Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps
Escolha abaixo as ações que deseja consultar

sexta-feira, 27 de março de 2020

Lopes Brasil (LPSB)


Recomendações
 

Carteiras
O GARIMPEIRO (dez/18) - paulo_prof (fev/17)

Códigos de Negociação
Tipo
LPSB3
 Novo Mercado

Características
Intermediação na Compra. Venda. Permuta e locação de imóveis ou de direitos e obrigações a eles relativos.

Balanços
A2019/4T2019 - DFP 31/12/2019

Assembleias

Apresentações
27/03/2020 -  Apresentação Teleconferência de Resultados 4T19 e 2019

27/03/2020 - Press-release

Balanços (Calendário)




Prof PAULO
Poderia me dar sua opnião porque esta diferença entre estes dois papeis bbrk3 e Lpsb3
Não sei especificamente a qual diferença vc se refere (não me dei o trabalho de cadastrar no site que vc menciona, para ter acesso).

De qualquer forma, a LPSB é uma empresa tradicional, fundada nos anos 30, conhecida praticamente por todo mundo. Já a BBRK é uma empresa nova, originada na junção de diversas corretoras de imóveis, pequenas e médias. A minha impressão (posso estar super enganado) é que a BBRK pode ser uma empresa de picaretas! N'ao ficaria surpreso se o pool de corretores que originaram a empresa não continuam mamando, na forma de comissões e, eventualmente, salários, pouco se importando em gerar valor para o acxonista.

A Lopes, por sua vez, certamente tem uma ótima reputação a zelar.

Ambas as empresa vêm tendo dificuldades. O último trimestre com uma última linha positiva da BBRK foi o 4T14. Desde então, prejuízo atrás de prejuízo. Naquela ocadião, o PatLiq era de R$ 636 milhões. Ao final do 3T19 havia caído para R$ 187 milhões. No que me concerne, acho que o turn around, se vier, ainda está longe. Parece que houve uma emissão de debêntures conversíveis em ações. Não sei os detalhes porque não tenho interesse na empresa.

A LPSB vem produzindo prejuízos desde o 4T14, mas este ano parece que completou o turn around. No 3T19 produizu lucro e nos 9M19 o ebitda gerado é positivo. O PatLiq, que era de R$ 627 milhões no 3T14, caiu para R$ 42 milhões no 3T19.

No que se refere o operacional, nos 9M19 ambas as empresas tiveram a mesma receita líquida. Mas a margem bruta da LPSB é melhor (82,7% vs 72,5%) e a LPSB tem despesas operacionais menores (83,4% vs 98,3% da Receita Liquida).

Pelo jeito, a precificação do mercado (LPSB vale 6,4 vezes mais) também parece estar querendo enviar um recado ... 
                                                                                           ▲                                                                      ▲
COMENTÁRIO: PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). RESULTADO LÍQUIDO = Resultado Líquido de R$ -11,523 milhões no 3T18 x R$ -10,364 milhões no 3T17; RESULTADO OPERACIONAL = R$ -6,984 milhões no 3T18 x -9,903 milhões no 3T17; RESULTADO FINANCEIRO = R$ -0,914 milhões no 3T18 x 1,966 milhões no 3T17; EBITDA = R$ -1,886 milhões no 3T18 x -6,943 milhões no 3T17; RECEITA LIQUIDA = A receita líquida da LPS Brasil apresentou uma variação de -9% no 3T18 em comparação ao mesmo período de 2017, atingindo R$ 23,1 milhões.; EBITDA = Considerando apenas o resultado das operações continuadas, o EBITDA Antes do IFRS apresentou um aumento de 48% frente ao 3T17, atingindo R$ - 1.886 mil no 3T18. Analisando este resultado, destacamos que esta melhora deve-se, em grande parte, a redução nos custos e despesas da Companhia.; LUCRO LIQUIDO = O Lucro Líquido atribuível aos Acionistas Controladores Após IFRS referente as operações continuadas, foi de R$ - 9,2 milhões no 3T18 versus R$ -7,5 milhões apresentado no 3T17, representando assim uma redução de 22% no período.

LPSB3
PREÇO: R$ 4,33
PAYOUT (2017): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L -10,82
P/VPA 8,69
PSR 5,52
DY 0,00%
EV/EBITDA -80,74
MARGEM BRUTA 75,80%
MARGEM OPERACIONAL -22,68%
MARGEM LÍQUIDA -50,97%
LUCRO POR AÇÃO R$ -0,400
MARGEM EBITDA -8,27%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 208,54%
ROE -80,33%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,22

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -18,77%
RESULTADO BRUTO -17,09%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -81,06%
RESULTADO OPERACIONAL -55,65%
RESULTADO LÍQUIDO -12,96%
EBITDA -83,63%

b) 3T18 sobre 3T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -18,33%
RESULTADO BRUTO -17,42%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -146,49%
RESULTADO OPERACIONAL -29,48%
RESULTADO LÍQUIDO 11,18%
EBITDA -72,84%

c) lucro (taxa média anual)
UA -12,96%
U2A -62,91%
U3A 5,52%

d) patrimônio líquido médio
UA -41,25%
U2A -35,51%
U3A -49,30%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ ND
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): ND !!!!
[...]

353420 - marcosvinicius2 -  05 Set 2018, 20:57
COMENTÁRIO: PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). RECEITA LIQUIDA = A receita líquida da LPS Brasil apresentou um aumento de 4% no 2T18 em comparação ao mesmo período de 2017, atingindo R$ 26,4 milhões. Este crescimento pode ser explicado por uma combinação de fatores, como (i) aumento no tíquete médio das unidades intermediadas e consequente melhora na comissão líquida; (ii) aumento na receita originada pela CrediPronto, resultado do aumento no volume financiado e (iii) crescimento dos negócios realizados através do segmento de franquia.; EBITDA = O EBITDA Antes do IFRS das operações continuadas somou R$ 762 mil no 2T18, com margem EBITDA de 3%. Analisando este resultado comparativamente ao obtido no segundo trimestre de 2017, é possível observar um crescimento de 122% no 2T18, reflexo do crescimento na receita líquida e redução nos custos e despesas da Companhia. Conforme mencionado anteriormente, desconsiderando o impacto das despesas jurídicas, seria possível apresentar um EBITDA de R$ 6,8 milhões, reforçando que o orçamento base de custos e despesas está em linha com a estrutura atual da Companhia.:

LPSB3
PREÇO: R$ 2,94
PAYOUT (2017): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L -7,52
P/VPA 4,99
PSR 3,56
DY 0,00%
EV/EBITDA -36,25
MARGEM BRUTA 75,53%
MARGEM OPERACIONAL -24,35%
MARGEM LÍQUIDA -47,31%
LUCRO POR AÇÃO R$ -0,391
MARGEM EBITDA -12,73%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 177,56%
ROE -66,33%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,50

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 2T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -18,68%
RESULTADO BRUTO -17,78%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -65,47%
RESULTADO OPERACIONAL -52,92%
RESULTADO LÍQUIDO -21,15%
EBITDA -74,79%

b) 2T18 sobre 2T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -10,83%
RESULTADO BRUTO -1,99%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -181,96%
RESULTADO OPERACIONAL -66,89%
RESULTADO LÍQUIDO -57,38%
EBITDA -102,25%

c) lucro (taxa média anual)
UA -21,15%
U2A -62,39%
U3A 3,31%

d) patrimônio líquido médio
UA -35,40%
U2A -45,37%
U3A -47,16%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ ND
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): ND !!!!
[...]

246428  - paulo_prof  - 18 Mar 2014, 13:16
Nos últimos 4 exercícios:

payout médio = 26,29%
taxa anual média de crescimento nominal do lucro líquido = 13,0%
taxa anual média de crescimento nominal do ebitda = 13,90%
taxa anual média de crescimento nominal do patrimônio líquido médio = 67,07%
ROE médio = 49,55%

LPSB3
PREÇO: R$ 13,20
PAYOUT (2013): 26,4%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 9,64
P/VPA 2,40
PSR 3,00
DY 2,73%
EV/EBITDA 6,09
MARGEM BRUTA 85,9%
MARGEM OPERACIONAL 39,6%
MARGEM LÍQUIDA 31,1%
LUCRO POR AÇÃO R$ 1,369
MARGEM EBITDA 44,1%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 0,0%
ROE 24,86%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,82

Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 4T12, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +22,04%
RESULTADO BRUTO +25,27%
RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO -6,32%
RESULTADO OPERACIONAL +20,52%
RESULTADO LÍQUIDO +32,37%
EBITDA +51,64%

b) 4T13 sobre 4T12, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +24,62%
RESULTADO BRUTO +30,38%
RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO -28,92%
RESULTADO OPERACIONAL +35,85%
RESULTADO LÍQUIDO +45,79%
EBITDA +86,07%

c) lucro líquido, nominal
UA 32,37%
U2A 4,78%
U3A 13,00%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 19,51%
U2A 25,99%
U3A 75,89%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10%: R$ 13,69

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 10%): 0,0%

222535  - paulo_prof  -  10 Nov 2013, 17:52
LPSB3
PREÇO: R$ 14,98
PAYOUT (2012): 30,0%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses
P/L 12,47
P/VPA 2,92
PSR 3,58
DY 2,41%
EV/EBITDA 8,32
MARGEM BRUTA 84,9%
MARGEM OPERACIONAL 37,9%
MARGEM LÍQUIDA 28,7%
LUCRO POR AÇÃO R$ 1,202
MARGEM EBITDA 38,4%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 0,0%
ROE 23,43%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,95

Taxas de Crescimento:

a) últimos 9 meses sobre 9 meses terminados no 3T12, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +21,09%
RESULTADO BRUTO +23,38%
RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO +10,43%
RESULTADO OPERACIONAL +13,95%
RESULTADO LÍQUIDO +25,04%
EBITDA +40,34%

b) 3T13 sobre 3T12, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +18,40%
RESULTADO BRUTO +20,19%
RESULTADO FINANCEIRO passou de negativo para positivo
RESULTADO OPERACIONAL +125,98%
RESULTADO LÍQUIDO +166,56%
EBITDA +42,29%

c) lucro líquido, nominal
UA 87,53%
U2A 46,91%
U3A 12,22%

d) patrimônio líquido médio, nominal
UA 2,65%
U2A 12,04%
U3A 26,70%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 15,02

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +0,0%

173103 - paulo_prof -  15 Mar 2013, 03:25
LPSB3
PREÇO R$ 35,60

P/L 17,18
P/VPA 3,91
PSR 4,80
DY 1,38%
EV/EBITDA 13,28
MARGEM BRUTA 84,0%
MARGEM OPERACIONAL 39,2%
MARGEM LÍQUIDA 28,0%
LUCRO POR AÇÃO R$ 2,072
MARGEM EBITDA 32,9%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 0,0%
ROE 22,75%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,72

Taxas de Crescimento Nominal

a) exercício de 2012 vs 2011
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -2,15%
RESULTADO BRUTO -3,%76
RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO 9,68%
RESULTADO OPERACIONAL -1,53%
RESULTADO LÍQUIDO -17,07%
EBITDA 0,56%

b) 4T12 vs 4T11
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -12,55%
RESULTADO BRUTO -15,49%
RESULTADO FINANCEIRO POSITIVO 5,61%
RESULTADO OPERACIONAL 17,35%
RESULTADO LÍQUIDO -26,33%
EBITDA -6,55%

c) lucro (taxa média anual)
UA -17,07%
U2A 4,40%
U3A 33,25%

d) patrimônio líquido médio
UA 32,82%
U2A 113,38%
U3A 213,17%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 25,90

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): 7,5%

173085 - israel007 -  15 Mar 2013, 02:21
LPSB3

Empresa: LPS BRASIL - CONSULTORIA DE IMOVEIS S.A. Ação: LOPES BRASIL ON Setor: Construção e Transporte Subsetor: Construção e Engenharia
Resultado do 4º Trimestre de 2012

A empresa anunciou lucro líquido de R$ 41,8 M no quarto trimestre de 2012, uma variação de 150,3% em relação ao terceiro trimestre de 2012 e redução de 26,3% em relação ao 4° trimestre de 2011. A receita líquida atingiu R$ 25,1 M no 4T12, aumento de 23,6% em relação ao terceiro trimestre de 2012 e aumento de 5,7% em relação ao 4° trimestre de 2011.

O resultado corresponde a uma margem bruta de 78,0% contra 77,7% no trimestre anterior e 79,2% no quarto trimestre de 2011. Já a margem líquida ficou em 166,4% no 4° trimestre de 2012 contra 82,2% no trimestre ligeiramente anterior.

Os ativos totais registraram o saldo de R$ 917,5 M, crescimento de 8,1% em relação ao saldo no 4° trimestre de 2011. O patrimônio líquido atingiu a soma de R$ 520,0 M no quarto trimestre de 2012, o que representou uma variação de 20,7% em relação ao saldo no 4T11.

Neste período, a ação oscilou 3,6% contra 3,0% do Ibovespa, enquanto que o valor de mercado atingiu R$ 2,2 B contra R$ 1,5 B no 4° trimestre de 2011.

121524 -  paulo_prof - 21/Mar/2012 00:26
LPSB3
PREÇO: R$ 34,59
PAYOUT (2011): 23,8%

Múltiplos relativos aos últimos 12 meses

P/L      13,72
P/VPA            4,54
PSR     4,52
DY      1,73%
EV/EBITDA  10,42
MARGEM BRUTA  85,4%
MARGEM OPERACIONAL          38,9%
MARGEM LÍQUIDA          33,0%
LUCRO POR AÇÃO           R$ 2,522
MARGEM EBITDA 38,2%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO       0,0%
ROE    33,11%
LIQUIDEZ CORRENTE     1,65

Taxas anuais médias nominais de crescimento:

a) do lucro líquido
UA      31,43%          
U2A    68,91%          

b) do patrimônio líquido médio
UA      242,82%
U2A    380,89%
U3A    76,86%


Taxa de crescimento anual média real do lucro líquido durante 3 anos para que o preço justo calculado pela fórmula do FCD com perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 10% seja 50% superior ao preço atual: +30%

Análise Coin Valores
Acreditamos ser a maior empresa de soluções integradas de intermediação, consultoria e promoção de financiamentos de imóveis do Brasil, em termos de lucratividade, tendo vendido no mercado um valor geral de vendas de R$9,3 bilhões em 2009 e, até 30 de setembro de 2010, R$ 9,6 bilhões. Atuamos em 12 Estados do Brasil e no Distrito Federal. Acreditamos ser a única companhia do setor no Brasil de intermediação imobiliária integrada em todos os Estados em que atuamos. Oferecemos uma plataforma de soluções completa aos nossos clientes, desde a consultoria imobiliária, contando com equipe especializada em inteligência de negócios, até a intermediação de lançamentos, revendas e promoção de financiamentos imobiliários.

RETROSPECTIVA 2010
Em 2010, superamos nossos índices históricos chegando a atingir resultados nos mesmos patamares do IPO, quando éramos apenas uma empresa focada no mercado de lançamentos imobiliários. Iniciamos o processo de aquisições no mercado secundário, com a consolidação de quatro empresas dedicadas a este segmento. Além disso, concretizamos o processo de aquisição da Patrimóvel, empresa líder do setor no Rio de Janeiro. No segmento de financiamento imobiliário, a CrediPronto financiou R$ 387,1 milhões nos 9M10, um aumento de 326% em relação ao mesmo período do ano passado. Estamos confiantes com a nossa estratégia de expansão no mercado secundário, consolidação do mercado primário e desenvolvimento do mercado de financiamentos imobiliários no Brasil. Acreditamos que 2010 foi um ano de grandes realizações para a Companhia e nossos sólidos resultados revelam que estamos caminhando na direção correta.

PERSPECTIVA 2011
Acreditamos poder nos beneficiar do crescimento e amadurecimento do mercado imobiliário brasileiro, inclusive da esperada expansão do crédito imobiliário em relação ao PIB, sem incorrer os riscos inerentes às atividades de incorporação imobiliária, devido à pouca necessidade de capital e à alta capilaridade de geração de caixa em nossas operações. Pretendemos explorar ativamente oportunidades de expansão nos vários mercados e segmentos em que atuamos, de forma a expandir a nossa presença tanto no mercado primário (refere-se a lançamentos imobiliários) como, especialmente, no mercado secundário (refere-se a revenda de imóveis novos e usados).

Nenhum comentário: