Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps
Escolha abaixo as ações que deseja consultar

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

B2W (BTOW)



Recomendações

Carteiras
cidsant (mar/13)
Códigos de Negociação
Tipo
BTOW3
Novo Mercado
Balanços
1T2018 -
PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). • GMV Total: No 1T18, o GMV foi de R$ 3.103,1 milhões, crescimento de 24,1% quando comparado aos R$ 2.500,1 milhões registrados no 1T17. O Marketplace da B2W segue em rápido desenvolvimento e atingiu R$ 1.440 milhões de GMV no 1T18 (crescimento de 86,5%), com participação de 46,4% do GMV Total. • Receita Bruta: No1T18, a receita bruta totalizou R$ 1.810,0milhões, comparado com os R$ 1.808,5milhões registrados no 1T17. • Receita Líquida: No 1T18, a receita líquida totalizou R$ 1.476,6 milhões, comparado com os R$ 1.455,0 milhões registrados no 1T17. • Lucro Bruto Ajustado: No 1T18, o lucro bruto ajustado totalizou R$ 399,4 milhões, comparado com os R$ 307,0 milhões registrados no 1T17. A margem bruta ajustada expandiu 5,9 p.p., passando de 21,1% no1T17para 27,0% no 1T18. • Despesas com Vendas, Gerais e Administrativas (SG&A) Ajustadas: No 1T18, as despesas ajustadas totalizaram R$331,9 milhões vs os R$ 264,7 registrados no 1T17. • EBITDA Ajustado: No 1T18, o EBITDA Ajustado, já refletindo as mudanças das práticas contábeis, atingiu R$ 67,4 milhões, comparado com os R$ 42,3 milhões registrados no 1T17. A margem EBITDA Ajustada saiu de 2,9% no 1T17 para 4,6% no 1T18, um aumento de 1,7p.p. • Resultado Financeiro Líquido: No 1T18, o resultado financeiro líquido foi de R$-120,6 milhões, representando uma redução de 44,1% em relação aos R$ -215,8 milhões registrados no 1T17.

3T2017 -

2T2017 -

1T2017 -
Características
Comércio varejista e atacadista em geral de quaisquer bens e serviços através de diversos meios. em especial da internet. sem restrição a outros meios.
Assuntos mais Comentados

Links

Balanços (Calendário)
17/03/2020
 DFP 2019

 ITR 1T 2020

 ITR 2T 2020

 ITR 3T 2020






21/02/2020 - Apresentações a analistas/agentes do mercado

20/02/2020 - Press-release

20/02/2020 - DFP 31/12/2019

13/01/2020 -
adquiriu a totalidade das ações do SuperNow Portal e Serviços de Internet Ltda. (“Supermercado Now”), uma plataforma inovadora de e-commerce focada na categoria de Supermercado online no Brasil. A aquisição está em linha com a estratégia da B2W de melhor atender o cliente, oferecendo: Tudo.

364894  - keep_calm - 31 Out 2019, 18:50
B2W (BTOW3): teve no 3T19 prejuízo líquido de R$ 102,5 milhões. No 3T18 o prejuízo foi de R$ 107,8 milhões. No 3T19, o EBITDA Ajustado atingiu R$ 152,3 milhões, crescimento de 15,3% comparado com os R$ 132,1 milhões registrados no 3T18. A margem EBITDA Ajustada saiu de 8,5% no 3T18 para 9,1% no 3T19, um aumento de 0,6 p.p.

351023 - marcosvinicius2 -  10 Jun 2018, 12:44
COMENTÁRIO: PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). • GMV Total: No 1T18, o GMV foi de R$ 3.103,1 milhões, crescimento de 24,1% quando comparado aos R$ 2.500,1 milhões registrados no 1T17. O Marketplace da B2W segue em rápido desenvolvimento e atingiu R$ 1.440 milhões de GMV no 1T18 (crescimento de 86,5%), com participação de 46,4% do GMV Total. • Receita Bruta: No1T18, a receita bruta totalizou R$ 1.810,0milhões, comparado com os R$ 1.808,5milhões registrados no 1T17. • Receita Líquida: No 1T18, a receita líquida totalizou R$ 1.476,6 milhões, comparado com os R$ 1.455,0 milhões registrados no 1T17. • Lucro Bruto Ajustado: No 1T18, o lucro bruto ajustado totalizou R$ 399,4 milhões, comparado com os R$ 307,0 milhões registrados no 1T17. A margem bruta ajustada expandiu 5,9 p.p., passando de 21,1% no1T17para 27,0% no 1T18. • Despesas com Vendas, Gerais e Administrativas (SG&A) Ajustadas: No 1T18, as despesas ajustadas totalizaram R$331,9 milhões vs os R$ 264,7 registrados no 1T17. • EBITDA Ajustado: No 1T18, o EBITDA Ajustado, já refletindo as mudanças das práticas contábeis, atingiu R$ 67,4 milhões, comparado com os R$ 42,3 milhões registrados no 1T17. A margem EBITDA Ajustada saiu de 2,9% no 1T17 para 4,6% no 1T18, um aumento de 1,7p.p. • Resultado Financeiro Líquido: No 1T18, o resultado financeiro líquido foi de R$-120,6 milhões, representando uma redução de 44,1% em relação aos R$ -215,8 milhões registrados no 1T17.

BTOW3
PREÇO: 23,00
PAYOUT (2017): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L -29,83
P/VPA 2,75
PSR 1,49
DY 0,00%
EV/EBITDA 24,04
MARGEM BRUTA 22,90%
MARGEM OPERACIONAL -7,44%
MARGEM LÍQUIDA -5,00%
LUCRO POR AÇÃO -0,771
MARGEM EBITDA 7,67%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 193,79%
ROE -9,22%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,17

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 1T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -17,39%
RESULTADO BRUTO -6,15%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -36,74%
RESULTADO OPERACIONAL -33,77%
RESULTADO LÍQUIDO -33,99%
EBITDA -16,20%

b) 1T18 sobre 1T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -7,75%
RESULTADO BRUTO 11,38%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -57,32%
RESULTADO OPERACIONAL -37,08%
RESULTADO LÍQUIDO -34,86%
EBITDA -44,82%

c) lucro (taxa média anual)
UA -33,99%
U2A -16,41%
U3A 30,86%

d) patrimônio líquido médio
UA 20,98%
U2A 18,66%
U3A 11,29%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ ND
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): ND !!!!

343650  - marcosvinicius2 -  08 Nov 2017, 12:46
COMENTÁRIO: PAPEL SOBREVALORIZADO (*). DOS ULTIMOS 42 TRIMESTRES, 26 APRESENTARAM LUCRO LIQUIDO NEGATIVO (62,0000%). PREJUIZO Atribuído a Sócios da Empresa Controladora DO 3T17 = -88.036 FOI MENOR DO QUE PREJUIZO APRESENTADO NO 2T17 = -111.773 E E MENOR (TAMBEM) COM O APRESENTADO NO 3T16 = -144.941. VALOR DE MERCADO (MIL) = 8.145.350; VALOR MAXIMO (MIL) = 8.145.350 NO 3T17; VE PSBE (MIL) = 10.775.044:

BTOW3
PREÇO: 17,96
PAYOUT (2016): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L -17,01
P/VPA 2,07
PSR 1,01
DY 0,00%
EV/EBITDA 16,89
MARGEM BRUTA 20,39%
MARGEM OPERACIONAL -8,93%
MARGEM LÍQUIDA -5,96%
LUCRO POR AÇÃO -1,056
MARGEM EBITDA 7,89%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 161,29%
ROE -12,17%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,14

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -5,25%
RESULTADO BRUTO -0,19%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -1,06%
RESULTADO OPERACIONAL 21,04%
RESULTADO LÍQUIDO -12,09%
EBITDA -11,70%

b) 3T17 sobre 3T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -14,04%
RESULTADO BRUTO -3,38%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -28,30%
RESULTADO OPERACIONAL -39,14%
RESULTADO LÍQUIDO -39,26%
EBITDA 14,48%

c) lucro (taxa média anual)
UA -12,09%
U2A 42,32%
U3A 34,97%

d) patrimônio líquido médio
UA 27,98%
U2A 10,89%
U3A 28,97%

Receita Bruta: No 3T17, a receita bruta totalizou R$ 2.184,7milhões, comparado com os R$ 2.551, 2 milhões registrados no 3T16, representando uma variaçãode -14,4%.

Receita Líquida: No 3T17, a receita líquida totalizou R$ 1.775,1 milhões, comparado com os R$ 2.065,2 milhões registrados no 3T16, representando uma variação de -14,0%.

Lucro Bruto Ajustado: No 3T17, o lucro bruto ajustado totalizou R$ 430,6 milhões, comparado com os R$ 496,0 milhões registrados no 3T16, representando uma variação de -13,2%.

Despesas com Vendas, Gerais e Administrativas (VG&A) Ajustadas: No 3T17, as despesas ajustadas totalizaram R$271,1 milhões, representando uma redução de R$ 83,9 milhões (-23,6%) vs os R$ 355,0 registrados no 3T16. No 3T17, as despesas VG&A representaram 15,3% da receita líquida, uma reduçãode1,9 p.p. em comparação com o 3T16, quando as despesas representaram 17,2% da receita líquida.

EBITDA Ajustado: No 3T17, o EBITDA Ajustado atingiu R$159,5 milhões, comparado com os R$ 141,0 milhões registrados no 3T16, representando um crescimento de 13,1%. A margem EBITDA Ajustada saiu de 6,8% no 3T16 para 9,0% no 3T17.


( * ) É PRECISO VERIFICAR NO RELATÓRIO DA ADM. A EXISTÊNCIA DE RESULTADO NÃO RECORRENTE:
( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3;

341816  - marcosvinicius2 -  05 Set 2017, 11:58
COMENTÁRIO: PAPEL SOBREVALORIZADO (*). NOS ULTIMOS 40 TRIMESTRES, 25 APRESENTARAM LUCRO LIQUIDO NEGATIVO (62,5000%). MEDIA DE LUCRO LIQUIDO X 1.000 (U12M) = -133.932; (U24M) = -132.498; (U36M) = -102.825; (U48M) = -87.825; MAIORES VARIAÇÕES = 12M X 12M : RESULTADO OPERACIONAL (43,31%) E RESULTADO FINANCEIRO (14,29%); 2T16 X 2T15 : RESULTADO BRUTO (-13,52%) E EBITDA (-16,29%). VALOR DE MERCADO (MIL) = 8.343.428; VALOR MAXIMO (MIL) = 9.782.128 NO 3T07; VE PSBE (MIL) = 10.913.120:

BTOW3
PREÇO: 18,44
PAYOUT (2016): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L -15,57
P/VPA 2,08
PSR 1,00
DY 0,00%
EV/EBITDA 17,62
MARGEM BRUTA 19,84%
MARGEM OPERACIONAL -9,64%
MARGEM LÍQUIDA -6,43%
LUCRO POR AÇÃO -1,184
MARGEM EBITDA 7,39%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 149,29%
ROE -13,35%
LIQUIDEZ CORRENTE 2,62

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 2T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -1,98%
RESULTADO BRUTO -1,01%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 14,29%
RESULTADO OPERACIONAL 43,31%
RESULTADO LÍQUIDO 2,19%
EBITDA -8,71%

b) 2T17 sobre 2T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA -7,87%
RESULTADO BRUTO -13,52%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -8,54%
RESULTADO OPERACIONAL 11,66%
RESULTADO LÍQUIDO 5,42%
EBITDA -16,29%

c) lucro (taxa média anual)
UA 2,19%
U2A 75,51%
U3A 46,24%

d) patrimônio líquido médio
UA 24,71%
U2A 7,12%
U3A 44,38%

Receita Bruta: No 2T17, a receita bruta totalizou R$ 2.022,2 milhões, comparado com os R$ 1.250,0 milhões registrados no 2T16, representando uma variação de -5,9%.

Receita Líquida: No 2T17, a receita líquida totalizou R$ 1.638,9 milhões, comparado com os R$ 1.778,9 milhões registrados no 2T16, representando uma variação de -7,9%

EBITDA Ajustado: No 2T17, o EBITDA Ajustado atingiu R$ 136,3 milhões, comparado com os R$ 158,9 milhões registrados no 2T16, representando uma variação de -14,0%. A margem EBITDA Ajustada saiu de 8,9% no 2T16 para 8,3% n 2T17.

Resultado Financeiro Líquido: No 2T17, o resultado financeiro líquido foi de R$ -214,8 milhões, representando uma queda de 8,5% em relação aos R$ -234,8 milhões registrados no 2T16.

( * ) É PRECISO VERIFICAR NO RELATÓRIO DA ADM. A EXISTÊNCIA DE RESULTADO NÃO RECORRENTE:
( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3;

337829  - pinheiro87   - 12 Mai 2017, 15:57
Pelas minhas contas esse foi o 15º prejuízo trimestral consecutivo da BTOW3.
Isso porque teve um lucro perdido no 4T14, senão seriam 28 prejuízos consecutivos.
Lastimável.

333883  - ispholambra -  09 Fev 2017, 00:49
Citação: clauc - Post #333880 - 08/Fev/2017 23:40
Alguém sabe o que aconteceu com BTOW3 hoje? Procurei noticias na Infomoney e internet mas não encontrei, nem o fórum dela tem news.
Essa empresa é um mico... e como todo bom mico é muito doida a cotacao... sobe sem motivos de cai sem explicacao...

Eu nunca vi essa empresa dar lucro em um semestre sequer... desde quando eu comecei a acompanhar...

De empresa que so da prejuizo...To foraaaa!!!

171248 - renato1631 -  08 Mar 2013, 12:42
Mais um...

B2W amplia seu prejuízo para R$ 170 milhões em 2012

Brasil Econômico (redacao@brasileconomico.com.br)
08/03/13 08:25



Somente no quarto trimestre, as perdas somaram R$ 43,7 milhões, alta de 51% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando atingiu R$ 28,8 milhões.

A varejista B2W, detentora das marcas Americanas.com, Submarino, Sgoptime, Blockbuster On-line, SouBarato, B2W Viagens e Ingresso.com, elevou seu prejuízo líquido em 2012 para R$ 170,7 milhões, contra R$ 89,2 milhões obtidos em 2011.

Somente no quarto trimestre, as perdas somaram R$ 43,7 milhões, alta de 51% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando atingiram R$ 28,8 milhões.

A receita líquida da empresa no acumulado do ano passado totalizou R$ 4,8 bilhões, acréscimo de 13,7% na comparação com 2011, quando tinha reportado R$ 4,2 bilhões.

Por sua vez, no quarto trimestre, a receita líquida ficou em R$ 1,58 bilhão, avanço de 35% ante igual época de 2011.

Segundo a empresa, o Ebitda ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) somou R$ 331,2 milhões em 2012, queda de 20% em relação a 2011. Por outro lado, no quarto trimestre, o valor atingiu R$ 109,6 milhões, expansão de 7,8%.

Em relação aos investimentos, a companhia investiu R$ 322,5 milhões no ano passado, principalmente nas áreas de logística, tecnologia e inovação.

"Para 2013, buscaremos novos e superiores patamares de eficiência, ampliando todas as operações e avançando na estratégia de estar mais próximo do cliente, oferecendo a melhor experiência de compra da internet no Brasil e na América Latina", destaca a B2W no relatório trimestral.

156880 - higorq - 14 Nov 2012, 02:04
Enquanto uns crescem, crescem, crescem, outros persistem no atoleiro...
 [...]
B2W amplia prejuízo no terceiro trimestre para R$ 45,2 milhões
[...] 

144680 de 335373 danieljoseaa - 15 Ago 2012, 02:52
Show de horrores:
Resultado do 2º Trimestre de 2012
A empresa divulgou prejuízo líquido de R$ 41,7 M no 2° trimestre de 2012, ante perdas de R$ -45,6 M apurados no 1T12. No mesmo período do ano anterior, o resultado havia sido negativo em R$ 23,6 M. A receita líquida totalizou R$ 926,9 M no 2T12, uma variação de 0,9% em relação ao trimestre ligeiramente anterior e acréscimo de 1,5% em relação ao segundo trimestre de 2011.

Fator – 02-JUN
Redução da expectativa de crescimento da receita líquida para 12,6% em 2009 (de 22,5%), e aumento de margem lajida em 2009 e 2010, principalmente em função de ganho de margem bruta decorrente de melhora no mix de produtos comercializados.

· Redução na necessidade de investimento de R$148,7 milhões para R$110,0 milhões em nossas projeções, em função da desaceleração no nível de vendas. Melhora na linha final resultado em 2009 e 2010 em função de melhor resultado financeiro líquido,decorrente de alteração de premissas macroeconômicas.

4042 - paulorizzi - 12/Abr/2009 22:25
"O problema da margem EBIT ou margem EBITDA é que elas acabam escondendo o quanto desta margem é ""comida"" pelos juros. Nas minhas planilhas, quando a informação da depreciação/amortização está disponível, o EBITDA é calculado (como o resultado operacional - depreciação/amortização - resultado financeiro líquido). O valor informado pelas empresas é indicado ao lado. No caso da LAME, o EBITDA calculado por minha planilha (R$ 814 milhões) é bem menor do que aquele divulgado pela empresa: R$ 896 milhões."
"De qualquer forma, da margem EBITDA de 11,7%, nada menos do que 5,2% correspondem ao resultado financeiro negativo ocasionado pelo serviço da dívida. Em comparação, na LREN, cuja margem EBITDA é 13,75%, somente 0,5% são ""comidos"" pelo resultado financeiro. Na SLED, a margem EBITDA é 12,2%, dos quais 2,7% correspondem a resultado financeiro negativo."
"Quanto à LAME precisar baixar a dívida ... não sei realmente como, pois vem aumentando de forma acelerada. Em 12 meses, enquanto a receita líquida cresceu apenas 5,5%, a dívida líquida aumentou 24%. A dívida bruta, que era 8,8 vezes o patrimônio líquido, em 12 meses passou a 12,3 vezes o patrimônio líquido."
"Interessante é que nada disto impediu que LAME4 passasse da faixa de R$ 5,30 a R$ 8,10 em menos de 1 mes. Quase 53%!!! É mole?"

4027 - paulorizzi - 12/Abr/2009 20:54
"citação: rikmarquesSmall,"
"O que vc acha da Gfsa3, Cyre3, Lame4 e Btow ??"
"LAME4 e BTOW3, na minha opinião, são ambas exemplos de aberrações do mercado:"
"LAME4: P/L = 51,87; P/VPA = 18,81; (P/L)(P/VPA) = 976; PSR = 0,80; DY = 0,50%; EV/EBITDA = 8,14; margem líquida = 1,7%; ROE = 36,3%; DivBrut/PatLiq = 1.233%; LiqCorr = 1,23"
"BTOW3: P/L = 38,28; P/VPA = 13,28; (P/L)(P/VPA) = 376; PSR = 0,95; DY = 0,61%; EV/EBITDA = 10,4; margem líquida = 2,48%; ROE = 34,7%; DivBrut/PatLiq = 648%; LiqCorr = 1,23"
"Os múltiplos de ambas são péssimos. A única ""vantagem"" de BTOW é que é (um pouco) ""menos ruim"". O único múltiplo de ambas que se ""salva"" é o PSR menor do que 1 e a grande geração de receita líquida. O valor de mercado de ambas é menor do que as respectivas receitas líquidas. Os ROEs parecem altos, mas não são, pois quem são absurdamente baixos são os patrimônios líquidos, impactados pelas dívidas nas alturas."
"No setor de comércio, sem considerar CGRA3/4 que, para uns e outros, pode eventualmente ser classificada como de liquidez insatisfatória, quilômetros luz à frente de BTOW3 e LAME4 estão, por exemplo, SLED4,DROG3 e LREN3."

359 - small caps - 15/Nov/2008 12:38
"(309), jlc, BTOW3 tem um crescimento excepcional, mas tem boa parte disto embutida no preço. Com ações pagando mais de 10% de dividendos anuais é difícil selecionar uma que paga 0,5%, apesar de todo o futuro que pode ter. Por ser uma varejista, o PSR, para o atual cenário, está muito elevado. Já tem empresas com PSR abaixo de 0,1, apenas 10% do PSR da companhia."

Nenhum comentário: