Veja os melhores Comentários do Forum do Small Caps
Escolha abaixo as ações que deseja consultar

domingo, 11 de outubro de 2009

GPC Part (GPCP) - Em Recuperacao Judicial




Subsetor
Segmento


Recomendações

Em Recuperacao Judicial

Carteiras
sgp11 (jul/18)
Balanços
3T2018 -
marcosvinicius2 -
PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). RECEITA LÍQUIDA: A receita líquida do 3º trimestre de 2018 atingiu R$ 36.182 mil, acréscimo de 30,5% em relação aos R$ 27.723 mil do mesmo período de 2017. As vendas de 9.122t estabeleceram-se 17,3% acima do volume do mesmo período do ano anterior. O preço médio líquido de vendas ficou 11,2% acima com relação ao mesmo período de 2017. A receita líquida da Apolo Tubulars foi de R$ 31.633 mil, relativa às vendas de 4.896t. Já a receita líquida consolidada no 3º trimestre de 2018 totalizou R$ 67.815 mil.; EBITDA: O EBITDA do 3º trimestre de 2018 alcançou o valor positivo de R$ 1.078 mil, contra o valor negativo de R$ 1.391 mil no mesmo período do ano anterior, representando melhora de R$ 2.469 mil, impulsionado pelo aumento do volume de vendas. O EBTIDA da Apolo Tubulars no terceiro trimestre de 2018 foi de R$ 3.121 mil,consolidando o resultado do período em R$ 4.199mil.; RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO: O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 4.443 mil no trimestre, contra R$ 5.016 mil negativos do mesmo trimestre de 2017. A Apolo Tubulars apresentou resultado financeiro líquido positivo de R$ 430mil, consolidando o resultado do 3º trimestre de 2018 em R$ 4.143mil negativos.

3T2017 -
marcosvinicius2  -
PAPEL SOBREVALORIZADO (*). RESULTADO LIQUIDO DO 3T17 MELHOROU EM RELAÇÃO AO 2T17 E MELHOROU (TAMBEM) NA COMPARAÇÃO COM O 3T16. DOS ULTIMOS 47 TRIMESTRES, 32 APRESENTARAM LUCRO LIQUIDO NEGATIVO (68,0851%). RECEITA LÍQUIDA: A RECEITA LÍQUIDA DO3º TRIMESTRE DE 2017ATINGIU R$ 96.819MIL, 16,8% ACIMADO VALOR REGISTRADO NO 3º TRIMESTRE DE 2016,QUE FOI DE R$ 82.866MIL. O VOLUME DE VENDAS ALCANÇOU 81.552 T, 10,1% ACIMADO VOLUME DO MESMO PERÍODO DO ANO ANTERIOR. OPREÇO MÉDIO LÍQUIDO DE VENDAS FICOU 6,1% ACIMA COM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DE 2016.
Características

Links
356264 - marcosvinicius2 -  29 Nov 2018, 00:01
COMENTÁRIO: PAPEL SOBREVALORIZADO ( * ). RECEITA LÍQUIDA: A receita líquida do 3º trimestre de 2018 atingiu R$ 36.182 mil, acréscimo de 30,5% em relação aos R$ 27.723 mil do mesmo período de 2017. As vendas de 9.122t estabeleceram-se 17,3% acima do volume do mesmo período do ano anterior. O preço médio líquido de vendas ficou 11,2% acima com relação ao mesmo período de 2017. A receita líquida da Apolo Tubulars foi de R$ 31.633 mil, relativa às vendas de 4.896t. Já a receita líquida consolidada no 3º trimestre de 2018 totalizou R$ 67.815 mil.; EBITDA: O EBITDA do 3º trimestre de 2018 alcançou o valor positivo de R$ 1.078 mil, contra o valor negativo de R$ 1.391 mil no mesmo período do ano anterior, representando melhora de R$ 2.469 mil, impulsionado pelo aumento do volume de vendas. O EBTIDA da Apolo Tubulars no terceiro trimestre de 2018 foi de R$ 3.121 mil,consolidando o resultado do período em R$ 4.199mil.; RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO: O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 4.443 mil no trimestre, contra R$ 5.016 mil negativos do mesmo trimestre de 2017. A Apolo Tubulars apresentou resultado financeiro líquido positivo de R$ 430mil, consolidando o resultado do 3º trimestre de 2018 em R$ 4.143mil negativos.:

GPCP3
PREÇO: R$ 12,23
PAYOUT (2017): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 0,81
P/VPA 0,49
PSR 0,11
DY 0,00%
EV/EBITDA 2,96
MARGEM BRUTA 18,12%
MARGEM OPERACIONAL 14,21%
MARGEM LÍQUIDA 13,98%
LUCRO POR AÇÃO R$ 15,142
MARGEM EBITDA 21,16%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 235,78%
ROE 60,33%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,29

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 52,60%
RESULTADO BRUTO 76,39%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -6,19%
RESULTADO OPERACIONAL 84,38%
RESULTADO LÍQUIDO 92,16%
EBITDA 45,81%

b) 3T18 sobre 3T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 52,47%
RESULTADO BRUTO 44,15%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 51,35%
RESULTADO OPERACIONAL -47,27%
RESULTADO LÍQUIDO 5,09%
EBITDA -4,00%

c) lucro (taxa média anual)
UA 92,16%
U2A ND
U3A -249,00%

d) patrimônio líquido médio
UA 180,32%
U2A ND
U3A 195,70%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ ND
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): ND !!!!

p.php?pid=staticchart&dm=0&p=0&t=1&vol=0

De acordo com o BALANÇO do 4T17 houve um RESULTADO NÃO RECORRENTE desta forma utilizaremos o resultado dos U9M (indicado abaixo) para retratar melhor a condição da empresa:

GPCP3
PREÇO: R$ 12,23
PAYOUT (2017): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 16,73
P/VPA 0,49
PSR 0,11
DY 0,00%
EV/EBITDA 6,31
MARGEM BRUTA 18,67%
MARGEM OPERACIONAL 2,51%
MARGEM LÍQUIDA 0,64%
LUCRO POR AÇÃO R$ 0,731
MARGEM EBITDA 9,36%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 235,78%
ROE 2,91%
LIQUIDEZ CORRENTE 1,29

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 62,04%
RESULTADO BRUTO 93,00%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -0,03%
RESULTADO OPERACIONAL -65,43%
RESULTADO LÍQUIDO -90,72%
EBITDA -31,54%

b) 3T18 sobre 3T17, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 52,47%
RESULTADO BRUTO 44,15%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO 51,35%
RESULTADO OPERACIONAL -47,27%
RESULTADO LÍQUIDO 5,09%
EBITDA -4,00%

c) lucro (taxa média anual)
UA -90,72%
U2A ND
U3A -154,26%

d) patrimônio líquido médio
UA 180,32%
U2A ND
U3A 195,70%

Preço justo fornecido pela fórmula do FCD para uma taxa média de crescimento real nulo do lucro líquido dos últimos 12 meses durante 5 anos, perpetuidade real nula e taxa de desconto real de 8%: R$ 9,14
Ou, taxa de crescimento real do lucro líquido dos últimos 12 meses necessária, durante os próximos 5 anos, para que o preço justo fornecido pela fórmula do FCD seja igual ao preço corrente (com uma perpetuidade real nula e taxa de desconto anual real de 8%): +7,0% !!!!

( * ) É PRECISO VERIFICAR NO RELATÓRIO DA ADM. A EXISTÊNCIA DE RESULTADO NÃO RECORRENTE:
( ** ) É IMPORTANTE SALIENTAR QUE A PRECIFICAÇÃO INDICADA ACIMA FOI BASEADA NUMA QUANTIDADE LIMITADA DE INDICADORES, NESTE CASO TRATA-SE APENAS DE UMA OPINIÃO PESSOAL, PORTANTO LONGE DE SER CONSIDERADA VERDADE ABSOLUTA, PARA QUALQUER TOMADA DE DECISÃO SERÁ NECESSÁRIO O INVESTIDOR ANALISAR OUTRAS PREMISSAS (QUALIDADE DA ADMINISTRAÇÃO, NÍVEL DA CONCORRÊNCIA, NOVAS TECNOLOGIAS, FATORES POLÍTICOS, MACROECONÔMICOS, CAPACIDADE DE INOVAÇÃO E ETC ), POIS NINGUEM DESTE FÓRUM SE RESPONSABILIZARÁ PELAS PERDAS DE TERCEIROS;
( *** ) DISCLAIMER: ISTO É APENAS UM COMENTÁRIO SOBRE ANÁLISE TÉCNICA E NÃO CONSTITUI NENHUMA ESPÉCIE DE ACONSELHAMENTO FINANCEIRO.
( **** ) A RENTABILIDADE OBTIDA NO PASSADO NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

344357  - marcosvinicius2  -  25 Nov 2017, 10:49
COMENTÁRIO: PAPEL SOBREVALORIZADO (*). RESULTADO LIQUIDO DO 3T17 MELHOROU EM RELAÇÃO AO 2T17 E MELHOROU (TAMBEM) NA COMPARAÇÃO COM O 3T16. DOS ULTIMOS 47 TRIMESTRES, 32 APRESENTARAM LUCRO LIQUIDO NEGATIVO (68,0851%). RECEITA LÍQUIDA: A RECEITA LÍQUIDA DO3º TRIMESTRE DE 2017ATINGIU R$ 96.819MIL, 16,8% ACIMADO VALOR REGISTRADO NO 3º TRIMESTRE DE 2016,QUE FOI DE R$ 82.866MIL. O VOLUME DE VENDAS ALCANÇOU 81.552 T, 10,1% ACIMADO VOLUME DO MESMO PERÍODO DO ANO ANTERIOR. OPREÇO MÉDIO LÍQUIDO DE VENDAS FICOU 6,1% ACIMA COM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DE 2016.:

GPCP3
PREÇO: 13,01
PAYOUT (2016): 0,00%

Múltiplos baseados nos últimos 12 meses

P/L 1,65
P/VPA 1,17
PSR 0,18
DY 0,00%
EV/EBITDA 5,38
MARGEM BRUTA 15,68%
MARGEM OPERACIONAL 11,76%
MARGEM LÍQUIDA 11,10%
LUCRO POR AÇÃO 7,880
MARGEM EBITDA 22,15%
DÍVIDA BRUTA/PATRIMÔNIO LÍQUIDO 546,73%
ROE 71,03%
LIQUIDEZ CORRENTE 0,89

Taxas de Crescimento Nominal

a) últimos 12 meses sobre 12 terminados no 3T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 1,85%
RESULTADO BRUTO -23,87%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -29,16%
RESULTADO OPERACIONAL -467,28%
RESULTADO LÍQUIDO -333,84%
EBITDA 121,54%

b) 3T17 sobre 3T16, nominal
RECEITA OPERACIONAL LÍQUIDA 10,86%
RESULTADO BRUTO -12,40%
RESULTADO FINANCEIRO NEGATIVO -65,40%
RESULTADO OPERACIONAL -199,67%
RESULTADO LÍQUIDO -141,68%
EBITDA 95,32%

c) lucro (taxa média anual)
UA -333,84%
U2A ND
U3A -202,31%

d) patrimônio líquido médio
UA -382,41%
U2A 203,70%
U3A 18,62%

Margem Bruta: O lucro bruto no trimestre apresentou um aumento de 4,8% frente ao mesmo período do ano anterior, alcançando R$ 20.177 mil contra R$ 19.249 mil de 2016, impulsionado principalmente pelo aumento de vendas.;

Resultado Financeiro Líquido: O resultado financeiro líquido melhorou, atingindo R$ 837 mil negativos no trimestre contra R$ 6.708 mil negativos do mesmo trimestre do ano anterior, principalmente pela redução nas despesas de juros sobre empréstimos, efeito do aditivo ao Plano de Recuperação Judicial, e sobre redução da correção de impostos e contribuições,decorrente da adesão aos Programas de Regularização Tributáriado Governo Federal.;

EBITDA: O EBITDA do 3º trimestre de 2017 atingiu R$ 12.517 mil contra R$ 12.299 mil no mesmo período do ano anterior, aumento de 1,8%.

p.php?pid=chartscreenshot&u=TfPNe%2BI3Vg

( * ) É PRECISO VERIFICAR NO RELATÓRIO DA ADM. A EXISTÊNCIA DE RESULTADO NÃO RECORRENTE:
( ** ) EMPRESAS DO SETOR FINANC onde houve necessidade de digitar os valores de REC INT FINANC (a pesquisa avançada não importou esses valores ) = BAZA3, BBDC3, BBDC4, BEES3, BEES4, BIGP3, BGIP4, BMEB3, BMEB4, BMIN3, BMIN4, BNBR3, BPAN4, BRIV3, BRIV4, BRSR3, BRSR5, BRSR6, BSLI4, CRIV3, CRIV4, IDVL3 IDVL4 ITUB3, ITUB4, PINE4, PRBC4, SANB11, SANB3, SANB4 E SFSA4;
( *** ) A VMCM = 5,56000000 foi calculada utilizando-se uma amostragem de 327 empresas com PL > 0 (Desta vez não foi utilizado o critério de LIQUIDEZ MÍNIMA). Na tentativa de um valor abaixo do indicado, a VMCM apresentou um valor < 5, o que indicaria um mercado subprecificado: forum.infomoney.com.br/viewtopic.php?f=6&t=10754&start=620#p2082722
( **** ) Foram EXCLUÍDAS da amostragem inicial as empresas = DAGB33, MERC4, BRAP4, BRAP3, ECPR4, JBDU3, LFFE4, LFFE3, SBSP3, BAHI3, BMTO4, BMTO3 E LIPR3;

258601  - israel007 -  16 Mai 2014, 03:44
GPCP3

Ação da empresa Gpc Participacoes S.A.
Atua no setor materiais básicos

Resultado do 1º Trimestre de 2014

A companhia divulgou prejuízo líquido de R$ 3,4 M neste trimestre, ante perdas de R$ -27,8 M apurados no 4° trimestre de 2013. No mesmo período do ano anterior, o resultado havia sido negativo em R$ 20,4 M.

Os ativos totais atingiram o saldo de R$ 116,2 M, decréscimo de 36,8% em relação ao saldo no 1T13. O patrimônio líquido atingiu a soma de R$ 38,7 M neste trimestre, valor -66,3% menor ao saldo no mesmo período do ano anterior.

6844 - paulorizzi - 07/Jun/2009 12:32
citação: Zeba1949Paulo, o que você acha da GPCP3 ?
Estou bastante por fora ...
O setor de petroquímicos está complicado. Se lembro bem, considerados os últimos 12 meses, só a Elekeiroz e a GPC apresentaram lucro. Mas no 1T09 ambas apresentaram prejuízo. Seria necessário ler os relatórios para avaliar se foi um tropeço circumstancial ou se é algo mais sério.

2462 - small caps - 14/Mar/2009 02:31 
"Rafael, GPCP3 tem uma dívida atrelada ao câmbio muito alta e que vence no curto prazo. E pra completar a liquidez corrente é muito reduzida. Mantenho uma posição na companhia mas sei de todos estes riscos e é na proporção de 1/20 em relação a COCE5, minha maior posição."
"Tenho entre 10 e 15 turnarouns em carteira, mas apenas 1 deles ultrapassa 1% do valor em carteira, que é a CEBR."

1174 - small caps - 23/Jan/2009 23:42
"(1072 e 1073) brunovcn, GPCP3, como alertado pelo agressivo2, saiu da carteira small caps após os resultados do terceiro trimestre e diante do aumento ininterrupto do dólar. Houve um reequilíbrio da carteira para aumentar a participação de ativos que se beneficiam no curto prazo com o aumento do dólar também."
"BEEF3 foi indiretamente citada na newsletter, quando tratei sobre as empresas do segmento de alimentos, ao final:"
http://smallcaps.blogs.advfn.com/2009/01/06/perspectivas-para-as-small-caps-em- 2009-newsletter-da-advfn/
"Continuo achando interessante o início de posicionamento nos bancos médios, com boa diversificação e com reforço após os balanços anuais."

617 - small caps - 12/Dez/2008 23:53
"(596) agressivo2, todas estas informações sobre a GPCP3 encontram-se nas notas explicativas que acompanharam o balanço do último trimestre disponível na BOVESPA. São informações gratuitas, assim como a maioria do que realmente importa para analisar uma oportunidade no mercado. Existe possibilidade de a empresa voltar a lucrar, o que inclusive estava acontecendo antes da inesperada e abrupta alta do dólar no curto prazo. Mas o risco atualmente é alto e a manutenção da empresa em carteira deve se dar para quem possui boa diversificação com o peso que um ativo turnaround pode ter. A parte operacional realmente melhorou muito, mas a financeira foi na direção inversa. Não fosse o câmbio, no último trimestre, o desempenho teria sido bem diferente. O problema é que isto vai se repetir no trimestre atual e, portanto, a posição fica para prazo ainda mais longo..."

596 - agressivo2 - 12/Dez/2008 00:44
"Small, sei que todos começam perguntado a você, inclusive eu agora, más é que estou com uma dúvida em minha carteira de ações. Em sua carteira sugerida para dezembro você trocou GPCP3, más eu decidi ficar com ela um pouco mais, estou comprado a um preço médio 1,41 e a ação está sendo negociada entre 0,90 e 1,15.O que eu gostaria de saber é: Será que posso ser paciente com está ação e aguardar por 2, 3, 4, ou 5 anos e vê o que pode acontecer? Existe boa possibilidade de lucro no futuro?"
"Eu não tenho um conhecimento profundo para fazer uma análise dessa, apenas verifiquei alguns indicadores. Onde você conseguiu a informação que esta empresa também sofre com alta do dolar e outras informações? atrávés de revista ou diante dos fatos do terceiro trimestre ou que outra fonte?"

458 - small caps - 30/Nov/2008 00:16
"(422) agressivo2, obrigado! GPCP3 tem como principal problema algo que era uma vantagem há pouco tempo: a dívida atrelada ao câmbio, o que lhe trouxe pesados prejuízos no terceiro trimestre e deve trazer no quarto trimestre também. Mas ela caiu bem menos de cotação do que outras empresas, razão pela qual sua atratividade diminuiu. Para a carteira de dezembro ela deve sair. Vou colocar algumas empresas que se beneficiam mais da alta do dólar, para equilibrar um pouco mais a carteira. Mas negocia a múltiplos baixos, como menos de 2 vezes o lucro EBIT e custa 20% do faturamento anual."

363 - small caps - 15/Nov/2008 13:42
"(345) rafael234, GPCP3 é um caso de turnaround, razão pela qual os indicadores a serem utilizados são outros. Ela está com P/EBIT 1,86 e PSR 0,19. Além disso, teve dois trimestre muito bons no início do ano. Ainda não liberou o balanço deste trimestre, mas caso não tenha prejuízos no último semestre, já fecharia com P/L próximo de 4. Mas tem resultado instáveis e é necessário acompanhar."

Nenhum comentário: