Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps
Escolha abaixo as ações que deseja consultar

domingo, 26 de maio de 2019

Aço Altona (EALT)


Recomendações
Compra: Paulo Prof (2019) -  ugaz (ago/12) - SmallCaps (set/12) - Barbado (2013) - ronanb (2013)
Carteiras
aprendiz quebrado do professor (jan/13) - Gersonlp (ago/16set/17nov/17jan/18)
Balanços
1T2019 -
paulo_prof   -
Os resultados do 1T19 foram muito bons. Salvo engano, não há não recorrentes importantes. Se os resultados dos próximos trimestres forem igaulmente bons. o ativo pode estar bem precificado.

A2018/4T2018 -
Paulo Prof - 
Muitos não recorrentes turbinaram os resultados do 4T17 e 2017, bem como do 4T18 e 2018. Expurgando estes não recorrentes, apesar do crescimento da Receita Líquida e do Resultado Bruto de 2018 sobre 2017, os resultados do operacional foram pífios, impactados por um pior resultado financeiro e, principalmente, por um aumento considerável nas despesas
Considerado o Operacional, acho que o ativo está caro.

3T2018 -
Paulo Prof - 
Excetuando o ebitda (que veio um pouco abaixo daquele do ano passado) todos os resultados do 3T18 superaram aqueles do 3T17. Em boa medida, isto foi consequência do real desvalorizado. O efeito do câmbio nas despesas operaconais é algo defasado. Em consequência, é possível que os custos sejam pressionados no 4T18. Mas como os resultados do 4T17 foram pífios, creio que a tendência de crescimento dos resultados, especialmente no que concerne os reslutados do 4T18 se manterá. Em consequência, acho que o ativo esteja barato.

2T2018 -
Paulo Prof - 
Os resultados vieram aproximadamente dentro do esperado. Sou da opinião de que os resultados do 2S18 serão sensivelmente superiores aqueles do 2S17. Em consequência, tudo indica que o ativo esteja relativamente barato.

1T2018 -
Paulo Prof - 
Achei muito bons os resultados da Aços Altona. Considerando que o resultado recorrente (expurgando os ganhos com o PERT e venda do terreno) dos últimos 12 meses possa ser mantido em teremos reais, nos próximos anos, o ativo estaria bem precificado. Por outro lado, entretanto, se os resultados puderem ser repetidos ou superados nos próximos trimestres, o ativo estaria barato (a anualização do lucro líquido do 1T18 fornece R$ 14,6 milhões.

marcosvinicius2 -  
PAPEL DEVIDAMENTE PRECIFICADO ( * ). O EBITDA do primeiro trimestre de 2018 foi de R$ 8,7 milhões (R$ 2,8 milhões em 2017), as despesas financeiras de R$ 1,4 milhões, (R$ 0,6 milhão em 2017). Dessa forma, nosso EBITDA apresentou índice de cobertura operacional de 6,2 vezes em relação às despesas financeiras (4,7 vezes em 2017).O Lucro Líquido acumulado do primeiro trimestre de 2018 foi de R$ 3,6 milhões (prejuízo de R$ 0,1 milhão em 2017) . O retorno do Patrimônio Líquido corresponde em 33,9% ( -3,0% em 2017). (Lucro Líquido dos últimos 12 meses / Patrimônio Líquido). No encerramento do primeiro trimestre de 2018, as obrigações com instituições financeiras somavam R$ 53,2 milhões, (R$ 54,4 milhões em dezembro de 2017) sendo R$ 49,4 milhões (R$ 49,9 milhões em 2017) no passivo circulante e R$ 3,8 milhões (R$ 4,6 milhões em 2017) no passivo não circulante.

A2017/4T2017 -
paulo_prof   -  
A adesão ao PERT e a venda de terrenos proporcionou, à EALT um lucro líquido de aprox. R$ 25 milhões. Em consequência, o lucro líquido operacional "recorrente" do exercício de 2017 andou pela casa dos R$ 5,5 milhões, ou LPA = R$ 2,45.
O valor presente deste LPA adotando uma taxa de desconto real de 8%, supondo que possa ser mantido em termos reais para todo o sempre, é R$ 30,65. Supondo, por outro lado, que os terrenos da empresa, que não são necessários à produção, tenham um valor de mercado de R$ 75 milhões (sensivelmente abaixo do preço de venda do terreno para a Havan), teríamos um acréscimo de R$ 33,33. Somando os dois valores obtém-se R$ 64,00. Em consequência, acho que o preço atual de R$ 58,00 não está exagerado.

3T2017 -
Gersonlp  -
excelente resultado

paulo_prof  -
Ativo continua barato prá caramba, mesmo depois de toda a valorização em 2017. O único fator de leve preocupação é o endividamento líquido ainda um pouco alto considerada a capacidade de geração de caixa da empresa, medida pelo ebitda. O fator de alavancagem está em 4, mas vem sendo reduzido trimestre a trimestre.

marcosvinicius2 -
PAPEL SUBVALORIZADO (*). DOS ULTIMOS 46 TRIMESTRES, 10 APRESENTARAM LUCRO LIQUIDO NEGATIVO (21,7391%). LUCRO Atribuído a Sócios da Empresa Controladora DO 3T17 = 2.677 FOI MAIOR DO QUE O LUCRO APRESENTADO NO 2T17 = 2.638 E MAIOR TAMBEM EM RELAÇÃO AO APRESENTADO NO 3T16 = -4.218. VALOR DE MERCADO (MIL) = 60.683; VALOR MAXIMO (MIL) = 177.750 NO 2T07; VE PSBE (MIL) = 102.769

2T2017 -
marcosvinicius2  -
EBITDA = R$ 6,9 milhões para o 2T2017, com margem de 14,8% sob a Receita Operacional Líquida (ROL), com um acréscimo de 23,5 pontos percentuais em comparação com o mesmo trimestre de 2016.; Retorno do Patrimônio Líquido - ROE = 6,4% para o 2T2017, devido ao bom lucro do trimestre, com um acréscimo de 5,4 pontos percentuais comparado com o mesmo trimestre de 2016.
LUCRO (PREJUÍZO) LÍQUIDO = Lucro de R$ 2,6 milhões para o 2T2017, com margem de 5,7% sob a ROL, um acréscimo de 18,3 pontos percentuais em comparação com o mesmo trimestre de 2016.
PATRIMÔNIO LÍQUIDO = R$ 71,8 milhões acumulados, ao final do 2T2017. As reservas de lucros totalizam R$ 11,9 milhões.
O EBITDA do segundo trimestre de 2017 foi de R$ 6,9 milhões (negativo em R$ 2,7 milhões em 2016), as despesas financeiras de R$ 1,7 milhão, (R$ 2,0 milhões em 2016). Dessa forma, nosso EBITDA apresentou índice de cobertura operacional de 4,0 vezes em relação às despesas financeiras do período (negativo em 1,4 vezes em 2016).

Gersonlp   -
EALT4
excelente resultado
paga bons dividendos
pouca liquidez

3T2016 -
marcosvinicius2  -
O EBITDA do terceiro trimestre de 2016 foi negativo em (-)R$ 2,7 milhões (R$ 8,1 milhões em 2015), as despesas financeiras de R$ 1,9 milhão, (R$ 3,5 milhões em 2015). Dessa forma, o EBITDA apresentou índice de cobertura operacional negativo de (-)1,4 vezes em relação às despesas financeiras do período (2,3 vezes em 2015). O Prejuízo Líquido do terceiro trimestre de 2016 foi de R$ 4,2 milhões (lucro de R$ 1,7 milhão em 2015). O retorno do Patrimônio Líquido corresponde negativamente em (-)7,6% ((-)4,0% em 2015) (Lucro Líquido dos últimos 12 meses / Patrimônio Líquido do trimestre anterior).

3T2012 -
Armageddon - 
achou muito bom

2T2012 - 
small caps - 
achou excelente
Características
Fundição de ferro e aço
Links
361509 - paulo_prof   -  26 Mai 2019, 21:02
Os resultados do 1T19 foram muito bons. Salvo engano, não há não recorrentes importantes. Se os resultados dos próximos trimestres forem igaulmente bons. o ativo pode estar bem precificado.

No que segue, foram expurgados:

4T17 e 2017: R$ 36 milhões no Resultado Antes dos Impostos e Ebitda; R$ 25 milhões no Lucro Líquido, relativos a ganhos no PERT evenda de terreno

4t18 e 2018: R$ 7,2 milhões no Resultado Antes dos Impostos, Lucro Líquido e Ebitda, relativos ao ganho de ação jurídica no STF relativa ao ICMS e IR.



EALT4

PREÇO: R$ 4,56

PAYOUT (2018): 20,9%



Múltiplos relativos aos últimos 12 meses (PERT e venda do terreno não considerados no lucro e ebitda)

P/L 14,36

P/VPA 0,64

PSR 0,37

DY 4,33%

EV/EBITDA 7,53

MARGEM BRUTA 19,7%

MARGEM OPERACIONAL 2,3%

MARGEM LÍQUIDA 2,6%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,318

MARGEM EBITDA 9,3%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 61,2%

ROE 4,45%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,24



Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 1T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +41,40%

RESULTADO BRUTO +40,61%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +67,42%

RESULTADO OPERACIONAL -47,04

RESULTADO LÍQUIDO -24,36%

EBITDA -7,24%



b) 1T19 sobre 1T18, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +51,82%

RESULTADO BRUTO +28,06%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +181,92%

RESULTADO OPERACIONAL 25,09%

RESULTADO LÍQUIDO +57,02%

EBITDA +30,60%



c) lucro líquido, nominal

UA -24,36%

U2A passou de negativo para positivo

U3A 245,90%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 62,32%

U2A 37,03%

U3A 21,37%



e) Ebitda, nominal

UA -7,24%

U2A 59,42%

U3A 4,57%

U4A 10,97%

U5A -3,69%

U6A 0,11%

U7A -0,51%

U8A -0,10%


Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 3,97

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +3,5%

360130 - paulo_prof  -  04 Abr 2019, 03:04
Muitos não recorrentes turbinaram os resultados do 4T17 e 2017, bem como do 4T18 e 2018. Expurgando estes não recorrentes, apesar do crescimento da Receita Líquida e do Resultado Bruto de 2018 sobre 2017, os resultados do operacional foram pífios, impactados por um pior resultado financeiro e, principalmente, por um aumento considerável nas despesas

Considerado o Operacional, acho que o ativo está caro.



No que segue, foram expurgados:

4T17 e 2017: R$ 36 milhões no Resultado Antes dos Impostos e Ebitda; R$ 25 milhões no Lucro Líquido, relativos a ganhos no PERT evenda de terreno

4t18 e 2018: R$ 7,2 milhões no Resultado Antes dos Impostos, Lucro Líquido e Ebitda, relativos ao ganho de ação jurídica no STF relativa ao ICMS e IR.



EALT4

PREÇO: R$ 4,89

PAYOUT (2018): 20,9%



Múltiplos relativos aos últimos 12 meses (PERT e venda do terreno não considerados no lucro e ebitda)

P/L 21,79

P/VPA 0,71

PSR 0,45

DY 2,85%

EV/EBITDA 9,12

MARGEM BRUTA 20,5%

MARGEM OPERACIONAL 2,1%

MARGEM LÍQUIDA 2,0%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,224

MARGEM EBITDA 9,3%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 67,5%

ROE 3,27%

LIQUIDEZ CORRENTE 0,97



Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 4T17, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +46,65%

RESULTADO BRUTO +66,06%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +47,06%

RESULTADO OPERACIONAL -24,63

RESULTADO LÍQUIDO -10,61%

EBITDA +5,53%



b) 4T18 sobre 4T17, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +33,94%

RESULTADO BRUTO +103,43%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +21.463,33%

RESULTADO OPERACIONAL passou de positivo para negativo

RESULTADO LÍQUIDO passou de positivo para negativo

EBITDA passou de positivo para negativo



c) lucro líquido, nominal

UA -10,61%

U2A passou de negativo para positivo

U3A 245,90%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 33,17%

U2A 23,41%

U3A 13,80%



e) Ebitda, nominal

UA 5,53%

U2A 33,81%

U3A 7,29%

U4A -1,30%

U5A -4,63%

U6A -1,83%

U7A -2,06%

U8A -0,48%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 2,80

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +13,5%

355139 - paulo_prof  -  27 Out 2018, 23:21
Excetuando o ebitda (que veio um pouco abaixo daquele do ano passado) todos os resultados do 3T18 superaram aqueles do 3T17. Em boa medida, isto foi consequência do real desvalorizado. O efeito do câmbio nas despesas operaconais é algo defasado. Em consequência, é possível que os custos sejam pressionados no 4T18. Mas como os resultados do 4T17 foram pífios, creio que a tendência de crescimento dos resultados, especialmente no que concerne os reslutados do 4T18 se manterá. Em consequência, acho que o ativo esteja barato.

EALT4

PREÇO: R$ 4,70

PAYOUT (2017): 20,9%



Múltiplos relativos aos últimos 12 meses (PERT e venda do terreno não considerados no lucro e ebitda)

P/L 10,36

P/VPA 1,07

PSR 0,46

DY 2,01%

EV/EBITDA 7,39

MARGEM BRUTA 20,4%

MARGEM OPERACIONAL 20,6%

MARGEM LÍQUIDA 4,4%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,454

MARGEM EBITDA 12,0%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 104,6%

ROE 10,36%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,06



Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 3T17, nominal (PERT e venda do terreno não considerados no Ebitda e Lucro)

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +54,91%

RESULTADO BRUTO +60,28%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +29,18%

RESULTADO OPERACIONAL +206,16%

RESULTADO LÍQUIDO -9,43%

EBITDA -6,64%



b) 3T18 sobre 3T17, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +53,72%

RESULTADO BRUTO +46,54%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -34,17%

RESULTADO OPERACIONAL+8,29

RESULTADO LÍQUIDO +32,46%

EBITDA -2,31%



c) lucro líquido, nominal

UA -9,43%

U2A passou de negativo para positivo

U3A passou de negativo para positivo



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 26,74%

U2A 14,19%

U3A 8,18%



e) Ebitda, nominal

UA -6,64%

U2A 111,54%

U3A 21,60%

U4A 0,32%

U5A 1,82%

U6A 0,06%

U7A -0,31%

U8A -0,04%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 5,67

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -4,0%

353192 - g trader -  30 Ago 2018, 15:04
Caro Professor, obrigado pelas explicações e o link. Me ajudou bastante, como sempre!

Eu, se fosse diretor da cia, aguardaria 2 ou 3 anos para vender os terrenos ou parte deles, quando certamente o mercado imobiliário estará mais favorável, nem que isso ainda trouxesse algumas despesas. Não que eu discorde da venda, muito pelo contrário, mas o momento hoje não é dos melhores, o que acaba diminuindo o valor do imóvel.r

353181  - paulo_prof  -  30 Ago 2018, 03:05
Quando decidiu vender parte de um dos seus terrenos em Barra.Velha para a Havan no ano passado, a EALT constituiu a Administradora de Bens Altona S/A., com o objetivo de

(I) separar as atividades industriais da Companhia, da atividade de administração de seus bens imóveis que não integrem a unidade fabril da Companhia;

(II) separar as eventuais receitas provenientes da venda, locação ou empreendimentos imobiliários surgidos destes imóveis, das receitas advindas da atividade industrial da Companhia;

(III) oportunizar agregar valor aos imóveis a serem integralizados na subsidiária integral, sem descapitalizar ou onerar a Companhia.

Uma série de terrenos urbanos e rurais em Barra Velha foram repassados à Administradora pelo valor contábil total de R$ 34 milhões . Vc pode encontrar os detalhes em https://economia.estadao.com.br/fatos-relevarentes/p...

Até o ano passado, estes terrenos só geravam despesas. Evidentemente, estes terrenos poderiam ser avaliados periodicamente e em consequência gerar lucro contábil. Mas não era a política da empresa.

O que será no futuro próximo, não se sabe. Eventualmente, mais uma venda para a Havan será concretizada e, quem sabe, a subsidiária integral passe a gerar receita regular.

A avaliação de uma empresa depende de seu fluxo de caixa livre futuro. Enquanto os imóveis não estiverem gerando fluxo de caixa, não geram valor. Por outro lado, tendo tantos terrenos à disposição para vender, o potencial de valorização sem dúvida existe.

Para uma empresa que nos últimos 12 meses gerou um lucro líquido de pouco mais de R$ 9 milhões, a perspectiva de vender por R$ 25 milhões um bem que está contatbilizado por um valor simbólico próximo de zero, sem dúvida gera um impacto considerável ... pois o lucro desta operação estaria na faixa dos R$ 16 milhões.

353177  - g trader -  30 Ago 2018, 00:45
Sobre EALT4, me parece haver um valor adicional considerável em terras.

Meio ano atrás li um relatório da Administração onde constavam todos terrenos da cia. Até formaram uma empresa a parte só pra cuidar desses imóveis. Infelizmente não achei mais aquele relatório -Talvez tenha sido nas Notas Explicativas de algum ITR... nos próximos dias irei procurar neles.



Conforme fato relevante do último dia 10 ( http://ri.altona.com.br/pages/servicos_aos_investi... ) a cia informa que recebeu nova proposta para alienação de mais um lote de terra, no valor de R$ 25 Mi. Isso já dá 1/4 do valor total de mercado, isso só dessa oferta, fora os demais lotes.

Minha dúvida, motivo pelo qual estou recorrendo (mais uma vez) a você: Essas terras podem aumentar sensivelmente o target da cia, ou minhas contas estão "furadas"?

352737 - mantonio01  -  10 Ago 2018, 22:41
Com essa nova proposta da HAVAN, agora para adquirir uma fatia mais substancial do terreno da EALT4 em Barra Velha - SC, fica ratificado que o valor de mercado deste terreno realmente se multiplicou por 10 vezes. Ele Foi comprado em 2007 por cerca 10,5 milhõe de reais. Hoje, no total, vale mais de 100 milhões.

Com o metro quadrado marcado em 60,00, temos 1.800.0000 metros quadrados x 60,00 = 108 milhões de reais.

352736  - mantonio01  -  10 Ago 2018, 22:36
O terreno da EALT4 em Barra Velha (SC) está realmente marcado a 60,00/m2.

Electro Aço Altona S/A

Companhia Aberta - CVM nº 5380CNPJ nº 82.643.537/0001-34NIRE nº 42300011304

COMUNICADO AO MERCADO

A Electro Aço Altona S/A vem a público informar que a sua subsidiária integral, a Administradora de BensAltona S.A., formada com a integralização de bens imóveis da Companhia que não integram seu processo fabril,recebeu proposta de empresa do Grupo Havan de compra de 425.000 m2(quatrocentos e vinte e cinco milmetros quadrados) da área localizada no Município de Barra Velha pelo preço de R$ 25.500.000,00 (vinte ecinco milhões e quinhentos mil reais).

A Companhia informa ainda que a Administração de sua subsidiária integral está analisando a propostaapresentada pelo Grupo Havan.Maiores detalhes do negócio serão fornecidos caso as negociações avancem.

A Companhia manterá o mercado informado.Blumenau, 10 de agosto de 2018.Cacídio GirardiDiretor Presidente e de Relações com Investidores

352299 - paulo_prof  -  29 Jul 2018, 19:21
Os resultados vieram aproximadamente dentro do esperado. Sou da opinião de que os resultados do 2S18 serão sensivelmente superiores aqueles do 2S17. Em consequência, tudo indica que o ativo esteja relativamente barato.

EALT4

PREÇO: R$ 5,42

PAYOUT (2017): 20,9%



Múltiplos relativos aos últimos 12 meses (PERT e venda do terreno não considerados no lucro e ebitda)

P/L 12,91

P/VPA 1,28

PSR 0,62

DY 1,62%

EV/EBITDA 7,52

MARGEM BRUTA 19,8%

MARGEM OPERACIONAL 24,5%

MARGEM LÍQUIDA 4,8%

LUCRO POR AÇÃO R$ 0,420

MARGEM EBITDA 14,1%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 99,0%

ROE 9,94%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,09



Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 2T17, nominal (PERT e venda do terreno não considerados no Ebitda e Lucro)

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +56,19%

RESULTADO BRUTO +107,75%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +30,33%

RESULTADO OPERACIONAL +756,98%

RESULTADO LÍQUIDO +115,69%

EBITDA +40,48%



b) 2T18 sobre 2T17, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +24,20%

RESULTADO BRUTO +30,25%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +76,76%

RESULTADO OPERACIONAL -23,82%

RESULTADO LÍQUIDO -3,90

EBITDA +4,90%



c) lucro líquido, nominal

UA 115,69%

U2A 266,02%

U3A passou de negativo para positivo



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 23,16%

U2A 8,76%

U3A 5,10%



e) Ebitda, nominal

UA 40,48%

U2A 27,73%

U3A 27,96%

U4A -1,40%

U5A 2,84%

U6A -1,21%

U7A 0,64%

U8A 0,96%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 5,25

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +1,0%

350660 - marcosvinicius2 -  02 Jun 2018, 13:42
COMENTÁRIO: PAPEL DEVIDAMENTE PRECIFICADO ( * ). O EBITDA do primeiro trimestre de 2018 foi de R$ 8,7 milhões (R$ 2,8 milhões em 2017), as despesas financeiras de R$ 1,4 milhões, (R$ 0,6 milhão em 2017). Dessa forma, nosso EBITDA apresentou índice de cobertura operacional de 6,2 vezes em relação às despesas financeiras (4,7 vezes em 2017).O Lucro Líquido acumulado do primeiro trimestre de 2018 foi de R$ 3,6 milhões (prejuízo de R$ 0,1 milhão em 2017) . O retorno do Patrimônio Líquido corresponde em 33,9% ( -3,0% em 2017). (Lucro Líquido dos últimos 12 meses / Patrimônio Líquido). No encerramento do primeiro trimestre de 2018, as obrigações com instituições financeiras somavam R$ 53,2 milhões, (R$ 54,4 milhões em dezembro de 2017) sendo R$ 49,4 milhões (R$ 49,9 milhões em 2017) no passivo circulante e R$ 3,8 milhões (R$ 4,6 milhões em 2017) no passivo não circulante.:

EALT4
PREÇO: 5,22
PAYOUT (2017): 6,28%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses (SEM A EXCLUSÃO DE EVENTOS NÃO RECORRENTES)

P/L 3,41
P/VPA 1,16
PSR 0,60
DY 1,84%
EV/EBITDA 3,23
MARGEM BRUTA 19,79%
MARGEM OPERACIONAL 24,54%
MARGEM LÍQUIDA 17,59%
LUCRO POR AÇÃO 1,531
MARGEM EBITDA 32,26%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 85,59%
ROE 33,89%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,00

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 1T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 77,64%
RESULTADO BRUTO 199,64%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 34,21%
RESULTADO OPERACIONAL -1343,03%
RESULTADO LÍQUIDO -1674,27%
EBITDA 526,39%

b) 1T18 sobre 1T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 90,22%
RESULTADO BRUTO 150,93%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 68,78%
RESULTADO OPERACIONAL -3512,58%
RESULTADO LÍQUIDO -2673,94%
EBITDA 199,75%

c) lucro (taxa média anual)
UA -1674,27%
U2A 227,73%
U3A 234,54%

d) patrimônio líquido médio
UA 28,24%
U2A 10,27%
U3A 5,49%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ ND
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): ND !!!!
[...]

350615 - paulo_prof  -  01 Jun 2018, 16:25
O aumento da base de ações foi realizado, via bonificação, durante o mês de maio. Em 30ABR, portanto, o número de de ações era 10% do número atual e o preço 10 vezes mais.

No que se refere o expurgo, não perdi muito tempo ... o relatório fala num lucro líquido de R$ 5,5 milhões e num ebitda de R$ 21 milhões, sem os da venda do terreno e da adesão ao PERT. Para obter aprox. estes números, subtraí R$ 25 milhões do lucro líquido e R$ 36 milhões do ebitda. O que acabou ficando inconsistente foi o Resultado Antes dos Impostos (que eu chamo de Operacional) ... pois não fiz correção alguma por não ter os dados.

349442  - paulo_prof   -  30 Abr 2018, 14:20
Achei muito bons os resultados da Aços Altona. Considerando que o resultado recorrente (expurgando os ganhos com o PERT e venda do terreno) dos últimos 12 meses possa ser mantido em teremos reais, nos próximos anos, o ativo estaria bem precificado. Por outro lado, entretanto, se os resultados puderem ser repetidos ou superados nos próximos trimestres, o ativo estaria barato (a anualização do lucro líquido do 1T18 fornece R$ 14,6 milhões.

EALT4

PREÇO: R$ 54,00

PAYOUT (2017): 20,9%



Múltiplos relativos aos últimos 12 meses (PERT e venda do terreno não considerados no lucro e ebitda)

P/L 22,09

P/VPA 1,76

PSR 0,62

DY 0,94%

EV/EBITDA 7,07

MARGEM BRUTA 19,8%

MARGEM OPERACIONAL 24,5%

MARGEM LÍQUIDA 2,8%

LUCRO POR AÇÃO R$ 2,444

MARGEM EBITDA 14,1%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 107,6%

ROE 7,96%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,00



Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 1T17, nominal (PERT e venda do terreno não considerados no Ebitda e Lucro)

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +77,64%

RESULTADO BRUTO +199,64%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -34,61%

RESULTADO OPERACIONAL passou de negativo para positivo

RESULTADO LÍQUIDO passou de negativo para positivo

EBITDA +173,97%



b) 1T1718 sobre 1T17, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +90,22%

RESULTADO BRUTO +1150,93%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +68,78%

RESULTADO OPERACIONAL passou de negativo para positivo

RESULTADO LÍQUIDO passou de negativo para positivo

EBITDA +215,78%



c) lucro líquido, nominal

UA passou de negativo para positivo

U2A +30,96

U3A +81,49%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 15,68%

U2A 4,94%

U3A 2,07%



e) Ebitda, nominal

UA 173,97%

U2A 11,03%

U3A 17,80%

U4A -2,79%

U5A 1,64%

U6A 0,66%

U7A 0,97%

U8A 3,52%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 30,55

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +14,0%

348565  - uqaz  -  30 Mar 2018, 00:45
Que bom que gostou do artigo, prof!
Sobre o setor industrial, tbm havia pensado em MTSA4, SHUL4, ROMI3 e EALT4. Small acertou ROMI3 na veia!

Só que fiquei pensando... existe uma siderúrgica mais voltada para o mercado interno, que seja mais afetada por ele como essas aí?

348525  - paulo_prof   -  29 Mar 2018, 21:27
Citação: celso araujo - Post #348452 - 28/Mar/2018 02:13
PAULO PROF
Na atual conjuntura economica, poderia citar empresas que ainda considere baratas nos atuais preços? Gostaria de estudar algumas indicações mais a fundo.
A atual conjuntura econômica é de incerteza ... eu acho que a probabilidade de elegermos um governo irresponsável é pequena, mas ... e vc?

A esquerda, bem como a extrema-direita de Bolsonaro, atrapalharam a proposta de reforma da previdência no que foi possível. Se houver um 2o. turno entre a esquerda e a extrema-direita, quais são as perspectivas de se reformar a previdência. Qual será a credibilidade do eleito para liderá-la. Quando o outro quer fazer sou contra e faço questão de atrapalhar ... quando eu vou fazer, quero que todos me ajudem?

Sem uma reforma da previdência suficientemente abrangente, não vejo como o governo equilibrar as contas. Quando não se consegue equilibrar as contas, as situações do Brasil no final do governo Diulma, do Rio, Minas e Rio Grande do Sul estão aí para ilustrarem as consequências.

Eu acho/espero/rezo para que não tenhamos que escolher entre populismos de esquerda e de direita. E se o centro (qualquer que seja) levar, acho que o ciclo (crescimento, inflação, etc) será virtuoso.
[...]
Como o ótimo artigo referenciado pelo uqaz mostra, quando a base monetária está em recuperação, o setor industrial costuma responder primeiro. MTSA4, SHUL4, ROMI3 e EALT4 parecem interessantes.
[...]

348438  - paulo_prof   -  27 Mar 2018, 17:42
A adesão ao PERT e a venda de terrenos proporcionou, à EALT um lucro líquido de aprox. R$ 25 milhões. Em consequência, o lucro líquido operacional "recorrente" do exercício de 2017 andou pela casa dos R$ 5,5 milhões, ou LPA = R$ 2,45.

O valor presente deste LPA adotando uma taxa de desconto real de 8%, supondo que possa ser mantido em termos reais para todo o sempre, é R$ 30,65. Supondo, por outro lado, que os terrenos da empresa, que não são necessários à produção, tenham um valor de mercado de R$ 75 milhões (sensivelmente abaixo do preço de venda do terreno para a Havan), teríamos um acréscimo de R$ 33,33. Somando os dois valores obtém-se R$ 64,00. Em consequência, acho que o preço atual de R$ 58,00 não está exagerado.

348208 - mantonio01  - 18 Mar 2018, 18:57
Ainda com relação à empresa Aços Altona (EALT4), seu valor de mercado atual (119,15 milhões) correponde apenas ao valor de mercado do terreno em Barra Velha (SC).

Portanto, tudo mais da empresa (sede em Blumenau, terreno em Imbituba) e principalmente seu valor operacional está sendo entregue GRATUITAMENTE aos acionistas.

É uma verdadeira BARGANHA. Certamente, conforme relatórios das atas da Diretoria e do Conselho de Administração evidenciam, haverá monetização adicional do terreno em Barra Velha (SC) muito em breve.

348207  - mantonio01  -  18 Mar 2018, 18:47
Ainda tens acompanhado EALT4?

A operação da empresa cresceu muito em 2017. A divulgação do resultado do 4Tri17 evidenciará operacional robusto e Lucro cavalar decorrente da adesão ao PERT.

PERT vai reduzir a dívida tributária da empresa de forma colossal, redução de cerca 60 milhões.

Para 2018 as expectativas da administração são muito melhores ainda.

Abriram escritório na Alemanha devido ao grande crescimento dos pedidos provenientes da Europa.

Ademais, em relação ao terreno em Barra Velha (SC), o valor de mercado dele já deve ter multiplicado 10 vezes. Foi comprado em 2007 por cerca 10,5 milhõe de reais. Hoje, deve valer pelo menos 100 milhões.

A negociação de parte dele (uma pequena fração apenas) para HAVAN evidenciou o grande valor do ativo - marcou o metro quadrado em 60,00. Portanto, 1.800.0000 metros quadrados x 60,00 = 108 milhões de reais.

347705 - MICRO CAPS  -  01 Mar 2018, 22:58
para quem gosta de Aço Altona - EALT4

Realmente a coisa deve estar muito boa

Altona Europa, muito chic

COMUNICADO AO MERCADO

A Electro Aço Altona S/A vem a público informar da assinatura de contrato de Acordo de compra, ocorrido no dia 01 de março 2018, referente à aquisição da empresa IBG Industrieberatungsgesellschaft mbH, localizada na Cidade de Göttingen, Estado de Niedersachsen, Alemanha, a qual atuará como escritório de representação comercial da Companhia no Continente Europeu.

A denominação será Altona Europa.
A Companhia adquiriu a totalidade do capital acionário do antigo proprietário, sendo o preço da aquisição foi de € 80.000 (oitenta mil euros), que serão pagos em vinte e quatro parcelas.
Seguindo o princípio da transparência, a Companhia manterá o mercado informado.

345491  - BRUNO INVEST -  23 Dez 2017, 06:45
aproveitando oportunidades, gostaria de sugerir EALT4 (Eletroaço Altona) para análise

- lucros crescentes;

- paga bons dividendos;

- possui inúmeros imóveis que valem aproximadamente 70% a mais que a empresa vale em Bolsa

Relação enorme de imóveis, conforme link abaixo.
http://www2.bmfbovespa.com.br/empresas/consbov/frmNBC.asp?protocolo=590327&flnk
www.altona.com.br

345318  - O GARIMPEIRO -  16 Dez 2017, 15:25
EALT4 - Aço Altona

Para quem acompanha o papel.

Copiei de outro fórum

RCA de 23/11

Altona vale muito mais que essa cotação em Bolsa

º) Apreciação e Aprovação da constituição da Administradora de Bens Altona S/A, conforme autorizado pelo Estatuto Social da Companhia;

A constituição da Subsidiária Integral objeto da presente reunião do Conselho de tem por fim: (I) separar as atividades industriais da Companhia, da atividade de administração de seus bens imóveis que não integrem a unidade fabril da Companhia; (II) separar as eventuais receitas provenientes da venda, locação ou empreendimentos imobiliários surgidos destes imóveis, das receitas advindas da atividade industrial da Companhia; (III) oportunizar agregar valor aos imóveis a serem integralizados na subsidiária integral, sem descapitalizar ou onerar a Companhia.

O capital social será formado por ativos imobilizados da Companhia Electro Aço Altona S/A, na forma de imóveis livres e desonerados a saber:

Relação enorme de imóveis, conforme link abaixo.
http://www2.bmfbovespa.com.br/empresas/consbov/frmNBC.asp?protocolo=590327&flnk

Muito animador,
Altona tem muito a subir

A formação da Carteira para 2018 apresenta uma evolução considerável, comparada com os primeiros meses de 2017. Tecnicamente, a Carteira do 1 º e 2 º ITR de 2018 está formada

O Sr. Cleber Pisetta demonstrou os efeitos contábeis, financeiros e fiscais sobre a migração do parcelamento do REFIS do ano de 2000 para o programa do PERT (Programa Especial de Regularização Tributária). As estimativas apresentam efeitos expressivos no resultado patrimonial e no Caixa, pois as parcelas futuras serão menores. Atualmente, a Companha registra R$ 97 milhões no parcelamento do REFIS.
Com as reduções de juros/multa/encargos, referente a migração para o PERT (Programa Especial de Regularização Tributária), o passivo fiscal será de aproximadamente R$ 31 milhões, sendo que destes, aproximadamente R$ 15 milhões terão que ser pagos até 31/12/2017. O saldo será parcelado em 145 meses.
Em janeiro de 2018 haverá uma revisão do plano comercial, pois os negócios demonstram melhoras e as conversões das ofertas em vendas tendem a aumentar para o 2º semestre comercial (abril à setembro/2018).

http://www2.bmfbovespa.com.br/empresas/consbov/frmNBC.asp?protocolo=590326&flnk

Na última quinta-feira (7/12), a Altona recebeu gestores e representantes de empresas parceiras de todo o Brasil para o Encontro de Fornecedores 2017.
A abertura do evento foi feita pelo diretor presidente da companhia Sr. Cacídio Girardi, que agradeceu a presença de todos e destacou a importância dos fornecedores para a competitividade da empresa em todos os mercados que ela atua.
Durante o evento, a companhia apresentou seu novo momento, com o aumento dos volumes de produção e consequente perspectiva de retomada dos resultados positivos, as boas práticas adotadas e exigências da empresa em Segurança do Trabalho, Gestão da Qualidade, Meio Ambiente e Responsabilidade Social.
Também foi abordado o tema Indústria 4.0, onde a Altona entende a necessidade de seus principais parceiros de negócio estarem preparados para esta nova revolução industrial.
https://www.facebook.com/pg/ElectroAcoAltona/posts...

344168  - Gersonlp   -  21 Nov 2017, 10:47
Aço Altona
Fato Relevante

...A companhia informa que o valor da transação foi de R$ 4.500.000,00, divididos em três pagamentos mensais de R$ 1.500.000,00 cada, sendo o primeiro no ato da assinatura do contrato, dia 13 de novembro de 2017, e os demais na mesma data dos meses seguintes.

Quanto aos reflexos, entendemos que há uma inversão da relevância das informações contidas no Comunicado ao Mercado de 15 de novembro de 2017.

Primeiro, porque a área vendida de 75.000 (setenta e cinco mil) metros quadrados faz parte de uma área maior de aproximadamente 1.800.000 (um milhão e oitocentos mil) metros quadrados pertencente à Companhia, ou seja, foi vendido pouco mais de 4% (quatro por cento) da área total, não possuindo tal transação para a Companhia relevância a ponto de trazer reflexos para os negócios da mesma...

muito interessante, o terreno vale quase o dobro do valor da empresa em bolsa

4.500.000,00 / 75.000 mts = 60,00p/mt.

1.800.000 x 60,00 = 108 milhões

valor da Altona em bolsa - 2.250.000 ações x 29,00 = 65.250.000

344151 - paulo_prof  -  20 Nov 2017, 13:47
Ativo continua barato prá caramba, mesmo depois de toda a valorização em 2017. O único fator de leve preocupação é o endividamento líquido ainda um pouco alto considerada a capacidade de geração de caixa da empresa, medida pelo ebitda. O fator de alavancagem está em 4, mas vem sendo reduzido trimestre a trimestre.

EALT4

PREÇO: R$ 28,50

PAYOUT estimado): 35%



Múltiplos relativos aos últimos 12 meses

P/L 5,69

P/VPA 0,86

PSR 0,43

DY 6,15%

EV/EBITDA 14,39

MARGEM BRUTA 19,7%

MARGEM OPERACIONAL 10,4%

MARGEM LÍQUIDA 7,6%

LUCRO POR AÇÃO R$ 5,011

MARGEM EBITDA 8,5%

DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 172,9%

ROE 15,14%

LIQUIDEZ CORRENTE 1,36



Taxas de Crescimento:

a) últimos 12 meses sobre 12 meses terminados no 3T17, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +21,85%

RESULTADO BRUTO +19,15%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -18,28%

RESULTADO OPERACIONAL passou de negativo para positivo

RESULTADO LÍQUIDO passou de negativo para positivo

EBITDA +379,36%



b) 3T173 sobre 3T16, nominal

RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +114,%

RESULTADO BRUTO +11.744%

RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO +19,49%

RESULTADO OPERACIONAL passou de negativo para positivo

RESULTADO LÍQUIDO passou de negativo para positivo

EBITDA passou de negativo para positivo



c) lucro líquido, nominal

UA passou de negativo para positivo

U2A passou de negativo para positivo

U3A 10,84%



d) patrimônio líquido médio, nominal

UA 2,88%

U2A -0,06%

U3A -0,81%



Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 64,24

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -20,0%

344141  - Gersonlp  -  19 Nov 2017, 15:43
todo mês eu compro 100 ações
3º tri - excelente resultado
https://www.rad.cvm.gov.br/ENETCONSULTA/frmGerenci...

344024  - mantonio01  - 16 Nov 2017, 14:43
EALT 4 - Aços ALTONA
Considerando que a empresa possui no total 2,25 milhões de ações, o ganho bruto decorrente da diminuição do passivo tributário é da ordem de 50/2,25, ou seja, de 22 (vinte e dois) REAIS.
Hoje o papel está subindo cerca de 1,89 reais (28,10 - 26,21).

344023  - mantonio01 -  16 Nov 2017, 14:40
EALT4 - Aços ALTONA - Fato Relevante
http://ri.altona.com.br/pages/servicos_aos_investi...
De acordo com o Fato Relevante acima, a EALT4 vai ter um ganho bruto com descontos de impostos federais da ordem 50 Milhões de reais. Tal valor corresponde a mais de 65% o atual PL da empresa, que é de 74.445 Milhões.

Ademais, pelo visto, o terreno em Barra Velha - SC (que possui um total de 1,9 milhões de metros quadrados, tendo sido alienados para a HAVAN 75.000 metros quadrados) tem um valor de mercado muitíssimo interessante.

343697  - marcosvinicius2 -  09 Nov 2017, 11:21
COMENTÁRIO: PAPEL SUBVALORIZADO (*). DOS ULTIMOS 46 TRIMESTRES, 10 APRESENTARAM LUCRO LIQUIDO NEGATIVO (21,7391%). LUCRO Atribuído a Sócios da Empresa Controladora DO 3T17 = 2.677 FOI MAIOR DO QUE O LUCRO APRESENTADO NO 2T17 = 2.638 E MAIOR TAMBEM EM RELAÇÃO AO APRESENTADO NO 3T16 = -4.218. VALOR DE MERCADO (MIL) = 60.683; VALOR MAXIMO (MIL) = 177.750 NO 2T07; VE PSBE (MIL) = 102.769:

EALT4
PREÇO: 26,97
PAYOUT (2016): -52,69%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 5,38
P/VPA 0,82
PSR 0,41
DY -9,79%
EV/EBITDA 6,37
MARGEM BRUTA 19,68%
MARGEM OPERACIONAL 10,41%
MARGEM LÍQUIDA 7,56%
LUCRO POR AÇÃO 5,011
MARGEM EBITDA 19,97%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 74,78%
ROE 15,14%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,48

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 21,85%
RESULTADO BRUTO 19,15%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -18,28%
RESULTADO OPERACIONAL -269,29%
RESULTADO LÍQUIDO -314,29%
EBITDA 379,47%

b) 3T17 sobre 3T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 114,25%
RESULTADO BRUTO 11743,96%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 19,49%
RESULTADO OPERACIONAL -154,51%
RESULTADO LÍQUIDO -163,47%
EBITDA -379,83%

c) lucro (taxa média anual)
UA -314,29%
U2A ND
U3A 10,84%

d) patrimônio líquido médio
UA 3,29%
U2A -0,06%
U3A -0,81%

O EBITDA do terceiro trimestre de 2017 foi de R$ 7,4 milhões (negativo em R$ 2,7 milhões em 2016), as despesas financeiras de R$ 2,2 milhão, (R$ 1,9 milhão em 2016). Dessa forma, o EBITDA apresentou índice de cobertura operacional de 3 vezes em relação às despesas financeiras do período (negativo em 1,4 vezes em 2016).

O Lucro Líquido Acumulado do terceiro trimestre de 2017 foi de R$ 5,2 milhões (prejuízo de R$ 7,8 milhões em 2016). O retorno do Patrimônio Líquido corresponde em 15,8% (-7,6% em 2016) (Lucro Líquido dos últimos 12 meses / Patrimônio Líquido ).

Receita Operacional Líquida: A receita operacional líquida foi de R$ 44,4 milhões para o 3º trimestre de 2017, comparada aos R$ 20,7 milhões para o mesmo trimestre de 2016 representam um acréscimo de 114,2% ou R$ 23,7 milhões entre os trimestres.


( * ) É PRECISO VERIFICAR NO RELATÓRIO DA ADM. A EXISTÊNCIA DE RESULTADO NÃO RECORRENTE:
( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3;

342010  - marcosvinicius2  -  13 Set 2017, 22:02
EBITDA = R$ 6,9 milhões para o 2T2017, com margem de 14,8% sob a Receita Operacional Líquida (ROL), com um acréscimo de 23,5 pontos percentuais em comparação com o mesmo trimestre de 2016.; Retorno do Patrimônio Líquido - ROE = 6,4% para o 2T2017, devido ao bom lucro do trimestre, com um acréscimo de 5,4 pontos percentuais comparado com o mesmo trimestre de 2016.

EALT4
PREÇO: 23,50
PAYOUT (2016): -52,69%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 12,07
P/VPA 0,74
PSR 0,42
DY 1,65%
EV/EBITDA 9,34
MARGEM BRUTA 14,88%
MARGEM OPERACIONAL 4,47%
MARGEM LÍQUIDA 3,49%
LUCRO POR AÇÃO 1,946
MARGEM EBITDA 15,68%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 84,25%
ROE 6,10%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,54

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 2T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -12,29%
RESULTADO BRUTO -48,46%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -39,70%
RESULTADO OPERACIONAL -11318,00%
RESULTADO LÍQUIDO 521,13%
EBITDA 16,14%

b) 2T17 sobre 2T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 48,46%
RESULTADO BRUTO 113,76%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 13,76%
RESULTADO OPERACIONAL -157,15%
RESULTADO LÍQUIDO -167,14%
EBITDA -353,36%

c) lucro (taxa média anual)
UA 521,13%
U2A ND
U3A -21,64%

d) patrimônio líquido médio
UA -3,58%
U2A -2,91%
U3A -1,51%

LUCRO (PREJUÍZO) LÍQUIDO = Lucro de R$ 2,6 milhões para o 2T2017, com margem de 5,7% sob a ROL, um acréscimo de 18,3 pontos percentuais em comparação com o mesmo trimestre de 2016.

PATRIMÔNIO LÍQUIDO = R$ 71,8 milhões acumulados, ao final do 2T2017. As reservas de lucros totalizam R$ 11,9 milhões.

O EBITDA do segundo trimestre de 2017 foi de R$ 6,9 milhões (negativo em R$ 2,7 milhões em 2016), as despesas financeiras de R$ 1,7 milhão, (R$ 2,0 milhões em 2016). Dessa forma, nosso EBITDA apresentou índice de cobertura operacional de 4,0 vezes em relação às despesas financeiras do período (negativo em 1,4 vezes em 2016).

( * ) É PRECISO VERIFICAR NO RELATÓRIO DA ADM. A EXISTÊNCIA DE RESULTADO NÃO RECORRENTE:
( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3;

340758  - Gersonlp   -  06 Ago 2017, 20:05
EALT4
excelente resultado
paga bons dividendos
pouca liquidez
http://www2.bmfbovespa.com.br/empresas/consbov/frmNBC.asp?protocolo=573674

333229  - marcosvinicius2  -  28 Jan 2017, 20:28
EDIT.: NÃO Houve modificação significativa na quantidade de ações no período ENTRE 2006 E 2016 e Resultado Não Operacional (Não Encontrado).
O EBITDA do terceiro trimestre de 2016 foi negativo em (-)R$ 2,7 milhões (R$ 8,1 milhões em 2015), as despesas financeiras de R$ 1,9 milhão, (R$ 3,5 milhões em 2015). Dessa forma, o EBITDA apresentou índice de cobertura operacional negativo de (-)1,4 vezes em relação às despesas financeiras do período (2,3 vezes em 2015). O Prejuízo Líquido do terceiro trimestre de 2016 foi de R$ 4,2 milhões (lucro de R$ 1,7 milhão em 2015). O retorno do Patrimônio Líquido corresponde negativamente em (-)7,6% ((-)4,0% em 2015) (Lucro Líquido dos últimos 12 meses / Patrimônio Líquido do trimestre anterior).

EALT4
PREÇO: 13,25
PAYOUT (2015): 2368,80%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L -5,67
P/VPA 0,47
PSR 0,24
DY -418,02%
EV/EBITDA 27,78
MARGEM BRUTA 20,13%
MARGEM OPERACIONAL -7,50%
MARGEM LÍQUIDA -4,30%
LUCRO POR AÇÃO -2,338
MARGEM EBITDA 5,08%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 241,82%
ROE -8,33%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,82

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses vs 12 meses terminados no 3T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -17,06%
RESULTADO BRUTO -28,45%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -38,80%
RESULTADO OPERACIONAL 95,07%
RESULTADO LÍQUIDO 92,22%
EBITDA -57,84%

b) 3T16 vs 3T15
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -49,85%
RESULTADO BRUTO -99,22%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -55,26%
RESULTADO OPERACIONAL -337,48%
RESULTADO LÍQUIDO -341,30%
EBITDA -133,02%

c) lucro (taxa média anual)
UA 92,22%
U2A ND
U3A -189,80%

d) patrimônio líquido médio
UA -3,29%
U2A -2,79%
U3A 1,08%

PSBe - Preço Sugerido pelo Balanço, exponencial no lucro:

Citação: PSBe - Preço Sugerido pelo Balanço, exponencial no lucro

PSBe = ((Patrimônio Líquido + Receita Líquida4T + Resultado ñ operacional + ((Lucro4T - Resultado ñ operacional) * EXP( Margem Líquida * -LN(ABS(Margem Líquida)*100*5,56%*SINAL(Margem Líquida))))*Cotação unitária)/nº de ações

Sendo que;
SE(Cotação unitária;1;1000)
Margem Líquida descontada do 'Resultado ñ operacional'
Obs.: Receita Líquida e Lucro em 4 trimestres ou anual


PSBe = ND; PSBe-TAG = ND/ON e ND/PN

VE PSBe = ND

VE PSBe-TAG = ND

Valor de Mercado = 29.812.500 em 27/01/2017

( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3

175360 - paulo_prof -  25 Mar 2013, 15:29
EALT4
PREÇO: R$ 26,48
PAYOUT 2012: 0%

P/L 7,73
P/VPA 0,94
PSR 0,32
DY 0,00%
EV/EBITDA 7,86
MARGEM BRUTA 27,0%
MARGEM OPERACIONAL 6,3%
MARGEM LÍQUIDA 4,2%
LUCRO POR AÇÃO R$ 3,424
MARGEM EBITDA 13,9%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 236,4%
ROE 12,20%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,60

Taxas de Crescimento Nominal

a) exercício de 2012 vs 2011
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 6,73%
RESULTADO BRUTO 7,79%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -0,87%
RESULTADO OPERACIONAL -6,82%
RESULTADO LÍQUIDO -11,43%
EBITDA -3,40%

b) 4T12 vs 4T11
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -4,18%
RESULTADO BRUTO -11,13%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 35,25%
RESULTADO OPERACIONAL passou de positivo para negativo
RESULTADO LÍQUIDO passou de positivo para negativo
EBITDA -43,35%

c) lucro (taxa média anual)
UA -11,43%
U2A 14,01%
U3A 57,66%

d) patrimônio líquido médio
UA 18,90%
U2A passou de negativo para positivo
U3A passou de negativo para positivo

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 42,80

Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): -10,5%

166361 - danieljoseaa -  07 Fev 2013, 02:32
Small, parece que aquele tal terreno da EALT4 que vc falou que colocaram à venda há uns meses atrás, finalmente apareceu um interessado, rs, uns chineses querem levá-lo, viu a ata ?? pelo menos, foi isso que entendi, rsrs, será que virá um "lucrão" não recorrente daqui 1 ou 2 trimestres ?? não faço ideia do valor do terreno, vc faz ??

Aliás, as atas, tirando a questão da venda do terreno, foram meio desanimadoras, queda no n° de pedidos, enfim.....vamos ver, como baixou bem de preço, voltando para a casa dos 25, estou me animando a recomprar, tá barata pacas, PSR e P/Ebitda no chão.....aliás, terá que pagar dividendos em MAR ou ABR, já que venceu seus prejuízos acumulados, será que são pão duros(payout mínimo) ou são "sangue bão" ??

166086 - small caps -  06 Fev 2013, 01:39
Sobre EALT4, para ser mais específico.

A recuperação que virá:
http://www.bmfbovespa.com.br/empresas/consbov/ArquivoComCabecalho.asp?motivo=&protocolo=364223&funcao=visualizar&site=B

O momento indigesto:
http://www.bmfbovespa.com.br/empresas/consbov/ArquivoComCabecalho.asp?motivo=&protocolo=364222&funcao=visualizar&site=B

Estou no aguardo para verificar o momento de aumentar posição.

166084 - small caps -  06 Fev 2013, 01:35
Citação: aprendiz quebrado do professor
Caro Smallcaps
Manteve ealt4?
Sim, tem preços bastante atrativos.

Mas espero um resultado fraco no último trimestre do ano... e no primeiro deste também... com recuperação a partir do segundo trimestre...

As últimas atas do conselho de administração indicam isto.

154284 - Barbado -  30 Out 2012, 11:42
Complementando as informações sobre Ealt4 houve um impacto negativo da ordem de 2.015 conforme nota explicativa número 21:

21. Outras receitas (despesas) operacionais, líquidas

30/09/2012 30/09/2011

Outras receitas

Despesas Recuperadas.... 162 583
Outras Receitas............ 1.088 133
Total.............................1.250 716

Outras despesas

Perda com Operações Comerciais.. (197) (453)
Contratos de aval e fiança.............. (634) (510)
Outros itens Extraordinários......... (2.434) (244)
Total.........................................(3.265) (1.207)

Resultado líquido..........................(2.015) (491)

A principal movimentação para este 3º trimestre de 2012 na conta outras receitas, foi o reconhecimento do programa REINTEGRA (R$ 964 mil), beneficio fiscal para empresas exportadoras.

Já no grupo outras despesas, na conta itens extraordinários, está contabilizado o recalculo do credito presumido de ICMS (R$ 2.052 mil), beneficio do regime especial para empresas que reciclam materiais.

154272 - small caps -  30 Out 2012, 03:03
leamm, na página 15 do comentário sobre o desempenho o que "comeu" a margem foi novamente uma tal de "outras despesas". Foi a principal responsável pelo resultado não ter "bombado" de novo...

A questão a que se refere não está claro no release... pode ser ICMS também... pode ser custo associado a curva de aprendizado nas novas máquinas... etc... talvez alguém tenha que ligar para o DRI para saber melhor...

154264 - leamm  -  30 Out 2012, 01:31
O fator ICMS não me preocupou, pois é pontual. Uma pena foi a perda do excelente aumento da recita pelo aumento do CPV que deixou o LB estável e em escala muito menor os 400 mil a mais em gastos gerais fixos. Não pretendo me desfazer, a posição é pequena, o dólar é favorável, há acumulo de lucros....

154254 - small caps -  30 Out 2012, 00:54
leamm, sem o fator não recorrente do ICMS, o lucro teria superado os R$ 3 milhões. Este lucro anualizado dava P/L 6. Não dá para reclamar do resultado... pois não estava precificado nada além disto... O problema é quando ocorre o deslize numa empresa com P/L 30...

154246 - leamm -  30 Out 2012, 00:01
Realmente não esperava aumento do custo dos produtos vendidos da EALT em proporção superior ao aumento da receita, espero que não ocorra com a FJTA. Mas o maior problema está em outras despesas operacionais onde nas notas explicativas encontramos: "na conta itens extraordinários, está
contabilizado o recalculo do credito presumido de ICMS (R$ 2.052 mil), beneficio do regime especial para empresas que reciclam materiais."

Sem esse "pequeno detalhe" o LL teria sido um pouco inferior ao do 03T11, o que eu realmente já não esperava.

154243 - paulo_prof - 29 Out 2012, 23:30
Nada que deva preocupar muito os commprados ...

PREÇO: R$ 30,99
PAYOUT (2011): 0%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses
P/L 7,72
P/VPA 1,09
PSR 0,38
DY 0,00%
EV/EBITDA 7,25
MARGEM BRUTA 27,3%
MARGEM OPERACIONAL 7,5%
MARGEM LÍQUIDA 4,9%
LUCRO POR AÇÃO R$ 4,012
MARGEM EBITDA 14,9%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 220,2%
ROE 14,12%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,45

Taxas anuais médias nominais de crescimento:
a) do lucro líquido
UA -14,22%
U2A 6,15%
U3A -25,47%

b) do patrimônio líquido médio
UA 87,61%

Resultados dos 9M12 em relação aos 9M11
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA +9,9%
RESULTADO BRUTO +12,8%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -13,7%
RESULTADO OPERACIONAL +12,4%
RESULTADO LÍQUIDO +4,0%
EBITDA +5,5%

Taxa anual média real de crescimento do lucro líquido necessária durante 3 anos para que o preço atual seja igual ao valor intrínsico calculado pela fórmulado FCD com perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%: - 16%

PS: Tabela estava levemente errada - foi corrigida

154228 - danieljoseaa -  29 Out 2012, 22:07
Resultado do 3º Trimestre de 2012
A companhia divulgou lucro líquido de R$ 1,8 M no 3T12, redução de 54,3% em relação ao 2° trimestre de 2012 e redução de 44,3% em relação ao 3° trimestre de 2011. A receita líquida somou R$ 51,3 M no 3° trimestre de 2012, 2,4% superior que o 2° trimestre de 2012, que foi de R$ 50,1 M. No mesmo período do ano anterior, a receita líquida havia atingido o valor de R$ 43,8 M.

O resultado corresponde a uma margem bruta de 25,7% contra 30,3% no segundo trimestre de 2012 e 30,7% no mesmo período do ano passado. Já a margem líquida ficou em 3,5% no 3° trimestre de 2012 contra 7,9% no trimestre ligeiramente anterior.


130044 - small caps - 08/Mai/2012 10:47
Tem mais gente interessada:

08/05/2012 10:10 ACO ALTONA (EALT) - PARTICIPACAO ACIONARIA

(08/05) ACO ALTONA (EALT) - Participacao Acionaria
DRI: Cacidio Girardi

Enviou o seguinte Comunicado ao Mercado:

"ELECTRO ACO ALTONA S/A comunica ao mercado, que o acionista Solidus S/A CCVM -
CNPJ n. 68.757.681/0001-70, com sede em Porto Alegre/RS, adquiriu em 04/05/2012, 64.900 (sessenta e quatro mil e novecentas) acoes preferenciais, correspondente a 5,09% (cinco virgula zero nove por cento) das acoes preferenciais da Electro Aco Altona S/A.
Fica a disposicao na sede da companhia o comunicado oficial recebido da Solidus S/A CCVM, para quaisquer esclarecimentos adicionais."



Lembrando que ela se beneficia da alta do dólar... ativo estilo "turnaround", mas com um bom histórico de evolução dele... Para quem acredita que a farra do minério no país e sua bolha de crescimento vai acabando também em virtude da farra do crédito... é um ativo a ser estudado... Nunca imaginei um dia dizer que a minha posição neste ativo já é maior que em ELPL4...


51568 - paulo_prof - 23/Out/2010 18:40
Em 2008 29% do faturamento bruto era obtido no exterior. No primeiro semestre de 2009, o percentual do faturamento no exterior aumentou para 48%. Depois, com o dólar mais barato, fechou o ano com 40%. No 1o. semestre deste ano, as vendas externas corresponderam a apenas 22% da receita bruta.

Está na cara que a empresa sofre para exportar com o dólar barato. É provável que o percentual das vendas externas tenha diminuído mais uma vez no 3T10 e que continue com esta tendência no 4T10.

Este estado de coisas não seria grave se a eventual diminuição das vendas externas é compensada pelo aumento das vendas internas. Isto foi o que ocorreu no 1S10. Ocorreu, também, no 3T10 e vai continuar ocorrendo no 4T10? Como é que ficarão as margens se a empresa tiver que competir com importados no 4T10?

Daniel,

Suponha que o resultado do 3T10 não venha de acordo com a sua aposta. Ou seja, suponha que o resultado seja de um lucro de apenas R$ 1 milhão, o que não seria uma catástrofe, mas que também não seria nada bom porque corresponderia a um P/L de 15! Suspeito que, após a divulgação dos resultados, vc não tenha facilidades em vender rapidamente (sem perder sensivelmente, porque a liquidez é baixa e o spread é alto).

Suponha, agora, que vc não tenha o ativo em carteira e o resultado do 3T10 é de R$ 4 milhões (correspondente a um P/L anualizado de menos de 4). Eu sou da opinião que vc sempre terá tempo de comprar o ativo a um preço ainda razoável.



Quanto é que vc acha que vc ganhar a mais se a sua aposta estiver correta? Vale o risco?


51563 - DanielRodrigues - 23/Out/2010 17:23
Valeu pela opinião pessoal. Tinha comprado CAMB4 por 2,20, portanto já tive um lucro bem razoável com essa operação, de qualquer forma reconheço que ainda há um bom espaço para valorização do ativo. Como disse estou aguardando o resultado do 03T10 se as margens da empresa não se deteriorarem devo recomprar.

Quanto a compra de EALT4 é apenas uma pequena aposta (representa uma pequena parcela da carteira). Reconheço que no atual patamar do dólar a situação da empresa não é das melhores. Mas mesmo nesse cenário bem negativo acredito que a empresa é capaz de gerar lucros (espero confirmar esse fato com o resultado do 03T10).

Meu intuito era apenas trazer um novo ativo para discussão não comparar as duas empresas que atuam em setores totalmente distintos. Paulo o que acha da empresa?

51560 - H Trader - 23/Out/2010 16:46
Daniel, como sempre trazendo analises importantes ao forum.
Tenho a impressão que o belo lucro de 2008 tenha sido impactado pelo dolar alto da epoca (em 30/12/2008 estava a R$ 2,33).
Me parece que li em algum lugar que a cia exporta um bom percentual da produção (a confirmar), o que atualmente não eh muito favoravel...

Obs. Notei que o JR Silva tambem opinou logo acima, e acho que a ideia dele retrata bem o que penso (inclusive vc mesmo jah cita que talvez não tenha sido um bom negocio a venda de Camb)


51559 - J R SILVA - 23/Out/2010 16:30
Troca uma empresa num setor aquecida que ainda ganha com a situação cambial, por um setor mais lento e bem prejudicado pelo cambio e concorrencia externa predatorial...


Tem que ter coragem.... /


51555 - DanielRodrigues - 23/Out/2010 15:34
Boa tarde a todos. Vendi minhas CAMB4 a 3,93 há alguns dias atrás por considerar que o ativo estava ficando caro (além disso o ativo tinha subido rapido de mais até a região dos 4 reais, considerei que uma realização era provável). Pelo visto não fiz um negócio tão bom, vou aguardar o resultado do 03T10 dependendo vou recomprar.

Depois dessa venda comecei a procurar turn arounds para minha carteira e um ativo me chamou a atenção, EALT4. Infelizmente a governança corporativa da empresa é pessima e a liquidez também é bem sofrida. Mas já o histórico de resultados não é tão ruim. A crise acabou impactando muito os resultados da empresa que só agora parece estar se recuperando. Não me lembro onde li, mas a empresa informou que só esperava uma recuperação mais consistente a partir do terceiro trimestre desse ano.

Olhando apenas o histórico de resultados (já que a empresa não divulga muitas informações) me parece plausível um lucro de 10M nos próximos 12 meses (aparentemente a empresa está conseguindo se recuperar da crise, porém os produtos vendidos possuem menor valor agregado, se não me engano consegui essa informação nas notas explicativas).

Indicadores Fundamentalistas (considerando preço de 27,39):

P/L: 6,16
P/VPA: -6,75 (o patrimônio líquido continuaria negativo em 9,13M)
PSR: 0,39 (considerei uma receita líquida de 160M)
ROE: -109,54 (o lucro líquido da empresa superaria o patrimonio negativo em 9,54%)
Div. Yield: 0,00% (a empresa ainda apresentaria prejuizos acumulados de 17,73M)

Os mútiplos não são tão atraentes, mas se a empresa conseguir manter esses bons resultados no longo prazo essa situação de prejuizos acumulados e patrimonio negativo deve ser revertida. Vale lembrar que em 2008 a empresa conseguiu um lucro líquido de 24M.

A queda do dólar me preocupa um pouco, será que a empresa se manterá competitiva nesse cenário de real valorizado?

O que acham da empresa?

35363 - danieljoseaa - 13/Mai/2010 15:34
(13/05) ELECTRO ACO ALTONA S.A. 31/03/2010 LS
Resumo dos Dados da Companhia Recebidos
R$ Mil Legislacao Societaria
Descricao
Nome de Pregao ACO ALTONA
Periodo 3M
Data Encerramento 31/03/2010
Patrimonio Liquido (20.670)
Receita Liquida 28.312
Resultado Bruto 7.044
Receita (Despesa) Financeira Liquida (1.021)
Resultado da Equivalencia Patrimonial
Resultado Operacional 755
Lucro (Prejuizo) Liquido 127
Numero de Acoes, Ex-Tesouraria ( Mil ) 2.250
Lucro (Prejuizo) por Acao - LPA 0,05644
Valor Patrimonial da Acao - VPA (9,18667)



8736 - paulo_prof - 11/Jul/2009 19:16
- ealt4: complicado !! ... pelo andar da carruagem vai demorar ainda um ano para conseguir um patrimônio líquido positivo. Não lembro dos detalhes, mas se não estou enganado, o relatótio anual menciona que a empresa estaria compensando a grande queda no volume, com produtos de maior valor agregado. Parece, portanto, que a empresa não tem o seu "feijão com arroz", ou seja, produtos padrões que pagam boa parte dos custos fixos. Se o faturamento é altamente dependente de uma carteira de pedidos, não dá para "inventar" sem ter informações sobre esta carteira de pedidos. No mínimo, há que se esperar o balanço do 2T09 para se ter uma melhor idéia. 


8579 - buric - 10/Jul/2009 10:04
citação: alberiniBuric, dá uma olhada em EALT4 acho que dá pra atirar uma bela pedra nela... rsrs


Realmente EALT4 tem feito uma excelente recuperação de margens, sem contar que tem feito milagre para conseguir lucro nestes ultimos trimestres. Seu PL deve se tornar positivo em breve. Está no radar sim, mas tenho um pé atras do segmento de bens de capitais neste momento. Não teria pressa para entrar.. Vc está dentro?


8524 - alberini - 09/Jul/2009 15:21
Na verdade o PL da Altona está negativo pela sequência de péssimos resultados na década de 90, quando 2 pres. afundaram a empresa, entretanto, a atual gestão assumiu a empresa em 94 e desde então emplacou um belo processo de reestruturação, a crise comprometeu muito a empresa mas com a recuperaçao da economia ela deve entrar em um ciclo de recuperacao tb forte da msm maneira com que caiu...
So para complementar, o Refis e pago como despesa financeira de 1,2% da receita, quando reduz a receita, reduz o pgto do refis, e assim para cima tb, o saldo e reajustado pela TJLP (q por sinal caiu tb), atualmente este nao e o problema para a empresa...
E para completar, o terreno comprado, foi pago cerca de 10 MM, mais o local em que ela esta instalada que deve valer no minimo uns 20 MM, so ai vc tem metade do valor de mercado da empresa...


Olho vivo, um grande fundo vendeu uma grande posicao do papel, e quem tinha posicao grande parece que aumentou...


6053 - floripasempre - 22/Mai/2009 08:15
Segue resultado ANUAL EALT do mesmo período.
DEZ/08 = R$ 24.266 MIL
DEZ/07 = R$ 11.498 MIL
DEZ/06 = R$ 20.555 MIL
DEZ/05 = R$ 5.458 MIL
DEZ/04 = R$ 1.579 MIL (NEGATIVO)
O Small conhece bem a empresa, pois é da sua cidade natal. Talvez ele possa falar algo. Eu comprei pois acho que o preço está atrativo, e não tenho pressa para ver os resultados.


6050 - floripasempre - 22/Mai/2009 01:04
Tô sem sono...
PL DA EALT4 PASSIVO TOTAL
DEZ 08 = -R$ 22.762 MIL R$ 180.308 MIL
DEZ 07 = -R$ 46.283 MIL R$ 122.186 MIL
DEZ 06 = - R$ 57.781 MIL R$ 95.896 MIL
DEZ 05 = - R$ 78.338 MIL R$ 77.843 MIL
DEZ 04 = - R$ 83.797 MIL R$ 66.467 MIL
O passivo total multiplicou-se por 3 no período, sendo que o Pat. Liq. negativo reduziu-se praticamente a 1/4...claro que faz-se necessário o exame de outros indicadores. Estou apenas indicando o esforço que a empresa vem fazendo para ajustar seu balanço.



6048 - paulorizzi - 22/Mai/2009 00:23
A dívida da Altona é composta (excluídos leasing) por:
Curto Prazo
Empréstimos e Financiamentos: 20.489
Impostos e contribuiçoes parceladas: 457
Programa de recuperação fiscal REFIS: 2.297
SUBTOTAL: 23.243
Longo Prazo
Empréstimos e Financiamentos: 3.526
REFIS Federal: 99.780
SUBTOTAL: 103.306
TOTAL: 126.549
Nenhum site que eu conheça reconhece o REFIS como dívida. No meu modo de entender, custa menos dar um cano em banco do que "furar" o REFIS. Com o banco vc sempre pode negociar. Já com os REFIS, as próprias leis que os instituiram proíbem a renegociação.


Para um Patrimônio Líquido negativo em R$ 20,5 milhões, uma dívida de R$ 126,5 milhões é, de fato, considerável.


6045 - rafael234 - 22/Mai/2009 00:06
Eu também estou compardo em EALT4,pois a mesma está passando por uma bela reestruturação contando até com o programa de 6 sigma, que visa a redução dos custos e consequentemente o aumento do lucro, além disso altona se beneficia com o a alta do dollar e com a queda das matéria primas.
Cumpre salientar, que dois fundos importantes de small caps possuem participação bem relevante no papel, quais sejam: O Fundo Galleas e o Fundo Orbe.



5832 - paulorizzi - 17/Mai/2009 21:33
citação: rafael234Small, vc já Analisou o resultado de EALT4 e INEP4?
No que me concerne, o relatório da Inepar não saiu. No site da Bovespa não está disponível, e no site (horrível) da empresa, também não. Só se a empresa tiver outro site que não encontrei.
No que concerne EALT4, o resultado pode ser considerado bom simplesmente por ter sido positivo. No setor da siderurgia e "assemelhados", são pouquíssimas as empresas que conseguiram sair no azul (Ferbasa foi uma).


A receita líquida trimestral média de 2008 foi de R$ 50 milhões, com um pico de R$ 70 milhões no 3T08. A receita líquida no 1T09, de R$ 37 milhões, é bem inferior a ambas. Não tenho informações relativas a carteira de pedidos. Sem uma indicação clara de que a recuperação é iminente, eu não me sinto confortável para arriscar já, um investimento no ativo.


5687 - ldsandrade - 14/Mai/2009 20:56
Em uma rápida olhada, ela não parece em nada com usiminas, que produz bens intermedírios e a EALT4 produz bens de capital.
Uma ressalva, não sou expert em balanço e me lembro muito bem do Graham falando que há empresas que se mostram muito boas após fases difícil por descontos nos impostos.
Do site da empresa tirei o seguinte
Companhia vem apurando lucro líquido nos exercícios sociais a partir de 2005 com a conseqüente recuperação do seu capital de giro. Considerando o desempenho alcançado nos últimos exercícios, a Administração da Companhia procedeu uma revisão das estimativas e reconheceu contabilmente os créditos relativos a prejuízos fiscais de imposto de renda e da base negativa de contribuição social relativos ao período de 1999 a 2003, no pressuposto de seu aproveitamento total
nos próximos anos, conforme nota explicativa n° 20.
Se olharmos no site fundamentus, o p/l é de 3,2 com lucro liquido de 2008 de 24 milhões.
destes uns 10 milhões são "resultado financeiro" e lucro extraordinário.


Não tenho experiência no assunto, mas isso coloca "porém" em qual o lucro da empresa podemos contar para um "value investing"


5661 - frommars1 - 14/Mai/2009 15:06
eurico e rafael, desculpem dar um pitaco na conversa de vocês, mas andei lendo algumas das cartas do Galleas e eles colocam que o diferencial deles é justamente a aposta em turnarounds ao invés de focar em valor.
Ou seja, o cara que compra uma cota do fundo deles já tem que ser "macho" de cara e se der algo errado não vai poder reclamar de nada.
Se der certo, é correr pra galera...
Outra coisa, a confiança deles em Inepar é assombrosa. Me fez ficar de olho também.


5656 -  eurico22 - 14/Mai/2009 14:24
citação: rafael234O fundo galleas em sua carta aos cotistas de fevereiro do presente ano, aduz que 60% da sua carteira e composta por três empresas, quais sejam: BARDELLA, INEPAR E AÇOS ALTONA. Podemos inferir que os caras estão apostando a maior parte do capital investido nessas empresas supra.
Çá senhora!!


E eu achando que os kamikazes eram os suicidas!

5655 - rafael234 - 14/Mai/2009 14:11
VC pode conferir também no site da bovespa, entre em EMPRESAS,após em PARA INVESTIDORE EMPRESAS LISTADAS, aí vc coloca o código do papel e poderá verificar as posições acionarias do papel.
Principal
Demonstrativos Financeiros
Informações Relevantes
Eventos Corporativos
Proventos em Dinheiro
Histórico de Cotações/Negócios
ELECTRO ACO ALTONA S.A. Dados da CompanhiaNome de Pregão: ACO ALTONA
Códigos de Negociação: EALT3; EALT4 Mais códigos
CNPJ: 82.643.537/0001-34
Atividade Principal: Fundição de Aço E Usinagem
Classificação Setorial: Bens Industriais / Máquinas e Equipamentos / Máq. e Equip. Construção e Agrícolas
Site: www.altona.com.br
Contatos Sede
Endereço: R Engenheiro Paulo Werner 925
CEP: 89030900 Cidade: Blumenau UF: SC
Telefone: (47) 3321 7788 - Fax: (47) 3321 7799
Diretor de Relações com Investidores
Nome: Cacidio Girardi
Endereço: R Engenheiro Paulo Werner 925
CEP: 89030900 Cidade: Blumenau UF: SC
Telefone: (47) 3321 7788 - Fax: (47) 3321 7799
E-mail: diretoria@altona.com.br
Escriturador (Departamento de Acionistas)
Instituição: ITAU CORRETORA ACOES
Endereço: Rua Boa Vista 176 - 1.subsolo
CEP: 1013001 Cidade: São Paulo UF: SP
Telefone: (11) 5029 7780 - Fax: (11) 5029 3141
E-mail: -
Plantão de Notíciasdelay de 15 min.
29/04/2009 12:43 ACO ALTONA (EALT) - DELIBERACOES DE ASSEMBLEIA
02/04/2009 12:03 ACO ALTONA (EALT) - DEMONSTRACOES FINANCEIRAS 31/12/2008 (CIA.)
01/04/2009 12:26 ACO ALTONA (EALT) - DEMONSTRACOES FINANCEIRAS 31/12/2008 (CIA.)
30/03/2009 12:11 ACO ALTONA (EALT) - DFS 31/12/2008
23/12/2008 13:34 ACO ALTONA (EALT) - PARTICIPACAO ACIONARIA
Mais Notícias
Nota: informações da Agência Bovespa de Empresas - ABE
Governança Corporativa
Informações sobre Governança Corporativa
Cotações (mercado a vista/lote padrão)delay de 15 min.Cód. Espec. Data Hora Abert. Mín. Máx. Méd. Último Osc.(%)
EALT3 ON 29/06/2007 - - - - - 50,01 -
EALT4 PN 14/05/2009 12:36:53 35,00 32,00 35,00 34,00 32,00 -5,88
(*) cotações por lote mil (#)ações do Ibovespa
(N1) Nível 1 de Governança Corporativa (N2) Nível 2 de Governança Corporativa (NM) Novo Mercado
(MA) Bovespa Mais (MB) Balcão Org. Tradicional
(DR1) BDR Nível 1 (DR2) BDR Nível 2 (DR3) BDR Nível 3 Acompanhe a cotação de outros títulos desta empresa Gráfico EALT3 EALT4
Dados Econômico-Financeiros - R$ milVer dados no formato: LS - Legislação Societária Balanço Patrimonial - Não-Consolidado 31/12/2008 31/12/2007
Disponibilidades 25.331
10.304
Ativo Total 180.308
122.186
Endividamento Financeiro* 17.421
16.117
Patrimônio Líquido (22.762)
(46.283)
Demonstração do Resultado - Não-Consolidado 01/01/2008 a 31/12/2008 01/01/2007 a 31/12/2007
Receita Líquida 198.155
167.721
Resultado Bruto 59.430
48.298
Receita (Despesa) Financeira Líquida (3.616)
(9.138)
Resultado Operacional 24.472
12.631
Lucro (Prejuízo) Líquido 24.266
11.498
(*)Empréstimos, financiamentos e debêntures (curto e longo prazo).
Demonstração do Fluxo de Caixa - Não-Consolidado 01/01/2008 a 31/12/2008 01/01/2007 a 31/12/2007
Atividades Operacionais 20.858
5.756
Atividades de Investimento (23.997)
(15.352)
Atividades de Financiamento 18.166
13.157
Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0
0
Aumento (Redução) de Caixa e Equivalentes 15.027
3.561
Posição Acionária* - 15/10/2008Nome %ON %PN %Total
Werner S/a Agricultura E Comércio 84,25 0,76 36,94
Espolio Bernardo Wolfgang Werner 8,86 34,79 23,55
Luiz Sérgio Graça de Araujo 0,00 5,63 3,19
Alcantaro Corrêa 0,31 17,43 10,01
Orbe Value Fundo Investimento em Ações 0,00 11,16 6,32
Publico em Geral 6,58 22,06 15,36
Galleas Particip. Invest. Ações 0,00 8,17 4,63
Ações em Tesouraria 0,00 0,00 0,00
Outros 0,00 0,00 0,00
Total 100,00 100,00 100,00
(*)Posição dos acionistas com mais de 5% das ações de cada espécie.
Composição do Capital Social- 30/04/1996
Ordinárias 975.000
Preferenciais 1.275.000
Total 2.250.000
A íntegra das informações prestadas pelas empresas, eventuais dados mais recentes e outras informações sobre cotações estão disponíveis no menu à esquerda, logo abaixo do item "Principal".



5654 - rafael234 - 14/Mai/2009 14:06
O fundo galleas em sua carta aos cotistas de fevereiro do presente ano, aduz que 60% da sua carteira e composta por três empresas, quais sejam: BARDELLA, INEPAR E AÇOS ALTONA. Podemos inferir que os caras estão apostando a maior parte do capital investido nessas empresas supra.


5652 - danieljoseaa - 14/Mai/2009 13:44
O Paulo comentou aqui há uns dias que ele estava esperando a divulgação do resultado, que se chegasse pelo menos perto do resultado do 1° trimestre do ano passado ele aumentaria sua posição em Sled4, taí veio até melhor.
Lembrando que no 2° e no 3° trimestres do ano passado a empresa apresentou prejuízo, coisa que dificilmente acontecerá novamente este ano, creio que a tendência é de bons resultados, o que vai dar aquelas notícias elevadoras de cotações, tipo "lucro da Saraiva cresce 700% em relação ao mesmo período do ano passado", rs, que bom que quem comprou após a indicação do Small, já estará nela há um bom tempo, além de se tratar de uma grande empresa num processo de franca expansão; minha compra nela foi a 14,62, mas hoje comprei mais um pouquinho.



5651 - rafael234 - 14/Mai/2009 14:00
Pessoal fiquem de olho em EALT4, empresa passou por uma reestrutração e se beneficiou bastante com a alta do dolar e a queda no valor das comodites. Ademias existem 2 fundos especializados em small caps que possuem forte participaçao no papel, quais sejam: O fundo galleas e o fundo Orbe.


5616 - small caps - 13/Mai/2009 23:23
rafael234, estou curioso para saber como se comportou a carteira de pedidos da empresa no primeiro trimestre. O dólar mais alto favorece a companhia e muito... A queda das commodities também, aumentando a margem bruta... Mas é necessário verificar se houve novos pedidos no primeiro trimestre deste ano... Se conseguir manter um mínimo de atividade operacional para pagar os custos fixos, pode-se estar diante de um bom momento para adquirir suas ações a estes preços...
Mas é necessário ir com calma, com posicionamento na forma de um turnaround.


5367 - eurico22 - 10/Mai/2009 13:14
Era um dos turnarounds mais robustos, mas chegou à crise com uma dívida muito alta.
Tem que ver como vai se comportar nesse primeiro trimestre, o setor está sendo muito castigado.


O P/L já está em 3,2.



5365 - C_C - 10/Mai/2009 12:38
citação: C_CPrezados, li alguns posts e nao observei comentarios sobre DURA4 e INEP4, gostaria de uma opinião sobre os ativos.



5364 - paulorizzi - 10/Mai/2009 12:37
O Passivo Circulante é de R$ 84.185.000,00 de maneira que o Cap. Giro é 92.954.000 - 84.185.000 = 8.769.000. Por isto é que o P/(Cap. Giro/Ação) do Fundamentus está em 8,72.


5344 - danieljoseaa - 09/Mai/2009 14:04
A Ealt4 vem apresentando bons resultados há vários trimestres consecutivos, o que diminuiu seu prejuízo acumulado para 31 milhões; se mantiver a média de seus últimos resultados, provavelmente pagará dividendos ano que vem, esse ano pelos resultados do setor acho meio complicado, mas...
De qualquer forma, dependendo de seu resultado do 1°tri, já começa a se mostrar uma turnaround bastante atraente, pelo menos para ficarmos com o radar ligado.
Possui um ativo circulante de 92.954.000 e uma dívida bruta de 17.421.000.
92.954.000 - 17.421.000 = 75.533.000
Esse valor( 75.533.00) é praticamente igual ao seu valor de mercado, se os dados do fundamentus não estiverem equivocados, já que consta um P/Cap. Giro de 8,72 , estaríamos pagando apenas seu ativo circulante levando a empresa de graça, Graham adorava isso.
Porém, de qualquer forma é melhor esperar pelo resultado, para termos uma idéia melhor.



3270 - jairmatoso2 - 31/Mar/2009 17:20
"Faz uma analise pra gente da IENG3/5 .... pra trocarmos uma ideia ... acho q pode ser o ativo turn around pra se ganhar dinheiro ... esse caixa q eles tao agora vao ajudar e muito pra reducao dessas despesas financeiras q vinham sempre engolindo todo o resultado do periodo ... vi nas notas explicativas q esses 160 milhoes do PC já estao vencidos, ou seja, vem pagando multa e juros de mora em cima ... sem contar q é TJLP + 5 a 12% a.a. ... bem caro ... vao poder reduzir bem isso ai, ja q estamos esperando uma selic de um digito ainda no 1° semestre ..."
Na espera de sua analise pra entrar pesado ... hehe



3260 - small caps - 31/Mar/2009 12:30
"eurico22, gostei também. Aumentou bastante as disponibilidades. As margens melhoram bastante com o aumento do dólar."
"Já fez parte no passado da carteira small caps (compra a R$ 40,00 e venda a R$ 80,00)."
"Vou estudar melhor o ativo depois, para verificar se tem demanda para prosseguir lucrando neste nível."


Refiz um início de investimento (turnaround - risco alto - pouco capital) em INEP4.


3258 - eurico22 - 31/Mar/2009 12:25
Que acharam do balanço da Aço Altona?
Dei uma olhada rápida e me pareceu bom.
Os caras têm até robôs trabalhando pra eles... - )


"E quanto ao setor de atuação, eles rivalizam com a Romi ou não tem nada a ver?"

1201 - small caps - 24/Jan/2009 01:33
"EALT4 tem indicadores interessantes e também é beneficiada pelo aumento do dólar e pela queda do preço das commodities, o que melhorará as margens operacionais. Mas é importante avaliar como se manterá a carteira de pedidos da companhia com a desaceleração econômica. O preço atual é atrativo se não houver um cenário apocaliptico pela demanda dos seus produtos."

Nenhum comentário: