Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps
Escolha abaixo as ações que deseja consultar

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Equatorial (EQTL)


Subsetor
Segmento

Recomendações
Compra:  Smallcaps (set/08, dez/08 e jan/09)

Carteiras
megalodom (mai/17) - tiagohv (jun/16)

Códigos de Negociação
Tipo
EQTL3
 Novo Mercado

Balanços
3T2019 -

2T2019 -

1T2019 -

A2018/4T2018 -

3T2018 -

2T2018 -

A2017/4T2017 -

3T2017 -


A2016/4T2016 -

3T2016 -
EBITDA: No 3T16, o EBITDA atingiu R$190 milhões, valor já impactado pela contabilização de ativos e passivos regulatórios líquidos e pela mudança do reconhecimento das despesas com compensações pagas aos consumidores por descumprimento dos indicadores individuais de qualidade. Como impactos neste trimestre: (i) R$3 milhões de efeito de reajuste tarifário ocorrido em agosto de 2016, onde os componentes financeiros reconhecidos foram ligeiramente inferiores aos valores que estavam contabilizados; (ii) neste trimestre observamos reversão de despesas R$3 milhões referentes à sobrecontratação de energia acima de 105%, percentual limite de repasse para a tarifa.

1T2015 -
paulo_prof  -
Parece que com o realismo tarifário a empresa navegará em céu de brigadeiro ... não parecem haver grandes ameaças pela frente !!!

A2014/4T2014 -
paulo_prof  -
Muito bom o resultado ... Supondo que o lucro líquido permaneça constante, em termos reais, para todo o sempre, a taxa de desconto compatível com o preço atual seria 11,85%. Considerando que a EQTL opera na região nordeste, cuja taxa de crescimento da economia é maior do que a média brasileira e considerando o realismo tarifário que deverá vigorar nos próximos anos, seria de se esperar que o lucro líquido evolua positivamente. Infelizmente, o risco de um racionamento pesa negativamente ... de modo que me parece que o ativo está relativamente bem precificado.

3T2014 -
paulo_prof  -
Muito bom resultado no trimestre ... há que se ler o relatório para analisar se este resultado poderá ser mantido nos próximos trimestres.

3T2013 -
paulo_prof  -
Se não tiver um "chuncho/pegadinha" ou evento não recorrente, tem que tirar o chapéu para os caras ... Em um ano arrumaram a casa (da Celpa) e já estão sendo capazes de gerar um lucro que não geravam nem quando ainda tinham participação na Light ...
Algo me diz que quem apostou nestes caras vai se dar muito bem ... evidentemente, se a nossa senhora em Brasília deixar !!!

3T2012 -

3T2011 – 
danieljosea -
Eu achei o balanço nem bom nem ruim, na média

Características
Empresa Holding com atuação no setor elétrico

Assembleias
AGO - 30/04/2020

Balanços (Calendário)


11/02/2020 -
aprovou o investimento, pela 55 Soluções, do montante de R$10.000,00 (dez mil reais), para a emissão de 10.000 (dez mil) ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, que constituirão a integralidade das ações de Sociedade de Propósito Específico a ser constituída, cuja denominação social será Equatorial Geração Distribuída SPE S.A.

06/02/2020 - 
informações abaixo, relacionadas ao fechamento do 4T19 (quarto trimestre de 2019)

05/02/2020 -
entraram em operação comercial 100% dos empreendimentos de transmissão que compõem a SPE 02, com RAP (Receita Anual Permitida) total de R$ 78 milhões (valores de jun/19).
O Contrato de Concessão da SPE 02 foi assinado em fevereiro de 2017, e a sua entrada em operação representa uma antecipação de aproximadamente 24 meses, 2 anos, em relação ao prazo regulatório (fev/22).

365505  - paulo_prof  -  25 Nov 2019, 23:13
Resultados excepcionais, mais uma vez, com grande evolução em relação ao 3T18 e boa evolução em relação ao 2T19.

O ativo continua parecendo barato, com boas perspectivas de evolução.
p.php?pid=chartscreenshot&u=nwxKjEjdGyx%

EQTL3

PREÇO: R$ 103,09

PAYOUT (2018) 20,9%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 13,47

P/VPA 3,14

PSR 1,27

DY 1,55%

EV/EBITDA 8,38

MARGEM BRUTA 27,0%

MARGEM OPERACIONAL 14,3%

MARGEM LÍQUIDA 9,5%

LUCRO POR AÇÃO R$ 7,655

MARGEM EBITDA 24,0%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 252,2%

ROE 23,29%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,69



Taxas de Crescimento

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +59,15%

RESULTADO BRUTO +69,48%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +201,58%

RESULTADO OPERACIONAL +84,19%

RESULTADO LÍQUIDO +56,88%

EBITDA +107,763%



b) 3T19 sobre 3T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +78,22%

RESULTADO BRUTO +78,09%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +37,10%

RESULTADO OPERACIONAL +111,34%

RESULTADO LÍQUIDO +116,14%

EBITDA +96,75%



c) lucro líquido, nominal

UA 56,88%

U2A 52,77%

U3A 31,42%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 21,18%

U2A 19,53%

U3A % 17,27%



e) ebitda, nominal

UA 107,76%

U2A 56,61%

U3A 42,92%

U4A 24,75%

U5A 43,02%

U6A 34,88%

U7A 33,49%

U8A 29,64%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 95,69

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +2,0% !!!!

365221  - keep_calm  -  13 Nov 2019, 17:23
Equatorial Energia (EQTL3): Teve lucro líquido de R$ 549 milhões no segundo trimestre de 2019. Esse valor corresponde a alta de 121% em relação ao 3T18.“Entretanto, se ajustarmos pelos efeitos não recorrentes do trimestre, atingimos R$ 459 milhões, crescimento de 75%, fortemente influenciado pelo reconhecimento de resultados dos projetos de transmissão”, destacou a companhia. O EBITDA reportado da Equatorial atingiu R$ 1.094 milhões no 3T19, valor fortemente impactado pela prática contábil do IFRIC 15 aplicável aos novos ativos de transmissão e pelo início de consolidação de Alagoas, Piauí e Intesa, o que o que não ocorria no 3T18.“Se ajustarmos pelos efeitos não recorrentes do trimestre, assim como desconsiderarmos os novos ativos (que sejam: Piauí, Alagoas, Intesa e SPEs de Transmissão) o EBITDA da Equatorial teria atingido R$ 540 milhões, o que representa queda de 6% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior”, explicou a empresa.

363809  - paulo_prof  -  28 Ago 2019, 00:46
Resultados excepcionais, em alta expansão. Ativo parece barato; o preço deverá evoluir.
p.php?pid=chartscreenshot&u=V1o3PsdA0oPK

EQTL3

PREÇO: R$ 92,40

PAYOUT (2018) 20,9%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 14,91

P/VPA 3,06

PSR 1,31

DY 1,40%

EV/EBITDA 8,84

MARGEM BRUTA 27,1%

MARGEM OPERACIONAL 13,4%

MARGEM LÍQUIDA 8,8%

LUCRO POR AÇÃO R$ 6,199

MARGEM EBITDA 23,8%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 275,6%

ROE 20,55%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,64



Taxas de Crescimento

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 2T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +42,65%

RESULTADO BRUTO +42,32%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +272,12%

RESULTADO OPERACIONAL +42,28%

RESULTADO LÍQUIDO +19,91%

EBITDA +77,73%



b) 2T19 sobre 2T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +85,62%

RESULTADO BRUTO +107,06%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +58,41%

RESULTADO OPERACIONAL +167,80%

RESULTADO LÍQUIDO +145,06%

EBITDA +153,99%



c) lucro líquido, nominal

UA 19,91%

U2A 52,29%

U3A 29,74%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 18,25%

U2A 17,80%

U3A 16,19%



e) ebitda, nominal

UA 77,73%

U2A 52,86%

U3A 38,01%

U4A 18,70%

U5A 44,54%

U6A 39,74%

U7A 30,99%

U8A 27,26%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 77,49

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +4,5% !!!!

361259  - paulo_prof   -  15 Mai 2019, 17:40
Na DRE do 1T19 há despesas não recorrentes que totalizam R$ 133 milhões (no 1T18 estas despesas somaram R$ 97 milhões). Não me dei o trabalho de tentar expurgar estes efeitos, primeiro porque seria complicado (o que expurgar e o que não expurgar) e também porque as contribuições individuais para cada valor candidato a expurgo são relativamente pequenas em relação ao todo.

Mesmo desconsiderando despesas não recorrentes sensivelmente maiores do que aquelas do 1T18, os resultados foram excepcionais em termos de comparação. Como os resultados do 2T18 foram relativamente fracos, é de se esperar, mais uma vez, resultados excepcionais no 2T19 em termos de comparação. Em consequência, os resultados da comparação anual (ano terminado no 2T19, comparado com o ano terminado no 2T18) apresentarão taxas de crescimento do lucro e ebitda muito acima do que seria necessário pela precificação atual. Na minha opinião, o ativo não está tão caro quando os múltiplos parecem indicar.

EQTL3

PREÇO: R$ 82,06

PAYOUT (2018) 20,9%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 15,48
P/VPA 2,89
PSR 1,35
DY 1,35%
EV/EBITDA 9,58
MARGEM BRUTA 26,6%
MARGEM OPERACIONAL 12,6%
MARGEM LÍQUIDA 8,7%
LUCRO POR AÇÃO R$ 5,301
MARGEM EBITDA 22,7%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 266,5%
ROE 18,65%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,34


Taxas de Crescimento

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 1T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +25,46%

RESULTADO BRUTO +21,26%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +290,70%

RESULTADO OPERACIONAL +19,73%

RESULTADO LÍQUIDO +5,31%

EBITDA +44,36%



b) 1T19 sobre 1T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +39,67%

RESULTADO BRUTO +67,89%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +10,55%

RESULTADO OPERACIONAL +202,83%

RESULTADO LÍQUIDO +229,48%

EBITDA +91,86%



c) lucro líquido, nominal

UA 5,31%
U2A 34,32%
U3A 6,05%


d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 17,14%

U2A 16,30%

U3A 15,23%



e) ebitda, nominal

UA 44,36%
U2A 41,53%
U3A 32,82%
U4A 18,70%
U5A 32,75%
U6A 32,71%
U7A 27,16%
U8A 23,49%


Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 66,26

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +5,5% !!!!

360002 - paulo_prof -  30 Mar 2019, 22:21
Até quase fins de 2016, a Equatorial Energia atuava exclusivamente em distribuição, controlando a Cemar e a Celpa. Entrou no segmento da Transmissão vencendo lotes nos leilões de outubro de 2016 e de 2017 abril, com investimentos previstos pela ANEEL de mais de R$ 4,7 bilhões. Posteriormente, ao longo do exercício de 2018, adquiriu a Cepisa e uma participação na Intesa. No 1T19, adquiriu a CEAL e a participação remanescente na Intesa.

Assim como a Cemar e a Celpa, no período inicial subsequente às aquisições, a Cepisa ainda opera no prejuízo. Por outro lado, para conseguir o capital necessário para os investimentos, a empresa teve que aumentar o endividamento em mais de R$ 3,3 bilhões no 4T18.

Na DRE do 4T18 há várias receitas e despesas não recorrentes, bem como resultados de derivativos. Não me dei o trabalho de tentar expurgar estes efeitos, primeiro porque seria complicado (o que expurgar e o que não expurgar) e também porque as contribuições individuais para cada valor candidato a expurgo são relativamente pequenas em relação ao todo.

Embora o preço da EQTL3 pareça estar esticado, o meu sentimento é de que o ativo de fato não está caro, considerando o fato de se tratar de um "queridinho" do mercado, e da perspectiva de maturação dos seus investimentos. No curto prazo, o resultado financeiro negativo deverá aumentar substancialmente, sem a contrapartida de geração de caixa. Mas no médio prazo, o natural é apostar na competência da empresa.

EQTL3

PREÇO: R$ 80,00

PAYOUT (2018) 20,9%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 17,53

P/VPA 2,87

PSR 1,43

DY 1,19%

EV/EBITDA 9,15

MARGEM BRUTA 25,9%

MARGEM OPERACIONAL 11,5%

MARGEM LÍQUIDA 8,2%

LUCRO POR AÇÃO R$ 4,565

MARGEM EBITDA 22,2%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 208,2%

ROE 16,40%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,46]



Taxas de Crescimento

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 4T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +24,04%

RESULTADO BRUTO +11,07%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +362,48%

RESULTADO OPERACIONAL +4,39%

RESULTADO LÍQUIDO -7,95%

EBITDA +37,51%



b) 4T18 sobre 4T17, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 38,84%

RESULTADO BRUTO +49,89%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +1.392,22%

RESULTADO OPERACIONAL +19,93%

RESULTADO LÍQUIDO -4,87%

EBITDA +81,45%



c) lucro líquido, nominal

UA -7,95%

U2A 13,53%

U3A 4,32%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 17,40%

U2A 15,61%

U3A 15,59%



e) ebitda, nomial

UA 37,51%

U2A 31,50%

U3A 28,55%

U4A 17,78%

U5A 33,64%

U6A 27,81%

U7A 25,71%

U8A 21,96%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 57,06

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +8,5% !!!!

355887 - paulo_prof  -  14 Nov 2018, 13:41
Embora sensivelmente abaixo do 3T17, achei os resultados bons. O custo da energia elétrica para revenda impactou fortemente a margem bruta. Isto não preocupa porque são despesas não gerenciáveis que serão "reembolsadas" no próximo reajuste. O resultado deverá vir bem melhor no 4T18 se bem que possivelmente abaixo daquele do 4T17. Em consequência, acho que o ativo está relativamente bem precificado (se bem que, sendo uma queridinha do mercado, um investimento no preço atual não me parece muito arriscado).


EQTL3

PREÇO: R$ 68,81

PAYOUT (2017) 24,1%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 14,47

P/VPA 2,61

PSR 1,34

DY 1,67%

EV/EBITDA 8,93

MARGEM BRUTA 24,8%

MARGEM OPERACIONAL 11,8%

MARGEM LÍQUIDA 9,2%

LUCRO POR AÇÃO R$ 4,743

MARGEM EBITDA 18,7%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 160,0%

ROE 18,05%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,73



Taxas de Crescimento

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +17,11%

RESULTADO BRUTO -0,03%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +38,76%

RESULTADO OPERACIONAL +16,92%

RESULTADO LÍQUIDO +42,37%

EBITDA +19,56%



b) 3T18 sobre 3T17, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 12,51%

RESULTADO BRUTO -14,60%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +306,37%

RESULTADO OPERACIONAL -16,99%

RESULTADO LÍQUIDO -20,42%

EBITDA -2,79%



c) lucro líquido, nominal

UA 42,37%

U2A 17,67%

U3A -7,53%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 17,90%

U2A 15,37%

U3A 15,95%



e) ebitda, nomial

UA 19,56%

U2A 19,29%

U3A 5,69%

U4A 30,68%

U5A 24,03%

U6A 24,26%

U7A 21,42%

U8A 15,75%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 59,29

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +3,5% !!!!

352899 - paulo_prof   -  17 Ago 2018, 01:53
Resultados medíocres, O lucro líquido do 2T18 mostrou uma pequena involução em relação ao 2T17 (-4,7%) e uma grande evolução (+87,5%) em relação ao 1T18. O lucro do 1S18 foi um pouco maior (+5,2%) do que aquele do 1S17. O problema é que o lucro do 2S17 foi 242% maior do que aquele do 1T18!!! Ou seja, se os resultados do 1S18 fossem anualizados, os multiplos não guardariam qualquer relação com aqueles apresentados abaixo. A favor da empresa, os enromes investimentos em curso que ainda demorarão para gerar retorno.


EQTL3

PREÇO: R$ 59,20

PAYOUT (2017) 24,1%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 11,69

P/VPA 2,37

PSR 1,19

DY 2,06%

EV/EBITDA 7,99

MARGEM BRUTA 26,8%

MARGEM OPERACIONAL 12,9%

MARGEM LÍQUIDA 10,2%

LUCRO POR AÇÃO R$ 5,064

MARGEM EBITDA 19,3%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 159,3%

ROE 20,23%

LIQUIDEZ CORRENTE 2,00



Taxas de Crescimento

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 2T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +19,36%

RESULTADO BRUTO +16,94%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +8,72%

RESULTADO OPERACIONAL +50,00%

RESULTADO LÍQUIDO +86,64%

EBITDA +30,16%



b) 2T18 sobre 2T17, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 7,43%

RESULTADO BRUTO -3,88%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +37,00%

RESULTADO OPERACIONAL -5,62%

RESULTADO LÍQUIDO -4,71%

EBITDA +1,08%



c) lucro líquido, nominal

UA 86,64%

U2A 32,57%

U3A -10,28%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 17,35%

U2A 15,17%

U3A 17,87%



e) ebitda, nomial

UA 30,16%

U2A 21,78%

U3A 3,86%

U4A 37,35%

U5A 33,26%

U6A 24,55%

U7A 21,38%

U8A 13,94%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 63,30

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -1,5% !!!!

348044  - los_gomes   - 14 Mar 2018, 15:45
Equatorial negocia compra de linhões da Isolux

Natalia Viri

A Equatorial está negociando a compra de linhões da Isolux no Brasil, de acordo com duas fontes a par do assunto, dando um passo importante para encorpar seu portfólio em transmissão, setor no qual estreou há pouco mais de um ano.

A operação adicionaria os ativos operacionais da Isolux, que possuem fluxo de caixa garantido, ao pipeline de projetos greenfield da Equatorial que devem ser concluídos ao longo dos próximos cinco anos.

"É um movimento lógico. Traz um fluxo de caixa garantido e ajuda a empresa a conseguir condições melhores de financiamento para os projetos que ainda precisam sair do papel", diz um gestor que acompanha a companhia.

O pacote à venda envolve cinco linhas de transmissão com 2,5 mil quilômetros de extensão, e uma receita anual permitida (RAP) entre R$ 250 milhões e R$ 300 milhões em 2017 — um valor que, por contrato, é corrigido pela inflação.

Não está claro se a Equatorial quer comprar a totalidade dos ativos ou apenas uma parte deles. E, como em toda transação do tipo, não há garantia de que as partes vão chegar a um acordo.

A Equatorial é conhecida por ser uma negociadora dura. Nesse sentido, a Isolux parece um alvo ideal: entrou em recuperação extrajudicial em 2016 e, diante das dificuldades em pagar os credores, teve que recorrer à rota judicial no ano seguinte, tanto na Espanha quanto no Brasil.

No pacote à venda estão a concessão de Cachoeira Paulista, no interior de São Paulo, com 181 quilômetros; Jauru, entre Rondônia e Mato Grosso com 940 quilômetros; e Xingu e Macapá, no Norte do País, que começaram a operar em 2013 e somam, juntas, 1,2 mil quilômetros.

A Isolux tenta vender ainda uma linha dde 250 quilômetros entre Taubaté (SP) e Nova Iguaçu (RJ). O ativo é o mais encrencado: deveria ter sido entregue em 2014 mas ainda está em fase final de construção. A previsão é que a última subestação seja concluída ainda no primeiro semestre.


Nos últimos dois anos, a Isolux chegou a fechar contratos vinculantes com a Brookfield e com o grupo espanhol Ferrovial para vender seus linhões. Mas em ambos os casos, as negociações travaram ao chegar na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Naquelas transações, no entanto, a Isolux ainda tentava vender as concessões de dois grandes linhões no Norte do Brasil, que não tinham nem começado a sair do papel. O regulador deu sinal vermelho e cassou as concessões no ano passado.

Agora, os riscos regulatórios do pacote que restou são menores. "Por conta do histórico de execução nas distribuidoras, a Equatorial tem um poder muito grande de negociação com a Aneel", diz uma outra fonte. "Fica mais fácil equacionar os potenciais problemas regulatórios".

Antes focada em comprar distribuidoras de energia em dificuldades e dar uma injeção de eficiência para criar valor, a Equatorial começou a investir também em transmissão no fim de 2016, quando o governo voltou a permitir taxas de retorno atrativas para o negócio.

Desde então, arrematou oito lotes em leilões, que devem demandar cerca de R$ 4,5 bilhões em investimentos, e comprou 51% de um linhão já operacional no Tocantins.

A entrada no segmento de transmissão suaviza o perfil de risco da Equatorial e inaugura uma nova avenida de crescimento para a empresa. Enquanto os turnarounds em distribuição levam mais tempo, as linhas de transmissão trazem um fluxo de caixa garantido por 30 anos, com correção pela inflação.

O grande risco são os possíveis atrasos durante a construção, mas a Equatorial já disse que espera erguer os linhões com investimento abaixo do previsto pelo regulador e espera entregá-los um ano antes do prazo estabelecido, maximizando sua taxa de retorno.

A companhia também está de olho nos ativos de distribuição que vem a mercado neste ano. Está avaliando a compra da fatia de 17% que a AES detém na Eletropaulo e é uma das candidatas naturais à compra das distribuidoras do grupo Eletrobras no Norte e no Nordeste.

347975  - paulo_prof  -  09 Mar 2018, 22:16
Excelentes resultados da Equatorial. Os números não mostram qualquer fragilidade. A julgar pelos números e múltiplos, o ativo parece barato, apesar da recente valorização.

EQTL3

PREÇO: R$ 71,70

PAYOUT (2017) 24,1%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 12,16

P/VPA 2,53

PSR 1,34

DY 1,99%

EV/EBITDA 8,22

MARGEM BRUTA 28,9%

MARGEM OPERACIONAL 13,7%

MARGEM LÍQUIDA 11,0%

LUCRO POR AÇÃO R$ 5,018

MARGEM EBITDA 20,0%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 146,9%

ROE 20,84%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,84



Taxas de Crescimento

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 4T16, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +14,07%

RESULTADO BRUTO +22,16%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +31,25%

RESULTADO OPERACIONAL +18,20%

RESULTADO LÍQUIDO +40,02%

EBITDA +25,75%



b) 4T17 sobre 4T16, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 15,53%

RESULTADO BRUTO +13,68%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -52,91%

RESULTADO OPERACIONAL +80,26%

RESULTADO LÍQUIDO +192,69%

EBITDA +41,91%



c) lucro líquido, nominal

UA 40,02%

U2A 11,06%

U3A 16,07%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 13,84%

U2A 14,70%

U3A 21,27%



e) ebitda, nomial

UA 25,75%

U2A 24,29%

U3A 11,86%

U4A 32,69%

U5A 25,96%

U6A 23,84%

U7A 19,89%

U8A 11,56%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 62,72

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +3,5% !!!!

343898  - marcosvinicius2  -  13 Nov 2017, 14:07
COMENTÁRIO: RESULTADO LIQUIDO DO 3T17 MELHOROU EM RELAÇÃO AO 2T17 E NA COMPARAÇÃO COM O 3T16 DEVIDO A EXCELENTE RECEITA LIQUIDA. DOS ULTIMOS 46 TRIMESTRES, 05 APRESENTARAM LUCRO LIQUIDO NEGATIVO (10,8696%). LUCRO Atribuído a Sócios da Empresa Controladora DO 3T17 = 311.682 FOI MAIOR DO QUE O LUCRO APRESENTADO NO 2T17 = 127.087 E MAIOR (TAMBEM) EM RELAÇÃO AO APRESENTADO NO 3T16 = 188.722. RESULTADO BRUTO TAMBEM FOI MAIOR NA COMPARAÇÃO ENTRE 3T16 = 566.556 X 3T17 = 813.976. VALOR DE MERCADO (MIL) = 12.123.351; VALOR MAXIMO (MIL) = 12.123.351 NO 3T17; VE PSBE (MIL) = 15.173.076:

EQTL3
PREÇO: 61,00
PAYOUT (2016): 25,94%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 18,31
P/VPA 2,68
PSR 1,40
DY 1,42%
EV/EBITDA 10,32
MARGEM BRUTA 28,92%
MARGEM OPERACIONAL 11,81%
MARGEM LÍQUIDA 7,62%
LUCRO POR AÇÃO 3,332
MARGEM EBITDA 18,36%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 154,91%
ROE 14,66%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,51

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 17,94%
RESULTADO BRUTO 36,42%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -1623,23%
RESULTADO OPERACIONAL 16,83%
RESULTADO LÍQUIDO -2,75%
EBITDA 27,68%

b) 3T17 sobre 3T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 19,75%
RESULTADO BRUTO 43,67%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -46,35%
RESULTADO OPERACIONAL 61,63%
RESULTADO LÍQUIDO 65,15%
EBITDA 40,07%

c) lucro (taxa média anual)
UA -2,75%
U2A -25,47%
U3A 137,61%

d) patrimônio líquido médio
UA 12,89%
U2A 14,98%
U3A 21,50%

O EBITDA Consolidado Ajustado alcançou R$502 milhões, crescimento de 13,7% em relação ao reportado no 3T16. Sem a mudança no destaque anterior, o EBITDA Ajustado teria atingido R$486 milhões, o que representaria um crescimento de 13,4%,– EBITDA Consolidado Equatorial.

O volume total de energia distribuída atingiu 3.883 GWh, com aumento de 2,5% no mercado da CEMAR e retração de 1,5% na CELPA, relativamente aos volumes do 3T16.

As perdas totais na CEMAR fecharam o 3T17 em 18,3% da energia injetada, com queda de 0,3 p.p em relação a 2T17. Na CELPA, as perdas totais encerraram o 3T17 em 27,5% da energia injetada vs 26,8% no 2T17.


( * ) É PRECISO VERIFICAR NO RELATÓRIO DA ADM. A EXISTÊNCIA DE RESULTADO NÃO RECORRENTE:
( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3

343849  - paulo_prof  -  12 Nov 2017, 15:12
Ótimo resultado, auxiliado pela valorização cambial do real, impactando positivamente o resultado financeiro.

O preço corrente do ativo é salgado ... mas é justificado pela competência do controlador na geração de valor. O EV/EBITDA atual associado com a taxa de crescimento anual do Ebitda mostram que o preço atual não deve ser considerado super exagerado. Ativo bom custa caro!

EQTL3

PREÇO: R$ 61,00

PAYOUT (2016) 24,8%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 18,31

P/VPA 2,68

PSR 1,41

DY 1,31%

EV/EBITDA 8,79

MARGEM BRUTA 28,0%

MARGEM OPERACIONAL 12,0%

MARGEM LÍQUIDA 7,7%

LUCRO POR AÇÃO R$ 3,332

MARGEM EBITDA 19,1%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 109,4%

ROE 14,66%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,51



Taxas de Crescimento

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T16, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +14,85%

RESULTADO BRUTO +23,57%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -11,84%

RESULTADO OPERACIONAL +16,83%

RESULTADO LÍQUIDO -2,75%

EBITDA +21,79%



b) 3T17 sobre 3T16, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 20,85%

RESULTADO BRUTO +48,49%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +2,62%

RESULTADO OPERACIONAL +61,63%

RESULTADO LÍQUIDO +65,15%

EBITDA +40,12%



c) lucro líquido, nominal

UA -2,75%

U2A -25,47%

U3A 137,61%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 12,89%

U2A 14,98%

U3A 21,50%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 42,71

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +9,5% !!!!

337751  - TraderCenter   -  10 Mai 2017, 21:15
[...]
A Equatorial Energia registrou lucro líquido de R$ 49,4 milhões no primeiro trimestre de 2017, em queda de 64,4% ante o lucro líquido de R$ 138,8 milhões no primeiro trimestre de 2016.

Segundo os dados arquivados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a receita líquida da empresa no primeiro trimestre de 2017 foi de R$ 1,747 bilhão, em alta de 0,8% sobre os R$ 1,733 bilhão no primeiro trimestre de 2016.

A empresa, que controla distribuidoras de energia no Maranhão e no Pará e atua também em geração e transmissão, teve uma geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 214,5 milhões de reais no trimestre, queda de 15,8 por cento na comparação anual.
[...]

335335  - paulo_prof   -  10 Mar 2017, 23:15
A elétrica mais mão fechada do mercado. Acho que não vale o risco! Há opções melhores.

EQTL3

PREÇO: R$ 57,65

PAYOUT (2016) 24,8%



Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 16,08

P/VPA 2,87

PSR 1,46

DY 1,54%

EV/EBITDA 8,99

MARGEM BRUTA 25,8%

MARGEM OPERACIONAL 13,4%

MARGEM LÍQUIDA 9,1%

LUCRO POR AÇÃO R$ 3,585

MARGEM EBITDA 18,5%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 90,0%

ROE 17,82%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,71



Taxas de Crescimento



a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 4T15, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +9,68%

RESULTADO BRUTO +19,96%

RESULTADO FINANCEIRO passou de (altamente) positivo para negativo

RESULTADO OPERACIONAL -100,55%

RESULTADO LÍQUIDO -6,34%

EBITDA +22,87%



b) 4T16 sobre 4T15, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 24,64%

RESULTADO BRUTO +38,08%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +37,04%

RESULTADO OPERACIONAL +178,58%

RESULTADO LÍQUIDO +21,97%

EBITDA +30,87%



c) lucro líquido, nominal

UA -11,91%

U2A 5,68%

U3A 118,11%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 15,55%

U2A 25,16%

U3A 18,29%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 44,81

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +6,0% !!!!

333655  - marcosvinicius2  -  03 Fev 2017, 19:49
EDIT.: Houve modificação significativa na quantidade de ações no período 4T07 X 1T08, 1T08 X 2T08 E 3T12 X 4T12 (desdobramento ou emissões?) e Resultado Não Operacional (Não Encontrado).
Energia Faturada: O volume total de energia distribuída da CEMAR atingiu 1.563 GWh no 3T16, 2,8% superior ao 3T15. O volume total distribuído pela CELPA (mercados cativo e livre) somou 2.316 GWh no 3T16, o que representa um aumento de 6,5%.
RECEITA OPERACIONAL: No 3T16, a Receita Operacional Bruta aumentou em 11,3%, influenciada principalmente por: i) o reajuste tarifário ocorrido em agosto de 2015, onde o efeito médio percebido pelo consumidor foi de 8,64%; ii) reajuste tarifário de agosto de 2016, onde o impacto médio ao consumidor foi de 8,24%, e; iii) crescimento de 2,8% no volume de energia vendida no trimestre. Já a Receita Líquida atingiu R$ 802 milhões (R$ 636 milhões, desconsiderando a Receita de Construção), aumento de 18,4% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.
EBITDA: No 3T16, o EBITDA atingiu R$190 milhões, valor já impactado pela contabilização de ativos e passivos regulatórios líquidos e pela mudança do reconhecimento das despesas com compensações pagas aos consumidores por descumprimento dos indicadores individuais de qualidade. Como impactos neste trimestre: (i) R$3 milhões de efeito de reajuste tarifário ocorrido em agosto de 2016, onde os componentes financeiros reconhecidos foram ligeiramente inferiores aos valores que estavam contabilizados; (ii) neste trimestre observamos reversão de despesas R$3 milhões referentes à sobrecontratação de energia acima de 105%, percentual limite de repasse para a tarifa.

EQTL3
PREÇO: 57,44
PAYOUT (2015): 20,38%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 16,76
P/VPA 2,86
PSR 1,55
DY 1,22%
EV/EBITDA 12,17
MARGEM BRUTA 25,00%
MARGEM OPERACIONAL 11,92%
MARGEM LÍQUIDA 9,25%
LUCRO POR AÇÃO 3,427
MARGEM EBITDA 16,96%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 145,88%
ROE 17,04%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,71

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 3T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -4,17%
RESULTADO BRUTO -13,50%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -96,80%
RESULTADO OPERACIONAL -44,89%
RESULTADO LÍQUIDO -42,89%
EBITDA -15,17%

b) 3T16 vs 3T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 8,62%
RESULTADO BRUTO 20,64%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -47,81%
RESULTADO OPERACIONAL 62,41%
RESULTADO LÍQUIDO 134,66%
EBITDA 24,47%

c) lucro (taxa média anual)
UA -42,89%
U2A 271,42%
U3A 77,41%

d) patrimônio líquido médio
UA 17,11%
U2A 26,05%
U3A 16,16%

PSBe - Preço Sugerido pelo Balanço, exponencial no lucro:

Citação: PSBe - Preço Sugerido pelo Balanço, exponencial no lucro

PSBe = ((Patrimônio Líquido + Receita Líquida12m + Resultado ñ operacional12m + (Lucro12m - Resultado ñ operacional12m) * ( SE( OU(Margem Líquida=0 ; ABS(Margem Líquida)>1) ; 1 ; ABS(Margem Líquida) ^ (-7,65 * ABS(Margem Líquida)))) * Cotação unitária) / nº de ações

Sendo que;
SE(Cotação unitária;1;1000); Cotação unitária não é preço da ação, indica se o lote negociado representa 1 ação ou mil ações.
Margem Líquida de 12 meses e descontada do 'Resultado ñ operacional12m'


PSBe = 68,83; PSBe-TAG = 68,83/ON e ND/PN

VE PSBe = 13.674.854.000

VE PSBe-TAG = 13.674.854.000

Valor de Mercado = 11.411.900.000 em 02/02/2017

( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3

330181  - paulo_prof   -  20 Nov 2016, 11:31
EQTL3
PREÇO: R$ 52,62
PAYOUT 2015: 24,6%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 15,52
P/VPA 2,65
PSR 1,44
DY 1,58%
EV/EBITDA 9,01
MARGEM BRUTA 25,0%
MARGEM OPERACIONAL 11,9%
MARGEM LÍQUIDA 9,2%
LUCRO POR AÇÃO R$ 3,427
MARGEM EBITDA 18,2%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 90,0%
DIVIDA LÍQUIDA / EBITDA ANUAL 1,14
ROE 17,04%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,71

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 3T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -4,17%
RESULTADO BRUTO -13,50%
RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO -96,70%
RESULTADO OPERACIONAL -44,99%
RESULTADO LÍQUIDO -42,89%
EBITDA -17,031%

b) 3T16 vs 3T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +8,62%
RESULTADO BRUTO +20,64%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -47,81%
RESULTADO OPERACIONAL +62,41%
RESULTADO LÍQUIDO +134,66%
EBITDA +15,40%

c) lucro (taxa média anual)
UA -42,89%
U2A 271,42%
U3A 79,73%

d) patrimônio líquido médio
UA 17,11%
U2A 26,05%
U3A 17,68%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 34,27

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): +11,0%

325903  - paulo_prof  -  12 Ago 2016, 05:19
EQTL3
PREÇO: R$ 53,20
PAYOUT (2015) 24,6%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses
P/L 18,46
P/VPA 2,78
PSR 1,47
DY 1,33%
EV/EBITDA 9,33
MARGEM BRUTA 24,2%
MARGEM OPERACIONAL 10,7%
MARGEM LÍQUIDA 7,9%
LUCRO POR AÇÃO R$ 2,882
MARGEM EBITDA 17,9%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 99,4%
ROE 15,05%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,70

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 2T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -3,86%
RESULTADO BRUTO -20,44%
RESULTADO FINANCEIRO passou de positivo para negativo
RESULTADO OPERACIONAL -55,37%
RESULTADO LÍQUIDO -58,91%
EBITDA -24,47%

b) 2T16 vs 2T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +0,76%
RESULTADO BRUTO +40,70%
RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO -95,05%
RESULTADO OPERACIONAL -61,48%
RESULTADO LÍQUIDO -64,25%
EBITDA +43,94%

c) lucro (taxa média anual)
UA -58,91%
U2A passou de negativo para positivo
U3A passou de negativo para positivo

d) patrimônio líquido médio
UA 23,47%
U2A 24,48%
U3A 22,72%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 28,82

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): +15,5% !!!

318835  - los_gomes   -  11 Mar 2016, 12:02
EQTL3

-73% 4T2014/4T2015

Equatorial Energia tem lucro líquido de R$143 mi no 4º tri


SÃO PAULO (Reuters) - A Equatorial Energia teve lucro líquido de 143 milhões de reais no quarto trimestre, queda de 73 por cento na comparação com o mesmo período do ano anterior, informou na noite de quinta-feira.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) societário da companhia de energia totalizou 333 milhões de reais, baixa de 57 por cento na mesma base de comparação.

296762  - paulo_prof  -  08 Mai 2015, 02:57
Parece que com o realismo tarifário a empresa navegará em céu de brigadeiro ... não parecem haver grandes ameaças pela frente !!!

EQTL3
PREÇO: R$32,60
PAYOUT (2014): 24,3%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses (furados devido aos efeitos não recorrentes do 4T14 ...)
P/L 9,13
P/VPA 2,21
PSR 0,91
DY 2,66%
EV/EBITDA 6,63
MARGEM BRUTA 26,3%
MARGEM OPERACIONAL 11,2%
MARGEM LÍQUIDA 9,9%
LUCRO POR AÇÃO R$ 3,570
MARGEM EBITDA 19,6%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 154,2%
ROE 24,16%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,68

Taxas de Crescimento: (observação: no 4T14 a empresa contabilizou R$ 686 milhões de receita de ativos regulatórios líquidos; esta receita impactou fortemente os Resultados Bruto, Operacional e Líquido, bem como o Ebitda)

a) últimos 12 meses sobre os 12 meses terminados no 1T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +43,26%
RESULTADO BRUTO +73,19%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +12,53%
RESULTADO OPERACIONAL +424,64%
RESULTADO LÍQUIDO +556,93%
EBITDA +107,73%

b) 1T15 sobre 1T14, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +26,65%
RESULTADO BRUTO +74,51%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +163,79%
RESULTADO OPERACIONAL +162,52%
RESULTADO LÍQUIDO +483,88%
EBITDA +68,03%

c) lucro líquido, nominal
UA 556,93%
U2A 233,68%
U3A 59,71%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 11,84%
U2A 25,58%
U3A 41,42%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 35,70

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -2,0%

290157  - paulo_prof  -  15 Fev 2015, 20:43
Muito bom o resultado ... Supondo que o lucro líquido permaneça constante, em termos reais, para todo o sempre, a taxa de desconto compatível com o preço atual seria 11,85%. Considerando que a EQTL opera na região nordeste, cuja taxa de crescimento da economia é maior do que a média brasileira e considerando o realismo tarifário que deverá vigorar nos próximos anos, seria de se esperar que o lucro líquido evolua positivamente. Infelizmente, o risco de um racionamento pesa negativamente ... de modo que me parece que o ativo está relativamente bem precificado.

PREÇO: R$ 27,08
PAYOUT (2014): 24,3%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses (furados ...)
P/L 8,43
P/VPA 1,89
PSR 0,79
DY 2,88%
EV/EBITDA 6,06
MARGEM BRUTA 25,1%
MARGEM OPERACIONAL 10,5%
MARGEM LÍQUIDA 9,4%
LUCRO POR AÇÃO R$ 3,214
MARGEM EBITDA 19,2%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 157,0%
ROE 22,48%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,39

Taxas de Crescimento: (observação: no 4T14 a empresa contabilizou R$ 686 milhões de receita de ativos regulatórios líquidos; esta receita impactou fortemente os Resultados Bruto, Operacional e Líquido, bem como o Ebitda)

a) últimos 12 meses sobre os 12 meses terminados no 4T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +43,66%
RESULTADO BRUTO +63,13%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -3,74%
RESULTADO OPERACIONAL +924,85%
RESULTADO LÍQUIDO +829,17%
EBITDA +121,50%

b) 4T14 sobre 4T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +82,38%
RESULTADO BRUTO +296,70%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +31,58%
RESULTADO OPERACIONAL passou de negativo para positivo
RESULTADO LÍQUIDO passou de negativo para positivo
EBITDA +493,13%

c) lucro líquido, nominal
UA 829,17%
U2A 116,29%
U3A 58,56%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 5,65%
U2A 37,89%
U3A 38,44%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 32,14

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -4,0%

281669  - paulo_prof  -  03 Nov 2014, 00:51
Muito bom resultado no trimestre ... há que se ler o relatório para analisar se este resultado poderá ser mantido nos próximos trimestres.

EQTL3
PREÇO: R$ 25,28
PAYOUT (2012): 23,9%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses (furados ...)
P/L 101,64
P/VPA 2,03
PSR 0,88
DY 0,26%
EV/EBITDA 11,53
MARGEM BRUTA 17,8%
MARGEM OPERACIONAL 2,3%
MARGEM LÍQUIDA 0,9%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,249
MARGEM EBITDA 11,5%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 151,1%
ROE 2,00%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,12

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre os 12 meses terminados no 3T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +25,26%
RESULTADO BRUTO -6,63%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -10,74%
RESULTADO OPERACIONAL +2,63%
RESULTADO LÍQUIDO -57,91%
EBITDA +0,15%

b) 3T14 sobre 3T13, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +38,87%
RESULTADO BRUTO +15,66%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -33,07%
RESULTADO OPERACIONAL +72,57%
RESULTADO LÍQUIDO +41,16%
EBITDA +35,95%

c) lucro líquido, nominal
UA -57,91%
U2A -48,17%
U3A -32,57%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 2,58%
U2A 54,21%
U3A 35,76%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 2,49

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +67,5%

219441 - paulo_prof  - 31 Out 2013, 17:50
Não li o Relatório ...

Se não tiver um "chuncho/pegadinha" ou evento não recorrente, tem que tirar o chapéu para os caras ... Em um ano arrumaram a casa (da Celpa) e já estão sendo capazes de gerar um lucro que não geravam nem quando ainda tinham participação na Light ...

Algo me diz que quem apostou nestes caras vai se dar muito bem ... evidentemente, se a nossa senhora em Brasília deixar !!!


EQTL3
PREÇO: R$ 23,45
PAYOUT (2012): 23,9%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses (furados ...)
P/L 38,16
P/VPA 1,94
PSR 1,01
DY 0,63%
EV/EBITDA 10,46
MARGEM BRUTA 23,9%
MARGEM OPERACIONAL 2,7%
MARGEM LÍQUIDA 2,6%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,614
MARGEM EBITDA 13,5%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 143,9%
ROE 5,08%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,54

Taxas de Crescimento:

a) últimos 9 meses sobre os 9 meses terminados no 3T12, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +94,93%
RESULTADO BRUTO +46,38%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +361,68%
RESULTADO OPERACIONAL -71,52%
RESULTADO LÍQUIDO -12,72%
EBITDA +20,69%

b) 3T13 sobre 3T12, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +87,87%
RESULTADO BRUTO +151,94%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +505,62%
RESULTADO OPERACIONAL +79,73%
RESULTADO LÍQUIDO +247,20%
EBITDA +147,01%

c) lucro líquido, nominal
UA -33,63%
U2A -12,96%
U3A -8,86%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 131,82%
U2A 56,18%
U3A 28,34%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 7,67

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +28,5%

160177 - paulo_prof -  12 Dez 2012, 16:05
No momento, um investimento nestes ativos pode ser arriscado.
A EQTL acabou de comprar a semi-falida Celpa. Se ela for bem sucedida na missão de transformar a Celpa numa Cemar (ENMA), então o retorno de um investimento no ativo seria certo. Mas quem é que garante?

Por outro lado, está em curso uma capitalização da EQTL de mais de R$ 1 bilhão, onde o maior aacionista controlador está diminuindo sensivelmente a sua participação (além de não subscrever, venderá parte das ações que atualmente possui).
[,,,]

159963 - paulo_prof -  11 Dez 2012, 11:57
Esquisito este aumento de capital da Equatorial ...

Além de rifar as ações representativas de 12% do capital atual da empresa, o controlador PCP Latin America não subscreverá uma única ação. A sua participação direta e indireta na empresa cairá de 53,53% para no máximo 25,95%.

Na outra ponta, a participação do free float passaria dos atuais 24,16% para 50,89%, podendo chegar nos 53,50%.

Entre os acionistas que hoje participam do grupo de controle, a participação da Squadra Investimentos passaria de 15,73% para 17,64% e do CSHG, de 6,37% para 5,38%.

O aumento de capital é de R$ 1,05 bilhões menos despesas e a PCP, pela venda de suas ações na oferta secundária, vai embolsar R$ 210 milhões menos despesas.

Se a Celpa acabar se mostrando num fiasco, a maior parte da conta cairá no colo do minoritário ...

sei não ...

153814 - paulo_prof - 25 Out 2012, 23:43
Se entendi direito ... quem tem EQTL3 pode ir se preparando ...

A Equatorial pretende levantar aprox. R$ 1 bilhão numa oferta pública de distribuição primária de ações. O preço da ação a ser subscrita será determinado pelo processo de bookbuilding.

Digamos que este preço acabe sendo fixado em R$ 16,00. Seriam então aprox. 62,5 milhões de ações. Mas há 2 detalhes:

a) o controlador, Fundo PCP, quer vender até 20% do número de ações da oferta primária, em oferta secundária. Seriam, então, aprox. 13,5 milhões de ações; e

b) havendo interesse, a oferta primária pode ser ampliada em 15%, ou seja, aprox. 9 milhões de ações + 1,4 milhões de ações pelo controlador.

Ou seja, a oferta pública deverá envolver entre 76 e 86,5 milhões de ações.

Como hoje a empresa tem aprox. 110 milhões de ações, dá para perceber o tamanho da oferta ... o equivalente a 75% da base de ações.

Por outro lado, quero crer que se o controlador está vendendo, ele não deverá ter interesse em subscrever.

A experiência em casos similares do passado mostra que não pode ser descartada uma desvalorização sensível do ativo, jogando o preço bem abaixo dos R$ 16,00 estimados acima. A queda de quase 4% hoje talvez já tenha sido um reflexo ...

Estando entupido de ENMA3B, esperava que a EQTL fosse buscar recursos nos proventos da Cemar ... não consegui ainda enxergar direito o que, do ponto de vista do controlador, é mais vantajoso:

se interna os proventos da Cemar antes ou depois do processo de distribuição; de qualquer forma, tendo decidido capitalizar-se no mercado, está claro que a EQTL não será pressionada a elevar o payout da Cemar ... pior para mim ...

153677 - paulo_prof -  25 Out 2012, 03:06
PREÇO: R$ 18,82
PAYOUT (2011): 31,5% (acho que no exercício de 2012 vai aumentar bem)

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses
P/L 11,22
P/VPA 1,94
PSR 0,87
DY 2,81%
EV/EBITDA 5,88
MARGEM BRUTA 32,6%
MARGEM OPERACIONAL 15,0%
MARGEM LÍQUIDA 7,8%
LUCRO POR AÇÃO R$ 1,677
MARGEM EBITDA 22,8%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 152,4%
ROE 17,33%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,26

Taxas de crescimento dos 9M12 em relação aos 9M11
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +28,19%
RESULTADO BRUTO +13,44%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -10,37%
RESULTADO OPERACIONAL +22,17%
RESULTADO LÍQUIDO +18,83%
EBITDA +10,31%

Taxas de crescimento do 3T12 em relação aos 3T11
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +30,45%
RESULTADO BRUTO +10,89%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -14,32%
RESULTADO OPERACIONAL +21,94%
RESULTADO LÍQUIDO +20,85%
EBITDA +12,21%

Crescimento da dívida líquida ao final do 3T12 em relação ao 3T11: +1,37%

Taxas anuais médias de crescimento nominal:
a) do lucro líquido
UA 14,15%
U2A 6,80%
U3A -14,59%

b) do patrimônio Líquido médio
UA 3,69%
U2A -7,11%
U3A -4,69%

153630 - small caps -  25 Out 2012, 01:57
Belo balanço... surpreendente na verdade:
http://www.rad.cvm.gov.br/ENETCONSULTA/frmGerenciaPaginaFRE.aspx?NumeroSequencialDocumento=21882&CodigoTipoInstituicao=2

Não tive paciência de esperar...
Mas tem metas regulatórias muito frouxas... na próxima revisão tarifária vão apertar o torniquete da empresa...

Se ela tivesses as metas da ELPL4 (exagero, é claro), pode ser que teria prejuízo...

150513 -  paulo_prof -  30 Set 2012, 20:15
Citação: tota57
Boa noite,

Quem estava posicionado em EQTL vai se dar bem. A empresa assumirá a CELP com um plano que previu um desconto na dívida que creio tenha sido de aproximadamente 50%. Além do desconto o parcelamento deve ter bem camarada.
A Aneel esta aceitando rever a meta de perdas, para os valores existentes atualmente. Outra facilidade foi aceitar que o dinheiro que estava sendo pago em multas, por violação de indicadores de qualidade, seja transformado em investimento no sistema elétrico, nesse quesito estamos falando de uns R$100 milhões/ano.
Na outra ponta a EQTL injetará de imediato R$350 milhões no caixa e mais R$350 milhões um pouco mais adiante.
Com toda essa contabilização não será de admirar se o lucro aparecer já em 2012, mais tardar 2013.
Esse torniquete no pagamento de altíssimos juros da dívida, elevada multas para os consumidores e na sangria provocada pelos furtos de energia, associado ao dinheiro no caixa, vão mudar o balanço da empresa.
No médio e longo prazo a conversa será outra. Se o plano de melhoria da qualidade não surtir efeito o bônus concedido pela Aneel, em relação as multas, se transformará num ônus maior. Se as Perdas não convergirem para a trajetória de redução estabelecida pela Aneel, novos passivos começarão a onerar o caixa.
O quadro da CELP está tão grave que há grandes possibilidades de aparecerem resultados, que quanto melhores forem maiores serão os lucros da EQTL.
Agora um alerta, o Pará não é o Maranhão, em todos os sentidos. É um estado 4 vezes maior que o Maranhão, dentro da Amazônia, com toda dificuldade de logística imaginável. Há ainda o problema da complexidade sócio-econômica, com diversos indicadores que colocam o estado dentre os mais pobres e violentos, apesar das riquezas naturais não há distribuição de renda. Metodologia utilizada pela Aneel coloca o estado como o mais difícil do Brasil para se combater o furto de energia.
Resumindo, no curto prazo pode haver entusiasmo. No médio/longo euforia ou desilusão.

O meu interesse neste imbroglio da EQTL é, como controladora da Cemar, aprovar um payout generoso neste exercício.

A dívida líquida da EQTL é de R$ 1,14 bilhões. A razão desta dívida para o Ebitda anual corrente é de aprox. 2,2. A minha esperança é que a EQTL resolva aumentar o cash flow para fazer frente aos novos investimentos necessários na Celp. Na minha estimativa, por sua participação na Cemar, a EQTL deverá ter um lucro de aprox. R$ 180 milhões. Bom mesmo seria que todo este lucro fluísse na forma de proventos para o caixa da empresa, ou seja, um payout de 100%.

Vamos ver no que vai dar ...

146141  - paulo_prof -  26 Ago 2012, 18:12
Citação: MuadibGV
Citação: comunicado_ao_mercado

Rio de Janeiro, 23 de agosto de 2012 - A Equatorial Energia S.A. (BM&FBOVESPA: EQTL3) e a CEMAR – Companhia Energética do Maranhão vêm a público comunicar que, em 20 de agosto de 2012, a ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica homologou o reajuste anual das tarifas da CEMAR.
Considerando-se o efeito líquido da inclusão dos componentes financeiros na tarifa, o efeito médio a ser percebido pelo consumidor será de 1,75%. Dentro dos componentes financeiros, os principais itens considerados foram R$ 22,6 milhões do Programa Luz Para Todos e R$ 15,0 milhões de Sobrecontratação. IRT Puro 5,63%

Componentes Financeiros 0,62% Em R$ mil
Programa Luz Para Todos 1,31% 2 2.638
Sobrecontratação 0,87% 1 5.019
Outros -1,56% ( 26.941)
Reajuste Médio ao Consumidor* 1,75%
Reajuste Tarifário Anual 2012

* Para cálculo do reajuste médio ao consumidor, devem ser excluídos os componentes financeiros considerados no último Reajuste Tarifário.

Os temores do Small Caps se concretizaram em parte em relação à Cemar (Equatorial). A empresa teve uma diminuição de 41 milhões nos ativos regulatórios líquidos nos 12 meses que encerraram no 2T 2012, passando os tais ativos a passivos.

Na revisão anual a ANEEL reconheceu um saldo de 10 milhões.

Então minha conta grosseira é que devemos diminuir do lucro do último ano esses 31 milhões para achar lucro real.

ENMA3B não está cara, mas perde um pouco do "upside". Já EQTL3 me parece uma bomba prestes a explodir quando a Cemar entrar no 3º ciclo ano que vem. Será que o mercado acredita tanto assim na capacidade da holding de criar valor? Eu não pagaria pra ver.

Uma "despesa" de R$ 31 milhões corresponde a um lucro de aprox. R$ 20,5 milhões. Uma redução de R$ 20,5 milhões no lucro líquido dos últimos 12 meses, R$ 271,5 milhões, corresponde a aprox. 9,2%.

Mas o preço da EQTL é na maior parte especulativo ... se vai, ou não, conseguir comprar a Celpa a preço de banana ...

142875 de 335362 - paulo_prof -  06 Ago 2012, 16:38
É uma holding (assim como a MLFT do pppadv) cujos ativos atuais são o controle da Cemar e uma participação (25%) na Geramar. Tem ainda outros ativos (100% da Equatorial Soluções a qual controla a Sol Energias com 51% do capital) mas que praticamente nada contribuem para os resultados.

O ROE anualizado da Cemar, no 1S12 foi igual a 27,3%.
O ROE anualizado da EQTL no mesmo período foi de 18,41.

Como pode ser observado, não há termos de comparação. Além do capital investido na atividade de geração estar hoje rendendo sensivelmente menos do que o capital investido na Cemar, parte dos proventos da Cemar e Geranorte está sendo consumido para administrar a holding (mesma "doença" da MLFT3).

Ao preço corrente de R$ 9,50 da ENMA3B e R$ 15,48 da EQTL3, os múltiplos relativos aos últimos 6 meses anualizados são:
ENMA3B: P/L = 5,38; P/VPA = 1,47; DY = 7,03%
EQTL3: P/L = 9,18; P/VPA = 1,69; DY = 3,43%

Por que, então, alguém compraria EQTL3 em vez de ENMA3B? Ou, o que a EQTL3 tem que a ENMA3B não tem?

A EQTL3 tem uma liquidez bem melhor e há uma perspectiva de
que acabe adquirindo a Celpa, que está muito mal das pernas.

Talvez o mercado esteja apostando que a EQTL3, ao adquirir a Celpa, terá o mesmo sucesso que teve com o investimento na Cemar. Na minha opinião, o preço corrente da EQTL3 tem uma componente especulativa importante. Há muitos riscos envolvidos: o negócio não sair, o negócio sair e a EQTL ter dificuldades em colocar a Celpa em pé, etc.

Finalmente, no que concerne a Cemar, há razões para acreditar que talvez algo não esteja sendo informado com transparência. O Tota já se manifestou a respeito (tipo a Cemar ser uma empresa com parâmetros que fogem totalmente à regra) e o Small também "reclamou" de uma certa falta de transparência relativa à questão dos ativos/passivos regulatórios, que pode trazer surpresas desagradáveis no futuro próximo.

116119 - small caps - 17/Fev/2012 11:39
EQTL3 = até nunca mais!

Uma olhada no balanço no método antigo deixa o cenários com nuvens maiores...
E a meta de perdas de energia aumenta progressivamente na ANEEL...



warming...

116054 -  paulo_prof - 16/Fev/2012 22:35
O Conselho de Administração da EQTL, reunido ontem, decidiu distribuir somente R$ 50,4 milhões em dividendos. Além da Reserva Legal de R$ 8 milhões, a empresa ficará com uma Reserva para investimentos e expansão de R$ 102 milhões.


Os múltiplos da EQTL3, baseados nos últimos 12 meses são:

PREÇO: R$ 12,30
PAYOUT (2011): 31,5%
P/L      8,40
P/VPA            1,46
PSR     0,68
DY      3,75%
EV/EBITDA  4,74
MARGEM BRUTA  35,5%
MARGEM OPERACIONAL          15,3%
MARGEM LÍQUIDA          8,1%
LUCRO POR AÇÃO           R$ 1,465
MARGEM EBITDA 25,4%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO       161,6%
ROE    17,35%
LIQUIDEZ CORRENTE     1,33

Taxas anuais médias nominais de crescimento (não deve ser esquecido que até meados de 2010. a empresa tinha participação na Light):
a) do lucro líquido
UA      -15,29%
U2A    -12,14%
U3A    -18,91%

b) do patrimônio líquido médio
UA      -9,29%
U2A    -10,62%
U3A    -6,40%

116009 - danieljoseaa - 16/Fev/2012 18:31
EQTL3:(por isso a demora)


Resultado do 4º Trimestre de 2011

A empresa anunciou lucro líquido de R$ 33,9 M neste trimestre, uma variação de -28,8% em relação ao 3° trimestre de 2011 e redução de 15,6% em relação ao quarto trimestre de 2010. A receita líquida totalizou R$ 508,0 k no quarto trimestre de 2011. No terceiro trimestre de 2011 a receita líquida foi de R$ 0,0.

O resultado corresponde a uma margem bruta de 100,00%. Já a margem líquida ficou em 6.674,61% no quarto trimestre de 2011.

Os ativos totais registraram o saldo de R$ 963,9 M, decréscimo de 3,5% em relação ao saldo no 4T10. O patrimônio líquido alcançou a soma de R$ 922,1 M no 4° trimestre de 2011, valor -3,3% menor ao saldo no mesmo período do ano anterior.

Neste período, a ação oscilou 9,22% contra 8,47% do Ibovespa, enquanto que o valor de mercado atingiu R$ 1,4 B contra R$ 1,1 B no quarto trimestre de 2010.

128845 - paulo_prof - 01/Mai/2012 11:52
PREÇO: R$ 14,07

PAYOUT (2011): 31,5%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L      8,86
P/VPA            1,61
PSR     0,73
DY      3,56%
EV/EBITDA  5,11
MARGEM BRUTA  34,8%
MARGEM OPERACIONAL          15,6%
MARGEM LÍQUIDA          8,3%
LUCRO POR AÇÃO           R$ 1,588
MARGEM EBITDA 24,9%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO       147,7%
ROE    18,15%
LIQUIDEZ CORRENTE     1,08

Taxas anuais médias nominais de crescimento:

a) do lucro líquido
UA      2,27%
U2A    -6,09%
U3A    -15,80%

b) do patrimônio líquido médio
UA      -4,05%
U2A    -12,49%
U3A    -6,75%

Supondo uma perpetuidade real nula e uma taxa de desconto real de 8%, para que a fórmula do FCD produza uma preço justo de R$ 14,85 (30% maior do que a cotação atual), é necessário que a taxa de crescimento real do lucro líquido nos próximos 3 anos seja superior a -1,0%.

Relativamente ao 1T11, as taxas de crescimento nominal foram:
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +30,24%
RESULTADO BRUTO +18,60%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +38,32
RESULTADO OPERACIONAL +31,68%
RESULTADO LÍQUIDO +40,80%
EBITDA +17,99%
PATRIMÔNIO LÍQUIDO -3,14%

O bom resultado obtido pela EQTL é devido ao bom resultado obtido pela sua controlada Cemar. Evidentemente, o preço da EQTL está (relativamente) bem mais salgado do que o da ENMA. No 1T11 a EQTL concluiu a aquisição de 50% da Vila Velha Termoelétricas Ltda, sociedade pré-operacional responsável pela implantação e operação de usinas termoelétricas no Espírito Santo.

Na minha leitura, os próximos anos demandarão investimentos importantes tanto por parte da ENMA, quanto da EQTL, diretamente, de modo que a política de payouts deve ser restritiva, na faixa dos 35%.

116589 - small caps - 22/Fev/2012 23:35
citação: anne rice

alguém conhece bem a equatorial, para saber se esse valor que estão querendo destinar para reserva é legal? Pelo artigo 25, §4º do Estatuto Social a Reserva para Investimento e Expansão tem como limite máximo o valor equivalente a 80% (oitenta por cento) do capital social da Companhia, ou seja, salvo engano, 453 M. Mas não sei quanto já havia sido destinado à essa reserva. Boa noite para todos e desculpem se estiver escrevendo alguma bobagem.

anne rice, se tem algo que esta empresa não tem é regularidade.


Num ano distribuem o lucro de todo o ano e a reserva de lucro de anos anteriores e até mesmo restituem capital.

No outro, distribuem uma merreca, enquanto todos esperavam mais.

Já vendi as minhas. O maior problema virá quando acabar o resultado que ela esta reconhecendo de receitas de período tarifários anteriores. A curva de redução de perdas dela é bastante acentuada, e não boto a mão no fogo de que conseguirá batê-la. A dívida líquida já começou a aumentar em razão da necessidade de investir para reduzir as perdas...



116123 - polycrav - 17/Fev/2012 11:42
Equatorial: resultados do quarto trimestre

Os resultados da Equatorial (EQTL3) no quarto trimestre foram considerados fracos pelo analista Marcos Severine. O Ebitda ajustado de R$ 105 milhões retraiu 15,9% na comparação anual e ficou 24,5% abaixo das projeções. O lucro líquido de R$ 34 milhões caiu 3,7% e veio 38,7% menor que o esperado.

Por sua vez, a receita líquida cresceu 19%, puxada principalmente pela receita de construção, e atingiu R$ 602 milhões, número 15,4% acima do previsto.

A Equatorial informou também que o Conselho de Administração aprovou a distribuição de R$ 50,4 milhões em dividendos, equivalentes a R$ 0,46 por ação e a um dividend yield de 3,7%. O valor ainda será submetido à aprovação dos acionistas em assembleia.

A recomendação para Equatorial segue em underperform (desempenho abaixo da média do mercado), com preço justo de R$ 12,90. A visão negativa é fundamentada em: (i) potencial limitado de valorização; e (ii) baixa liquidez das ações. No curto prazo, o analista também avalia que os resultados operacionais fracos e a redução do pagamento de dividendos também devem pressionar os papéis.

115868 - small caps - 16/Fev/2012 11:15
Tenho o ativo, mas me preocupa o amadorismo de não conseguir publicar um balanço no prazo que eles mesmos previram...


"PROBLEMAS NA DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DE 2011

Rio de Janeiro, 15 de fevereiro de 2012

Gostaríamos de pedir desculpas pelo inconveniente, mas estamos com problemas operacionais para arquivar as DFPs de Equatorial Energia e CEMAR na CVM.

Assim que solucionarmos o problema, seguiremos com a divulgação dos resultados de 2011. Entretanto, provavelmente só conseguiremos fazê-lo a partir de amanhã.

CONTATO RI:

Thomas Newlands
Relações com Investidores

Eduardo Haiama
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores"

Nas elétricas, tem ativos de 1a. linha, como COCE, ELPL, ENBR ...

Infelizmente, não vejo EQTL3 neste patamar... mas os preços são bem deprimidos, permitindo o investimento... preocupa-me a maior volatilidade dos balanços...

102061 - danieljoseaa - 11/Nov/2011 19:50
citação: c4m1lo
Pessoal, o q vcs acharam do balanço de EQTL3? Vi que os dividendos estão em 15,5%, é isso mesmo? Obrigada.

Eu achei o balanço nem bom nem ruim, na média.....

Sim, os dividendos são isso mesmo, cerca de 15%, porém a distribuição só acontece em abril, ou seja, apenas em abril vira "ex" dividendos e seu valor dependerá do lucro de 2011, que até agora, nos 9 meses foi um pouco menor que o do mesmo período de 2010.......126 MI(2011) contra 148 MI(2010).......o valor que será distribuído, se mantido o payout de 100%, será o total do lucro de 2011.



Vale apenas fazer a ressalva que EQTL é uma das que sofrerão um pouquinho com a questão da revisão tarifária.

63740 - danieljoseaa - 11/Fev/2011 15:08
Levando-se em consideração que deve lucrar algo em torno de 1,80/2,00 por ação em 2010.
Vamos considerar 1,80( para isso ocorrer basta o lucro do 4° tri vir no meio termo entre os lucros do 2°(cerca de 40 MI) e do 3°(cerca de 60 MI) trimestres.
SE vier um pouco inferior a 50 MI já proporcionará esse lucro de 1,80 por ação.

Se tiver um Payout mínimo de 23,5.....distribuirá 0,42(DY de 3,65%)
Se tiver um payout de 50%.............distribuirá 0,90(DY de 7,8%)
Se tiver um payout igual ao de 2009...distribuirá 0,44(DY de 3,8%)
Se tiver um payout igual ao de 2008...distribuirá 1,21(DY de 10,5%)
Se tiver um payout igual ao de 2007...distribuirá 1,89(DY de 16,4%)- totalmente improvável.



Qual a aposta???

63739 - paulo_prof - 11/Fev/2011 14:52
citação: danieljoseaaPessoal.....alguém que tem acompanhado a EQTL3, como está atualmente seu payout??
Em 2008 e 2009 foi de 100% eu acho, tinhamos nesta época, rs, aí veio a venda da participação na LIGT3 e se naõ me engano mudou seu Payout para o mínimo(25%), ainda está assim?
Estou perguntando porque estou voltando a achá-la interessante no preço atual e com os lucros apresntados nos últimos trimestres.

Se alguém tiver a informação, pois procurei e nada achei.

Dividindo o total distribuído pelo lucro, o payout foi de 105,3% no exercício de 2007, 67,35% no exercício de 2008 e 24,5$% no exercício de 2009.



Acho que é uma Mission Impossible chutar qual será o payout do exercício de 2010, pricipalmente porque os controladores da EQTL não parecem ter uma idéia clara dos planos futuros da empresa. Fica uma impressão de que não há plano algum ... não se sabe se a idéia é liquidar ou comprar ativos.

Análise Coin Valores
A Equatorial é uma empresa holding que possui investimentos na Companhia Energética do Maranhão (CEMAR), na Geramar e na Equatorial Soluções. A Equatorial possui 65,11% da CEMAR, concessionária do serviço de distribuição de energia elétrica que atua em todo estado do Maranhão. A Equatorial também participa em 25% do capital da Geramar, sociedade responsável pela operação de 2 usinas térmicas no Maranhão, com capacidade instalada de 330MW. Adicionalmente, a Equatorial controla a Equatorial Soluções, empresa prestadora de serviços.

RETROSPECTIVA 2010
Em 2010, a Equatorial concluiu o seu processo de Cisão Parcial, do qual originou-se a Redentor Energia, sociedade que detém indiretamente 13,03% da Light S.A. e cujo controle acionário está sendo alienado para uma sociedade a ser indicada pela CEMIG. Desta forma, a Equatorial buscou valorizar o seu acionista minoritário, que terá o direito de escolher alienar ou não sua participação indireta em Light, de acordo com as mesmas condições oferecidas ao acionista controlador de Equatorial. Adicionalmente, os resultados apresentados até o momento pela controlada CEMAR têm sido positivos, reafirmando a excelência e capacidade de gestão da Equatorial Energia. Ao longo do ano, o Programa Luz Para Todos atingiu a marca de mais de 260 mil novos consumidores no Maranhão, decorrência de nossa dedicação em levar energia elétrica às populações do meio rural e em contribuir para o desenvolvimento sócio-econômico de mais de 1 milhão e 300 mil pessoas. E, finalmente, mas não menos importante, 2010 marcou o início das operações comerciais da Geramar, duas usinas termelétricas situadas no interior do Maranhão, que desde o 1º trimestre deste ano estão disponíveis a gerar energia.

PERSPECTIVA 2011
As expectativas para a Equatorial Energia em 2011 são bastante positivas. Buscamos continuar melhorando nossa performance tanto operacional como financeira, com destaque para o programa de combate às perdas da CEMAR, programa que já demonstrou sua robustez com os resultados apresentados em 2010 e para as perspectivas de investimento no Maranhão. Como resultado de nosso trabalho, esperamos continuar entregando valorização diferenciada aos nossos acionistas, sempre buscando o mais alto nível de governança corporativa.

49269 -  paulo_prof - 08/Out/2010 16:58 
citação: rryannsBoa tarde...
Professor e demais foristas...podem tecer breves comentários a respeito da EQTL3!!!


O problema da EQTL é adivinhar qual será a política de payout daqui em diante. O payout do exercício de 2009 foi de 24,5%. Se este payout for repetido em 2010, o ativo não é competitivo em relação a seus pares.



Na minha avaliação (chute), o lucro líquido da Geranorte deverá somar R$ 15 milhões nos próximos 12 meses. O lucro da Cemar no mesmo período deverá ser de aprox. R$ 220 milhões. Nestas condições, o lucro líquido da Equatorial será de aprox. R$ 147-150 milhões. Considerando um patrimônio líquido de aprox. R$ 1 bilhão e um payout de 25%, obtém-se (ao preço de R$ 10,78): P/L = 7,96; P/VPA = 1,17; DY = 3,15%. Eu acho que há ativos mais interessantes .

39330 - WK2007 - 19/Jul/2010 20:45
Análise da Equatorial pela Bogari:

Equatorial
A Equatorial é uma holding com basicamente 3  investimentos no setor elétrico brasileiro: 65% da Cemar, 13% da Light e 25% da Geramar. A Cemar é distribuidora de energia do Maranhão, atendendo a mais de 1,4 milhão de clientes. A Light é distribuidora de energia em 31 municípios do Rio de Janeiro, incluindo a capital, atendendo a cerca de 4 milhões de clientes, e também possui atividade de comercialização e geração de energia. A Geramar é uma geradora de energia, que possui duas usinas termelétricas no Maranhão cuja operação teve início em 2010.
Por ser fortemente regulado pelo Governo, o setor elétrico tem características de investimento particulares.
As empresas do setor como um todo apresentam grande previsibilidade em seus números (receita, ebitda, fluxo de caixa, etc.), alta geração de caixa e, geralmente, dividendos elevados, porém apresentam retornos limitados pelo governo através do controle de tarifas.
Devido a estas características, as empresas do setor tendem a negociar próximas a seus preços justos, ou seja, é difícil encontrar ações com perspectivas de retorno muito elevado.
Entretanto, a forte queda de suas ações permitiu que fizéssemos um investimento na empresa com ótimas perspectivas de retorno nos últimos meses.
Em dez/2009, os controladores da Equatorial acertaram a venda de sua participação no controle da Light para a Cemig. Por motivos fiscais, a transação foi estruturada de tal forma que a participação na Light será cindida da companhia e entregue aos seus acionistas. Entretanto, até que a implementação dessa estrutura seja concluída, a companhia passou a ter quase metade do seu valor equivalente a caixa remunerado ao CDI.
Cada acionista da Equatorial receberá ações de uma nova empresa cujo único ativo é a participação na Light. Com a venda do controle desse novo ativo para a Cemig, os demais acionistas terão direito a tag along pelas mesmas condições da venda do controle. Com isso, os acionistas atuais da Equatorial efetivamente receberão dinheiro pela venda da Light.
Mas qual a razão da queda das ações da Equatorial?
Identificamos duas explicações, que a nosso ver não geram perda de valor para a empresa. A primeira é que com a redução do tamanho da empresa haverá também uma redução na liquidez de suas ações. Com a cisão da empresa, a parte restante da Equatorial ficará com praticamente metade do valor de antes. Sendo assim, apesar de o percentual de free float continuar o mesmo, o valor negociado será reduzido.
A segunda, foi a decisão do conselho de administração de reduzir o percentual de pagamento de dividendos da companhia. A política anterior era de pagamento de 100% do lucro. Agora, será pago o mínimo, 25%. A justificativa para tal mudança é que a empresa está buscando novas oportunidades de investimentos e, eventualmente, poderá necessitar de mais caix a. A nosso ver, existem duas possibilidades para a companhia. A primeira é seus controladores venderem o restante dos ativos e sair do negócio. Como se sabe, os controladores da Equatorial são os antigos controladores do Banco Pactual que, normalmente, atuam como investidores financeiros. Caso isso ocorra, o valor dos demais ativos será destravado com a venda da Cemar e Geramar, o que é positivo para os demais acionistas.
A segunda possibilidade é que a companhia continue a ser o veículo de investimentos do grupo (ou de parte dele) no setor. Dessa forma, a justificativa apresentada para a redução de dividendos se confirma. Imaginamos que as oportunidades a serem perseguidas devam ser primordialmente na área de geração. Entretanto, dependendo do resultado da eleição presidencial, outras oportunidades de investimentos poderão surgir.
Acreditamos que a eleição do Serra possa dar início a uma maior busca de eficiência na Eletrobrás, com a consequente venda das distribuidoras federalizadas do Norte e Nordeste. Basta lembrar que o discurso utilizado no IPO da Equatorial foi exatamente aproveitar esse tipo de oportunidade.
De qualquer forma, acreditamos que o investimento realizado, ao preço de aquisição, seja muito interessante dado o baixíssimo risco operacional do ativo.

32982 - small caps - 16/Abr/2010 00:47
citação: aderdSmall a "incognita" Equatorial , entrei hj a 15,60 fiz bem???
aderd, o preço foi bom.
O problema que vejo na empresa é: Porque não provisionou os valores que incluiu no REFIS? Porque alterou a política de dividendos sem avisar de forma abrupta? Porque ao invés de restituir capital em 2009, não deixou para ter um maior pay out em 2010? Porque de repente muda de estratégia. Antes distribuiu tudo e agora diz que quer crescer ?????
Qual o planejamente estratégico que muda 180 graus em apenas um ano? Que gestão é esta?
Se é para ter ativos assim, sou mais um CEBR5... que inclusive elevei a posição igual a de EQTL, fatiando esta...
Aliás, é bom considerar que boa parte dos lucros fortes da empresa vinha sendo sustentado por questões não recorrentes...

32952 -  paulo_prof 0 15/Abr/2010 11:32
2 paulo_profComentários: 1861 - Desde: Jul 2009
Vamos fazer algumas contas simples ...
No dia 29ABR, a CEMAR estará distribuindo R$ 0,3517534 por ação ON e PNA. Como a Equatorial detém aprox 106 milhões destas ações, receberá aprox. R$ 38 milhões em proventos. Os proventos que a Equatorial recebeu/receberá da Light não estão disponíveis, porque fazem parte do preço de venda da participação na Light para a Cemig. A Geranorte também não distribui porventos porque só começou a operar no início deste ano.
A Equatorial vai distribuir R$ 0,40/ação, ou seja, um total de mais de R$ 43 milhões.
Moral da história: como a Equatorial vai pagar R$ 43 milhões e só vai receber R$ 38 milhões, vai ter que tirar "do bolso", R$ 5 milhões para fechar as contas.
Pelo jeito, este tal de Severine não percebeu ainda que a Equatorial é uma holding, cujo caixa é gerado pelos proventos das empresas nas quais investe. Pelo jeito, também, ainda não percebeu que a parte do lucro líquido que é proveniente do investimento na Light NÃO DEVE CONTAR, porque é assim que determina o acordo de compra e venda da Light.
Fico imaginando o que este cara espera? Que a Equatorial faça uma dívida bancária para pagar proventos melhores a seus acionistas?
Ainda bem que os Severines da vida só dão palpites ... Já imaginaram o que seria se pudessem administrar as empresas que "analisam"? 

32950 - danielbehar - 15/Abr/2010 10:45 
» Equatorial: proposta para vender participação na Light
A Equatorial (EQTL3) comunicou ontem, em fato relevante, a intenção de submeter aos acionistas (em assembleia a ser realizada em 29 de abril) uma proposta para uma cisão parcial da empresa, resultando na venda de sua participação indireta na Light (de 13,03%). Seria criada uma nova companhia especificamente para a transferência dessa participação na Light. A notícia não é novidade e já foi reportada desde dezembro do ano passado pela companhia. O analista Marcos Severine lembra, no entanto, que a Equatorial surpreendeu o mercado ao anunciar, junto com os resultados do 4º trimestre de 2009, uma redução no payout de dividendos para 25% do lucro líquido (ante o payout anterior de 85% a 100%). Com isso, a empresa perdeu grande parte de sua atratividade, que era justamente o pagamento de dividendos. De acordo com cálculos do analista, seguindo esse novo payout, o dividend yield estimado para 2010 seria de 5,6% (e de 5,9% para 2011), bem abaixo do que a empresa costumava pagar. Dessa forma, o analista se mantém cético em relação às ações EQTL3 e reitera a recomendação de underperform (desempenho abaixo da média do mercado).
Carlos Constantini


* este relatório foi elaborado pela equipe de Pesquisa de Renda Variável da Itaú Corretora.

32946 - buric - 15/Abr/2010 09:13
Essa é pro Paulo.
citação: Plantão Empresas
(15/04) EQUATORIAL (EQTL - NM) - Proposta de Cisao parcial / Esclarecimentos
DRI: Eduardo Haiama
Enviou o seguinte Comunicado:
"A Equatorial Energia S.A. ("Companhia"), em atendimento a solicitacao da BM&FBovespa referente ao fato relevante de 14 de abril de 2010 ("Fato Relevante"), vem esclarecer a seus acionistas e ao mercado em geral o quanto segue: 1. Conforme descrito no item 18 do Fato Relevante, mediante a cisao parcial da Companhia sera criada uma nova sociedade anonima ("Newco") e cada um dos acionistas da Companhia recebera uma acao da Newco para cada acao do capital da Companhia que possuir.
2. Fica esclarecido que, a partir da data da aprovacao da cisao parcial e ate que a Newco tenha suas acoes admitidas a negociacao no segmento do Novo Mercado da BM&F Bovespa, as acoes de emissao da Companhia somente poderao ser negociadas em bolsa conjuntamente com as correspondentes acoes de emissao da Newco, sob o codigo EQTL3, vedada a negociacao em bolsa isoladamente de acoes de emissao da Newco ou da Companhia.
3. A partir da admissao das acoes da Newco a negociacao no segmento do Novo Mercado da BM&F Bovespa, as acoes de emissao da Companhia e as acoes de emissao da Newco passarao a ser negociadas independentemente umas das outras. Rio de Janeiro, 14 de abril de 2010."

32136 - tota57 - 04/Abr/2010 18:49
Boa noite prof paulo e demais amigos. Postei no topico do rcbocardo um comentario da EQTL, a pedido do buric. Divido abaixo essa informação.
citação: tota57
citação: buricGostaria de ouvir o parecer do tota sobre EQTL3. Sabem o que acontece com ele?
Buric,
Estou muito assoberbado e devo ter dificuldades para frequentar os foruns. Em relação a EQTL eu faço os seguinte comentários:
Gostei muito da rápida adequação da Cemar aos limites de perdas regulatorias. A Aneel estabelece um limite que é coberto pelo preço da tarifa, que no caso da Cemar é de 25,6%. De 2008 para 2009 a Cemar reduziu de 28,9% para 25,2%, ou seja, a empresa já chegou a um patamar de perdas que garante que não terá que tirar dinheiro do resultado para cobrir diferenças. De agora até a proxima revisão tarifária, em 2013, tudo que ela conseguir reduzir de perdas será revertido em ganhos para a empresa. Se minhas contas estiverem corretas essa redução de 3,7%, em 2009, representam aproximadamente R$ 55 milhões na receita operacional liquida. O desempenho é tão formidável que chama a atenção, pois conseguir resultado nesse indicador demanda muito esforço e investimentos. A Cemar reduziu muito, 3,7 p.p. é muita coisa.
Chamou a atenção a decisão do Carlos Piani ir para a presidencia do conselho, trocando de posição com o Firmino Sampaio. O Piani é um CEO que esta numa faixa etária para ficar à testa de um negócio, o cara é muito novo. Normalmente o presidente do conselho não interfere na gestão operacional da empresa. Muito estranha essa decisão, apesar da EQTL informar que esta prospectando negocios para participar da consolidação do setor, essa mudança pode ser uma pista de que vai haver alterações de rumos nos negocios da EQTL. Ainda comungo da ideia de que eles vão vender a Cemar, aliás essa é a filosofia de todo fundo de private equity, arrumar a casa e passar o negocio para frente. O PCP fez alguns desinvestimentos, inclusive o da light.
Com a venda da participação na light a EQTL reduzirá pela metade seu negocio na distribuição de energia.
Outro ponto que me chamou a atenção foi o impacto negativo da adesão ao Refis. Os colegas do tópico sabem o quanto positivo foi essa adesão para a Eletropaulo, foram R$250 milhões de resultado positivo no LL da empresa. No caso da Cemar foi o inverso, a adesão provocou um resultado negativo de uns R$ 90 milhões no LL do 4o trim. Não li atentamente os resultados dos trimestres e anos anteriores, mas ficou para mim a sensação que eles não tinham provisionado essa divida com o governo federal.
Em relação aos outros aspectos operacionais observo que a Cemar tem obtido melhorias na qualidade dos serviços, com redução na quantidade de apagões e melhor atendimento ao cliente, obtendo uma melhor avaliação da população, mesmo com a tarifa de energia mais cara do país. É grande também o investimento no Programa Luz Para Todos, acabou de assinar a 5a tranche com a Eletrobrás, que demandará recursos a fundo perdido de mais de 300 milhões. Esse aumento da base de clientes na área rural, apesar de usar recursos a fundo perdido, é uma faca de dois gumes, pois o mercado rural é pouco rentável e impacta a tarifa, aumentando o preço de energia, pois a empresa precisará de mais recursos para manter esses milhares de km de linha rurais. Como a Aneel tem pressionado a Epresa de Referencia, corre-se o risco desses custos não serem integralmente reconhecidos na proxima revisão tarifária.
Trocando em miudos eu te digo que a EQTL é um ativo mais arriscado que outros do setor elétrico, não que seja um ativo ruim, pelo contrário. Temos empresas mais previsíveis, como COCE, GETI, ENBR, CEPE, ELPL, TRPL, EKTR, para ficar dentre as que mais me agradam. Algumas podem até estar na mira para aquisições, mas na minha visão estão baratas, vide EV/Ebtida de COCE e ELPL, por exemplo. 



31660 - WK2007 - 29/Mar/2010 16:05
Mercado castigando eqtl3. Às vezes um bom resultado quase não provoca reação positiva, mas um resultado fraco é fatal 

31640 - polycrav - 29/Mar/2010 11:49
É... Parece que o "Sr Mercado" não gostou!
EQUATORIAL (EQTL-NM) - DELIBERACOES DE RCA / PROPOSTA A ASSEMBLEIA
(29/03) EQUATORIAL (EQTL - NM) - Deliberacoes de RCA / Proposta a Assembleia
DRI: Eduardo Haiama
A RCA de 26/03/2010 aprovou, entre outras materias, as demonstracoes financeiras referentes ao exercicio social/2009 e a proposta de destinacao lucro liquido, no valor de R$208.990.850,83, a ser submetida a Assembleia, da seguinte forma: 
(i) R$ 10.449.542,54 para reserva legal;
(ii) R$ 50.804.143,30 para o pagamento de dividendos e juros sobre capital proprio; e
(iii) R$ 147.737.164,99 para a reserva a que se refere o Art. 25, Paragrafo
Segundo, itens (iv) e (v), instituida nos termos do Art. 194 da Lei n. 6.404/76. 

28112 - MuadibGV - 11/Fev/2010 21:51
Pra quem tem EQTL3:
A Light pretende distribuir 2,12 por ação de dividendos. Pelas minhas contas cada EQTL3 fará jus a 0,52 desses dividendos, supondo que a Equatorial os repasse integralmente aos acionistas (não deveria ser diferente já que a holding Equatorial vai ser desfeita).
Esse valor deve ser descontado do valor que a Cemig vai pagar por cada ação da NewCo.
Enquanto isso a ordinária da CEMAR (ENMA3B) segue sendo negociada muito mais cara que a EQTL3, e sem tag-along de 100%.
Para ser mais preciso, cada EQTL3 vale 0,9897 ENMA3B. Considerando a adesão à OPA da NewCo quem comprar EQTL3 na cotação de 17,40 vai estar levando uma ENMA3B por 10,13 enquanto essa ação está sendo cotada a 12,30.
Sigo acreditando na EQTL3 no preço atual.

25880 - tintones - 19/Jan/2010 00:53
Poly, saiu dia 12/01 aqui no ADVFN essa noticia:
"A Equatorial Energia anunciou que no dia 09 de janeiro a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o início da operação comercial de sua usina Geramar I, uma das duas do projeto Geranorte. Assim, a Geranorte passa a ter direito à receita fixa anual referente a uma das usinas (R$ 68,1 milhões, a valores de 2007 que deverão ser corrigidos por IPCA), conforme leilão de energia A-3 realizado em 2007.  A Equatorial tem 25% do consórcio que gere a usina." 

25374 -  paulo_prof - 14/Jan/2010 23:22
citação: MuadibGVPrezados,
Hoje aumentei minha carteira em EQTL3, baseado no raciocínio abaixo. Como sempre, críticas são bem-vindas :)
Premissas:
1)cotação de EQTL3 a 17,30;
2)lucro líquido anual da CEMAR 275 mi
O pgto da Cemig pela parte da Equatorial na Light será ao todo 785 milhões, considerando que todos os acionistas da Newco (a ser desmembrada da Equatorial) vão aderir à OPA. Como esse valor será atualizado pelo CDI a partir de 1º/12/09), na presente data considerando uma atualização de 1,1% o total pago seria 793.651.681,25, ou equivalente a R$ 7,35 por ação da Equatorial, considerando um total de 107.981.274 ações.
Ou seja, quem comprar EQTL3 hoje e aderir à OPA da “NewCo” vai receber 7,35 corrigidos pelo CDI por sua parcela da Light. Isso significa que estará pagando 9,95 pela participação indireta de 65,12% que a Equatorial detêm na CEMAR, o que daria um P/L de 5,99.
Comprando EQTL3 você ainda recebe de brinde os dividendos que serão declarados pela Equatorial provavelmente em Março/2010, referentes ao exercício 2009, calculados em R$ 1,70 / ação (estimativas mais acuradas são bem-vindas).
Segundo os dados do 3T09 a holding EQTL3 tem livres R$ 0,62 /ação (disponibilidades + créditos tributários a receber – passivos circulantes – dividendos declarados). Esse valor deve ser mais do que suficiente para finalizar os investimentos em 25% da Geranorte, cujos eventuais lucros não foram considerados neste cálculo.
Um aspecto negativo é que quem comprar agora vai receber mais ou menos 50% do valor que pagou somente quando aderir à OPA e seu dinheiro vai ficar “preso” na NewCo até lá, sendo remunerado pelo CDI.
Outros são as ressalvas feitas à CEMAR pelo Tota em excelente post algumas páginas atrás.
Outro é o fim dos incentivos fiscais que a CEMAR possui em 2013 e 2016.
Um aspecto que pra mim não chega a ser negativo é que o controlador da Equatorial vai desfazer ou vender a holding , mais cedo ou mais tarde. Nesse caso o tag-along de 100% esta aí pra nos proteger, sendo possível que a venda seja feita com um prêmio sobre o valor de mercado, tal como na Light.
Botando os prós e contras na balança achei uma boa oportunidade.
Abraços!
OK! É complicado mesmo, mas vale a pena ...
Eu havia feito as contas com a cotação em R$ 17,10 e sem considerar o CDI (vide abaixo). A minha estimativa para lucro líquido anual da Cemar é de R$ 315 milhões.
citação: comentário 24916 de paulo_prof em 10JAN
citação: tota57
citação: tota57cmalzbier,
Vamos ver se eu entendi.
- A LIGT3 tem um capital com 203.934.000 ações.
- O Valor de Mercado da Light seria de 203.934.000 X R$ 29,53776 = R$ 6 Bilhões
- A parte da EQTL seria de R$ 6 bilhões x 13,03% = R$ 785 milhões
- Cada EQTL3 = 13,03% x LIGT3 = 0,1303 X R$ 29,53776 = R$ 3,8488
- No dia 30/12/2009 cada EQTL valia R$ 18,10 (vamos usar essa referencia, pois foi o dia em que houve a divulgação do negócio)
- Em tese o futuro preço da EQTL3, ao termino desse processo, seria de R$ 18,10 - R$ 3,8488 = R$ 14,25.
Se não me equivoquei cada EQTL3 dará direito de receber 1 ação da NEWCO, cujo valor, em função do Tag Along, seria de R$ 3,8488.
Paulo_Prof,
Creio que vc deve já deve ter feito essas contas, o raciocínio acima esta correto?
Estava pensando com meus botões e fiquei em dúvida sobre o real valor da futura EQTL, que se resumirá à Cemar e Geranorte. Digo isso porque a Ligth já chegou a representar metade do Lucro Liquido da Equatorial.
Tota
Na sua conta vc esqueceu
a) que há 107.981 mil EQTL3 e 203.904 mil LIGT3 em circulação; e
b) que 2009 já fechou e que, em conseqüência, LIGT3 está "devendo" dividendos de aprox. R$ 0,40/EQTL3 (na minha estimativa)
Em tese o preço futuro de EQTL3, então, seria
EQTL3 = 18,10 - 0,40 - (203.904/107.981)*3,8488 = R$ 10,33
O que corresponde a um valor de mercado da EQTL (Cemar + Geranorte) de R$ 1,15 bilhões.
Na minha estimativa, o patrimônio líquido da nova EQTL passará para algo no entorno de R$ 810 milhões e o seu lucro líquido anual em torno de R$ 180 milhões, dando P/L = 6,2 e P/VPA = 1,38.
Se não há erros em minhas contas/suposições, acho estes múltiplos "melhores" do que os da Cemar. Um P/L um pouco superior seria compensado por um P/VPA mais baixo.
Em termos de lucro, nos 9M09, a situação é:
Cemar = R$ 229.493 mil , o que daria R$ 149.446 mil
Light = R$ 357.115, o que daria R$ 46.538 mil
Mesmo com o lucro líquido da Light eventualmente aumentando sensivelmente, não chegará a 50% daquele da Cemar (na minha estimativa, em 2009 será de apenas 25% do lucro total da EQTL). 

24359 - paulo_prof - 01/Jan/2010 18:30
citação: MuadibGVUgaz e Professor,
Partindo do cálculo que a CEMIG vai pagar R$ 7,41 por cada ação de NewCo que será desmembrada da EQTL3, o valor remanescente para EQTL na cotação atual de R$18,10 seria R$ 10,69.
Pelo site da CEMAR a Equatorial detém 65,1% de um total de 164.147 milhões de ações, ou seja, 106.859 de ações da CEMAR são da Equatorial. Como esta tem 105,883 milhões de ações, temos que cada EQTL3 vale 1,0092 ação da CEMAR (ENMA3B). Fazendo a conta 10,69/1,0092 = 10,59 seria o preço que estamos pagando por cada ENMA3B quando compramos EQTL3.
Ainda não descobri os detalhes desta ação ENMA3B, parece que é negociada em balcão. Mas seu último preço foi 10,98 pelo site da Bovespa. Considerando que a ação da Equatorial está grávida dos dividendos da Light, a cotação atual não está cara, em relação à cotação da CEMAR.
Abraços!
A ação da Equatorial também está grávida dos dividendos da Cemar. Como o lucro líquido da Cemar deverá ficar entre R$ 300 e 320 milhões, acredito que os dividendos da Cemar correspondam a um valor entre R$ 1,13 e R$ 1,21 por EQTL3.
Ao preço de R$ 11,00, os múltiplos da ENMA3B são (para um lucro líquido entre R$ 300 e 320 milhões):
P/L entre 6,0 e 5,64 e
P/VPA = 2,2
(P/L)*(P/VPA) entre 12,44 e 13,26
DY entre e 10,2% e 10,9%
ROE entre 36,6% e 39,1%
Só para dar uma idéia, o ROE da Coelce é menor do que 33%. O ROE recorrente da Eletropaulo não chega a 25%. Só o da Elektro é que está no mesmo nível. Será que a Cemar é mesmo tão eficiente operando num dos estados mais pobres da União? Por que os preços no Maranhão estão entre os mais caros do país? Será que os números não estão sendo maquiados e a Aneel comendo bola? Eu receio que cedo ou tarde os preços da Cemar sejam reajustados ... para baixo. 

24353 - MuadibGV 0 01/Jan/2010 16:45
Partindo do cálculo que a CEMIG vai pagar R$ 7,41 por cada ação de NewCo que será desmembrada da EQTL3, o valor remanescente para EQTL na cotação atual de R$18,10 seria R$ 10,69.
Pelo site da CEMAR a Equatorial detém 65,1% de um total de 164.147 milhões de ações, ou seja, 106.859 de ações da CEMAR são da Equatorial. Como esta tem 105,883 milhões de ações, temos que cada EQTL3 vale 1,0092 ação da CEMAR (ENMA3B). Fazendo a conta 10,69/1,0092 = 10,59 seria o preço que estamos pagando por cada ENMA3B quando compramos EQTL3.


Ainda não descobri os detalhes desta ação ENMA3B, parece que é negociada em balcão. Mas seu último preço foi 10,98 pelo site da Bovespa. Considerando que a ação da Equatorial está grávida dos dividendos da Light, a cotação atual não está cara, em relação à cotação da CEMAR.

24335 - paulo_prof - 31/Dez/2009 20:49
Se entendi direito o Fato Relevante da Equatorial, A Cemig pagará R$ 785 milhões pela fatia da Light na Equatorial, ou seja, R$ 7,41/ação.
A questão, então, seria: quanto perderá a EQTL3 sem participação na Light, ou seja, após ter gerado o "filhote" da "newCo"?
Pelas minhas contas, a Cemar deverá produzir um lucro anual de R$ 300 milhões. A Geranorte talvez seja capaz de gerar um lucro de R$ 20 milhões. Se, de fato, a participação da Equatorial é de 65,02% na Cemar e de 25% na Geranorte, o lucro líquido anual da Equatorial seria de aprox. R$ 200 milhões. Se subtrairmos do Patrimônio Líquido da Equatorial (de R$ 1,227 bilhões) a parcela relativa à Light (13,03%*R$ 5,298 bilhões = R$ 690 milhões) chega-se a um novo Patrimônio Líquido de R$ 537 milhões. Finalmente, é suposto que o payout corrente da Cemar será mantido e que o payout da Geranorte será de 100%.
Hipótese A: a EQTL3 perderá exatamente o que a Cemig vai pagar: R$ 7,41
No preço de R$ 18,10 - R$ 7,41 = 10,79, os novos múltiplos seriam:
P/L = 5,71; P/VPA = 2,13; DY = 11%; (P/L)*(P/VPA) = 12,15
Hipótese B: a EQTL perderá 35% de seu valor (participação aprox. do investimento na Light)
No preço de R$ 18,10 * 65% = R$ 11,77, os novos múltiplos seriam:
P/L = 6,23; P/VPA = 2,32; DY = 10,1%; (P/L)*(P/VPA) = 14,46
Considerando que hoje, para uma estimativa de lucro líquido anual da EQTL de R$ 300 milhões, os múltiplos são P/L = 6,39; P/VPA = 1,56; DY = 10,5% e (P/L)*(P/VPA) = 9,98, conclui-se que nos preços atuais estar-se-ia trocando um P/L menor (5,71/6,23 em vez de 6,39), por um P/VPA maior (2,13/2,32 em vez de 1,56), por um (P/L)*(P/VPA) pior(12,15/14,46 em vez de 9,98) e por um DY aproximadamente igual (11%/10,1% em vez de 10,5%).
Há que se considerar, entretanto, que os proventos realtivos ao exercício de 2009 ainda não foram distribuídos. Acredito que, em março, a EQTL distribua aprox. R$ 1,60/ação.
Tudo considerado, o meu palpite para "surfar" o ativo é:
a) adquirir uma quantidade moderada na 2a. feira;
b) embolsar os proventos;
c) receber os filhotes da "NewCo";
d) liquidar os filhotes e as EQTL3 no dia ex de sua distribuição.
Quem sabe eu não esteja delirando no apagar das luzes de 2009?

24345 de 2438401/Jan/2010 13:03 [Citar este comentário] 0
4 paulo_profComentários: 1152 - Desde: Jul 2009
citação: uqazNão seria melhor flipar as NewCo num eventual IPO?
Penso que se esperarmos muito pelos proventos da NewCo, talvez se perca a chance de um lucro maior com a flipada.
Podemos assumir que as NewCo valerão pelo menos R$ 29,53/ação (preço de venda a Cemig) num eventual IPO?
Se sim, isso é muito estranho...como é que pode?! Eu levo R$ 29,35 para cada ação que tenho de 18,10?! O certo seria levar R$ 7,41/ação e ter o preço da EQTL3 reajustado, como o paulo rascunhou. Esses valores estão esquisitos....
Feliz Passagem pessoal!
uqaz
Vc não leva R$ 29,538 para cada EQTL3 que vc tem. Vc levará R$ 29,538 para cada LIGT3 que as suas EQTL3 têm. Como a Equatorial, via RME, tem 26,576 milhões de LIGT3, e existem 105,883 milhões de EQTL3, cada EQTL3 receberá
(26,576/105,883)*R$ 29,538 = R$ 7,41
Não tenho a mínima idéia de quanto tempo levará para que o processo seja concluido. O balanço anual da Light costuma ser divulgado em meados de fevereiro e a distribuição dos dividendos costuma ser decidida em meados de março. Estou duvidando que o processo esteja terminado antes da divulgação do balanço da Light. Se este de fato for o caso, teremos uma idéia mais precisa dos proventos a serem distribuídos.
Ocorre que a Cemig não vai pagar nenhum centavo além dos R$ 7,41 + a parte que eventualmente caberá à ação da NewCo relativa aos dividendos. Em conseqüência, acho que não tem muito sentido ficar segurando a ação da NewCo.
Eu nunca entendi, por exemplo, os investidores que compraram BNCA3 após o negócio com o BB ter sido divulgado no final de 2008. Com a bolsa bombando, este ativo ficou oscilando em torno do preço que o BB iria pagar. Mas como o BB só produziu a grana no 2o. semestre de 2009, quem tinha BNCA3, de fato, tinha um mico na mão.
O balanço da Cemar também será divulgado em meados de fevereiro. Antes ou após a criação da NewCo? Estou torcendo para que a criação da NewCo seja efetivada APÓS os balanços. Assim saberemos onde estamos pisando.
De qualquer forma, a menos que o Tota estude o assunto e recomende o contrário, eu acho que a EQTL3 sem a Light não se sustenta num preço acima de R$ 11,00.
Por isto é que eu acho que as EQTL3, no caso de já terem recebido os proventos relativos a 2009, devem ser "queimadas" no dia "ex" da criação da NewCo. A minha percepção é de que o mercado será lento para perceber que nos preços acima, o preço da EQTL3 estará salgado e no dia "ex" o preço poderá estar acima dos R$ 11,00 + proventos eventualmente ainda não distribuídos.


Resta ver como o mercado se comportará na 2a. feira. Acredito que o fato relevante tenha sido publicado após o fechamento do pregão. Excluindo os insiders de sempre, acho que o mercado ainda não reagiu ao fato.

24327 - uqaz - 31/Dez/2009 12:58
Sim, parece uma excelente notícia. Levo uma ação da Newco de graça para cada LIGT3. Como o preço da Newco foi fechado para a cemig em R$ 29,53 e o preço atual da LIGT3 está em 25,98...13,68%.
Acho que, em teoria, o preço da Equatorial cai à 3/4, já que a participação na light "era" de 25% (RME)
Particularmente num caso de IPO, não sei se flipo...era a light que atrasava a vida da equatorial....
Lembrando que o professor tinha previsto um eventual desmantelamento da equatorial.


Cemig em teoria, então seria um a boa... (depois de uma eventual despencada é claro)

24325 - MuadibGV - 31/Dez/2009 08:55
citação: FATO RELEVANTE
Rio de Janeiro, 30 de dezembro de 2009 - A Equatorial Energia S/A (Bovespa: EQTL3) comunica que foi celebrado, nesta data, o Contrato de Compra e Venda de Ações e Outras Avenças entre seu controlador, FIP PCP, e CEMIG, tendo a Companhia como parte interveniente anuente.
http://www.mzweb.com.br/equatorial/web/arquivos/Fato%20Relevante_Venda%20Light. PDF
Leitura rápida do fato relevante:
A participação da Equatorial na Light será vertida para uma nova empresa denominada Newco. Cada acionista da Equatorial receberá uma ação da Newco por ação da Equatorial.
A participação do contralador da Equatorial na Newco será vendida para a Cemig, por um preço equivalente a R$ 29,53 por ação da Light.
Será feita oferta pública para os demais acionistas da Newco. Como a Newco será listada no novo mercado a oferta deverá ter tag-along de 100%.
Quem entendeu diferente por favor se manifeste. Parece uma boa notícia.


Abraços!

23880 -  paulo_prof - 16/Dez/2009 12:34 
citação: DanielRodriguesBom dia a todos.Entre ELPL6 e EQTL3 voces escolhem qual e porque?O que me chamou atenção é que o ROE da ELPL é bem maior que o dar EQTL e o Div. Yield que é um pouco superior.
No 4T09 a ELPL6 deverá ter um lucro não recorrente de R$ 250 milhões (devido à opção pelo parcelamento de impostos). Na minha estimativa, isto elevará o seu lucro anual para algo no entorno de R$ 960 milhões, o que corresponde a um P/L de 9,60. Como a empresa adota uma política de distribuir integralmente o lucro, caberá à ELPL6 aproximadamenre R$ 6,00. Como já pagou R$ 2,00, deverá integralizar os R$ 4,00 até fins de abril (parte disto deverá ser distribuído/creditado ainda nesta semana ou na próxima). De qualquer forma, ao preço de R$ 36,00, estes R$ 4,00 de proventos já representam um retorno de 11,1% em pouco mais de 4 meses.
Para a EQTL3 estou prevendo um lucro líquido em 2009 de R$ 265 milhões, correspondente a P/L = 7,0 e proventos de R$ 1,90 por ação. Estes proventos costumam ser pagos até o final de março, com uma 1a. parcela sendo creditada provavelmente na próxima semana. Ao preço de R$ 17,50, os R$ 1,90 representam um ganho de 10,9% em pouco mais de 3 meses.
Não tenho condições de avaliar quanto o mercado já precificou os proventos, nem o quanto os ativos deverão cair no dia ex.
No médio e longo prazos, acho que a ELPL6 deverá ser mais "estável". Não sei avaliar o que vai acontecer com a EQTL. Será que parte da Light será vendida? Será que a EQTL vai continuar a ter estas suas performances completamente "fora do gráfico"? Ou será que está "maquiando" performance?
A minha aposta pessoal de curto prazo está na ELPL mas, talvez para um investimento hoje, seja mais prudente colocar um pé de cada lado.

21689 - tota57 - 18/Nov/2009 19:13
Energia: PCP deve, aos poucos, desmanchar a holding Equatorial e abandonar consolidação
Após Light, fundo venderá Cemar
Vanessa Adachi, de São Paulo
18/11/2009
O fundo Pactual Capital Partners vai, aos poucos, desmanchar a sua holding de investimentos no setor elétrico, a Equatorial Energia, e recuar do projeto de se tornar um consolidador da área de distribuição. O Valor apurou que, após a venda da participação que detém na Light, que está em negociação, a intenção, no médio prazo, é vender a Cemar, distribuidora do Maranhão. Não haveria nada em curso até o momento, entretanto.
A decisão de deixar o segmento foi tomada porque o fundo que gere dinheiro de ex-sócios do Banco Pactual e de sócios do atual BTG Pactual se deparou com uma acirrada concorrência por ativos na área. Há pouca coisa à venda e importantes investidores estratégicos desse setor dispostos a fazer aquisições. Além disso, havia um projeto anterior de adquirir algumas distribuidoras do Norte e Nordeste que seriam privatizadas pelos governos estaduais, mas elas foram federalizadas, o que afetou os planos do fundo.
As distribuidoras encampadas pela Eletrobrás são Ceal, de Alagoas, Cepisa, do Piauí, Ceron, de Rondônia, Ceam, do Amazonas, Eletroacre e Boa Vista Energia, do Estado de Roraima.
Foto Destaque
Desativar a estratégia adotada há apenas dois anos, no entanto, não significa perder dinheiro. Ao contrário, tudo indica que os investidores vão apurar lucro significativo na venda de seus negócios no setor elétrico. O fundo PCP fez a aposta de se tornar um consolidador do setor elétrico em novembro de 2007, quando comprou por R$ 203,8 milhões a fatia da GP Investimentos na Equatorial e anunciou planos de transformá-la em uma holding de ativos do setor, a exemplo do que o fundo fizera com a PDG Realty na área imobiliária. O primeiro passo, na ocasião, foi justamente incorporar à Equatorial a fatia detida pelo PCP na Light. Quando a Equatorial abriu seu capital, seu único ativo era a Cemar.
Agora, primeiramente, a Equatorial se desfará da fatia que tem no bloco de controle da distribuidora fluminense Light, negociação já em andamento e fartamente noticiada. A Equatorial negocia a venda para a Cemig da fatia de 13% do capital da Light (um quarto das ações do bloco de controle). A estatal mineira já possui outros 13% e também está em conversas avançadas para comprar 13% que pertencem ao grupo Andrade Gutierrez. Além desses três acionistas, o quarto integrante do bloco controlador é a Luce, que deve se manter na empresa. O controle da Light foi adquirido pelo consórcio, por meio da holding Rio-Minas Energia (RME), em março de 2006, das mãos da Electricité de France (EDF), por US$ 320 milhões.
As negociações caminham bem, mas nada está fechado ainda. Na segunda-feira à noite, a Light divulgou um comunicado de fato relevante informando sobre uma reestruturação societária em sua holding, a Rio Minas Energia, que, na prática, abre caminho para que as ações da distribuidora fluminense que integram o bloco de controle possam ser vendidas.
A RME detém 52% do capital da Light. Hoje, os quatro acionistas, AG, Cemig, Luce e Equatorial detém cada um 25% do capital da RME. Com a reestruturação, serão donos de ações da Light diretamente. Cada um terá ações representativas de 13% do capital da distribuidora.
AG e PCP negociam separadamente com a Cemig, embora esteja implícito nas conversas de ambos os lados que a distribuidora mineira tem intenção de adquirir os dois blocos de ações. Ou seja, há um prêmio de controle em jogo. A Cemig, no entanto, não é a única interessada nas ações. CPFL Energia e Neoenergia também gostariam de adquirir participação relevante na Light. Interessa à Cemig barrar esse avanço de suas concorrentes e fortalecer uma posição que já possui.
Com a venda da Light, a existência da Equatorial deixa de fazer sentido e, embora a PCP não confirme, a decisão de deixar o setor elétrico já foi tomada. A Cemar poderia interessar, por exemplo, à Neoenergia, que tem ativos de distribuição no Nordeste. Não parece haver pressa para negociar o único o ativo. A intenção da PCP é conseguir um bom dinheiro pela Cemar, que acaba de passar por revisão tarifária, o que lhe garante estabilidade de receitas pelos próximos quatro anos. A distribuidora maranhense foi comprada em 2003 pela GP Investimentos e, posteriormente, a PCP entrou no seu capital e acabou por comprar as ações do outro fundo. Hoje, controla 100%.
O valor da Equatorial em bolsa está em R$ 1,9 bilhão. A Light vale R$ 5 bilhões a preço de mercado. A grande questão é quanto o PCP obterá pelas ações da Light e qual o valor atribuído à Cemar dentro da Equatorial. Segundo um analista, neste ano Light e Cemar contribuíram cada uma com 50% da geração de caixa (lajida) da Equatorial. Mas, historicamente, a Light responde por uma fatia maior, de 60%.


O fundo PCP está sendo incorporado à gestora Vinci Partners, recém-aberta e comandada pelo ex-controlador do Pactual, Gilberto Sayão. Além da Equatorial, o fundo controla PDG, Los Grobo (agronegócio) e Inbrands (moda).

21682 - tota57 - 18/Nov/2009 18:51
citação: WK2007Tota e demais colegas, qual a avaliação do "desmonte" da eqtl?
Boa noite WK,
Eu sempre achei os resultados da EQTL muito acima dos apresentados pelas boas empresas do setor. O Ebitda/Mwh dela é absurdamente maior que o da Coce, ELPL, Coelba, dentre outras.
No setor elétrico o desempenho da Cemar chamou a atenção e poucos conseguiram explicar como do dia para a noite uma Cia sai de uma performance mediocre, como era quando os americanos controlavam a Cemar, para um caso de sucesso com a entrada do GP e Pactual. Nunca antes na historia da Cemar, nem mesmo quando estatal, ela foi tão show como é atualmente.


Sei que temos muitos colegas do tópico comprados na EQTL e torço para que não haja nenhuma sujeira debaixo do tapete. Temos a Aneel, CVM e auditorias independentes de olho na contabilidade da empresa, logo quero crer que os multiplos estão corretos. Sendo corretos não há motivos para preocupação.

21668 - paulo_prof - 18/Nov/2009 16:33
citação: c4m1loProf. Paulo, o Sr. poderia avaliar que impacto tem a noticia da Equatorial (desfazimento) nos ativos, seria mais seguro vender de imediato?
O tag along das EQTL3 é 100%. Portanto (em princípio e se não houver nada de baixo do pano), o minoritário receberá o mesmo que o acionista controlador. Quero crer que o que seja um bom negócio para o controlador, seja também um bom negócio para o minoritário.


O P/VPA corrente da EQTL é aprox. 1,55, o mesmo da LIGT. Mas o P/VPA da Cemar é maior que 2. A Geranorte compõe uma parcela pequena do patrimônio líquido da Equatorial.

20298 - agssilva - 10/Nov/2009 20:20
Comparando rapidamente o resultado da Equatorial com o segundo e o primeiro
trimestre de 2009
A receita operacional líquida: 606,4 milhões/580.9 (+4.4%).
EBITDA 215,1/148,9 (+ 45%) (é isso mesmo?) ( os dados peguei no site da Equatorial). Cabe notar que houve uma queda de 15% do primeiro para o
segundo semestre.
O lucro líquido ajustado R$71,5 milhões/70.1 (+1,9%)
Lucro por ação: 0.62/.67 (-7.5%)
E por aí vai. Cabe notar o incremento no EBITDA.
Comparando com o primeiro trimestre de 2009:
A receita operacional líquida: 606,4 milhões/622.6 (-2.6%).
EBITDA 215,1/191,7 (+ 12.2%)
O lucro líquido ajustado R$71,5 milhões/63 (+13,4%)
Lucro por ação: 0.62/.66 (-6%)
De maneira geral vendo participação da Light no resultado a conclusão é: a Equatorial seria mais eficiente sem a Light.
Uma pergunta para quem acompanha a empresa a mais tempo: porque a dívida
líquida praticamente dobrou neste ano em relação ao ano passado?

20295 - Danipamp - 10/Nov/2009 19:38
o que vcs acharam do resultado da EQTL3
grata.
EQUATORIAL ENERGIA ENCERRA O 3T09 COM EBITDA DE R$205,0 MILHÕES
PERDAS DA CEMAR CAEM 2,5 p.p. EM RELAÇÃO AO 4T08
Rio de Janeiro, 10 de novembro de 2009 - A Equatorial Energia S.A. (Bovespa: EQTL3), anuncia os seus resultados do 3T09. A Equatorial é uma empresa holding que possui investimentos na Companhia Energética do Maranhão (CEMAR), na Light S.A. e na Geranorte.
Para mais informações, clique aqui.
A receita operacional líquida (ROL) do 3T09 atingiu R$606,4 milhões, 3,8% superior à ROL do 3T08, o que reflete crescimento de 16,0% na CEMAR e queda de 6,1% na Light.
O volume total de energia da CEMAR e Light SESA atingiu 2.221 GWh no 3T09, 4,1% superior ao 3T08. Na CEMAR, o volume do 3T09 cresceu 9,4% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, enquanto que na Light o mesmo cresceu 0,2% (considerando mercados cativo e livre).
No 3T09, o EBITDA ajustado para efeitos não-recorrentes somou R$215,1 milhões, crescimento de 4,0% em relação ao 3T08.
O lucro líquido ajustado do trimestre atingiu R$71,5 milhões, aumento de 3,2% se comparado ao mesmo trimestre do ano anterior.
No 3T09, os investimentos consolidados da Equatorial foram 26,2% maiores do que os realizados no 3T08. Na CEMAR (excluindo investimentos diretos no Programa Luz para Todos - PLPT), seus investimentos totalizaram R$62,2 milhões. Os investimentos da Light atingiram R$37,2 milhões no período, aumento de 7,7% em relação ao mesmo trimestre de 2008. Na Geranorte, os investimentos no 3T09 atingiram R$63,6 milhões.
O índice DEC (últimos 12 meses) da CEMAR melhorou 9,4% no 3T09, caindo para 25,2 horas, enquanto o FEC (últimos 12 meses) melhorou 15,1% para 15,8 vezes. Na Light, DEC e FEC (últimos 12 meses) caíram 22,0% e 18,9%, atingindo 9,0 horas e 5,8 vezes, respectivamente.
As perdas de energia dos últimos 12 meses encerrados no 3T09 da CEMAR representaram 26,4% da energia requerida, com uma redução de 2,5 p.p. em relação aos 28,9% verificados no 4T08. Na Light, as perdas dos últimos 12 meses atingiram 21,5%, um aumento de 1,1 p.p. em relação ao 4T08.


Projeto Viva Luz: Em outubro de 2009, o Estado do Maranhão aprovou a destinação de R$49,0 milhões em recursos estaduais que serão utilizados até o final de 2010 para isentar clientes residenciais com consumo mensal de até 50kWh do pagamento de suas faturas de energia elétrica. Estima-se que o Projeto beneficiará até 500 mil consumidores residenciais, o que equivale a aproximadamente 30% do total.

14496 -  tota57 - 15/Set/2009 12:02
Para enriquecer o debate sobre compra de ativos pela CEMIG.
É público e notório que a CEMIG quer ser consolidadora no setor, conforme já manifestou publicamente seu presidente e, agora, o Aecio Neves.
Também sabemos de várias especulações de compra da Coelce, EQTL, CEB, Rede, CELG, Elektro e até Celesc, só para listar algumas que de vi rolar conversas.
Agora vamos olhar para o ativo EQTL. Estão presentes na Cemar (Maranhão) e no Rio (Light). Essa distância física prejudica ganhos de sinergia. Imagino que a Equatorial teria ganhos de escala interessantes se operasse empresas em áreas contíguas.
Portanto faz todo sentido a venda de uma das participações, ou até de toda EQTL. Se venderem tudo ficarão com bala na agulha para novos desafios.
Lembrem-se que a Coelce também teve valorizações significativas desde a semana passada.

14484 - danielbehar - 15/Set/2009 10:48
Notas divulgadas no BOLETIM DIÁRIO do INVESTSHOP acerca de CREM e, principalmente, EQTL:
» Cremer aprova emissão de debêntures
A Cremer (CREM3) anunciou que seu conselho de administração aprovou a emissão de R$ 100 milhões em debêntures simples e não-conversíveis. Não foram fornecidos mais detalhes sobre a operação. A analista Renata Faber acredita que este anúncio esteja em linha com o objetivo da empresa de melhorar sua estrutura de capital, o que é positivo. Para a analista, devem ocorrer novas distribuições de capital na empresa, considerando sua alavancagem, forte geração de caixa e limitadas oportunidades para aquisições consideráveis. A analista deve revisar em breve suas estimativas para a companhia.
» Cemig poderia comprar Equatorial, diz imprensa
De acordo com notícias divulgadas na imprensa, a Cemig poderia adquirir a Equatorial (EQTL3) ou a participação da Equatorial na Light. O analista Marcos Severine lembra que não há nenhuma confirmação oficial sobre a notícia, mas afirma que faria mais sentido para a Cemig a primeira opção (nesse caso, haveria direito de 100% de tag along), dado que os acionistas controladores da Equatorial são investidores, não operadores do sistema elétrico. Além disso, com a proximidade das eleições para governador, a tendência é que o apetite da Cemig por aquisições mude. Assim, se algo acontecer, o analista acredita que será logo. Severine afirma que é interessante manter posição em Equatorial no momento, acreditando que a empresa possa ser vendida (e tirando benefício do tag along). Caso isso não ocorra, ainda vale pelos altos dividendos.

8252 - tota57 - 04/Jul/2009 20:20
Lycurgo e demais colegas que estejam na EQTL3,
Tirando o chute de lado, vamos aos fatos.
Resolvi buscar um pouco mais de informações e encontrei os numeros da revisão tarifária da Cemar. A Aneel aprovou índice de -6,06%. Os valores definitivos serão homologados pela Aneel no dia 28 de agosto, até lá o processo estará em fase de audiência pública.
Apesar do indice negativo, da revisão tarifária, a população do Maranhão terá um reajuste médio positivo de 4,99%, impactado pricipalmente pela cobertura de diferenças de subsídios concedidos a consumidores baixa renda e pelo diferimento de índice positivo remanescente da 1a revisão tarifária
Preocupa porém as metas que a Aneel esta estabelecendo para redução das perdas, provocados principalmente pelos gatos. A Aneel esta determinando meta de redução, partindo de 24,16% e chegando a 16,22%, no final desse ciclo tarifário, em 2013. Conheço um pouco a realidade do Maranhão e acho que a empresa terá muita dificuldade para atingir essa meta. Precisará investir muito, aumentar despesas com a fiscalização e contar com o apoio da sociedade, inclusive da justiça, pois o problema dos gatos é cultural na terra do Sarney. A Aneel considera na tarifa investimentos e custos operacionais para o combate às perdas. Com relação aos custos a Aneel está destinando R$ 12 milhões por ano, ou 4,83% do total dos custos totais da Parcela B, para o combate às perdas não técnicas (Furtos e Gatos) . Se a empresa não atingir esses níveis de perdas terá que retirar do seu lucro, pois o a tarifa cobre apenas as metas definidas pela Aneel.
É isso aí amigos... Se não fosse os +4,95% que foram diferidos da 1a revisão tarifária de 2005, eu não teria errado no chute (6,06 + 4,95% = 11,01%)...rsrsrsrs
Trocando em miudos acho que ainda ficou bom para a EQTL, tudo bem que não vai ter o reajuste de 13% da ELPL, ou de 20% da CPFL, mas ao menos não teve a tarifa final reduzida no ano da sua revisão tarifária, como ocorreu em diversas distribuidoras.

Fonte- Consultei a Nota Técnica 208/2009, da Aneel.

8248 - tota57 - 04/Jul/2009 15:26
Fica experto, além da recente valorização a EQTL3 pode sofrer um impacto negativo devido a revisão tarifária da Cemar. Vou dar um chute, a tarifa deve reduzir entre 10 e 15%, se não for mais.

Por outro lado tá rolando também uma especulação de que o Pactual está arrumando as gavetas para vender a distribuidora do Maranhão.

8244 - lycurgo - 04/Jul/2009 11:51 
Senhores,
gostaria de aumentar minha posição em equatorial. Porem estou inseguro. primeiro porque historicamente no mês de julho a bolsa cai ( devemos lembrar que são as ferias dos gringos)e depois pela subida do ativo nos utimos meses.

Acredito que o seu resultado no trimestre continue bom. Vou aguardar mais alguns dias para reforçar minha posição.

6870 -  tota57 - 07/Jun/2009 17:19
Outro aspecto que julgo interessante comentar é quanto aos indicadores operacionais da Equatorial, leia-se Cemar e Light. As duas empresas tem sérias dificuldades para combater o furto de energia, o que pode se verificar nos seus elevados indices de Perdas.
Essa aparente fraqueza pode ser uma oportunidade, mas tanto no Rio como no Maranhão o problema é cultural e de difícil combate. A Light e Cemar estão tentanto minimizar o problema, mas encontram obstáculos na Ministério Público, no caso dos medidores eletrònicos no Maranhão, e até mesmo na Assembléia Legislativa no Rio. Ampla e Light estão instalando redes de distribuição de eneregia blindadas, associadas a medição eletronica. Essa iniciativa incomodou os politicos e acabou virando CPI na Assembléia Legistativa. Até agora o Inmetro não liberou o uso dessa tecnologia e esta atrapalhando os planos da Ampla e Light.
Para complicar um pouco mais a Aneel estabelece, nas revisões tarifárias, metas para redução dessas perdas. Essa meta define a tarifa e se a empresa não atingir esse objetivo tem que arcar com o onus de Perdas acima da meta.

6869 - tota57 - 07/Jun/2009 17:09
Com relação a Equatorial é necessário considerarmos que ela esta passando pelo processo de revisão tarifária e, provavelmente, deve ter sua tarifa reduzida no segundo semestre.
Observem abaixo que o Maranhão paga a tarifa residencial mais cara do Brasil. O novo Diretor Geral da Aneel, desde sua posse, vem criticando essa assimetria tarifária, aonde estados mais pobres estão ficando com tarifas maiores, culpa do modelo atual, que remunera o investimento. Lembrando que os estados do Norte, Nordeste e alguns do Centro-Oeste, foram os que mais tiveram que investir na universalização do atendimento e Luz Para Todos.

Vislumbra-se para Cemar uma redução na tarifa e nos resultados, como ocorreu com outras distribuidoras que já passaram por esse processo.

6556 - WK2007 - 03/Jun/2009 11:39
tata57, parabéns pela análise, muito abalizada e objetiva.
Concordo contigo que a Coelce apresenta melhores indicadores que a Equatorial, mas é exatamente devido a essa defasagem que, dependendo da continuidade da boa gestão da PCP, a empresa pode melhorar e isso se refletir em valorização das ações. Em outras palavras, a Coelce tem pouco o que melhorar (assim como a CPFL), ao contrário da Equatorial, de modo que esta, por esse ângulo, teria mais potencial de crescimento/valorização. Além disso, a Equatorial é uma empresa compradora, ao contrário da Coelce, sobre a qual circulam boatos de venda.

Aproveito a oportunidade para pedir sua opinião sobre a trpl.

6550 - tota57 - 02/Jun/2009 23:21
citação: Cristiano953Tota57,
Tb estou analisando algumas empresas do setor energético, atraido pelo bons dividendos. estou em duvida sobre as empresas celpe-coelce-equatorial. Gostaria da sua analise.
A analise foi feita em cima dos balanços e indices
Cristiano
Cristiano,
Coelce é uma empresa que tem um belo historico de lucros e pagamento de bons dividendos. É a empresa melhor avaliada pelos clientes no Nordeste e, salvo engano, a terceira melhor do país. Tem indicadores operacionais fantásticos, baixo indice de Perdas de energia elétrica, menos de 12%, cada ponto percentual de perda para a Coelce representa uma receita de uns 28 milhões. Outros indicadores operacionais como frequencia e quantidade de desligamentos, inadimplencia, são excelentes. Das 3 que voce listou é a minha preferida. Observe na planilha abaixo que ela tem multiplos interessantes.
Celpe tem uma relação Valor de Mercado/Ebitda de aproximadamente 2,5, ou seja a geração de caixa de 2 anos e meio paga o valor que o mercado esta pagando pela empresa atualmente. Esse múltiplo é melhor que o da Coelce. Ela tem um mercado, clientes e venda de energia, um pouco melhor que o da Coelce. Os multiplos PL, DY e P/VP similares ao da Coelce, p problema dela é a liquidez, que já não e lá essas coisas na Coelce. Uma baita empresa, estou ligado para começar a me posicionar nela.
Equatorial tem seu carro chefe na distribuição de energia do Maranhão e uma fatia da Light. A distribuição de energia no Maranhão, pela Cemar, era um caso sério desde a privatização. A empresa americana que adquiriu o controle, naquela epoca, não conseguiu fazer a empresa dar resultado. Foram anos seguidos de prejuizo, até que entregaram a empresa por R$1,00 para o GP e Pactual. De lá para cá estão tirando agua de pedra, pois o mercado do Maranhão é muito menor e pior que o de Pernambuco e Ceará.A Cemar tem serios problemas de perdas de energia, aproximadamente 27%, os indices de qualidade de energia são piores que os da Coelce e Celpe. Até hoje não entendi direito o milagre que o Pactual esta fazendo na Cemar. O GP já passou o ativo pra frente, deixou com o Pactual. A Equatorial tem uma boa imagem no mercado e liquidez melhor que as outras duas, mas eu particularmente não gosto da empresa. Experimenta analisar os balanços da Cemar. Cara o estado é o mesmo, o mercado é o mesmo, aliásum estado muito carente, agora os resultados depois que os americanos sairam...quanta diferença. Não consegui me converser de que é apenas qualidade da gestão.

Minha preferencia então é Coelce e Celpe. Não investiria em Equatorial, mas é uma opção pessoal, embasada no que conheço dos indicadores da operação da Cemar.

5937  - JCDisciple - 19/Mai/2009 09:31
(19/05) EQUATORIAL (EQTL – NM) - Alteracao no valor por acao a ser pago pela
reducao de capital
DRI: Eduardo Haiama
Enviou o seguinte Aviso aos Acionistas:
“Conforme Aviso aos Acionistas divulgado em 20 de marco de 2009, a Assembleia Geral Extraordinaria (AGOE) de mesma data aprovou a reducao no capital da Equatorial Energia em R$ 82.302.327,66, mediante restituicao em dinheiro aos acionistas da Companhia, na proporcao de suas participacoes no capital social (considerando a base acionaria de 22/05/2009), sem alteracao na quantidade de acoes de emissao da Companhia.
Em virtude da subscricao parcial, em 08 de abril de 2009, do Primeiro Lote do Terceiro Plano de Opcao de Acoes, a Equatorial Energia teve seu capital social aumentado em 17.250 acoes ordinarias, todas nominativas e sem valor nominal.
Assim, o capital social da Companhia passa a ser composto por 105.817.876 acoes ordinarias, todas nominativas e sem valor nominal.
Em consequencia do aumento de capital citado acima, decorrido o prazo de 60 dias para oposicao de credores (nos termos do artigo 174 da Lei n 6.404/76), e nao tendo havido manifestacao dos mesmos, o valor de restituicao do capital passa a ser de R$ 0,7777734 por acao (era de R$ 0,7779002).
As acoes da Companhia ficarao “ex-reducao” em 25/05/2009 e a restituicao aos acionistas, mediante nao manifestacao de credores conforme mencionado no paragrafo anterior, sera feita em 04/06/2009.
Cabe destacar que as segunda e terceira parcelas dos Dividendos da Equatorial a serem pagas em 04 de junho e 30 de novembro de 2009, nao tiveram o seu valor por acao alterado. Rio de Janeiro, 18 de maio de 2009.”
Norma: a partir de 25/05/2009 acoes escriturais ex-restituicao de capital.

5528 - paulorizz - 13/Mai/2009 00:04
EQTL teve um resultado líquido 12% menor do que no 1T08. Commo o resultado do 1T08 havia sido (um pouco) inflado por evento não recorrente, o resultado do 1T09 é de fato um pouco melhor do que o do 1T08. A Receita Líquida aumentou 11% e o EBITDA aumentou 16%. Mas os custos também aumentaram. O que é positivo é que a maior parte do aumento dos custos foi na parte "não administrável" (pela empresa). Por ocasião do reajuste das tarifas a ANEEL deverá autorizar o repasse integral do aumento destes custos, porque não há como a empresa fugir dos mesmos.
Na base dos 12 meses próximos passados, P/L = 5,48, PSR = 0,66, DY = 12,3% e EV/EBITDA = 3,20. P/VPA = 1,47.
Mas nestes 12 meses há, ainda, eventos não recorrentes. COCE5 está mais barata.
No dia 04JUN EQTL distribuirá R$ 0,78/ação a título de redução de capital. Vou tentar segurar até lá e depois verificar as condições para uma eventual troca por COCE5.

5439 - paulorizzi -11/Mai/2009 20:37
citação: WK2007Mudando de assunto, no setor de distribuição de energia elétrica, você prefere eqtl ou coce? Ou uma terceira opção? coce3 paga os mesmos dividendos de coce5?
COCE3 e COCE5 têm os mesmos proventos.

Não gostei do resultado da Light, que vai acabar impactando o resultado da EQTL. Não gosto da política da COCE de pagar proventos numa tacada só. Mas com o aumento autorizado das tarifas não pode ser desprezada. Gosto da ELPL6, mas vou esperar os resultados. Gostei do balanço da EKTR, de modo que comprei um pouco de EKTR4.

2986 - lycurgo - 26/Mar/2009 17:55
"No tocante a questão dos dividendos, acredito sem duvida que DY de 15% é relevante. Porem com EQTL3 comprei a 10,05 em Janeiro vendi no ultimo dia com por 14,08 e recomprei a 11,56 logo depois. Portanto ganhei R$ 4,03-R$1,8=R$2,95"
e continuo com a mesma quantidade de ações que possuia so que com valor inicial maior. Portanto se a espectativa é de aumento na cotação continuarei ganhando da mesma forma.
"Acredito na coce5 deve acontecer a mesma coisa visto que os dividendos são anuais. Para mim isto é uma distorção pontual do mercado, que podemos tirar proveito sem deixar de investir nestas empresas."
Obrigado pela resposta anterior.
Continuamos juntos nas analises ffundamentalista.

2826 - paulorizzi - 24/Mar/2009 19:43
"citação: fhalves2Paulo, porque EQTL3 deu essa despencada nos últimos dias? Nunca acompanhei essa ação...foram pagos dividendos recentemente?"
"Sim, ontem foi o dia ""ex"" de R$ 1,80 em dividendos. Por que despencou? Vai saber? Certamente não foi por seus fundamentos."
"Mas o ativo continua com os múltiplos interessantes. Ao preço corrente de R$ 11,50, P/L=4,05; P/VPA=1,10; PSR=0,52; DY=16,5%; EV/EBITDA=2,79"
"Além disto, o dia 24MAI será o dia ""com"" para a devolução de capital, no valor de R$ 0,78/ação. Esta redução de capital NÃO está levada em consideração no DY calculado acima. Supus que em 2009 a empresa terá o mesmo lucro e que o payout será o mesmo. "

2777 - ZecaSan - 23/Mar/2009 14:26
"gustgef, creio que este excedente do prejuízo poderia ser compensado em meses subsequentes.Não é restrita a compensação ao mês em que ocorreu o prejuízo.Desta forma, no exemplo que vc citou vc poderia compensar os 480 reais do lucro do mês atual, e o restante que excedeu do prejuízo, que seriam 2720 reais, vc poderia compensar em outras operações lucrativas nos meses subsequentes."

2774 - gustgef - 23/Mar/2009 13:53
citação: eurico22citação: lesoarescitação: lycurgoSenhores EQTL3 mostrou novamente que vendendo no ultimo dia com e recomprando no dia ex o lucro embolsado é maior. Acredito que o mesmo deve acontecer com coelce. Não gostamos de especulação porém não devemos evitar os fatos. Como dito anteriormente deveriam dividir a distribuição de dividendos durante o ano.
"nessas situaçoes, não seria o caso de fazer uma venda a descoberto no ultimo dia com e recomprar no dia seguinte? parece ser um caso de lucro certo e rapido, não??"
Lucro certo na bolsa não existe... - )
"Mas parece que o pessoal está usando o dividendo grande pra fabricar prejuízo. Dessa forma, acho que dá pra descontar o lucro do imposto de renda, não?"
Abs
"Pensei nisso, mas a queda é sempre maior do que uma possível compensação. Quem comprou eqtl3 a 13,88 reais e recebeu 1,80 de dividendos está perdendo mais 0,48 por ação hoje. Com 20000 reais aplicados em eqtl3 você levaria pra casa 2600 reais de dividendos mas teria perdido 600 reais além desses 2600 na cotação, descontando o prejuízo do imposto você ganha um prejuízo de 3200 reaispra descontar. Se fosse tem um ganho de 3200 reais em uma outra operação, você paga 15% sobre isso, que dá 480 reais. Perceba que o prejuízo de imposto de renda só seria compensado até 480 reais, então quem está vendendo a esse preço, mesmo fazendo essa operação está tendo um prejuízo líquido de 120 reais ou 0,6%. A queda é realmente sem sentido."

2629 - danieljoseaa - 19/Mar/2009 15:22
danieljoseaa Comentários: 430 - Desde: Jul 2008
"Estava pensando sobre eqtl3, coce5 entre outras, mas principalmente as 2 citadas."
"Como elas distribuem seus dividendos 1 vez ao ano, suas cotações do meio até o fim do ano normalmente estão bem abaixo de seus valores próximos à data ex-dividendo, ou seja o cara que não quer ter muito trabalho em análises, pega essas 2 empresas, espera seus resultados do 1° e do 2° trimestre, apenas por prudência para conferir se a empresa continua mantendo a média de lucros, por serem empresas ligadas à energia normalmente isso acontece, compra com valores como presenciamos esse ano eqtl numa media de 10 reais, ficou um bom tempo nessa faixa, coce5 variou um bom tempo entre 16 e 18 reais e pura e simplesmente espera, pois o que acontece é isso que estamos vendo, eqtl 14 e pouco, amanhã é capaz de bater próximo a 15 e coce5 já 21 reais, lá perto do final de abril que é quando vira ex, posso estar enganado mas muito provavelmente estará acima de 25 reais."
"Moral da história, o cara sem muito esforço ganhou em média 50% de retorno em seus investimentos, aí vende espera voltar aos preços de meio do ano e faz a mesma coisa e assim vai...."
"E ainda digo mais, se quiser comprar mais tarde como coce5 hoje, por exemplo, terá um lucro menor do quem comprou no meio do ano, mas 99% de certeza de ter lucro também ,fácil, fácil, em 1 mês talvez aí 20% de lucro com ação batendo por volta de 25 ou 26 reais que foi onde bateu ano passado."
"1 mês lucro de 20%, tá ruim?"
Risco pequeno e grande retorno.
Viajei ou faz sentido?

2594 - small caps - 18/Mar/2009 23:40
citação: DiogoafonsoSmall
vale a pena trocar eqtl3 por coce5 agora?
abraco!
"Diogoafonso, hoje considero COCE5 mais atrativa, uma vez que neste ano deverá ter um resultado com possibilidade de ser superior ao do ano passado, em razão do reajuste tarifário. Sua próxima revisão é apenas em 2011."
"A EQTL3, por outro lado, teve parte do lucro ourindo de ganhos não recorrentes e tem uma das controladas com revisão tarifária, que pode baixar os preços praticado na Cemar... Mas não a estou vendendo."


Estou saindo de renda fixa ao poucos e comprando posições seguras como COCE5

2557 - danieljoseaa - 17/Mar/2009 18:41
"citação: WK2007Com a desvalorização das ações da coelce, e a valarorização da equatorial energia, verificadas neste ano, já vale a pena atualizarmos nosso comparativo entre as companhias para verificar qual se apresenta mais atrativa."
"Realmente seria legal uma discussão sobre esse tema, pois a equatorial já soltou seu resultado e vai virar ex-div antes mesmo da coelce soltar o seu balanço."
"Segundo o small o lucro da Coelce pode vir muito bom, será que vale a pena uma troca momentânea de ação, já que quem entrou na eqtl na faixa de 10 reais conta atualmente já com uma belíssima valorização de quase 40%."

2259 - small caps - 10/Mar/2009 00:17
"Nostradamus, impacta também. Para quem utiliza as empresas pagadoras de dividendos para fluxo de caixa, este não é um fator relevante. Agora quem busca operações de curto prazo, o que desaconselho, esta diferença pode fazer falta."
"Particularmente, com um juro real no país de 6% ao ano (e olhe lá... quando consideradas as taxas e os impostos), um dividendo superior a 12% é um negócio da China."

2178 - paulorizzi - 07/Mar/2009 08:59
"EQTL3: é a minha elétrica preferida, por ter uma estratégia de crescimento e mesmo assim conseguir pagar bons dividendos. Não é como a boa parte das elétricas, deitadas quase inertes em seus berços esplêndidos, com perspectivas medíocres de crescimento (acompanhando o crescimento da economia). É evidente que, do lado negativo, o papel tem um nível de risco um pouco maior."


2094 - small caps - 04/Mar/2009 21:13
"WK, é assim mesmo. Empresas defensivas (energia elétrica e telefonia) sobem menos e caem menos nas tendências de mercado. Mas no caso da EQTL3 só os dividendos anuais que virão é suficiente para compensar isto."
"Ademais, hoje foi apenas uma recuperação do pânico. Observe a variação das ações da EQTL3 deste o início de fevereiro e veja quantas destas grandes altas de hoje chegaram perto do desempenho dela... Aliás, muitas das altas de hoje sequer cobriram o rombo dos últimos 40 dias."

1923 - paulorizzi - 26/Fev/2009 17:20
"A curto prazo, EQTL3 vai distribuir R$ 2,58/ação (uma data ""ex"" é 21MAR e a outra a AGE vai definir). O que vc tem que ter em mente, entretanto, é que até lá, nada garante que a ação vá valorizar. É possível, também, que no(s) dia(s) ""ex"" a ação caia sensivelmente. Moral da história. É possível que vc tenha que ficar com o papel no médio prazo."
2056 de 5068 03/Mar/2009 22:54 0
WK2007 Comentários: 242 - Desde: Out 2007
"Caros colegas, gostaria de debater a seguinte questão: com a cotação atual de eqtl3 (13,00 - 13,50), já está precificado o pagamento de dividendos? Há razões (fundamentalistas) para subir além desse patamar até a data da assembléia? Quando ficar ex dividendos volta imediatamente para 11,00 - 10,50? É óbvio que ninguém tem bola de cristal, mas confrontando argumentos e opiniões a gente pode melhorar nossa atuação no curto prazo."
"Alerto aos colegas que o setor sucroalcoleiro e de frigoríficos passa por um momento complicadíssimo, com vários pedidos de recuperação judicial. Particularmente, estou comprado em beef3 e não estou confortável. Setor de frigoríficos com margens apertadas, pouca oferta de boi e preços altos, cancelamento de exportações e queda de preços etc."
"No mais, minha modesta sugestão para março: bicb4, cnfb4, csmg3 e fesa4."
WK2007 Comentários: 242 - Desde: Out 2007

Resultado frustrante de eqtl3 hoje. Parece que as ações defensivas só vão bem em momentos de pânico.


1725 - danieljoseaa- 17/Fev/2009 23:28
"Eqtl3 vai distribuir 202 milhões em dividendos, rendendo por volta de 1,92 por ação(0,11 já foram pagos, restando +ou- 1,81) o que caracteriza um payout de 71%, já que seu lucro líquido anual foi de impressionantes 308 milhões, quase o dobro do lucro líquido de 2007, com o lucro do 4°trimestre passando dos 100 milhões, mais do que dobrando seu resultado do 4°tri de 2007 que foi por volta dos 50 milhões."
"Fonte: ata da reunião realizada hoje, retirada do site da empresa."
"Vamos esperar sair o resultado daqui a pouco para confirmarmos com exatidão esses números, já que os mesmos foram calculados arredondados."
1 small caps Usuário Premium Comentários: 2794 - Desde: Fev 2007
Meus caros:
"Parece que o lucro da EQTL3 foi de expressivos R$ 308 milhões. Fica com P/L pouco acima de 4, apesar da expressiva alta já ocorrida este mês :)"
E os dividendos devem bater os R$ 200 milhões!


Que bela discussão que tivemos sobre o ativo... agora um pouco dos frutos... merecidos frutos da garimpagem das verdadeiras oportunidades...

1287 - paulorizzi - 31/Jan/2009 15:12
"Como já comentado, EQTL3 é bem mais arriscada, mas acho que vale uma consideração. Ao ótimo preço de entrada de ontem espero um DY de 15%, com R$ 1,50 ainda a distribuir (último dia ""com"" aprox 18ABR). É provável que no dia ""ex"" o papel sofra uma queda considerável."
"Na minha opinião, considerando os múltiplos (PL=4,3; P/VPA=0,9; PSR=0,6), há um ótimo potencial de valorização. Isto, é claro, se não há algo grave que explique a queda de ontem."
1296 de 5068 Modificado em 31/Jan/2009 21:19 0
danieljoseaa Comentários: 430 - Desde: Jul 2008
"Correto Paulo, porém a eqtl3, por exemplo está cotada a 10,.., no dia anterior a se tornar ex-div, provavelmente estará no mínimo em 13 ou 14, como geralmente acontece, o que torna o dividendo um lucro líquido para quem compra hoje, pois o maximo que acontecerá é a ação voltar a casa dos 10 ou 11 reais(+ou- o preço pago agora)."

Abraço e parabéns pelos comentários.


1229 - small caps - 25/Jan/2009 23:54
"Ilustres, como tinha dito antes, faria algumas considerações sobre EQTL3 e COCE5, ambas ótimas oportunidades de garantir bons dividendos."
"Com os indicadores bem trazidos pelo paulorizzi, a EQTL3 está mais barata que a COCE5. Os detalhes são os seguintes:"
"A EQTL3 tem maior garantia ao acionista em caso de alienação de controle, pois negocia no novo mercado;"
"Uma das participações da EQTL3 tem prazo previsto de encerramento da concessão (CEMAR) em 2015, tendo maior risco no curto prazo. O mercado acredita que haverá renovação de todas as concessões, até em razão de a maioria ser de empresas controladas pelo Estado. Mas, risco é risco. Pelo lado bom, a Cemar teve aumento de quase 11% nas tarifas este ano e isto deve contribuir para manter a boa lucratividade."
"A Light, que também é uma das participaões da EQTL3 tem perda alta de energia, até pelos furtos que acontecem no Rio e isto diminui o seu potencial de lucratividade."
"Por fim, empresas que estão ampliando o negócio, com a compra de novas participações (Geranorte) sempre embute um risco adicional até que o negócio passe a trazer lucros."
"A COCE5, por sua vez, além do histórico de pagamento de 100% do lucro em dividendos, tem maior prazo de concessão e a próxima revisão tarifária, que geralmente reflete em prejuízos na receita, é apenas em 2011. Ou seja, tem maior previsibilidade na receita e lucros e o resultado do quarto trimestre muito provavelmente será superior ao do ano passado, em razão do aumento da tarifa praticada pela empresa este ano, com autorização da ANEEL. Tem uma das menores perdas de energia, que é um item gerenciável do balanço e que permite o aumento do lucro."
"Portanto, em termos de risco, COCE5 é mais previsível e tem menos fatores no curto prazo que podem prejudicar o lucro."
"Mas, como disse, atualmente a diferença de preços parece compensar uma posição igual ou levemente superior em EQTL3."


1217 - small caps - 24/Jan/2009 22:16
"Ilustres, bela discussão!"
"Nos preços atuais também considero a EQTL3 um pouco mais atraente. Mas tem um risco levemente superior ao da COCE5. A maior posição em COCE5 se deve às compras realizadas quando ela beirava o preço de R$ 16,00 e nesta situação é mais atrante que a EQTL3. Esta subiu e a EQTL3 ainda não. Mas se fosse reforçar posição numa elétrica hoje, seria a EQTL3, dada as atuais condições de preço."


Depois faço algumas considerações sobre EQTL3 e COCE5. Considero ambas atrativas e com grande possibilidade de pagar a título de dividendos mais do que a renda fixa.


1212 - paulorizzi - 24/Jan/2009 15:49
citação: DiogoafonsoObrigado Small!
"Mas dentre a EQTL3 e COCE5, qual voce prefere? ou qual esta com um preço melhor para ser comprada?"
"A EQUATORIAL é uma holding que controla 65% da CEMAR (Maranhão), 13% da LIGHT e 25% da GERANORTE. A COELCE é uma operadora/distribuidora no Ceará."
"Aos preços atuais, respectivamente R$ 10,89 e R$ 22,65, e considerando os resultados dos últimos 4 trimestres, os múltiplos são (de acordo com minhas contas):"
"EQTL3 - P/L=4,58; P/VPA=0,96; PSR=0,60; EV/EBTIDA=2,94; DIV LIQ/PAT LIQ=0,62; DY=14%"
"COCE5 - P/L=7,15; P/VPA=1,67; PSR=0,95; EV/EBTIDA=4,47; DIV LIQ/PAT LIQ=0,62; DY=14%"
"Se, por hipótese, o lucro líquido e EBITDA do 4o. trimestre de 2008 são tomados como uma média dos valores dos últimos 6 meses (2T08+3T08)/2, os múltiplos mudam um pouco:"
"EQTL3 - P/L=4,29; P/VPA=0,96; PSR=0,60; EV/EBTIDA=2,60; DIV LIQ/PAT LIQ=0,62; DY=15%"
"COCE5 - P/L=6,17; P/VPA=1,67; PSR=0,95; EV/EBTIDA=4,06; DIV LIQ/PAT LIQ=0,62; DY=16,2%"
"Nos DY acima, foi suposto um payout de 65% por parte da EQTL e um payout de 100% por parte da COCE (política praticada no exercício de 2007). Finalmente, resta informar que EQTL já distribuiu proventos equivalentes a 1% do DY (ou seja, restarão pagar 14%). Últimos dias ""com"" de ambos os ativos, para direito aos proventos será em abril (meados do mes para EQTL e fim do mes para COCE)."
"Os múltiplos sugerem que EQTL3 está hoje mais barata do que COCE5. Por outro lado, por ser uma holding que está no mercado para investir em energia, a EQTL tem mais ""campo"" para crescer como empresa. Assim como comprou a participação de 25% da Geranorte em 2008, poderá vir a incluir outras aquisições no futuro. Já a COELCE parece depender exclusivamente da expansão da economia do Ceará."
"Note que, aos preços atuais, apesar de um payout de 65%, a EQTL paga proventos somente um pouco inferiores do que a COELCE."


"Noves fora, aos preços de hoje eu compraria 2/3 em EQTL3 e 1/3 em COCE5. Possivelmente o Small discordará, pois já informou que COCE5 ocupa a maior posição em sua carteira pessoal :-)"



787 - small caps - 05/Jan/2009 23:32
"(775) danidamp, obrigado! "EQTL3 está junto de ELPL6 nas minhas posições em elétricas distribuidoras. atrás apenas de COCE5 e CEPE5. A EQTL3 é uma holding que detém participação em Cemar (uns 60%) e na Light (uns 12,5%). Tem preços atrativos e tem pago bons dividendos."


650 - small caps - 14/Dez/2008 22:54
"(641) vitor_kalel2004, A EQTL3 tem participações em Cemar e Light. Logo, comprar ações da EQTL3 também significa adquirir indiretamente ações da Ligt3. O resultado desta última veio muito bom no último trimestre. A ELPL6 também é interessante, tem bons múltiplos e tem pago 100% do lucro líquido em dividendos. Só tem que cuidar que ela pode ter passivo não contabilizado, o que é relativamente compensado pela boa posição de caixa."

648 - small caps - 14/Dez/2008 22:43
"(632) vitor_kalel2004, EQTL3 realmente anda com múltiplos muito interessantes, mas não é a rainha da governança corporativa. Não faz muito tempo fez aquela ""treta"" de swap de valorização da própria ação e pagamento de CDI, ao invés de recomprar ações direto no mercado. O engraçado é que parece que o contrato foi realizado com um ""banco amigo""..."


"Enfim, felizmente anunciaram o encerramento desta desastrosa (e vergonhosa, a meu juízo) operação, sem grandes impactos no lucro líquido. Na minha concepção, a melhor governança é aquela em administrar bem a empresa e não estas formais que se vendem por aí.



616 - small caps -12/Dez/2008 23:41
"(588) danieljoseaa, está semana mesmo realizei o lucro em POSI3, comprada quando estava abaixo do ativo circulante líquido subtraído das dívidas e aumentei a posição também em EQTL3. Tem ótimos indicadores fundamentalistas, está no novo mercado e paga bons dividendos. O resultado do terceiro trimestre foi muito bom mesmo sem os efeitos extraordinários que ocorreram no segundo trimestre."


604 - lycurgo - 12/Dez/2008 13:07
Caros amigos
"eqtl3 dy acima de 14 PL DE 4 e vp na casa de 0,9."


Mesmo com a queda de produção das industrias em 2009 acredito ser uma boa oportunidade visto que sua maior receita é a distribuição para clientes residenciais.liquidez corrente de 38. IFR 31. O Que acham?

43 - small caps - 23/Set/2008 01:07
"jparthur, EQTL3 está ficando atrativa, depois de tantas quedas. Tem bom P/L 5,34 e P/VPA 1,08. É controladora da Cemar (distribuidora no Maranhão) e tem participação ainda na Light (distribuidora no RJ). Esta última teve alguns resultados não operacionais, mas mesmo os desconsiderando, está barata."
O principal problema é que ela fez uma operação em que trocaria a variação do CDI com a variação de suas ações. Ela está perdendo duas vezes: as ações caíram depois deste contrato e os juros deverão ser pagos.
"Fora isto, está tudo tranquilo e esta operação, que veio em péssima hora e de gosto duvidoso, deve gerar um prejuízo não operacional, mas que acredito que não deverá ser suficiente para não haver lucro no trimestre atual."
"Tem um belo dividendo, também."
"Do setor, vale o estudo também de COCE5 e CEPE5."
"Abraços,"
Small caps - Anderson Lueders

Nenhum comentário: