de 2011.

132162 - paulo_prof - 16/Mai/2012 15:12
CTSA4
PREÇO: R$ 3,60
PAYOUT: 29,6%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 5,99
P/VPA 0,61
PSR 0,39
DY 4,95%
EV/EBITDA 4,79
MARGEM BRUTA 21,8%
MARGEM OPERACIONAL 7,6%
MARGEM LÍQUIDA 6,4%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,601
MARGEM EBITDA 10,5%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 20,4%
ROE 10,23%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,28

Taxas anuais médias nominais de crescimento
a) lucro líquido
UA -17,05%
U2A 13,74%
U3A -12,32%

b) patrimônio líquido médio
UA 10,46%
U2A 9,85%
U3A 10,18%

Taxa anual média de crescimento real do lucro líquido necessária nos próximos 3 anos para que o preço justo calculado pela fórmula do FCD seja 1,3 vezes a cotação atual (perpetuidade real nula; taxa de desconto real de 8%): -15,5%

Taxas nominais de crescimento relativas ao 1T11
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -3,34%
RESULTADO BRUTO -18,34%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +83,86%
RESULTADO OPERACIONAL -1,93%
RESULTADO LÍQUIDO -7,05%
EBITDA -31,86%
PATRIMÔNIO LÍQUIDO +8,70%
ENDIVIDAMENTO LÍQUIDO -4,49%

123819 - paulo_prof - 31/Mar/2012 22:09
Outra empresa que dificilmente enfrenta tempo ruim é a Santanense (CTSA4). De uma maneira geral, acho que é a empresa de melhor performance média no setor de fios, tecidos e confeccções. Há muito tempo que a empresa não posta um resultado trimestral negativo. Na minha planilha estão informados os dados desde o 1T07 ... não vejo prejuízos ...

PREÇO: R$ 3,43
PAYOUT (2011): 23,75%

multiplicadores baseados nos últimos 12 meses
P/L      5,53
P/VPA            0,61
PSR     0,36
DY      4,29%
EV/EBITDA  4,42
MARGEM BRUTA  22,9%
MARGEM OPERACIONAL          7,6%
MARGEM LÍQUIDA          6,6%
LUCRO POR AÇÃO           R$ 0,620
MARGEM EBITDA 12,0%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO       30,3%
ROE    11,02%
LIQUIDEZ CORRENTE     1,96

Taxas anuais médias nominas de crescimento:
a) do lucro líquido
UA      7,25%
U2A    13,98%          
U3A    -9,53%           

b) do patrrimônio líquido médio
UA      11,37%
U2A    9,76%
U3A    10,96%

Taxa anual média real de crescimento do lucro líquido postado nos últimos meses, durante 32 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD com perpetuidade real nula e taxa anual real de desconto de 10% seja 50% maior do que a cotação atual: -6,5%


103173 - ch3481 - 20/Nov/2011 12:59
Justamente o que percebi. Uma melhora operacional.

De financiamentos vi essa reunião de 29 de Agosto de 2011 que me chamou atenção no seguinte:

"Por unanimidade dos Conselheiros presentes, foi aprovada a proposta para contratação de financiamento por intermédio da linha de crédito, EGF/SOV Agroindústria, junto a Instituições Financeiras, para as safras 2010/2011, no valor total de até R$30.000.000,00 (trinta milhões de reais), com constituição de garantia mediante penhor cedular em primeiro grau do algodão, objeto deste financiamento"

Essa garantia aih fiquei no -- Whatever that means!!!

Enfim eh isso.

Parte de roupas profissionais (workwear) sofre pouco com concorrência chinesa

103159 - eurico22 - 19/Nov/2011 21:26
Tb deu uma lidinha no relatório há pouco.

Em 1 ano, a Receita Líquida subiu 23,8%. O lucro líquido subiu pouco mais de 60%. O resultado financeiro foi bem similar. O Ebitda também subiu, 29,4%.

Em compensação, tanto o passivo total quanto o passivo circulante aumentaram consideravelmente num espaço de 9 meses, especialmente a rubrica Empréstimos Concedidos, que passou de 28 para 55 milhões.

O capital circulante líquido de R$103,6 milhões ao final de 2010 passou para R$89,3 milhões em 30 de setembro de 2011, registrando um decréscimo de R$14,3 milhões

Ou seja: parece que foi operacional a melhora mesmo. Não foi ajuste financeiro, apenas a dívida subiu um pouco e a liquidez corrente baixou. Não estou acompanhando o preço do algodão, mas parece que a companhia conseguiu repassar os custos do aumento da commodity no ano passado.

Eu diria que é normal. Apenas uma alavancagem um pouco maior, não é preocupante para uma empresa que não apresenta um alto perfil de dívida. Gostei.


103153 - ch3481 - 19/Nov/2011 19:58
Cia Tecidos Santanense - CTSA3/4
Aumento LL período 9M11/10 de 61,3%
EV/EBITDA - 3,29
P/L - 4,12
P/VPA - 0,56
E não anda...rs
Lendo o relatório e tirando aumento de CPV - 24,9% e Despesas gerais 11,7%
deparei-me trecho abaixo.
"O endividamento financeiro consolidado líquido de curto e longo prazo em 30 de setembro de 2011 totalizou R$66,3 milhões contra R$50,5 milhões em 31 de dezembro de 2010, representando um acréscimo de 31,3%. O perfil dos financiamentos em 30 de setembro de 2011 era o seguinte:
Vencimento 30.09.11
----------------------------- ------------
2011 40,2
2012 16,5
2013 4,3
2014 a 2020 5,3
---------
Total 66,3
====="
Seria este fator que estaria segurando a cotação apesar liquidez corrente de 1,97???
Alguém opina??


34776 - paulo_prof - 07/Mai/2010 16:41
citação: FOCKINK
citação: small caps
citação: dindincGostaria de pedir uma ajuda....
Poderiam me indicar empresas que possuem uma forte relação com o Dolar...e que tem seus resultados impactados tanto de forma negativa qto positiva com as oscilações da moeda norte americana.
Gostaria de estudar os relatorios dessas empresas no fim de semana e fazer um post em meu blog sobre isso.
Agradeço quem puder ajudar.
Vai duas que não levam créu cambial: ETER3 e GRND3. E se beneficiam em razão das exportações e forte melhoria de margens.
Abraços,
Small caps.
Eu incluiria CTSA3/4...que por sinal estão atraentes também...
Prof. Paulo no preço atual de CTSA3 (2,55) a quanto ficaria o DY ?
Fock
Se a Europa "derreter", qual seria possívelmente o lucro líquido da CTSA em 2010? Eu acho que não dá para fazer uma previsão, porque o segmento de tecidos provavelmente derreterá junto. Ou não?
Vamos dizer que não ... mesmo a Europa derretendo a CTSA produzirá um lucro igual ao de 2009: R$ 19 milhões. Ao preço corrente de R$ 2,60 a CTSA4, supondo o mesmo payout de 2009, os múltiplos seriam: P/L = 5,45 e DY = 4,5%.
Mas e daí? Se os mercados continuarem a derreter, CTSA4/3 vai continuar derretendo também.
Excluindo os segmentos de serviços públicos e saúde, acho que sobra muito pouca coisa. Na tabela que postei acima, por exemplo, FRIO3 e ETER3 podem estar bastante furadas.
Aos preços atuais, se os mercados globais continuarem derretendo, acho que TLPP3 e TLPP4 são os ativos que provavelmente mais capazes serão de "segurar as pontas".
______________________________________________________________________

Relatório de desempenho para o primeiro trimestre de 2010:




% Var
R$ mil
% sobre as vendas
Demonstração do resultado
1T10/09
1T10
1T09
1T10
1T09
Vendas brutas
18,2
87.480
74.014
Vendas líquidas
18,8
70.347
59.233
100,0
100,0
Custo das vendas
21,0
(52.191)
(43.119)
(74,2)
(72,8)
Lucro bruto
12,7
18.156
16.114
25,8
27,2
Despesas de vendas e
administrativas
8,7
(10.003)
(9.202)
(14,2)
(15,5)
Depreciação e amortização
(5,5)
2.167
2.294
3,1
3,9
Lucro operacional antes do resultado financeiro
17,7
8.156
6.931
11,6
11,7
Resultado financeiro líquido
171,3
(1.373)
(506)
(2,0)
(0,9)
Lucro antes dos impostos
5,6
6.783
6.425
9,6
10,8
Lucro líquido
(9,4)
4.741
5.234
6,7
8,8
EBIT
17,7
8.156
6.931
11,6
11,7
EBITDA
11,9
10.323
9.225
14,7
15,6


33661 - paulo_prof - 25/Abr/2010 12:59
Como já externei antes, meio que desisti do sub-setor de fios e tecidos. Liquidei todos os ativos que tinha. No setor, só mantenho GRND3 que, convenhamos, não tem muito a ver. Às vezes, LLIS3 também é listada como sendo do sub-setor ou setor, mas para mim, também, pouco tem a ver.
No sub-setor, eu acompanhava mais de perto CTSA3/4, ECPR4, CEDO4 e PTNT4 (já tive todas elas em carteira). CTNM4 e SGPS3 eu só "via" meio à distância, via Fundamentus e Guiainvest, sem nunca ter lido um relatório.
Praticamente todos os ativos no sub-setor de fios e tecidos estão descontados em relação ao patrimônio líquido (P/VPA pequeno). Em princípio, baixos valores de P/VPA funcionam como uma espécie de seguro para um investimento mais a longo prazo, ou seja, tornam o risco baixo. Por outro lado, entretanto, se uma empresa apresenta grandes dificuldades em gerar lucro, um baixo P/VPA pouco adianta. Só permite que se espere por "dias melhores" com uma boa margem de segurança (tipo, se a empresa apresentar prejuízos no médio prazo - 4 a 6 trimestres - o dano não será excessivo).
Para ficar "compatível" com o valor de mercado atual, o lucro da Coteminas em 2010 teria que apresentar uma média trimestral de aprox. R$ 16 milhões. No caso da Springfield (SGPS3), o lucro trimestral deveria ser algo próximo dos 17-18 milhões. Na minha avaliação, a Springfield está bem mais próxima do objetivo do que a Coteminas. Portanto, se graficamente ambas estiverem parecidas, eu daria preferência à SGPS3.33571 Comentários 

33018 - danieljoseaa - 16/Abr/2010 11:45
(16/04) - SANTANENSE (CTSA) - AGO - 30/04/2010 - 9h00 - Distribuicao de Dividendo
DRI: Joao Batista da Cunha Bomfim
Aprovar as demonstracoes financeiras referentes ao exercicio social de 2009; destinacao do resultado liquido do exercicio e distribuicao de dividendo.
Conforme proposta da administracao sera submetida a assembleia a distribuicao de dividendo no montante de R$ 2.254 mil, sendo R$ 0,05719/ON e R$ 0,06290/acao PN, a posicao acionaria e a data de pagamento serao definidos na AGO. Encontra-se a disposicao no site da BM&FBOVESPA (www.bmfbovespa.com.br), em Empresas Listadasem Informacoes Relevantes, a proposta da administracao. 


31821 - FOCKINK - 31/Mar/2010 18:27
Pra quem queria saber de Santanense...o resultado do 4T09 não foi grandes coisa...deve continuar oscilando entre 3,20 e 3,80....
LPA do 4T09 = 0,113
com isso P/L = 7,4 (para P = 3,50) 


21997 - FOCKINK - 23/Nov/2009 22:54
Peraí novamente...Eu tenho CTSA4 e pretendo aumentar posição...no entanto..seu grande problema é que paga pouco dividendos (exceção em 2009)...
Quanto a SGPS3...ela ainda está no estilo das emrpesas Xs do Eike...
Ela só deu prejú pois entrou em operação a pouco tempo...investiu muito (nos EUA)...caso os americanos consigam a valorização do yuan frente ao dólar...esta empresa lucrará muito...
Obs. a Santanense tem certa parceria com a Coteminas e Spring global..., mas não sofreu tanto como suas primas pois produz uniformes para indústria (exigem nota fiscal, não podem contrabandear tecido chinês) e roupas de grife...


A spring tem parceria com uma importante marca aqui no brasil a M.Martan...


21993 - uqaz - 23/Nov/2009 22:37
Pessoal, andei estudando a santanense e inicialmente a achei um tanto interessante como turn-around. Projetando um aumento de 300% e considerando um lucro projetado de 120 milhoes (que se repetiu por 2x, em termos anualizados) para daq a um ano chega-se a um P/VPA = 0,59 e P/L = 4,45...atraentes para o setor, é verdade.
O preço no final deste hipotético ano seria de R$ 13,60 (3,40 x (1 + 300%))...só que há um pequeno grande detalhe...a cotação nunca passou de R$ 5,00 rs!
Aí desanimei. Interessante que ao filtrar as empresas com 0
Aliás, não entendo o q vêem em SGPS3 (lucro líquido anualizado):
set-09 jun-09 mar-09 dez-08 set-08 jun-08 mar-08 dez-07 set-07 jun-07
-234.339.000 -305.366.000 -343.645.000 -342.379.000 -211.366.008 -258.889.008 -344.087.008 -345.360.008 -204.081.000 -99.767.000


heheehe, nunca deu lucro na história...não entendo, alguém pode "defendê-la"?


21470 - small caps - 16/Nov/2009 23:25
citação: FOCKINKsmall. ...o que achou de Santanense???
e da concorrente da Grendene, a alpargatas???
Dito isto para dizer que estamos sem possibilidade de acessar vários balanços... Percebe-se que houve bom lucro na CTSA3 no terceiro trimestre. Por óbvio, inferior ao mesmo período do ano passado, vez que a empresa ganhava financeiramente com a alta do dólar. Se não tiver resultado não-recorrente, veio até acima do que esperava, com P/L anualizado abaixo de 7. Mas para ter certeza, só com o balanço...


ALPA não li ainda... estou primeiro concentrado em ações que já tenho em carteira e em alvos que são foco de constante acompanhamento.



21339 - FOCKINK - 16/Nov/2009 17:03
por este resumo...percebo que no 3T09 (LPA= 0,1532)...foi muito melhor que eu esperava...conseguirem dobrar o lucro em relação a 2T09...temos que ver agora quando é de lucro não recorrente....Com estes resultadosm não vendo minhas CTSA4 por menos de R$ 4,50...no entanto tem gente vendendo por R$ 3,40;;;estou na fila pra compra....

21334 - danieljoseaa - 16/Nov/2009 16:33
Nome de Pregao SANTANENSE
Periodo 9M
Data Encerramento 30/09/2009
Patrimonio Liquido 184.370
Receita Liquida 196.866
Resultado Bruto 49.195
Receita (Despesa) Financeira Liquida (4.978)
Resultado da Equivalencia Patrimonial
Resultado Operacional 15.623
Lucro (Prejuizo) Liquido 14.313
Numero de Acoes, Ex-Tesouraria ( Mil ) 39.299
Lucro (Prejuizo) por Acao - LPA 0,36421


Valor Patrimonial da Acao - VPA 4,69147

21333 - lesoares - 16/Nov/2009 16:33
consegui acessar o plantao bovespa (aleluia!!) e vendo os resultados das texteis fica para mim a confirmaçao de que ctsa é a melhor opçao do setor.
Alem de ter os melhores multiplos, o resultado é todo operacional, ao contrario de sgps e ctnm. O incoveniente é a liquidez mas para quem não se importa com isso acho que vale a entrada.


Concordam?

11963 - InvestMan_SC - 17/Ago/2009 15:39
(17/08) - CIA TECIDOS SANTANENSE 30/06/2009 LS
Resumo dos Dados Consolidados Recebidos
R$ Mil Legislacao Societaria
Descricao
Nome de Pregao SANTANENSE
Periodo 6M
Data Encerramento 30/06/2009
Patrimonio Liquido 178.311
Receita Liquida 123.286
Resultado Bruto 31.439
Receita (Despesa) Financeira Liquida (2.689)
Resultado da Equivalencia Patrimonial
Resultado Operacional 10.411
Lucro (Prejuizo) Liquido 8.289
Numero de Acoes, Ex-Tesouraria ( Mil ) 39.299
Lucro (Prejuizo) por Acao - LPA 0,21092
Valor Patrimonial da Acao - VPA 4,53729



9071 - paulo_prof - 16/Jul/2009 11:42
Já a Santanense é o contrário. Se a empresa for capaz de repetir, aproximadamente, os resultados do 1T09 (que são, digamos, bastante "normais"), os ativos CTSA3/4 estão entre os mais baratos do mercado.



7961  - InvestMan_SC - 30/Jun/2009 15:06
...e MNDL4 e CTSA4, estao sendo negociadas bem abaixo do VP, o volume subiu exageradamente....o que se pode esperar delas no CP?


6002 - small caps - 20/Mai/2009 22:46
A este respeito, um pequeno recordar é viver :)
Olha a matéria que a Investmais veiculou com as 4 melhores alternativas de investimento que considerava em dezembro de 2008:
Das 4, 3 já subiram mais de 100%. E uma delas mais de 200%!
Companhia de Tecido Santanense (CTSA3)
Potencial de valorização: 150%
Preço-alvo para dezembro/2009: R$ 4,77
Cotação em dezembro/2008: R$ 1,91
Preço/Lucro: 3,27 anos
Preço/Valor patrimonial por ação: 0,45
Fez recompra de ações: NÃO
Possui valor de mercado de R$75 milhões e apenas no terceiro trimestre de 2008 apresentou lucro líquido de quase R$11 milhões, evidenciando que o início da desvalorização do Real em relação ao dólar fez bem para a companhia. A empresa tem apresentado melhorias no lucro operacional desde o início de 2007, com elevação das margens, e ainda não há sinais de que esse cenário se altere."

3670 - gustgef - 06/Abr/2009 12:20
"A empresa é uma das mais bem recomendadas do fórum. Muitas pessoas aqui tem posição em CTSA4/3, aliás, considero o melhor acerto do small, porque algumas ações como BicBanco tem informações abundantes para você perceber seu potencial, ao contrário de CTSA que nem site de RI tem. Continua muito barata mesmo a R$2,50, minha opinião é que você compre, o único problema é a baixíssima liquidez."



3652 - InvestMan_SC - 06/Abr/2009 10:00
"Nao sei como ninguem faz comentarios a respeito de santanense(CTSA4). A empresa ta retinha, vai pagar excelentes dividendos, o preco ta uma pechincha, muito abaixo do VP, lucros excepcionais, etc. Sera que ninguem neste forum tem ela na carteira? Analisem o book e facam seus comentarios...e bons lucros!!!!"


3081 - small caps - 27/Mar/2009 14:58
E que tal isso?
Lucro Líquido e Dividendo
"A SANTANENSE registrou neste exercício lucro líquido de R$32,9 milhões ou" "R$0,84 por ação. A Administração propõe à Assembléia Geral Ordinária a se" "realizar até 30 de abril próximo a distribuição de dividendos de R$0,19829 por" "ação ordinária e R$0,21812 por ação preferencial, no montante de R$7,8" "milhões, 25% do lucro líquido ajustado do exercício, excluindo-se a destinação"


obrigatória para reserva legal.


3078 - small caps - 27/Mar/2009 14:57
"Ilustres, extraído do balanço da Coteminas, que saiu do forno agora."
È sobre a Santanense:
COMPANHIA TECIDOS SANTANENSE
"A receita bruta da Comanhia Tecidos Santanense foi de R$346,3 milhões no"
exercício de 2008. O quadro abaixo destaca os principais resultados em 2008
comparativamente ao ano de 2007.
R$ mil Variação
Destaques Financeiros Consolidados 2008 2007 %
"Receita líquida total 280.024 245.826 13,9"
"Custo dos produtos vendidos (203.458) (188.537) 7,9"
"Lucro Bruto 76.566 57.289 33,6"
"(% sobre vendas líquidas) 27,3% 23,3%"
"Despesas com vendas, gerais e"
"administrativas (40.323) (38.448) 4,9"
"Depreciações e amortizações 8.944 8.677 3,1"
Lucro Operacional antes do Resultado
"Financeiro 37.023 18.915 95,7"
"(% sobre vendas líquidas) 13,2% 7,6%"
"Lucro líquido 32.916 5.867 461,0"
"Lucro por Ação (R$/ação) 0,84 0,15 461,0"


Quantidade de ações (milhares) 39.299 39.299 -


2825 - paulorizzi - 24/Mar/2009 12:55
"citação: InvestMan_SCacompanhem CTSA3 e CTSA4....tao manipulando pra baixo. Tem alguem querendo comprar barato. Alguma noticia boa esta pro vir? Chegou a hora da disparada, como sempre tem acontecido? Dicas e Sugestoes!!!!!!"
Não acredito. Não há volume. Mais provável ser caso de investidor que deixa uma ordem de compra a preço baixo com prazo a perder de vista e alguém estar sendo obrigado a vender a qualquer preço para fazer caixa.
"Aliás, estou começando a reconsiderar a minha opinião sobre ativos de liquidez baixíssima. Cheguei à conclusão que a participação de ativos pouco líquidos numa carteira deve ser limitado, independentemente de eventuais excelentes múltiplos. Não sei, ainda, qual seria este percentual."


O meu conceito de ativo pouco líquido é aquele cuja melhor oferta de compra é normalmente inferior a 2% da melhor oferta de venda.


1445 - paulorizzi - 05/Fev/2009 16:50
" CTSA
"Em DEZ 2007, aprox. 10% dos negócios eram com o exterior. A empresa era (levemente) credora em moeda estrangeira, de modo que a desvalorização do real atua no sentido de aumentar o resultado. A desvalorização do real também torna o produto importado mais caro, resultando numa melhora competitiva da empresa. Não dá para antecipar se a melhora competitiva compensará a natural queda de demanda do mercado, devido a crise. Se a empresa conseguir repetir o resultado do 3T08 (o que não me parece uma hipótese absurda), os seus múltiplos ficarão (nas cotações de hoje): P/L=2,68; P/VPA=0,51; PSR=0,31; DY=8,9%; EV/EBITDA=3,7; ROE=19%"


"O DY foi calculado sobre o payout de 2007 (mínimo, 23,75%). Estimo que, em abril, deverão ser distribuídos aprox. R$ 0,13 de proventos ainda relativos a 2008. Proventos da CTSA4 são 110% dos da CTSA3. Esta pequena diferença, tendo em vista que ambos os papéis têm problemas de liquidez, na minha opinião não justifica privilegiar um sobre o outro; adquira aquele que se mostrar mais barato/disponível."



1226 - small caps - 25/Jan/2009 21:53
"Se você não tem nenhuma empresa do setor têxtil, considero válido comprar, antes de aumentar a posição no setor imobiliario, a CTSA3, que possivelmente trará um bom resultado no quarto trimestre, até em razão do aumento do dólar. Isto porque você já está posicionado em bancos, não é? E em seguida, se ainda não tiver, seria bom comprar uma elétrica para aproveitar os dividendos que elas estão pagando e algumas devem dar direito a eles por abril deste ano."



611 - small caps - 12/Dez/2008 23:05
"(580), thiagotogni, CTSA3 e CTSA4 é uma empresa têxtil, que pelo menos no terceiro trimestre mostrou que a alta do dólar lhe foi benéfica. Exporta parte da produção e isto deve melhorar suas margens. Já o produto importado deve ficar mais caro, podendo haver substituição de importações. O lucro do último trimestre foi um dos melhores da história. A diferença entre CTSA4 e CTSA3 consiste em que a primeira é ação preferencial - dá direito a 10% a mais de dividendos que a ordinária, mas não atribui direito à voto nas assembléias. Já a CTSA3 recebe um pouco menos dividendos, mas possui direito de voto e tag along de 80% estabelecido por lei em caso de alienação do controle da Santanense."


7  - small caps - 31/Ago/2008 21:58 
"Esta é mais uma das razões que torna a CTSA3 atrativa. Não há qualquer fundamento para a disparidade de preços entre a ON e a PN. E via de regra, pelo motivo que você bem mencionou a ON costumar estar melhor avaliada..."


"Mantendo os resultados do último trimestre, as cotações nem precisam subir, pois só o que virá de dividendo será suficiente para nos alegrar... Mais três resultados trimestrais iguais o P/L estaria em 3,5..."

6 - SEVZF - 31/Ago/2008 21:49
"Boa noite, small caps."

"Obrigado pela contribuição e compartilhamento de informações, mais uma vez."

Gostaria de saber a razão pela qual CTSA3 tem uma cotação bem menor que CTSA4.

"Normalmente, as ordinárias não costumam valer mais pelo prêmio de controle frente às preferenciais?"

Estou confiante numa subida expressiva do ativo pelos últimos e ótimos resultados.

Nenhum comentário: